Ir para o conteúdo.

Início » Celular e tablet Review » Review: Motorola Defy Mini dual-chip

Motorola Defy Mini dual-chip é resistente | Clique em qualquer foto para ampliar

O Defy Mini chegou ao país em abril com a promessa de ser um smartphone “à prova de desastrados”. Disponível também em versão dual-chip, o aparelho é uma versão mais básica do famoso Motorola Defy, que já passou por testes extremos no Tecnoblog. Para tristeza da nação, nós não jogamos o novo smartphone numa piscina, mas fizemos uma análise detalhada com os prós e contras do aparelho.

O Android dual-chip de entrada da Motorola tem processador single-core de 600 MHz, 512 MB de RAM, tela de 3,2 polegadas e uma câmera que tira fotos de 3,15 megapixels. Será que ele é uma boa opção para as pessoas que utilizam duas operadoras e querem fugir dos aparelhos xing-ling? Confira nos próximos parágrafos.

Design

O Defy Mini não foi desenvolvido pensando em beleza, mas em resistência. As proteções dos conectores de fone de ouvido e USB não deixam o visual do smartphone agradável, mas evitam a entrada de líquidos quando algum amigo empurrar você para dentro de uma piscina. A traseira fosca também pode não agradar a muita gente, mas transmite a sensação de não riscar tão facilmente quanto os aparelhos com acabamento brilhante.

Design resistente.

A parte frontal do Defy Mini possui, além da tela de 3,2 polegadas, quatro botões capacitivos: menu, tela inicial, voltar e pesquisar. Durante o período que testei o aparelho, os botões foram bastante responsivos. A frente também possui um pequeno LED de notificações que pisca em azul quando o usuário recebe um novo email ou mensagem de texto.

A traseira do aparelho da Motorola vem com uma tampa bem simples, sem texturas. A parte inferior vem com um botão onde é possível travar a tampa para lacrar o smartphone totalmente. Para remover a tampa traseira e obter acesso à bateria e aos slots de cartões SIM e microSD, é necessário destravar e puxar a tampa cuidadosamente para liberar cada travinha.

Trava da tampa da bateria do Defy Mini.

Após a remoção da tampa traseira e da bateria de 1.650 mAh, o usuário tem acesso aos três slots: um para o cartão de memória microSD e dois para os chips. Um dos slots SIM funciona apenas em 2G, então você deve inserir o chip com plano de dados 3G no slot indicado com WCDMA para conseguir uma ótima velocidade (ou quase isso) de navegação na internet.

Tela e interface

Assim como a maioria dos smartphones de entrada, o Defy Mini possui uma tela pequena, de apenas 3,2 polegadas. Pessoas com mãos pequenas podem utilizar o aparelho confortavelmente, sem malabarismos para alcançar os cantos da tela. A qualidade da imagem, infelizmente, não é das melhores: são apenas 256 mil cores e uma resolução de 320×480, resultando em uma densidade de 180 pixels por polegada.

Textos ficam suficientemente legíveis na tela do Defy Mini.

Um usuário mais avançado, acostumado com telas de LED e AMOLED de alta definição, certamente perceberá que a tela do Defy Mini possui baixa vivacidade de cores, baixa definição de imagem e pouco brilho, mas o visor está condizente com o padrão dos smartphones basicões.

Tela inicial do Android vem poluída por padrão.

Eu não sei como a Motorola consegue pensar em tantos widgets para poluir a interface do Android. A tela principal possui, além de duas fileiras de ícones, uma caixa de busca do Google, um widget de previsão do tempo e uma barra de vídeos em destaque do YouTube. Rolando a tela para os lados, o usuário encontra widgets de aplicativos mais acessados e pessoas mais contatadas. Por padrão, são sete telas. Ainda bem que o Android é personalizável.

Aplicativo de telefone mostra dois botões para fazer chamadas, um para cada chip.

Enviar SMS ou ligar para alguém é bem simples no dual-chip da Motorola. Basta abrir o aplicativo de mensagens ou telefone; na parte inferior da tela, dois botões de envio aparecerão. O primeiro, se conectado em 3G, será identificado como W; caso contrário, como G1. O segundo chip é mostrado como G2.

O mesmo acontece no aplicativo de SMS.

O Defy Mini dual-chip também sofre dos problemas de um Android de entrada: após algumas horas de uso, rodando aplicativos populares como Fruit Ninja, Angry Birds, Twitter e Gmail, o aparelho começa a engasgar e exibir mensagens de “forçar fechamento”. Nos momentos mais críticos, o uso do smartphone tornou-se tão irritante que foi necessário reiniciá-lo. Pelo menos a Motorola incluiu o comando de reiniciar direto nas opções de desligamento.

Mensagens de erro começam a aparecer após algumas horas de uso.

Multimídia

O player de áudio do Defy Mini é bem competente. Com uma conexão disponível, o player Música+ automaticamente encontra a letra da música e a exibe em tempo real. O aplicativo também possui integração com o SoundHound, para reconhecimento de músicas; Shoutcast, para rádios online; e YouTube, para encontrar clipes de músicas.

Player de áudio do Defy Mini exibe letras de música em tempo real.

Com uma tela de apenas 3,2 polegadas, não dá para esperar um player de vídeo matador. O Defy Mini foi capaz de reproduzir um filme em DivX de 480p sem problemas, mas só isso. Nada de legendas, vídeos em 720p ou algo mais avançado, mesmo porque o processador de 600 MHz dificulta o trabalho. Utilizando o MX Player, a visualização de um vídeo *.mkv de 720p foi “possível”, mas com corte de frames e atrasos no áudio.

Câmeras

A câmera de 3,15 megapixels é suficiente para tirar fotos casualmente, em ambientes com bastante luz natural. Nos locais mais escuros, o algoritmo da câmera bem que tenta disfarçar os ruídos da imagem, mas as imperfeições continuam bastante visíveis. A câmera frontal possui resolução VGA e pode ser utilizada para fazer chamadas em vídeo – os auto-retratos, porém, ficam com uma qualidade bem ruim.

O Defy Mini também grava vídeos, mas não conte com essa funcionalidade: a qualidade da imagem é péssima, mesmo com a câmera configurada para capturar na qualidade máxima. Ruídos de imagem, som abafado e falta de nitidez são alguns dos problemas que você encontrará no aparelho. Estranhamente, o Defy Mini foi capaz de filmar apenas na resolução de 352×288, uma resolução bem pior que muitos aparelhos de baixo custo.


(Vídeo do YouTube)

Aplicativo de sincronização

Não tem.

Jogos e aplicativos embutidos

A Motorola resolveu incluir uma penca de aplicativos pré-instalados no Android, muitos deles de utilidade duvidosa. Além do pacote padrão do Android, temos: BlogCenter, Bússola, CardioTrainer, Comandos de Voz, Gravador de Som, Lanterna, MediaSee, MediaSer, Midnight Bowling 2, Painel de controle, Quickoffice Lite e Tetris. Os jogos são bem legais, mas eles funcionam somente por 60 minutos; após o término do período é necessário adquirir uma licença.

Aplicativos de sobra.

O hardware do Defy Mini não é dos melhores e, em conjunto com os vários widgets espalhados pelas telas do Android e os jogos trial impossíveis de serem desinstalados, a Motorola complica a vida do usuário com um smartphone lento e com pouco espaço interno disponível.

Bateria

Com um hardware nada potente, o Defy Mini se dá bem com sua bateria de 1.650 mAh, mas não chega a impressionar. O teste não foi tão preciso porque, por algum motivo desconhecido, o dual-chip da Motorola exibe apenas níveis de bateria de 5% em 5%.

Com uso moderado, que incluiu 30 minutos de navegação por 3G, 15 minutos de streaming de vídeo por Wi-Fi no YouTube, 30 minutos de Fruit Ninja e 15 minutos de vídeo DivX 480p, a bateria chegou a 60%. A conexão 3G ficou ativada durante todo o teste e o brilho permaneceu no automático.

Usando o smartphone de maneira mais intensa, com 30 minutos de navegação por Wi-Fi, 30 minutos de redes sociais por 3G, 30 minutos de streaming de vídeos por Wi-Fi no YouTube, 30 minutos de Fruit Ninja e 30 minutos de vídeo DivX 480p, a bateria chegou a 30%. 3G, Wi-Fi, GPS e Bluetooth permaneceram ativados durante o teste, com o brilho no máximo.

Com o carregador original, que fornece uma corrente de 850 mA, a bateria do Defy Mini dual-chip foi do zero ao 100% em pouco mais de 2 horas.

Pontos negativos

  • Lentidão excessiva após algumas horas de uso;
  • Sistema operacional cheio de aplicativos de utilidade duvidosa;
  • Câmera com péssima qualidade de imagem;
  • Processador lento em relação aos concorrentes com mesma faixa de preço.

Pontos positivos

  • Resistência a riscos, poeira e água;
  • Suporte a dois cartões SIM;
  • Bateria com boa autonomia.

Conclusão

O Defy Mini dual-chip é uma boa opção para usuários desastrados que sentem necessidade de utilizar dois chips simultaneamente. O aparelho demonstra ser resistente, o envio de mensagens é bastante prático, a bateria dura bastante e é possível aproveitar os milhares de aplicativos disponíveis na Play Store.

A Motorola liberou a novidade no Brasil por um preço sugerido de R$ 699. O valor não é nada acessível, principalmente para quem está acostumado a comprar celulares dual-chip ou até quad-chip no mercado cinza, mas o Defy Mini dual-chip com certeza possui uma qualidade de construção bastante superior e não é descartável.

Entretanto, você também deve levar em consideração as várias limitações apontadas na análise e entender que os aparelhos de “baixo custo” com Android ainda têm sérios problemas de desempenho e estabilidade. Se você não possui uma árvore de dinheiro e não precisa tanto de um aparelho dual-chip, vale a pena esperar o preço do Defy Mini baixar ou juntar dinheiro para adquirir um aparelho melhor.

Especificações técnicas

  • Bateria: 1.650 mAh.
  • Câmera: frontal (VGA) e traseira (3,15 MP).
  • Conectividade: 3G, Wi-Fi, GPS, Bluetooth 2.1, DLNA e USB 2.0.
  • Dimensões: 109 x 58,5 x 12,6 mm.
  • Frequências: WCDMA/HSDPA (850 / 900 / 1.900 / 2.100 MHz); GSM/GPRS/EDGE (850 / 900 / 1.800 / 1.900 MHz).
  • Kit contém: aparelho Defy Mini dual-chip, bateria, fone de ouvido (3,5 mm), carregador, cabo USB e manual.
  • Memória externa: suporte a cartão microSD de até 32 GB.
  • Memória interna: 512 MB;
  • Peso: 107 g.
  • Plataforma: Android 2.3 (Gingerbread).
  • Processador: single-core de 600 MHz.
  • Sensores: acelerômetro, proximidade, bússola.
  • Visor: 3,2 polegadas com resolução de 320×480 e proteção Gorilla Glass.

57 Comentários (Deixe o seu!)

  • Gaba
    1912c

    Cara… eu não sei… mas eu não consigo gostar de aparelhos da Motorola, por mais que o design deles seja o mais diferenciado, na minha opinião, mas todo o aparelho em sí, não me agrada.

    • Bruno Cabral
      1c

      O aparelho é bom, o problema dele é a maldita capa.
      Quase tive um ataque quando o troço caiu no chão,
      mas ele é bem resistente, o dano foi mínimo,
      mas resistente do que ele, só meu antigo Huawei
      que dei pra minha irmã. aquilo não danifica nem
      caindo do 2º andar.

  • Fabio

    A imagem da minha webcam é melhor do que a desse celular.

  • Marcelo

    Belo aparelho.

  • slugpoa
    3c

    Adorei a conclusão do Tecnoblog, “Para usuários desastrados” uhuashuashuas

  • Áureo Ferreira

    700 reais por esse celular basicão? Só louco daria essa grana num celular de entrada só por conta dos dois chips!

  • Android + aparelhos básicos = atirar o aparelho na parede, de raiva. Quer um Smart Light. Vá de algum sistema mais leve, um Bada, um Nokia Belle, por aí…

    • Rafael Marcon
      326c

      Mas esse aí é resistente, pode atirar na parede que não tem problema! :D

  • Bom comprei um Defy+ pelo KabuM esses dias, deve chegar essa semana, o mini deveria está no preço de 400 a 500 reais, pois pelo processador e pela camera os outros modelos de outras empresas estão nessa faixa de preço.

  • Não trocaria nunca meu Galaxy Y TV por esse Motofail aí.

  • Por 699 reais dá pra comprar no Walmart um Sony Ericsson Xperia Neo V, que tem tela de 3,7 polegadas com engine Bravia, resolução de 854 x 480 pixels, processador melhor, câmera de boa qualidade com 5 megapixels e que filma em 720p, além de saída HDMI e atualização para o Ice Cream Sandwich.

    Não tem nem o que comparar.

    • soma mais R$150 e você compra um Galaxy SII Lite :)

      • Vcs todos estão esquecendo do principal atrativo do Defy.Vc não encontra um Galaxy SII Lite ou um Sony Ericsson Xperia Neo V (Nome comprido kkkk) que tem resistência a água ou a poeira.
        O Defy é um telefone com um publico bem definido(e até único para sua faixa de preço e mercado), não se pode sair comparando ele com qualquer um aí.

        • Bruno Cabral
          1c

          E a quedas, um galaxy quebra atoa!

    • Tem sim: o Defy Mini tem suporte para dois SIM Cards. Para muitas pessoas, esse diferencial é definitivo na escolha de um novo celular.

      • OK, mas nesse caso há o LG Optimus Net Dual, que tem 3G nos DOIS chips, configuração semelhante à essa do Defy Mini e custa em torno de 460 reais nas promoções.

        • Ramon Melo
          2410c

          Te enganaram, meu caro, o Optimus Net não tem 3G nos dois chips. Aliás, quando um deles está transferindo dados pelo 3G, o outro fica indisponível até para chamadas.

          • Bruno Cabral
            1c

            O que não ocorre no Mini Defy

    • Jean

      Marcus, falou pouco mas falou tudo.

      Jamais abriria mão de comprar um Sony Ericsson Xperia Neo, para comprar esse Motorola.
      o aparelho não é ruim, mas nessa faixa de preço existem concorrentes bem melhores.

  • Mozart
    211c

    Achei q acabaram com o defy mini nesse review. Ele é só um smart de entrada, se for comparar ele com outros Androids dual chip q tem por aí, o Defy mini é o melhor. O problema desse review é q esperavam um desempenho de um galaxy s3 em um android mais básico.

    • Ramon Melo
      2410c

      Discordo. Já usei um e é realmente lento mesmo. Comparado com meu Galaxy Player, a diferença é absurda, mesmo estando na mesma faixa de preço.

      • Everson

        Sim o cara quer me comparar um player galaxy de 1ghz que não faz ligação, com um aparelho celular de 600mhz que faz ligação e ainda para duas redes. E tem mais! Smartphones básicos são pra isso mesmo, pouca memória, pouco isso, pouco aquilo, baixo isso, baixo aquilo. Foram feitos para usuários comuns que somente usam um celular comum e que lá pelas tantas quando sentirem vontade de navegar ou consultar algo na rede vão ter acesso. Eu tenho um Defy mini e gosto dele, mas concordo com vocês que o processador é baixo e a pouca memória interna também, eu estava ciente da especificação. Não adianta também franguinho tá com celular dual ou quad core na mão bancando de bacana e não ter condições se quer bancar uma recarregar no celular ou comprar aplicativos numa store online. Celulares são feitos para públicos diferentes que mania que as pessoas tem de comparar tudo sempre com o mais top e achar que todo o resto é lixo porque não tá do lado do top. O celular 5120 da Nokia fui top para o publico para qual ele foi desenvolvido mesmo ele sendo um top com tela colorida da época.

  • Kantaro
    264c

    LG Optimus Net e Samsung Galaxy Y Duos por R$500 cada mandam abraços.

  • Legal é que o meu Defy que tem hardware bem superior não tem atualização para 2.3, e esse ai que é pior ja vem com a 2.3 #motofail Por essas e por outras que o Defy foi meu ultimo motorola!

    • 7megas
      271c

      Ué taca uma Cyanogem Mod aqui deu certo… :D

      • hahah faz uns 5meses que to querendo fazer isso, mas preciso parar e ler como faz certo para não transformar meu Defy em um peso de papel resistente a água AEHAEHEAUHEA

  • Boa analise.
    E acho que este Defy mini perde feio para o LG Optimus Net Dual – P698. Inclusive no preço.

    Comprei o da LG e estou super satisfeito com ele. Tinha um problema quase diario, de travar o teclado virtual ao digitar mensagens, mas ja faz um bom tempo que não acontece mais.

    Poderiam fazer um Review do LG, e depois uma comparação entre os dual chip do mercado(Sansung Galaxy Y, LG Optimus Net Dual e Defy Mini – Tem mais algum?).

    Parabéns Galera.

  • TARDIS, it’s you?
    Ninguem deu moral p/ ela.
    #DoctorWhoRULES

  • Stephany

    Pois eu comprei esse celular amei paguei mais de 700 reais e não me arrependo !

  • André

    Sério que existe esse problema de forçar fechamento em Androids mais baratos? Possuo um Android com hardware muito parecido com esse da Motorola e nunca percebi nenhum problema. Geralmente ocorre o forçar fechamento por problema no app (digo isso também pelos comentários que vejo na Play, não só por experiência).
    Mas a filmagem dessa câmera é muito ruim e as fotos são quase tão ruins quanto, a Motorola tem tradição em não usar boas câmeras em seus aparelhos. Até o Atrix, lançado como high end e super poderoso na época, peca feio nesse quesito. As ROMs da Motorola costumam estragar o aparelho, então não me impressiona a ROM lenta e cheia de apps inúteis.
    E por mais que tenha dois grandes diferenciais (resistência e dual chip), acho que o preço não compensa, já é possível encontrar o Defy e o Defy+ por preço equivalente (para quem procura resistência) e o Net Dual mais barato do que isso com um processador ligeiramente melhor (para quem procura um dual chip).
    Fora isso, gostei do review de um aparelho básico. Às vezes procuramos informações sobre esses aparelhos e não encontramos porque geralmente não fazem reviews e recorremos aos fóruns de donos de aparelhos, que muitas vezes estão entusiasmados com suas compras e deixam passar os pontos fracos do aparelho. Achei bem interessante falarem sobre esse aparelho básico, por mais que eu não tenha gostado do aparelho em si. Espero ver outros reviews com aparelhos não-high end futuramente. :D

    • Achei estranho esse negócio de apss parando de funfar. Tenho um Motorola Spyce/Fire XT316 que só dá erros de “precisa fechar” nos apps que bloqueei pelo Link2SD e isso apenas quando ligo o telefone, coisa que não costumo fazer tanto. Raramente reinicio. Só faço isso quando quero alternar de WiFi para 3G e vice versa. E esse problema também só apareceu após o root extremamente necessário PARA MIM. ;-)

  • caRIOca
    178c

    Vou resumir meu comentário. Motorola, estou fora!

  • tem vários celulares do mesmo preço desse é alguns até mais baratos e são bem melhores doq essa porcaria citada! motorola o único celular da motorola bom mesmo é o Milestone.

  • Não comprei o Defy Mini pelo seu hardware fraco, mas comparia pelo fato de ser dual-sim. Acabei comprando o Defy+ e não tenho nada a reclamar, não sei o porquê das pessoas falarem tanto da Motorola!

  • @xrenan
    285c

    Gostei do review… e já sei qual aparelho NÃO vou comprar…

    offtopic: Achei super estranho a imagem desse post na página principal… pra mim ficou muito grande e desproporcional ;)

  • Dhaviix

    Que interessante, comprei um desses hoje à tarde, e vi esse review agora. O que me atraiu nele em primeiro lugar foi a durabilidade. Eu sou esse desastrado que tanto falam… o meu antigo Nokia parecia imortal, rsrsrs… mas por motivos de trabalho preciso de um espertofone básico. Preciso ler e-mails em viagens e usar a funçao de roteamento. Então suas virtudes em ambientes hostis me atraíram. Em relação a ter 2 chips, isso me ajudará a carregar só um e não 2 celulares como vinha fazendo. Cheguei a testar um Samsumg Y, mas o achei muito frágil… fiquei com medo de não durar na minha mão. Vamos ver na hora que chegar… se eu gostar ou não gostar, volto a postar aqui.

  • @maxikd
    1c

    legal. quanto ao Android cheio de entulho, é coisa da Motorola. o meu Defy veio com o 2.2.1 cheio de porcaria instalada :(

  • Eu tenho um Delfy Mini e gosto dele… Ele raramente trava comigo, tem versão android de 2.3.6 atualizada e esta funcionando blz. Só tenho a resalta a memória interna disponível que é realmente mt baixa. No mais td ok!

  • David
    1c

    Prefiro meu Nokia 101 que tem até Mp3 Player e uma duração de bateria melhor.

  • É uma boa para empresas que trabalham ao ar livre, para motoboys e pessoas do meio, que não precisam de Super Processamento!

  • Marco

    Ele é tão ruim assim???
    Quem ja comprou o Defy Mini aí e que possa dar sua opinião baseada na sua experiência seria ótimo …

  • Darlan Fernandes

    Comprei ontem meu Defy Mini e ainda estou com o LG Optimus Dual em minhas mãos, LOUCO para estraçalhá-lo na parede!! Não sei se comprei o LG com problemas, mas confesso que nunca passei tanta raiva na vida. Ele desligava do nada, a bateria acabava muito rápido, os aplicativos do android se utilizados um pouco mais consumiam muuito a bateria. Perdi nesse celular dois cartões micro SD de 4GB e 2GB… lá se foram minhas fotos e arquivos… enfim… O celular mostrava o sinal cheio, mas por diversas vezes (e esse foi o motivo de eu aposentá-lo para sempre), ele não tinha sinal. Entendam… a anteninha estava cheia lá, mas estava OFFLINE. Perdi diversas ligações importantes. Após uma chamada em um dos chips, o outro fica off, sim eu sei. Mas quando desligava essa chamada, até o sinal do outro chip voltar dava tempo de ir láááá no outro estado pra conversar pessoalmente com as pessoas. Enfim, ODIEI O LG OPTMUS NET DUAL (P698f). A resolução da tela, o formato do celular eram até legais… Quanto ao Defy Mini que estou usando agora, bem, ele ainda não travou, não me fez perder ligações, as fotos são boas, não gostei do formato de gravação do vídeo (parece que só em 3GP), os aplicativos do android funcionam bem. O lance do teclado é muuuito bom pra digitar mensagens rapidamente… E até o momento ele está me servindo bem… sem contar que é resistente a essas fatalidades aí… Só poderei ter certeza após um mês de uso… Lembro que o LG só tem 3 meses de uso, comprado lacrado na caixa (ainda estpu pagando as parcelas… que ódio!)

  • neno

    eu comprei esse defy mini dual chip ja ha quase um mes, e o problema maoir que eu pude notar é que algumas vezes que temtam ligar pra mim, o aparelho só da ocupado mesmo eu não estando usando. Liguei na operadora e me disseram que minha linha estava tudo certo. e até nas msg as vezes chega com duas hs de atraso.

  • Leonardo

    Comprei faz um mês e não tenho do q reclamar…pra proposta de ser um smartphone basico ele eh completamente satisfatorio e antes de comprar conversei com pessoas que tinham o LG Net Dual e soh confirmaram o exposto pelo Darlan. Dentre os concorrentes (Galaxy Y Duos, LG Net Dual e Defy Mini) nao tenho duvida de q eh o melhor, além de resistente.
    Agora quem quer celular pra firula, apps, jogos, compre logo um tablet…ta pra nascer um celular que seja avaliado em 100% além das expectativas pelos foruns e usuarios.

  • ernandes

    Uma carniça, uma merda!! enfim o piro celular q ja comprei, não recomendo!!!!

  • Wiram

    Eu acho que o valor do DEFY MINI é devido a sua resistencia a riscos e a água, não pelo seu hardware. A diferença de valor entre o Galaxy Y DUOS e ele é mínima.
    COmprei o DEFY MINI pela resistencia e 2 chips.
    Sou chato, se minha tela arranhar, fico puto. Então, melhor que ela não arranhe atoa.
    Ainda estou testando o aparelho, até agora, me agradou.
    Algumas coisas ainda não entendi, afinal é meu primeiro smartphone…. tem um ícone ” ↕↕ ” duas setas, uma pra cima e uma pra baixo que acho que é a rotação automática da tela, que se desmarca sozinha, não sei se to falando besteira.
    A bateria dura bem.
    Não achei o celular ruim.
    E como disse o amigo aê… quem quer um super desempenho, compra um super celular.
    Eu paguei 550,00 no meu.
    Futuramente vou trocá-lo em um SONY XPERIA TIPO DUAL (nem lançou no Brasil ainda), dependendo do preço.
    Nada contra a MOtorola, mas acho o design da SONY foda.

  • Anderson

    Então qual seria a sugestão de aparelho similar? Quero um dual chip com S.O. Android que tenha uma certa durabilidade e desempenho. Achei alguns Samsungs bem acessíveis, entre R$ 345,00 à R$ 699,00. Alguma Sugetão?

  • eu gostaria de saber porque a agenda do meu telefone sumiu derrepente, agenda com os meus contatos

  • celular muiiito bom o motorola defy mini. resistente a tombo e a água, ele é feito pra quem quer ter segurança e não se preocupar com desastres que possam acontecer com o celular. tenho um defy mini e estouuu muito satisfeito com ele.

  • Andressa Lopees
    1c

    Alguém sabe como tirar print da tela?

  • Andressa Lopees
    1c

    Gente alguém pode me dar um help? Comprei um desse hoje, mas o sim2 esta fechado :/ Alguém sabe abrir? Obg.

  • Sanzinha
    1c

    Esse celular não presta, cheio de bug.
    Os dois da minha casa tem 5 meses de uso e hoje irei levá-los na autorizada.

    Não aconselho ninguém comprar.

  • Ramon Suvalsky
    1c

    Olha o meu é o Single Chip. Comprei tem duas, semanas e gostei muito, comprei mais pela resistencia que ele tem. Nao ligo pra camera e coisas do genero, o sinal dele é ótimo, ainda mais longe da cidade, usado a VIVO, nao sei outras operadoras. Me atendeu muito bem em todos os quesitos, nao deu pau e nem força o fechamento dos apps do nada. Bateria com durabilidade bacana, o meu maior uso é rede social, entao nao tem pq ter uma camera fodastica, eu tenho camera digital. Se for o caso eu tiro foto com a camera digital, bom enfim um aparelho que me agradou muito.

  • Lih Barbozza
    1c

    Bem pessoal, tenho um Defy Mini e não reclamo em nada. Já mergulhei na piscina com ele para fazer vídeos e tirar fotos, as duas coisas sairam com ótima qualidade e o celular está ótimo! Sou realmente desastrada e já deixei cair de todo canto, já levou uma queda seguido de um chute, essas coisas que acontece… rsrsrs… E está sem 1 arranhão! Nunca travou, nunca precisei reiniciar e tudo nele funciona da mais perfeita forma! Antes disso, eu não gostava da Motorola, mas realmente não tenho NADA pra reclamar do meu cel. Saiu por R$ 700,00 e não me arrependo!

  • ldalmas
    1c

    Para mim o Defy Mini, foi uma tramenda decepçao, é lento, consome muita bateria o sinal fica alternando entre os 2 ship e a propaganda de que ele é resistente, É UMA FARÇA, o meu caiu das mãos ao discar e quebrou a lente touth, que custa 30% do valor do aparelho, o Nokia E71 que tenho, já levou vários tombos bem maiores e até hoje funciona perfeitamente, por isso NÃO RECOMENDO A NINGUEM A COMPRA DO MOTOROLA DEFY MINI.

  • Alexandre Santos
    1c

    Bom, é realmente um celular bem simples. Comprei o meu a menos de um mês e confesso estar adorando ele, meu único problema é com a memória (que é uma droga).

  • Ricardo Ghirlanda
    1c

    Tenho um Nexus-S e um Galaxy Tab 2, além de um kayak. Adoro viajar e não sou “O” estabanado mas kayak é kayak.
    Pragmático, comprei um Defy Mini Dual Chip. Consegui instalar o App do Banco do Brasil, o Tango, o Google+ e… nada mais. Vou para uma praia, compro um pré-pago local e curto a vida adoidado, mesmo quando levo meus “caldos”!
    Os ouvidos “do outro lado da ligação” agradecem a do som da Motorola.
    PROBLEMÃO: não sincroniza minhas agendas Google nem faz Instant Upload! Pior: não adianta tentar o “suporte” da Motorola.Tsk.

Deixar comentário:

Leia | Política de Comentários.