Ir para o conteúdo.

Início » Nacional Web e Redes Sociais » Canal no YouTube monta acervo (ilegal) de filmes brasileiros completos e raros

Um canal no YouTube vem causando polêmica. Lá há mais de 150 filmes brasileiros completos. Obras raras, como “Cabra marcado para morrer”, que, de acordo com O Globo, sequer foi lançado em DVD. Um verdadeiro acervo de conteúdo genuinamente nacional concentrado em um só canal. Há apenas um problema: os conteúdos ali não foram devidamente licenciados para exibição na internet. São ilegais.

Há mais de 229 horas de produção nacional escolhida por um filósofo e jornalista que escreve sobre cinema no blog A Casa de Vidro. Eduardo Carli, o autor, disse ao jornal carioca que não sabe até que ponto a pirataria interfere na vendagem de grandes produções como “Avatar” ou “Batman – O Cavaleiro das Trevas”. No canal dele também tem “Tropa de Elite 2″, um filme muito antecipado depois que o primeiro da franquia pipocou nos camelôs antes de chegar às salas de cinema. Ainda assim, foi um sucesso.

“Amarelo Manga”, “Carlota Joaquina: Princesa do Brasil” e “VIPs” entre os filmes listados

Outro ponto curioso do canal diz respeito à ausência de uploads. Sim, é isso mesmo: Carli não enviou nenhum dos vídeos para o site, propriedade do gigante Google. O canal “Filmes Brasileiros Completos” funciona como uma lista de reprodução. O autor garimpou e encontrou as produções completas no próprio YouTube. Fez a lista e publicou. Entretanto, ele diz que não foi responsável por qualquer dos conteúdos. Já estavam ali.

O Google respondeu o seguinte em nota, ainda segundo o jornal:

“O YouTube não é o responsável pelos vídeos publicados na internet, oferecendo apenas uma plataforma tecnológica sobre a qual milhões de pessoas criam e compartilham seus próprios conteúdos. O Google acredita que essa liberdade de expressão é um dos fatores que tornam a Internet tão rica e útil para a sociedade. Os casos de uso indevido dessa liberdade, como material com copyright, são punidos com a remoção dos conteúdos ilegais identificados e sinalizados pelo dono de seus direitos, mas o Google não exerce controle prévio sobre os conteúdos criados pelos usuários nem fará o papel de polícia ou de juiz em relação a eles.”

De fato, o site de vídeos não é responsável pelos vídeos publicados na internet. Entretanto, até onde a nossa legislação vai, parece que existe a dúvida sobre a responsabilidade do Google para conteúdos publicados em plataforma própria, o YouTube. A situação difere daquela em que a apresentadora Xuxa pedia para o buscador remover imagens do resultado de busca – ela perdeu e o Google não controla o que é publicado na internet; já no YouTube sim.

Content ID, uma tecnologia criada pelo YouTube, faz as vezes de “controle prévio” do conteúdo publicado. Identifica áudio e vídeo e os transforma numa espécie de impressão digital única que é checada a cada novo upload. Conteúdos de terceiros são rapidamente identificados, desde que a empresa detentora dos direitos autorais mantenha contato com o site de vídeos e seja adepta do Content ID.

Content ID detecta conteúdo de terceiros

Content ID detecta conteúdo de terceiros

Por exemplo, um simples vídeo de divulgação de Mists of Pandaria, a continuação de World of Warcraft, rendeu um aviso no canal do Tecnoblog no YouTube: “Corresponde ao conteúdo de terceiros”. Só não sabem que temos autorização da Blizzard para reproduzir o vídeo. Diferentemente, ao que tudo indica, daqueles filmes nacionais – e alguns internacionais, organizados em outro canal – que Carli agrupa no YouTube.

Vejamos o que acontece a partir de agora. Alguns vídeos foram excluídos da playlist.

28 Comentários (Deixe o seu!)

  • Postar vídeo de divulgação não viola propriedade intelectual de ninguém. Google e empresas de mídia querendo legislar.

    • Raphael

      Filmes completos não viola? Pensa nisso.

    • Kessler
      1723c

      Completo viola, sim.

    • Meu comentário foi em cima do vídeo de divulgação do WoW, da imagem que está ali. Vídeo de divulgação tem caráter informativo e jamais violaria o direito autoral de qualquer um.

      • Kessler
        1723c

        Se o vídeo é uma peça feita pela empresa, é óbvio que também é protegido por direitos autorais.

        • O vídeo é protegido. Ele é da empresa e ninguém pode usar pra interesse próprio, comercial, etc. Mas a divulgação dele é apenas de caráter informativo, não fere o direito autoral do criador e nem seu fim, que é a divulgação.

          • Kessler
            1723c

            Então. Na verdade o dono do vídeo pode fazer o que quiser com ele, se ele não qusier distribuí-lo, ele não o faz.

            E no exemplo eles nem proibiram o upload, apenas direcionaram para o verdadeiro dono, o que está muito certo.

            • Sim, se ele quiser fazer um vídeo de divulgação que não vai ser divulgado, deixando-o dentro da gaveta, ele pode fazer. Mas se quiser divulgar, outros podem divulgar tbm, pois é de caráter informativo, sem prejuízo, por não ser algo comercializável, ou violação de direitos autorais.

            • Kessler
              1723c

              Bom, aí sim, seria discutível se a simples publicação de um vídeo já público constituiria em uma infração. Mas a princípio o dono do vídeo que escolhe como publicá-lo.

              E o Youtube dá meios de ganhar com publicidade nos vídeos, esse ganho seria ilícito.

            • Mas só ganha dinheiro vídeos originais, cujo autor é o próprio dono da conta e outros requisitos.

    • Alex

      pois é, ele teve uma sacada inteligente. ele não violou nenhum direito autoral simplesmente porque os vídeos não são dele. é de terceiros, ele apenas copiou o link do filme já existente. se alguém violou algo, esse alguém não é ele e sim o que subiu o vídeo, ou os vídeos.

  • corvolino

    Postaram isso porque vocês tem autorização e foram notificados e o cara do canal tem n filmes sem autorização e não aconteceu nada com o canal dele? Que birra besta viu.

    Não divulguem isso, pois será deletado se isso se expandir. Pense nas pessoas que moram em cidades que não tem cinema ou que não possuem locadoras com tais filmes.

    egoísmo besta viu.

    • Marcos Almeida
      6c

      Cara, pensei o mesmo.Se quem detêm os direitos reclamar , então o Google que tire, caso contrário deixa quieto…
      E nem adianta vir um “moralista” barato encher o saco, eu sei exatamente o que é certo e errado.

  • Fabio

    O Google se posicionando de forma duvidosa, o YOUTUBE tem um sistema que analisa cada cena da imagem do vídeo e do áudio buscando relacionar com um banco de dados de conteúdo definido como “ilegal”, especialmente filmes. Quando um filme recem lançado é enviado ao portal e sinalizado pela detentora, uma nova referencia ao banco de dados é armazenada, sendo que no próximo upload do mesmo conteúdo seu vídeo sai do ar rapidamente, ou é bloqueado em alguns países… o Youtube é a ferramenta mais fodástica pra tratar de conteúdo ilegal, embora é possivel encontrar milhares de filmes na platatorma…mas que ainda não foram devidamente sinalizados, ou é contas em status de disputa

  • Eu sou a favor da pirataria. Paga quem quer. Deveria ser tudo freemium hoje em dia. Filmes com as pessoas utilizando produtos do patrocinador(celulares,carros,roupas,etc;), grandes empresas patrocinando estas produções(Bradesco,Vivo,Chevrolet,etc;), trilha sonora via bandas independentes(tendo divulgação para seus shows ao vivo),atores novatos(sem cachês milionários),divulgação dos filmes via redes sociais apenas e devido à redução do orçamento, os produtores teriam que se preocupar mais em fazer sétima arte de verdade e não lixos como muitos por aí. (Obs:idéia não finalizada)

    • Kessler
      1723c

      Então faça o próprio conteúdo e distribua assim, ora.
      Muito fácil querer dizer como os outros devem distribuir suas propriedades intelectuais.

      Ninguém é obrigado a assinar contrato com gravadoras, fazer filmes com atores caros. Tanto não são como muitos realmente não o fazem.

  • quem dera tivesse um canal oficial no Youtube soh pra assistir esses filmes q mal chegam nos DVDs e tv a cabo!

  • Ryo

    Tem coisa que nem se encontra mais, deixem isso lá, parem de divulgar! Que achado!

    • Meu voto! AFFF

    • Tiago Gabriel
      451c

      Vou procurar filmes do Mazarope!!!

  • Não sou à favor da pirataria, não sou à favor de pegar as coisas de graça…
    Devemos sim, valorizar o trabalho das pessoas envolvidas no projeto cinematográfico (no caso).
    Assim como um Médico não faz um trabalho grátis, ele usa sua inteligência para o bem, mas quer dinheiro, é uma recompença, fez por onde…
    Porém, e dou ênfase ao PORÉM, tem filmes muito antigos, clássicos que já não se encontra em mídias (talvez, e talvez, muito raramente se acha um VHS que convenhamos, nada prático). Então por quê não ter o direito de ver estas obras clássicas? Quantos avós/avôs não vão se deliciar vendo o que passou em sua época? (Ok, minha avó compraria se achasse pelo menos em dvd…). Neste caso eu acho legal disponibilizar o download. Eu por exemplo já peguei alguns destes filmes e salvei no meu HD. Errado? Quem sabe… Mas fazer o quê? Se não sai pelo menos um dvd…

  • Rafael Feuro
    670c

    O cara que acha que paga pelo que quer e não paga pelo que não quer deveria ter uma loja, comércio ou afim e ser assaltado toda semana. Numfode, muita hipocrisia.

    • diogod

      Se enxerga, o mundo mudou! Sua comparação não faz o menor sentido.

  • ricardo
    464c

    É direito dos produtores reclamar a autoria, mas enquanto eles não o fazem, que mal há em disponibilizar esses filmes, que nunca têm espaço na mídia tradicional? São raridades, filmes que não estão mais no cinema e nem vendem mais cópias em DVD.

  • Valdete Lima

    Estou muito feliz de encontrar este site. Acabei de assistir ao documentário Lake of Fire. Muito bom! Eu morei nos EUA por muito tempo e cheguei lá exatamente em 93 quando os ataques às clínicas de aborto aconteceram. Excelente conteúdo, o tecnoblog. Já entrou para os meus favoritos. Parabéns!

  • Marcos
    327c

    E não é apenas esse canal que tem filmes completos. Tem um outro também que tem vários filmes completos ( O Dólar Furado é um deles )

    http://www.youtube.com/user/anacletoreis2?feature=watch

  • Calebe

    “Vídeos que nem foram lançados em DVD”!!! Ta ok, já que é obra brasileira rara, por que não disponibilizar para os brasileiros assistirem? Poderia ali, uma empresa como a Petrobras patrocinar o canal (pagando o proprietário do filme verdadeiro) para que o povo assista (e nem precisa ser pelo Youtube)!!!!

  • Emerson Wintaker

    Sinceramente não sei como ficará isso. Ontem mesmo eu tava garimpando filmes completos no youtube e achei de tudo! Só pra citar exemploS: Rambo 2, Homem Aranha, Batamam, entre outras infinidades. E também há todos os clássicos da Disney como Branca de Neve, O cão e a raposa, etc.
    Agora, o que irá acontecer? Todos esses filmes serão removidos de uma hora pra outra? As produtoras farão acordo para ganharem com a publicidade em cima das obras? Não sei…
    Mas o que sei é que com todos esses filmes a disposição eu estou me tornando muito mal acostumado, pq só encaixo o cabo HDMI do note na TV de 29 e tenho a disposição uma verdadeira locadora online e de graça o tempo todo. Prático e viciante.

Deixar comentário:

Leia | Política de Comentários.