Ir para o conteúdo.

Início » Celular e tablet Lei e ordem Podcast » Tecnoblog Podcast 34 – Não teremos podcast

Não teremos podcast.

Podcast 34

Brincadeira! Dois assuntos dominaram as pautas de tecnologia nesta semana. Thiago Mobilon (@), Thássius Veloso (@), Rafael Silva (@), e eu, Paulo Higa (@), nos reunimos para comentar sobre os novos (e polêmicos) termos de uso do Instagram, além do novíssimo smartphone da Gradiente, que adotou o nada conhecido nome “iphone” e virou notícia no mundo todo.

Também tivemos espaço para comentar sobre a falha de segurança que afetou alguns Androids da Samsung, incluindo o Galaxy S III e o Galaxy Note II, e de um novo recurso do Twitter que permite baixar um arquivo compactado com todos os seus tweets. Relaxe, respire, concentre-se e dê o play no último Tecnoblog Podcast do ano!

Notícias

Comentários dos ouvintes

Gabriel Andrade

Minha opinião sobre o 4G ainda não é muito bem formada, eu me mudei há pouco tempo de Salvador, uma das cidades que vai receber o 4G por causa da Copa do Mundo FIFA. Acho que pelo menos por enquanto não será realmente muito útil, não só pelos preços dos aparelhos com esta tecnologia, como também pela cobertura.
Eu usava 3G da vivo em Salvador e ele mal pegava, só funcionava em locais como shoppings e restaurantes. Em lugares como na minha própria casa, ele simplesmente não pegava, então acho que pelo menos por enquanto 4G será algo que pessoas que não moram em São Paulo não poderão usar de forma efetiva.

Se você não teve sua mensagem lida desta vez, não fique triste. Para aparecer no próximo episódio, comente neste post ou envie um email para podcast@tecnoblog.net com sua opinião, reclamação, correção ou sugestão. Você também pode nos enviar uma mensagem de voz (com até 1 minuto de duração) para ficar rico e famoso. Ou não.

Assinatura

Você sabia que dá pra receber o próximo episódio do Tecnoblog Podcast em primeira mão, quentinho, assim que ele sair do forno? Basta assinar o podcast pelo iTunes ou assinar o feed RSS em seu agregador predileto para ouvir nossas lindas vozes. Boas festas e nos falamos em 2013!

9 Comentários (Deixe o seu!)

  • YanGM
    1c

    Raah pegadinha do malandro!

  • YanGM
    1c

    Eu preferiria ouvir “Então é Natal” Thássius version por completo.

  • Dymas
    47c

    Colocar “Então é Natal” é maldade, vai. D:

  • edsonalves
    14c

    Olá, quanto à marca iPhone ou iphone ou IPHONE, seja lá o que a Gradiente deseja, acho que a Apple tem uma saída, baseada na seguinte legislação.

    LEI Nº 9.279, DE 14 DE MAIO DE 1996
    Regula direitos e obrigações relativos à propriedade industrial.

    Art. 125. À marca registrada no Brasil considerada de alto renome será assegurada proteção especial, em todos os ramos de atividade.

    Art. 126. A marca notoriamente conhecida em seu ramo de atividade nos termos do art. 6º bis (I), da Convenção da União de Paris para Proteção da Propriedade Industrial, goza de proteção especial, independentemente de estar previamente depositada ou registrada no Brasil.

    § 1º A proteção de que trata este artigo aplica-se também às marcas de serviço.

    § 2º O INPI poderá indeferir de ofício pedido de registro de marca que reproduza ou imite, no todo ou em parte, marca notoriamente conhecida.

    Nesse sentido, a legislação supracitada protege as marcas de alto renome no mercado Brasileiro, e claro, não podemos negar que iPhone é uma marca de alto renome.

    Não obstante, decisões anteriores como, por exemplo, uma proferida pelo STJ já negou o reconhecimento de uma marca de alto renome “VISA” pelo conflito existente entre a “financeira” e uma empresa da indústria alimentícia de Minas Gerais, discutindo a titularidade da marca ‘Visa’ em seus produtos. O reconhecimento da marca de “alto renome” foi negado por dois motivos: a Visa não tinha registro da marca aqui no Brasil (o que não é o caso da Apple, se não me engano) bem como não há confusão entre a atividade de uma empresa de alimentos e uma o que uma empresa de alimentos faz e uma marca do mercado financeiro.

    Link do STJ para ilustração: http://www.stj.jus.br/portal_stj/publicacao/engine.wsp?tmp.area=398&tmp.texto=94778

    Enfim, existe uma grande chance da Apple conseguir manter a exclusividade do nome iphone no Brasil, tendo em vista principalmente que a marca está sendo usada sim no mesmo ramo de negócios.

    Esse é o meu entendimento sobre o assunto, posso estar errado, claro, mas é uma boa discussão.

    • edsonalves
      14c

      Voltei para confirmar que pelo jeito, eu estava mesmo errado. hahahahhaa.

  • Aroldo Inazawa
    5c

    E o mundo não acabou…Mas no Brasil as coisas só engrenam depois do carnaval…hsusahuassahu

  • Vladimir
    1c

    Vocês levaram a sério a história de não ter mais podcasts.. Estou sentindo falta de ouvir seus comentários de tecnologia…

  • Gustavo Beneduzi
    7c

    Há alguma previsão pro próximo episodio?

  • Vladimir
    1c

    Vocês podiam ao menos dar uma resposta aos seus ouvintes fieis (por enquanto)…

Deixar comentário:

Leia | Política de Comentários.