Início » Hardware e acessórios » Intel vai parar de produzir placas-mãe para desktops

Intel vai parar de produzir placas-mãe para desktops

Por
1 ano e meio atrás

A Intel está passando por vários desafios: as vendas de desktops estão diminuindo ano após ano, o lucro líquido da empresa caiu 15% em relação a 2011 e a Qualcomm, rival no mercado de processadores para dispositivos móveis, ultrapassou a Intel em valor de mercado. Agora, a fabricante de Santa Clara decidiu abandonar o mercado de placas-mãe para desktops.

Os processadores Intel Core de quarta geração (também conhecidos como Haswell), que serão lançados ainda este ano, serão os últimos a receber uma placa-mãe compatível da Intel. As placas-mãe da empresa sumirão aos poucos nos próximos três anos, deixando espaço para que Asus, Gigabyte e ASRock, que hoje dominam o mercado, cresçam ainda mais.

intel-placa-mae

Felizmente, a Intel não vai mandar ninguém embora: quem trabalha na divisão de placas-mãe será movido para outros grupos. Além disso, a Intel vai continuar produzindo chipsets e desenhando modelos de referência para ultrabooks e tablets. A Intel também desenvolverá algumas placas-mãe que serão usadas como base para que outros fabricantes façam seus próprios produtos, para garantir que a qualidade não caia nos próximos anos.

Curiosamente, a decisão da Intel de abandonar o mercado de placas-mãe chega alguns meses após rumores dizerem que os processadores Broadwell, que serão fabricados em 14 nanômetros e chegarão em 2014, não permitirão mais upgrade; eles serão embutidos na placa-mãe, assim como acontece nos smartphones e tablets. Será que isso tem algo a ver?

Com informações: AnandTech.

Tecnocast

|

Faça seu login no Tecnoblog

Crie a sua conta

Esqueci minha senha