Início » Celular e tablet » Aqui vão algumas dicas para você liberar espaço no seu iPhone

Aqui vão algumas dicas para você liberar espaço no seu iPhone

PhoneClean é um aplicativo que ajuda você a excluir o lixo do seu iGadget

Por
1 ano e meio atrás

iphone-economizar-espaco-2

16 GB de armazenamento: esse espaço é suficiente para você? Para mim já foi, mas não é mais. E fui perceber isso só agora, que estou com o meu novo iPhone em mãos, recém-comprado em uma Apple Store nos EUA.

Eu até consigo vender ele aqui e ganhar uns trocados em cima, mas não temos outra viagem marcada para lá nos próximos meses, então trocar não é uma opção. Ou eu faço uma limpa nele, ou fico assim, sem espaço para mais nada mesmo.

Muita gente não sabe, mas o iPhone de 16 GB não tem exatamente 16 GB de espaço de armazenamento. O iOS come um pedaço disso e o que sobra para o usuário é algo em torno de 13 GB.

Eu não sou um app freak. Mantenho instalados apenas alguns aplicativos que uso bastante e outros que uso de vez em quando. O resto, deleto sem dó. Mas tenho um problema sério com músicas. Tenho quase dois mil arquivos no meu iTunes e todos entraram na biblioteca por algum motivo. Por mais que eu não escute tanto algumas, fico pensando “e se um dia der vontade?”.

Assim, dos 13 GB disponíveis no iPhone, 10 GB eu ocupo só com músicas. Ou seja, precisava fazer algo em relação a isso.

Diminua a qualidade das músicas que vão para o gadget

Aqui vai um dado factual: a não ser que você seja algum freak da música e possua fones de ouvido alienígenas, nunca irá precisar de arquivos com 320 kbps de bitrate.

A Apple sabe disso, tanto que oferece a opção de baixar a qualidade dos arquivos na hora de sincronizar a sua biblioteca com os gadgets.

bitrate

Na hora de sincronizar o seu gadget, basta selecionar a opção 192 kbps e esperar. Vai demorar um pouquinho na primeira sincronização, já que ele precisa converter todos arquivos que estiverem com qualidade superior a isso. Mas depois é instantâneo.

Você pode baixar ainda mais a qualidade se quiser, mas não recomendo. Na época da internet discada, o pessoal costumava usar 128 kbps, mas nesse bitrate a perda é muito grande. Você pode testar, se não gostar é só mudar depois e esperar que a conversão ocorra novamente. Os arquivos originais continuam intactos, então você não precisa se preocupar com isso.

Apagando as músicas que você realmente não ouve

Abra a sua biblioteca no iTunes utilizando o modo Songs. Então ordene as faixas pela quantidade de Plays, como na imagem abaixo:

plays

Você realmente precisa desses arquivos ocupando espaço na sua biblioteca? Se nunca ouve, talvez dê para fazer uma faxina.

Apagando arquivos duplicados

O iTunes possui outra função nativa que é muito útil para organizar a biblioteca: a limpeza de faixas duplicadas. Ele simplesmente pega o nome de todas as faixas e lista as que possuem nome igual.

duplicadas

Como não há uma inteligência envolvida, a lista apresenta alguns falsos positivos. Por exemplo, versões diferentes da mesma faixa (ao vivo, acústica etc) são apresentadas como sendo iguais.

É um processo um pouquinho mais trabalhoso — você precisa escutar um trecho de cada faixa para comparar e ver se pode excluir. Mas pode te liberar um espaço bacana. Aqui consegui excluir quase 100 faixas, o que me liberou perto de 300 MB de espaço.

Removendo o lixo do iOS com o PhoneClean

Esta dica eu recebi pelo Twitter do leitor Reinaldo Versuri e é uma das mais práticas. Assim como nos sistemas de desktop, nos dispositivos móveis os aplicativos também guardam cache de imagens, scripts e outros conteúdos. Se você for viciado em redes sociais, vai ficar surpreso em ver a quantidade de espaço que os aplicativos de Facebook, Twitter e Instagram usam só para fazer cache de tudo.

phoneclean

O PhoneClean é um aplicativo gratuito que limpa tudo isso e algumas coisinhas mais — como downloads mal sucedidos, por exemplo. O funcionamento também é muito prático: basta instalar o programa, plugar o seu iGadget e mandar ele escanear o aparelho.

Depois de alguns minutos vem o resultado, que no meu caso foi 399 MB de lixo.

Desative o upload do Photostream no iPhoto

O PhotoStream é um recurso simples mas muito legal para quem utiliza o ecossistema da Apple. Quando configurado, o iPhoto passa a fazer upload das últimas 1.000 fotos, ou últimos 30 dias da biblioteca (o que bater primeiro) para o iCloud. Essas fotos são baixadas automaticamente em todos os dispositivos onde o Photostream estiver ativado.

Isso é legal para quando o gadget está com espaço sobrando, pois você fica com as fotos mais recentes sempre nas mãos, para mostrar para os amigos e tal. O problema é que isso come um espaço considerável.

upload-iphoto

A dica então é desativar o upload de fotos no iPhoto. Dessa forma, o iPhone continua subindo suas fotos para o iCloud (e sincronizando com o iPhoto automaticamente), mas deixa de baixar as imagens que você mantêm no computador.

Concluindo

E aí, o que acharam das dicas? Não é como comprar um iPhone de 32 GB, mas já dá para voltar a sincronizar o gadget com o iTunes e quem sabe até adicionar novos apps e músicas.

Vocês costumam utilizar mais algum recurso para aliviar o armazenamento do seu iGadget? Contem aí nos comentários! :)

Tecnocast

|

Faça seu login no Tecnoblog

Crie a sua conta

Esqueci minha senha