Ir para o conteúdo.

Início » Jogos » Testamos o Oculus Rift, óculos de realidade virtual que podem mudar a maneira como interagimos com os jogos

oculus-rift-1

Direto da GDC, em San Francisco – Um dos gadgets mais badalados hoje no mundo dos games é o Oculus Rift, um headset de realidade virtual que promete mudar a forma com que jogamos. Tive a oportunidade de usar o headset do kit de desenvolvimento durante a GDC.

O headset exibe as imagens em uma tela LCD de 1280×800 pixels em 60 Hz. A resolução não corresponde ao produto final, que deve ter uma qualidade maior. O headset fica ligado a uma pequena caixa com botões de controle de contraste e brilho; essa caixa fica ligada a uma fonte de alimentação e ao PC com um cabo USB e HDMI.

oculus-rift-2

Ao colocar o headset veio a primeira surpresa: ele é muito leve e fica muito confortável no rosto. Ele é feito de forma que mesmo usando óculos o usuário consiga colocar o headset. A versão final do gadget promete vir com ajuste de foco e distância da tela, possibilitando que usuários nem precisem usar óculos ao jogar.

Na sequência joguei alguns minutos de Hawken, um game de batalha de robôs mech. A primeira sensação foi de ter sido teletransportado para outro universo. Ao virar a cabeça para todas as direções era possível observar detalhes do cockpit do mech em todas as direções, era realmente como estar dentro daquele robô.

Outro ponto que chamou atenção foi que, ao usar o gadget, que exibe a imagem em 3D, não houve cansaço na vista ou dor de cabeça, algo que me ocorre com frequência ao assistir TV ou filmes em 3D.

Para que um game não cause sensações estranhas aos jogadores no Oculus Rift, a recomendação é que eles possuam baixa latência (qualquer lag na resposta do usuário pode causar desconforto ao usuário), contexto (qualquer coisa que não faça sentido na vida real vai deixar o usuário confuso) e nada de distorções.

oculus-rift-3

No momento, o Oculus Rift não tem data prevista de lançamento, nem preço. O kit de desenvolvimento está custando US$ 300 e possui integração com as engines Unity3D e Unreal Engine. Ainda não há previsão de integração com nenhum console.

38 Comentários (Deixe o seu!)

  • Renoir Faria
    11c

    só que não

  • Henrique Dourado
    145c

    este oculus rift vai mudar muita coisa , esta tecnologia cai bombar, to doido para chegar o dia em que eu possa comprar 1
    e deve sair junto do SteamBox, que é outro projeto que to bastante interessado

  • Leonardo Caldas
    49c

    A última iniciativa desse tipo de que me lembro foi o desastroso Virtual boy. Mas sobre esses óculos só tenho lido críticas positivas!

  • Diego F. Duarte
    27c

    Então com o advento do Google Glass, issae se tornou viavel de novo? Quem diria…

  • Felipe Proto
    1c

    Esqueceram de dizer que o Team Fortress 2, da Valve, também está aceitando o Oculus: http://www.teamfortress.com/post.php?id=10148

  • Vitor
    362c

    TESTEM O GOOGLE NOSE beta.

  • Ike Pucci
    1c

    Cada vez mais perto do OASIS

  • Parece ser bem desconfortável na cabeça.

  • Felipe Andreas G Andrade
    1c

    jogar jogo de terror nesse negocio deve ser tenso!!

  • Coisas de filmes e desenhos( e animes), se tornando realidade.

    Esse Oculus rift lembra bastante o SAO.

  • a Gaijin já confirmou war thunder para ps4 e xbox one, e disse q inovaria no modo como se jogar simuladores aérios, quem sabe não venham com esta novidade, OCULUS RIFT.

  • Miqueias Farias

    sei naum, vai q vira SAO

    • Gabriel Henrique

      kkk verdade

    • Vinicius Lisboa

      Filipe Orlando Balan quer dizer que você nunca morreu em nenhum game ? '-'

    • Gabriel Henrique

      Filipe Orlando Balan ooo falo bonito kkk mas se virasse SAO iria ser muito maneiro

    • não tenho medo de morrer no game pq n morreria,ai morre pra o primeiro monstro fraquinho q vê na frente.

  • Leony Reis

    Mais iria ser bacana se fizessem que nem o SAO ficaria jogando direto sem para

  • Miqueias Farias

    mais ja pensou morre de nubisse

  • quero pra mim.o doido

  • SWORD ART ONLINE *——–* FINALMENTE

    • Davi Silva

      calma ai cara, vai demorar um tempo ainda, tipo uns 10 anos.
      Queria ter nascido agora para jogar SAO na minha adolecencia T.T

    • Amanda Verli

      Acho que a gente só vai jogar SAO quando estivermos com uns 28 anos

    • Amanda Verli pow ai vc mim quebra ja to com 30

  • Cara, se virar SAO eu me garanto, não tenho medo de morrer no game até pq eu sei que não morreria.

  • SAO Espero por você!

  • Prevejo isso daqui a alguns anos… menor , mais realista, totalmente sem lag… Demais :D
    SAO aqui vou eu! kk

  • O sistema no qual baseia-se a tecnologia do anime "Sword Art Online" não existe. Até onde se tem notícia, é apenas possível "Ler" as ondas cerebrais. Não existe equipamento (pelo menos não que se tenha notícia publicamente) que consiga "escrever" informações no cérebro. O sistema do Oculus Rift apenas propõe uma imersão maior em jogos por meio da reprodução do efeito de sensação de profundidade perceptível, algo já natural para nós no mundo real. Outra questão que deve ser levantada é o fato de, caso, algum dia, venha a existir um equipamento desses, é a ética. Temos o direito de inserir no nosso cérebro experiências que pareçam reais, mas, nunca existiram de fato? Um outro ponto que devemos notar é que: com a existência de tal equipamento, não seria muito mais fácil a manipulação da opinião pública por governos e mídia corporativa, ou mesmo a dominação mundial por lavagem cerebral? Ou então, caso venha também a ocorrer uma singularidade tecnológica (assim é chamado o ponto no tempo onde máquinas obtém sentiência, ou seja, que elas tem noção de que existem), não seria mais apenas um passo para a criação de uma "Matrix"? A criação de tecnologias com a melhor das intenções pode trazer efeitos desastrosos. Não gostaria que houvesse uma tecnologia dessas. Para mim, a combinação do Oculus Rift com interpretadores de impulsos cerebrais é a experiência interativa mais segura que se pode ter futuramente.

    • Yuji Hara

      Muita teoria da conspiração .__. Pense assim: se a tecnologia de interpretar e escrever impulsos cerebrais existisse, não existiriam mais pessoas cegas, surdas etc. um simples aparelho auditivo e uma câmera resolveriam isso xD Sem falar da parte de jogos, tratamento médico etc. que foi falado em um dos vol. do LN de SAO, acho que o 7o. :)

    • WTF!

    • Tem sim, o Emotiv Insight. o

  • leonardo.richboydeo
    1c

    sao é sao ate por que nao tem uma asuma por aki…

  • Seria MT foda se tivesse gta nessa coisa uheuhe

  • Isabella Lima

    *-* tomara que vire SAO. Quando sair na Americanas vou comprar :v kkk

  • Alison Trindade

    SAO que demora em , mais ja ta quase chegando kkkkkkk que venh Kayaba vo acaba com vc kkkkk

  • Sao virra real … e s tentaren fazer igual no 2 arco …. mudanças cerebrais oo

  • Delwin Reis

    SAO é pra noob quero ver vcs num jogo de guerra

  • kkkk todo otaku pensou…. depois de ler isso eu vou jogar SAO antes de 2022 kkk eu pensei isso :D

  • lcsgamer06
    1c

    Quais os jogos que pegam esse óculos?

Deixar comentário:

Leia | Política de Comentários.