Início » Curiosidades » Bill Gates acha que o projeto de internet via balões do Google não é relevante para países pobres

Bill Gates acha que o projeto de internet via balões do Google não é relevante para países pobres

Por
51 semanas atrás

Em entrevista ao Businessweek publicada nesta quinta-feira, Bill Gates não poupou críticas ao Google, em especial ao Project Loon, iniciativa que visa oferecer acesso à internet em lugares afastados por meio de balões: “não sei de que forma ver estes globos no céu ajudará alguém que esteja morrendo de malária”.

Explicando rapidamente, o Project Loon consiste na ideia de posicionar balões especiais em uma distância de cerca de 20 quilômetros do solo para fazê-los fornecer acesso sem fio à internet. Teoricamente, cada balão pode realizar transmissões para uma área de até 40 quilômetros, sendo possível ampliar a cobertura fazendo os globos trabalharem de maneira conjunta.

Com este esquema, é possível levar internet a localidades isoladas e que tenham infraestrutura precária, como vilarejos de países pobres da África.

Interessante, né? Só que, na visão de Bill Gates, este tipo de iniciativa não faz muito sentido quando há problemas mais graves a serem tratados. Seu ar de autoridade no assunto vem, é claro, do seu trabalho à frente da Bill & Melinda Gates Foundation, que foi justamente o tema central da entrevista.

Não sei de que forma ver estes globos no céu ajudará alguém que esteja morrendo de malária. Quando uma criança tem diarreia, não há página na Web que alivie isso. É claro que eu acredito na revolução digital. E conectar serviços básicos de saúde e escolas são coisas boas, mas não tanto assim para países realmente pobres, a não ser que isso signifique fazer algo a respeito da malária.

Gates foi além:

O Google começou dizendo que ia fazer um monte de coisas [de caráter filantrópico ou social]. Eles contrataram Larry Brilliant (ex-líder do Google.org) e receberam uma grande publicidade. Mas depois encerraram tudo e, agora, estão fazendo apenas alguns projetos isolados.

Sejam suas opiniões coerentes ou não, o fato é que a organização criada por Gates tem feito trabalhos sociais bastante audaciosos. Um dos mais importantes, além do combate à malária, são os esforços para acabar com a poliomielite no mundo todo até 2018.

    • Zeruel Otomo

      Não sou anti-Gates, mas acho que foi meio…fechado o ponto de vista dele. Seria estupido no mínimo negar que o tio Gates já fez, e ainda faz, muito pela sua fundação. Porem, acho que colocar em ponto tão diminuto a internet também é um tanto falho.
      Veja como a internet ajudou a colocar em evidência os problemas de tantos países em seus momentos difíceis, como ajudou a mexer com a opinião pública. É muito sábio o ditado “o que os olhos não vêem o coração não sente” e a internet traz as vistas as coisas de maneira rápida e viral.

      Quem sabe com acesso a internet mesmo em lugares remotos, projetos e problemas que hoje ficam no escuro por lá, não ganhem mais “vida” no cotidiano nosso e comecem a inspirar pedidos de mudança?

      Pode não ser tão direto ou imediato quanto uma caixa de vacina ou antibióticos, mas acho errado desmerecer levar mais uma ferramenta que pode mudar a situação de um país ignorado pelo mundo em prol de recursos naturais.

  • http://www.facebook.com/gustavovictoravelar Gustavo Avelar

    “A Internet é apenas uma moda passageira.” – Bill Gates, em agosto de 1994

  • TaylerPadilha

    Um exemplo de ser humano!

  • http://www.facebook.com/gustavovictoravelar Gustavo Avelar

    Isso mostra exatamente o que eu acho da opinião do Bill Gates.

    • Vitor

      E daí que é ateu? Não consegui ligar as duas coisas. O Papa não é ateu, mas vem comandando a Igreja Católica, que mantém na:

      ÁSIA

      1.076 hospitais
      3.400 dispensários
      330 leprosários
      1.685 asilos
      3.900 orfanatos
      2.960 jardins de infância

      África

      964 hospitais
      5.000 dispensários
      260 leprosários
      650 asilos
      800 orfanatos
      2.000 jardins de infância

      América

      1.900 hospitais
      5.400 dispensários
      50 leprosários
      3.700 asilos
      2.500 orfanatos
      4.200 jardins de infância

      Oceania

      170 hospitais
      180 dispensários
      1 leprosario
      360 asilos
      60 orfanatos
      90 jardins de infância

      Europa

      1.230 hospitais
      2.450 dispensários
      4 Leprosários
      7.970 asilos
      2.370 jardins de infância

      • Zeruel Otomo

        …com lucros absurdos vindo de especulação monetária entre outras fontes obscuras…

        Tentando balancear o karma talvez?

        • Américo

          Suas fontes são jornais? É realmente seguro acreditar em tudo que se lê. Boa sorte.

    • kantaro

      Ele é o que ele quiser, assim como qualquer um aqui.

  • http://twitter.com/#!/pedro_casttro Pedro

    “…o fato é que a organização criada por Gates tem feito trabalhos sociais bastante audaciosos. Um dos mais importantes, além do combate à malária, são os esforços para acabar com a poliomielite no mundo todo até 2018.”

    Não precisa dizer mais nada. Ele está fazendo pelo mundo o que muito governante deveria fazer e simplesmente não faz.

      • Matheus Paes

        O Bill não falou em nome da Microsoft..
        Você tá misturando tudo Ernâni….

  • Gabriel Tadeu

    Entendo o ponto de vista do Tio Gates mas se de alguma forma informação puder ajudar essas pessoas a iniciativa do Google é tão louvada quanto a dele. Veja esse artigo: http://www.geledes.org.br/patrimonio-cultural/literario-cientifico/ciencias/cientistas-inventores/19801-estudantes-africanos-criam-sabonete-capaz-de-evitar-a-malaria

    É um projeto feito pro 2 estudantes africanos que desenvolveram um sabonete que além de repelir o mosquito mata os ovos na água. As melhores soluções aparecem no meio de quem sofre com os problemas. Dar acesso à essas pessoas acesso a novas fontes de informação é essencial.

    • Vitor

      “Internet em lugares remotos muda a vida das pessoas da água ao vinho.” Sim, mas para é preciso ter vida. Ninguém vive só de Internet. Você precisa comer e beber senão vira estatística.

      • Andre

        +1

    • Andre

      E naqueles lugares onde Bill Gates está investindo que não tem nem água, nem luz?

    • Andre

      Cara, aquela gente não tem água, não tem luz, não tem comida, não tem remédio, não tem moradia, MUITO MENOS COMPUTADOR!

      Isso te serve como resposta?

      • Guilherme Macedo

        Vc não entendeu. São problemas distintos, como falei. A acha da Google é funciona para uns, mas não para problemas urgentes (como falei!). Bill Gates não entendeu que são demandas distintas e por isso tem soluções distintas.

        Isso ser como resposta?

        • Andre

          Pessoas que tem condições mínimas de sobrevivência, e o LUXO de ter um computador, não têm nenhuma dificuldade em conseguir conexão com a internet.

          A iniciativa do Google é mais marketing do que qualquer outra coisa.

          • Guilherme Macedo

            Não se trata de luxo. Há inúmeros projetos para levar computadores para áreas carentes em todo o mundo, onde não há a cara infraestrutura de telecomunicações (não há interesse comercial nessas áreas). São projetos para levar uma das coisas mais importantes para combater a pobreza, a informação.

            • Andre

              (não há interesse comercial nessas áreas)

              Não seja ingênuo!

              O negócio do Google consiste em você apenas visitar suas páginas.

  • Tales Cembraneli Dantas

    uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa… oq a google ta fazendo não é filantropia, ela investe o dinheiro dela do jeito que ela acha q é melhor pra ela, pode ter certeza que ela ta pensando em retorno deste investimento como sendo uma empresa de internet para ela vender seus produtos precisa que todos tenham acesso, ela esta de olho no mercado local… mas eu sou fã do Gates e acho q hj ele tem uma visão mais humana e sem dúvida, hj os papeis estão se invertendo e a microsoft por incrivel que pareça esta se tornando mais “google” e cada dia a google esta se tornando mais “microsoft”

  • Andre

    O que uma pessoa que não as mínimas condições de vida vai fazer com a internet gratuita do Google?

  • Josiel Hen

    Acho o projeto do Google meio desencontrado. Como eles pensam em levar internet a locais isolados e com infraestrutura precária sem mudar a paisagem destes lugares. Para acessar a internet precisa-se de no minimo um aparelho, que por sua vez consomem energia, ou seja, inviável. Mas chegar a criticar um projeto a tal ponto como BG fez já é um pouco desnecessário, o Google não tem nenhum comprometimento com a saúde no mundo, isso fica por parte da ONU e suas divisões, só porque ele criou/tem organizações que visam isso, não é motivo pra exigir de outros.

  • Pedro Maich

    Sendo assim quem compra Windows está desperdiçando dinheiro. Ta certo que o mundo tem muitos problemas, mas não adianta parar todo o resto pra resolver os problemas de uns.
    Não é tão excepcional assim julgar que suas atitudes são as melhores e certas enquanto todo resto que trabalha com outra está errado.

  • wazowskibr

    Bill Gates: falando merda desde sempre

  • wazowskibr

    OBS: Não sou anti-gates, e concordo que ele já fez varias coisas incríveis, mas ele (assim como muitos outros no ramo de tecnologia) falam muitas coisas que no futuro se mostram completamente ridículas

Tecnocast

|

Faça seu login no Tecnoblog

Crie a sua conta

Esqueci minha senha