Início » Hardware e acessórios » Especificações do SATA 3.2 são liberadas e revelam foco em SSD

Especificações do SATA 3.2 são liberadas e revelam foco em SSD

Por
51 semanas atrás

A SATA International Organization (SATA-IO), entidade responsável pelas especificações do Serial ATA, liberou nesta semana detalhes da revisão 3.2 da tecnologia. O foco da novidade, mais do que justo, é o aperfeiçoamento do SATA para uso em unidades SSD.

Para tanto, um das novidades da nova especificação é a compatibilidade com o padrão microSSD, que faz referências às diminutas unidades SSD de chip único, normalmente aplicadas em soluções de armazenamento embarcadas.

Outra novidade é o suporte ao DevSleep, técnica que permite ao SSD entrar em um modo de quase desligamento. Neste caso, há apenas um nível de alimentação elétrica bastante reduzido, suficiente apenas para que o dispositivo possa ser “reativado” imediatamente (ou quase).

O SATA 3.2 também se destaca pelo suporte à funcionalidade SATA Express, que permite, por exemplo, que uma placa-mãe tenha um conector SATA sobre uma interface PCI Express, de forma que um dispositivo de armazenamento compatível consiga aproveitar a velocidade desta. Estima-se que o SATA Express possa fazer a transmissão de dados chegar a 16 Gb/s.

Ilustração do SATA Express

Ilustração do SATA Express

Sim, porque, apesar de tantas novidades, o SATA 3.2 “puro” não traz avanços no que diz respeito à velocidade: como uma evolução do SATA 3.0, a sua taxa máxima de transmissão de dados se limita a 6 Gb/s.

Outras características do SATA 3.2 incluem:

  • Hybrid Information, que ajuda a melhorar o desempenho de unidades híbridas (uma “mistura” de HD com SSD);
  • Rebuild Assist, que otimiza procedimentos de reconstrução de dados em sistemas RAID;
  • Suporte ao formato M.2, que possibilita o uso do SSD em equipamentos ultrafinos;
  • Compatibilidade com o novo padrão de conexão Universal Storage Module (incluindo aí a variação USM Slim).
Universal Storage Module

Universal Storage Module

Como esperado, o SATA 3.2 mantém compatibilidade com dispositivos baseados nas versões anteriores da tecnologia. Assim, você pode conectar um HD SATA 3.0 em uma placa que tenha a nova especificação, por exemplo. Por outro lado, somente dispositivos de armazenamento compatíveis com SATA 3.2 é que poderão usufruir das características desta especificação.

A SATA-IO não deu estimativas de quando os primeiros dispositivos baseados em SATA 3.2 chegarão ao mercado. Este e outros detalhes possivelmente serão revelados no evento Flash Memory Summit, que acontece entre os dias 13 e 15 de agosto de 2013, nos Estados Unidos.

    • TaylerPadilha

      Gargalo agora é na velocidade de downstream da internet mesmo. :3

Tecnocast

|

Faça seu login no Tecnoblog

Crie a sua conta

Esqueci minha senha