Ir para o conteúdo.

Início » Celular e Tablet » Em mãos: Huawei Ascend G510

huawei-ascend-g510-em-maos

A Huawei anunciou hoje a chegada do aparelho Ascend G510 ao mercado brasileiro, o primeiro da marca que será produzido no país. Ele começa a ser vendido no dia 25 de agosto para clientes da Vivo por R$ 699 no plano pré-pago. A seguir, veja quais foram nossas primeiras impressões dele.

O visual do G510 é tão simples quanto ele. Não de uma maneira pejorativa; ele não é um smartphone topo de linha, mas tem seu público. Apesar da construção em plástico, o design é bonito e não tem cara de barato, mas não é comparável a um high-end, mesmo os de plástico.

huawei-ascend-g510-3

Não é preciso muito tempo com ele na mão para perceber que o processador dual-core de 1,2 GHz não é suficiente para dar conta do recado. A causa provável é falta de memória: apenas 512 MB, pouco para garantir a fluidez das animações da interface Emotion UI do Android 4.1 ou a inicialização imediata de aplicativos. Nada que comprometa o uso, no entanto; só é um pouco irritante.

No resto das especificações, há 4 GB de armazenamento interno (expansível via um necessário microSD) e câmera de 5 MP.

A tela de 4,5 polegadas e resolução 854×480 pixels é mais surpreendente do que nas especificações; as imagens, apesar de terem cores um pouco desbotadas, são muito boas. Não dá para notar, por exemplo, serrilhados nas extremidades dos ícones. No entanto, pessoalmente, é possível ver listras no vidro dependendo de como bate a luz quando a tela está desligada. Também não compromete o uso, mas dá uma má impressão.

huawei-ascend-g510-2

Na mão, ele é confortável de segurar. Os cantos arredondados fazem com que ele encaixe bem e o tamanho da tela é ideal para operá-lo com apenas uma mão.

Por essa primeira impressão, o G510 parece um aparelho razoável de entrada, se situando entre os intermediários. Já estamos testando ele aqui; o review completo e com mais detalhes da usabilidade será publicado em breve.

18 Comentários (Deixe o seu!)

  • Alex Oliveira
    50c

    Ter "só" 512 MB não é problema pra um Windows Phone…

    • Na verdade, é sim. Alguns apps, principalmente games, se recusam a instalar em aparelhos com Windows Phone 8 e 512MB de RAM.

    • Maurício Rodrigues
      212c

      Não para funcionalidades básicas para alguns games sim..

      • Henrique Dourado
        145c

        só games no android que abrem o bico se vc só tiver 512 de memoria !!

      • Henrique Dourado
        145c

        só games pesados no android que abrem o bico se vc só tiver 512 de memoria !!

    • é problema sim !
      olha so o review do lumia 620 na parte de desempenho, fala deste problema de memoria e do smartphone até travando com pouco tempo de teste :
      http://tecnoblog.net/126909/nokia-lumia-620-review/

      lumia 620 tem 512 de memoria

    • Eriston Celino
      5c

      Josy Vieira Tenho um Lumia 720 com "apenas 512mb" e não tenho problema algum com falta de memória, seja em jogos, aplicativos ou no S.O!!!

    • Eu tenho o Lumia 620, ele não trava, mas demora um pouco pra alternar entre os aplicativos, alguns simplesmente fecham quando estão rodando por baixo e existem aplicativos q nem podem ser instalados por memória insuficiente. Adoro o Windows Phone, mas dizer q 512MB de RAM é o suficiente é mito. Mas o SO funfa muito bem, nem se compara com os Android de 512MB de RAM.

    • Raphael Barbosa

      do que adianta rodar com 512 mb de ram se nem app pro youtube o celular tem? WP8 é um sistema em construção ainda,roda mais suave que os concorrentes,mas em questão de features e apps nem se compara com Android e iOS

  • Que chato em, a Huawei (que tem alguns celulares bom) larga logo esse no Brasil, depois não reclama do "é xingling mesmo"

    • Victor Carvalho
      1c

      Acho que o único defeito é a RAM limitada pro Android. Em Windows Phone não é algo preocupante, mas no SO da Google sim. Entretanto, a Huawei lançará novos smartphones até o começo do ano que vem, especialmente o magnífico Ascend P6. É só esperar pra ver.

  • Maurício Rodrigues
    212c

    Também achei totalmente com cara de xing ling kkkk

  • trovalds
    684c

    Digamos que tem empresa que gasta menos no departamento de design que outras. Aliás não é nem questão de design, e sim de engenharia. Fácil é desenhar algo bonito, difícil é fazer o bonito ser funcional sem ter que gastar os tubos com invencionices e oferecer o aparelho a um valor acessível.

  • Por esse valor dá pra comprar o Xperia L que é beeem superior.

    • eng.quimica.alc
      1c

      Fato!

  • Chen Guohui
    1c

    na china ele custa 100 dolares

  • rafael.orafa
    1c

    Ele custa em média 150 doláres no AliExpress, PandaWill e outros e vende bem menos do que os Jiayu ou outros com MTK6577 ou MTK6589, pelo preço sugerido de R$ 699,00 eu espero mais é que dos 100 mil aparelhos que serão fabricados, não vendam se quer 10 mil aparelhos.
    Celular com esse Hardware (dual-core Cortex A5) 512Mb de Ram e por R$ 699,00 é literalmente um negócio da China!

  • Com esse Valor da para comprar um Motorola Rarz D3 que superior e ainda sobra uns trocados.

Deixar comentário:

Leia | Política de Comentários.