Ir para o conteúdo.

Início » Jogos » Diablo III nos consoles pode ser o Diablo III que você sempre quis jogar

e3ptBR1

Diablo III foi lançado em maio de 2012 para PC, após anos e anos de espera. Não vou mentir diante do medo de retaliações: apesar de ter sido lançado com algumas falhas, passei muitas horas jogando o game. MUITAS. HORAS. Mesmo. Diante disso – e do fato de nunca na vida ter jogado algo da Blizzard num console – minha primeira reação ao ouvir o anúncio de Diablo III para Xbox 360 e PlayStation 3 foi de absoluta incredulidade e confesso ter rolado até um facepalm.

Mas a vida, caros, é mesmo uma caixinha de surpresas. Ao entrar na sala de testes da Blizzard Brasil, corri para o controle do PS3, que pelo menos já era meu velho conhecido. Estralei os dedos, escolhi o também já conhecido Bárbaro e fui desbravar New Tristram.

Se Diablo III foi aguardado pelo público hardcore, sua versão para consoles deixa um pouco de lado a coisa “serious business” da edição original. Com um design bastante fluido, típico das interfaces pra videogames, dá pra perceber já na demonstração do multiplayer que o jogo foi cuidadosamente reescrito para os consoles, adquirindo um tom mais casual.

Toda a minuciosidade já vista em Diablo, as horas despendidas para descobrir uma build que funcione, os itens que lotam o stash e te fazem voltar a cada minuto pra descarregar na cidade… Esqueça disso. A dinâmica do jogo é outra, onde o loot fica pra quem pegar primeiro e todo o ouro é dividido assim que algum membro da party o recebe. É tudo mais ágil e, talvez numa tentativa de ilustrar essa nova dinâmica, foi adicionada aos personagens uma esquiva de rolamento, o que me fez lembrar de Kratos, de God Of War, escapando dos inimigos.

Quanto às habilidades, os mais detalhistas podem até preferir customizar suas próprias, mas adianto que isso parece inútil: jogando no Nightmare, com uma build pré-colocada, numa party com mais três pessoas que não combinavam ataque nenhum, percebi: a graça nessa versão de Diablo III é bater e tentar não morrer. Bem galhofa, mesmo.

Por que você compraria Diablo III para seu videogame?

Se o que não te agradou no título foi a parte maçante dos RPGs, que geralmente são voltadas aos jogadores ~hardcore, no joystick você nem lembra que aquilo já pertenceu à classe dos jogos de computador (embora eu, particularmente, ache isso uma enorme blasfêmia). Não existe a exigência do modo online, não tem casa de leilões, nada. É simples, só pegar o controle, dar play e partir para a porrada.

Vou lhes dizer que me senti um pouco traidora do movimento, já que sempre levei Diablo muito a sério e de repente me vi curtindo muito mais uma partida de co-op local numa sala em que pessoas que nem eram chegadas a mim de repente conversavam comigo sobre o jogo, a vida, o universo e tudo mais, do que muita das que jogava online, conversando pelo chat. É claro que aquela época mantém seu brilho, mas essa sensação prafrentex do console me deu uma vontade maluca de juntar os amigos na sala e desbravar o jogo com todo mundo junto.

E a ideia não tem erro: mesmo os amigos que nunca olharam para Diablo ou qualquer RPG conseguirão aproveitar a partida. Os menus estão perfeitamente mastigados num belo trabalho de adaptação da Blizzard (você pode ver na imagem abaixo), comparar itens está  muito mas simples e carregar aquele parceiro noob nas costas é bem fácil. Morreu? Ressuscita, aperta o triângulo e daqui alguns segundos ele respawna no meio do pessoal. Se perdeu na bagunça do mob? Aperta o direcional direito e uma luz brilha no topo do seu personagem. Piece of cake.

Xbox_Multiplayer_460

É claro que dá pra ser sério, se você quiser (foi o que me disseram, estou apenas repassando). Até seu lançamento, o jogo deve estar redondinho, com single-player e todos os patches lançados até agora para a versão de PC, o que quer dizer que você provavelmente terá um jogo com menos bugs, além do modo Paragon (que adiciona a possibilidade de subir mais 100 níveis aos personagens), PvP, novos itens e monstros. Também será possível jogar no Hardcore, modo em que o jogador encara a máxima do “só se vive uma vez” e perde todo o progresso junto do personagem, caso venha a bater as botas.

Importante: não, o jogo não conversará entre plataformas, o que significa que seu personagem da Battle.net vai ficar lá bem quietinho enquanto você upa um novo char na PSN ou na Live. As conquistas e troféus (bem parecidos com os já tradicionais achievements do PC) são totalmente independentes, e seu jogo do computador não terá qualquer conexão com a nova versão.

Para tirar qualquer dúvida sobre como será de fato a experiência completa do jogo nos consoles, só mesmo esperando até o dia 3 de setembro, quando Diablo III para Xbox 360 e PS3 chega às lojas já localizado para português.

Como na demonstração de apenas uma hora não foi possível testar os outros mapas, todas as suas dungeons e instância, deixo em aberto as considerações finais. Mas, de antemão, acho que vou gastar mais algumas muitas horas da vida nesta versão, pelo que vi até agora. Se for constatado que Diablo III para consoles se resume a uma versão sem o compromisso e a pressão de Diablo III, esta será, sem dúvidas, uma boa pedida.

27 Comentários (Deixe o seu!)

  • Gaba
    1912c

    Este texto realmente foi escrito por uma mulher??

    Faz tempo que eu não jogo rpg online, e nem nunca joguei diablo… mas no tempo em que eu jogava, era raríssimo ver uma mulher jogando… rsrsrs

    • tanure.pedro
      192c

      Esse comentário foi realmente feito por alguém que vive no século XXI?

  • Ernâni Machado Alvarenga
    3c

    Parece muito interessante essa dinâmica local/online, finalmente um RPG pra jogar na sala com os amigos, no console.

  • O primeiro Diablo foi o jogo que joguei por mais tempo no ps1. Foram meses gastos jogando isso em co-op.

    • e os quinze slots do memory card hein? :D

    • eu tambem passei madrugadas jogando em co-op, era absurdamente dificil e divertido

    • kkkkk, verdade companheiro haja memory card

  • me decepcionei com essa "facilidade" no jogo, não me empolgou a jogar isso no ps3, pode ser frescura minha, ma pra mim diablo (todos da série) não combina com jogo fácil

  • TaylerPadilha
    1c

    Triste é saber que a Blizzard continuará com a versão “always online” no PC enquanto consolista pode estar numa ilha deserta que é só ter energia que pode jogar este jogo.

    ISSO SIM é digno de facepalm. =/

  • Rafael Machado de Souza
    728c

    estou seriamente tentado a comprar.
    bem que poderia ter um cross buy pra proxima geração…, mas querer isso da blizzard já é demais…

  • Leandro Soares
    11c

    Muito bom o seu texto!!!
    nunca joguei Diablo mas sempre ouvi falar muito dele, agora que tem para PS3 terei a oportunidade
    de provar, mas já prevejo vicio total, pelas suas descrições!!!!

  • Diogo Ramos Gutierre
    139c

    O diablo 3 foi uma decepção. Eu comprei para jogar com os meus irmãos que moram longe.
    Não estava botando muita fé. Vi pessoas que acham que iria ser o melhor game de todos os tempos.

    Eles pioraram muitas coisas em relação ao próprio 2. Tal como a quantidade de pessoas numa partida. No 3 podem ter apenas 4 pessoas no máximo e no Diablo 2 eram muito mais!

    Eu gostei dos gráficos, não faço parte deste grupo que ficou de birrinha porquê queriam um visual mais dark. Mas o game decepcionou em diversos aspectos. Ao ponto que joguei umas 3 semanas e nunca mais abri.

    Não sei como vai estar esta versão para vídeo game. Só depois de testar, mas confesso que tenho muito preconceito. E inclusive adianto, se eles mudaram tanto o jogo, deveriam ter mudado o nome.

    Porquê lançar Diablo 3 pra vídeo game, faz parecer que é exatamente o mesmo jogo. E o mesmo jogo nunca que iria me atrair.

  • danieloscash
    1c

    Eu ja joguei outro jogo da Blizzard em console, StarCraft no N64 :D
    Querendo pegar esse pra retomar o vicio pelo Caixa

  • Guto Nobre

    Comprei! E foda-se!

  • Rodrigo Silva de Melo o jogo complica mesmo no hell

  • Descobri um programinha que melhora o desempenho do PC para jogar, esse aqui: http://www.pcfaster.com/pt/?opblg=1

    • Bruna, te amo! Agora consigo jogar hahahaha Instalei aqui e melhorou um monte a memória do meu pc. Valeu mulher!!!

  • Guilherme H. Santos
    2c

    Diablo 3 em console: Definitivamente um jeito que eu não quero jogar es

  • não sei o que a galera reclama, diablo I se jogava no PS e era bem bacana.. meio doido + legal

  • Escreve otimamente, Renata!!!

  • Gregory Kubya
    1c

    eu acho que eu vi um gameplay do x-men legends 2.. '-'

  • DaniloAugustoS
    1c

    A Renata sabe mais de jogos que muito homem. Fez parte do Arena IG e escreve bem pra caramba, além de ser bem gatinha =X

  • Gustavo Henrique

    Comprei pro pc e me arrependi. P2W desagradável. Dark Souls paguei R$17,50 na summer sale da steam e já estou com mais de 150horas… Enquanto o grandioso diablo 3 não aguentei passar de 60 horas. Jogo massante e sem graça, não chega aos pés do Diablo 2. Não recomendo.

    • CARALHO TU PASSOU 60H JOGANDO UM JOGO "MAÇANTE E SEM GRAÇA"? SESSENTA HORAS???????????????? Cara tu poderia ter visto mais de 30 filmes nesse período. Ou jogado outros jogos, tem tantos por aí. Estavam te pagando pra isso? Só vejo essa explicação.

  • Guiilherme Fernandes
    1c

    Bem melhor no controle. Hack 'n Slash usando mouse é paia d+

  • Marcos Matheus

    cara, vc passa 60h jogando um jogo e ainda dis q é ruim -.-' kkkkkk (te recomendo a verção para consoles, resolveram mtos problemas, e tem bem menos lags, na minha opinião)

  • rodrigoc.86
    1c

    Eu curti muito também. Gosto de jogo assim nesse estilo meio RPG podendo jogar outros jogadores locais e online.
    Alguém recomenda algum outro nesse estilo? Pode ser para Xbox ou PS3

Deixar comentário:

Leia | Política de Comentários.