Início » Celular e tablet » LG G2, o smartphone topo de linha que chega ao Brasil com preço abaixo da média

LG G2, o smartphone topo de linha que chega ao Brasil com preço abaixo da média

Com Snapdragon 800, tela IPS de 5,2" e câmera de 13 MP, G2 custa R$ 1.999

Por
39 semanas atrás

lg-g2-abre

A LG convidou a imprensa para lançar oficialmente o G2, novo smartphone que chega ao Brasil com hardware de ponta, mas custando menos que a concorrência. Com preço sugerido de R$ 1.999, o LG G2 tem tela IPS de 5,2 polegadas com resolução de 1920×1080 pixels, chip Snapdragon 800 quad-core de 2,26 GHz, câmera de 13 megapixels e suporte ao 4G brasileiro. Mas será que o lançamento da coreana convence?

Aparentemente, sim.

O primeiro detalhe a se notar no G2 é o posicionamento dos botões. Não há nenhum botão físico na parte frontal ou nas laterais. O controle de volume e o botão para ligar a tela estão localizados na traseira, próximo à lente da câmera. O resultado visual não é dos melhores, mas a praticidade compensa: como uso o dedo indicador para apoiar o smartphone, o acesso aos botões é bem fácil. Foi uma escolha bem ergonômica.

lg-g2-traseira

Talvez pelo fato dos botões estarem na parte traseira, a LG conseguiu diminuir bastante as bordas da tela, o que contribuiu para melhorar a pegada. Apesar de possuir uma tela de 5,2 polegadas, o G2 não é desconfortável de segurar. Com 70,9 mm de largura, ele não é tão grande quando lembramos do Xperia Z1 (74 mm), Galaxy S4 (69,8 mm) e Lumia 1020 (71,4 mm), que possuem telas menores.

A tela IPS de 5,2 polegadas do G2 é tão boa quanto a dos topo de linha anteriores da LG: cores vivas, definição muito boa (424 pixels por polegada) e ótimo contraste. Pessoalmente, não sou fã de resolução 1080p em smartphones porque a autonomia é sacrificada em favor de uma diferença de definição quase inexistente em relação a uma tela 720p. Mas como o G2 tem uma bateria de 3.000 mAh, talvez isso não seja um problema.

lg-g2-frente

As intervenções profundas da LG no Android continuam, o que na prática significa que temos ícones quadrados de gosto duvidoso, funções de utilidade questionável que ocupam metade da central de notificações e deixam menos armazenamento disponível para o usuário e aplicativos irreconhecíveis em relação aos originais.

lg-g2-notificacoes

Há algumas escolhas estranhas de design. Diferente dos antecessores, o G2 não traz botões físicos: eles são exibidos diretamente na tela, como nos Nexus e vários smartphones da Motorola e Sony. Por algum motivo, a LG decidiu incluir um grande botão menu em vez de colocar o atalho para abrir o gerenciador de tarefas. Para alternar entre aplicativos é necessário segurar o botão Home, o que parece contraprodutivo.

Botão menu: boo!

Botão menu: boo!

Como a interface da LG é bastante personalizável, há uma opção escondida para mudar a cor do plano de fundo da barra inferior (!) e alterar a ordem dos botões, mas ainda assim não é possível colocar um botão para o gerenciador de tarefas. No entanto, você pode inserir um atalho para abaixar a central de notificações (?!?!) ou abrir o aplicativo de anotações QuickMemo (???).

lg-g2-botoes-frontais

Felizmente, apesar das inúmeras modificações que a LG fez no Android, tudo continuou bem rápido e não notei travadinhas ao alternar entre telas ou navegar nos aplicativos. Na verdade, com um Snapdragon 800 de 2,26 GHz, GPU Adreno 330 e 2 GB de RAM, seria um pecado se isso acontecesse.

Um ponto que deve afastar muitos compradores é o armazenamento interno: o LG G2 tem memória flash de 16 GB, mas os vários aplicativos embutidos fazem com que o usuário tenha acesso a menos de 11 GB, o que é pouco para um aparelho topo de linha que não possui entrada para cartão de memória.

Agora sim

Este é o primeiro topo de linha da LG que chega tão rápido: do anúncio até o lançamento no Brasil, foram pouco menos de três meses. Pode até ser muito se comparado com os lançamentos mundiais da Samsung ou Motorola, mas é bem menos que o tempo usado pela LG para trazer outros smartphones do mesmo segmento. Optimus 4X HD, Optimus G e Optimus G Pro demoraram de seis a oito meses para chegar ao país.

LG G2 é apresentado por Cesar Byun, presidente da LG Brasil

LG G2 é apresentado por Cesar Byun, presidente da LG Brasil

Além disso, a LG trouxe o G2 por um preço de lançamento bem interessante: R$ 1.999 é menos que os aparelhos da mesma categoria, como Sony Xperia Z1 (R$ 2.399), Samsung Galaxy S4 (R$ 2.499) e Nokia Lumia 1020 (R$ 2.399). Como estamos falando de um Android, é seguro afirmar que o preço do LG G2 cairá bastante nos próximos meses. Com o tradicional desconto para pagamento à vista, hoje é possível encontrá-lo por pouco mais de R$ 1,7 mil.

Ainda precisamos fazer muitos testes para recomendar ou não a compra do LG G2, mas, depois de vermos vários aparelhos da LG chegando com meses de atraso, vendidos por preços pouco atrativos ou com muitos pontos negativos em relação aos concorrentes, parece que a LG finalmente conseguiu acertar no mercado de smartphones da faixa dos R$ 2 mil.

Tecnocast

|

Faça seu login no Tecnoblog

Crie a sua conta

Esqueci minha senha