Ir para o conteúdo.

Início » Open Source » Ubuntu vai abandonar o Gnome a partir da versão 11.04

O anúncio, feito no Ubuntu Developer Summit, pegou todos de surpresa: Mark Shuttleworth anunciou que a partir da versão 11.04 o gerenciador de janelas do Ubuntu será o Unity, e não mais o Gnome!

Os motivos para  a troca são vários, mas Shuttleworth destaca que a equipe Gnome recusava as propostas que a Canonical enviava (o uso dos botões das janelas no lado esquerdo, por exemplo). O Gnome “ideal” da Canonical é bem diferente do Gnome que os desenvolvedores desejam. Assim, optou-se por uma espécie de fork do projeto, com a Canonical focando no Unity e na integração entre ele e os programas do Gnome (o Nautilus, por exemplo, continuará sendo o gerenciador de arquivos padrão).

Pessoalmente, vejo essa notícia com o pé atrás. Cheguei a testar o Unity no Ubuntu Netbook 10.10 e o considerei fraco, mas isso pode ser por eu ser o tipo de usuário que prefere liberdade a simplicidade. No Unity tentar montar um compartilhamento Samba é uma missão quase impossível, já que o sistema não te dá opções para isso. Pode ser que a versão 11.04 para desktops traga uma versão do Unity mais “utilizável”, mas é cedo ainda para dizer.

De qualquer forma, vale lembrar que, assim como a Canonical criou um fork do Gnome, qualquer usuário pode desenvolver um Ubuntu que use o Gnome como padrão. Como exemplo, já temos hoje o Kubuntu (Ubuntu com o KDE como gerenciador de janelas como padrão) e o Xubuntu (com o ótimo XFCE como padrão, para máquinas mais simples). Será que em breve teremos o anúncio de um Gubuntu?

Com informações: Linux Today

54 Comentários (Deixe o seu!)

  • O GNOME não será abandonado, o Unity é construído em cima dele e não houve um fork no projeto (apesar dos rumores).

    • AINDA não. A idéia é realmente ‘forkar’ e ter o Gnome (Unity) da Canonical e o Gnome de raiz.

      • DeathCrawler

        Então você está dizendo algo que a própria Canonical e o Mark negou?

        Essa é apenas sua opinião.

  • Eles ainda vão continuar com o suporte e a otimização dos aplicativos Gnome. Acho que é uma experiência interessante, mas é mais um passo para o Ubuntu se fechar da comunidade e isso pode ser perigoso.

  • Gubuntu não sei, mas Gobuntu já existe: http://en.wikipedia.org/wiki/Gobuntu :).

  • Não sou muito fã do Linux,prefiro o Windows.
    Pois os melhores programas e games só tem para Windows.

    • Para o meu uso ele também é melhor, mas, qual a relação da nossa opção pessoal de sistema operacional com o artigo?

      • Kadu
        1917c

        OWNED!

  • @Trovalds
    684c

    A equipe do Gnome tá é mais que certa. Nada de implementações “a toque de caixa” só pra agradar pseudo-geeks.

    • Breno Brito
      1666c

      Ahh colé!! década de 90 já passou. Linux pra todos! =D

      • Amém. Mas eu ainda gosto do terminal. :)

        • Breno Brito
          1666c

          Eu também =)
          Lembro que em 2006/07 teve uma palestra do Windows Vista. Um representante da MS foi apresentar o dito cujo. Além da palestra ter sido das ruins, o cara me solta: “hoje o windows vista pode ser totalmente comandado via linha de comando, mas, francamente, não sei pra que eles fizeram isto, já que a interface gráfica do novo windows é tão bonitinha”

          Quase sai da minha cadeira pra ir dar um tapas nele.

          • Esse cara então deve ficar terrivelmente chocado com seus padrões pq eles fazem o Microsoft Windows PowerShell

          • cara, eu vi essa palestra na PUC Minas em 2007, e me lembro que rolou essa mesma frase

    • JoseRenan
      1572c

      faltava inovação no gnome, melhor a canonical ter sua interface gráfica e modificar à vontade do que ter que ficar preso à pouca evolução.

    • Renyer
      227c

      Concordo plenamente.

  • É por isso que o ano do Linux é sempre o ano que vem.

    • Todo ano é ano de Linux, já q a cada vez mais ele entra definitivamente em vários segmentos de mercado.

  • NOOOOOOOOOOO!!!

  • Isso vai dar merda…

  • Interessante. Já que a Canonical quer abocanhar clientes “leigos”, na mais normal que tentar facilitar (ainda mais) implementando uma interação mais simples (mais simples ainda que o Gnome).

  • Hélio
    1c

    Temos que evoluir. Não podemos ficar só de tradição.

    • Fredson Sousa
      244c

      Concordo, evolução sempre!

  • Rafael Oliveira
    1c

    Se for pra permitir chegar ao desktop ideal eu acho valido

  • @eubrunno
    125c

    Será o mesmo Gnome, porém com as mudanças que a Canonical achar conveniente.

    Acho que tudo isso tem haver com o Gnome Shell implementado no 3.0 e na entrada da canonical no mercado ARM (tablets) e num posicionamento mais forte nos Netbooks.

  • antxnix

    bah, pra mim não faz diferença.

    não gosto do gnome e não estou gostando do kubuntu

    • Ambiente KDE nada melhor que Mandriva e OpenSUSE :)

      • JoseRenan
        1572c

        eles não ligam pra kubuntu, eu o usei e era muito bichado. Como o guilherme disse, melhor é Mandriva e OpenSUSE. Ae vc escolhe LDXE, XFCE, etc. já q não gosta de gnome

  • Breno Luiz
    97c

    Poxa sou apaixonado pela interface Gnome desde seus primórdios onde os dedinhos eram apenas figuras horríveis rss..

    • Ribeirão

      Boa! dois

  • kylefurtado
    4524c

    Compartilho o mesmo sentimento do Darth Vader.

    • Bruno Gall
      4239c

      [2], pelo menos não é KDE, eu não me entendo com KDE –”

      • @leozacche
        412c

        [3]

  • Renyer
    227c

    “mas Shuttleworth destaca que a equipe Gnome recusava as propostas que a Canonical enviava”

    Muita arrogância por parte da Canonical.

    O GNOME não é bagunça!

    • @eubrunno
      125c

      Lols, ta o Gnome não é obrigado a aceitar as idéias da Canonical, assim cmo a canonical não é obrigada a aceitar as ideias do Gnome.. Vide Gnome Shell…

      Se os dois pensam diferente nada mais justo que cada um seguir o que acham melhor para seu respectivo projeto.

      Não vejo pq tanto mimimi ..

      Unity nada mais é que o Gnome 2.xx (verção presente no Ubuntu 10.10) sem gnome shell (que ja não tem no Ubuntu 10.10) e com as modificações da canonical, vide Gnome Panel , Notificador e etc .. o Gnome do ubuntu já é bem diferente do Gnome Cru.

  • As pessoas comentam sobre coisas que não entendem, e isso é ruim, e deixa as outras pessoas mais confusas ainda.

    O Unity não é e nunca foi GNOME.
    A única semelhança é o fato dos dois usarem biblioteca GTK2+ para renderizar as janelas, fazendo com que elas apareçam quase iguais.

    Algumas opiniões sobre Ubuntu nos blogs levam as pessoas a acharem que o Ubuntu é a melhor coisa que existe e que o projeto GNOME deveria adotar as coisas que a Canonical quer. Não é nem um pouco assim.

    O GNOME é bem maior que o Ubuntu, e se desenvolve por si próprio. Ubuntu é uma DISTRIBUIÇÃO Linux, deve distribuir software, e não desenvolver por conta própria. O modelo de comunidade de software livre é mantido pela hierarquia de projetos, então o método de desenvolvimento deve ser colaborativo com os projetos.

    Sair mudando o GNOME a torto e a direito é possível devido à licensa GPL, mas não é direito da Canonical não gostar que as mudanças não sejam aprovadas pelo projeto, já que ela não contribui em nada no trabalho colaborativo, apenas muda sem querer saber de nada.

    É a mesma coisa que alguém chegar em uma praça pública, mudar os bancos de lugar, e reclamar que a prefeitura vá lá e arrume os bancos como estava antes. Nesse caso a Canonical mudou os bancos, o projeto GNOME não gosta e não deixa do modo da Canonical, e a Canonical fica achando ruim. Ridículo.

    Foi uma atitude acertada da Canonical criar o Unity e adotar como padrão no Ubuntu, pois poderá desenvolver por conta própria e mostrar se realmente tem todo esse potencial que o seu marketing propõe. Eu, particularmente, duvido que tenha e que consiga levar à frente isso tudo.

    Já usei o Unity, e não gostei nem um pouco. Não é prático e não é rápido. É bonito, mas isso consigo personalizando o GNOME também, ou o KDE.

    • Renyer
      227c

      Parabéns pelo comentário!

  • Hernani
    1c

    Isso pode ser perigoso para o desenvolvimento dele

  • @eubrunno
    125c

    Um recorte de texto “O GNOME é bem maior que o Ubuntu, e se desenvolve por si próprio. Ubuntu é uma DISTRIBUIÇÃO Linux, deve distribuir software, e não desenvolver por conta própria. O modelo de comunidade de software livre é mantido pela hierarquia de projetos, então o método de desenvolvimento deve ser colaborativo com os projetos.”

    Ou seja todos os projetos e idéias que por ventura surgirem tem que seguir as idéias (ordens) dos grupos já existentes? e as distribuições não podem produzir nada e sim distribuir.. tá ok! entendi tudo .. Software livre não é? ok!

    Mais um Recorte de Texto “Foi uma atitude acertada da Canonical criar o Unity e adotar como padrão no Ubuntu, pois poderá desenvolver por conta própria e mostrar se realmente tem todo esse potencial que o seu marketing propõe. Eu, particularmente, duvido que tenha e que consiga levar à frente isso tudo.”

    é… acho que isso é contraditório.. afinal pode/deve ou não pode/não deve?

    A Unity é sim baseada no Gnome 2.2x e a interface NETBOOK não deverá estar presente na versão Desktop.

    Se a Canonical será capaz de desenvolver BEM a Unity e torna-la mais usável para a 11.04 só o tempo dirá, mas é uma questão estratégica não era possível usar o Gnome 2.3x em Netbooks e Dispositivos ARM (Tablets?) e focar em 2 projetos ao mesmo tempo se torna mais caro e menos produtivos, por isso focar o desenvolvimento no Unity pode ter sido uma decisão acertada, ou não.

    • @eubruno,

      O software é livre para utilização, distribuição e mudança (fork). Leia a GPL antes de sair defendendo uma liberdade que não existe.

      Uma coisa é querer mudar um projeto que já existe sem querer trabalhar em conjunto com ele. Outra coisa é criar um novo projeto, que pode ser mantido pela Canonical. Isso sim, pode.

      O Unity é baseado na GTK2+, e não tem relação direta com o projeto GNOME.

      Concordo que a Unity não deva vir por padrão nos Desktops.

      A Canonical não pode focar em dois projetos, pois não foca no projeto GNOME, e sim em um port para ARM, o qual é interesse da empresa, que tem vários profissionais para focar em diferentes áreas, não justificando a falta de respeito com a comunidade.

      • Complementando: A Unity não deveria vir por padrão nos Desktops pois não é usável, os usuários vão sentir muito essa deficiência.

    • Renyer
      227c

      “Ou seja todos os projetos e idéias que por ventura surgirem tem que seguir as idéias (ordens) dos grupos já existentes? e as distribuições não podem produzir nada e sim distribuir.. tá ok! entendi tudo .. Software livre não é? ok!”

      Não é isso! Você tem que entender que tem todo um grupo por trás do GNOME e a Canonical não pode chegar e simplismente dizer: “Mude aquilo! Mude isso!”.

      Software Livre, sim! Se a Canonical não está satisfeita, faça um fork e ela mesma dê seguimento ao projeto. O que é muito difícil.

  • @eubrunno
    125c

    Cara Software livre, vc pega o Código e dele o que quizer, não li a GPL mas tenho certeza que ela não impede a Canonical de usar o Código d Gnome para gerar uma outra interface.

    A Canonical não está querendo MUDAR o Gnome onde vc leu isso? ela quer criar sua própria Interface. Não vejo onde está o desrespeito a comunidade.

    Não acho que a discussão deve seguir para se a Canonical PODE ou NÃO se é ÉTICO ou NÃO sair do projeto Gnome e sim se ela será capaz ou não de desenvolver sua Interface Unity.

    Entrando nesse Ambito, ” Unity não deveria vir por padrão nos Desktops pois não é usável, os usuários vão sentir muito essa deficiência.” hora está pré supondo que a Caninical não será capaz de desenvolver de forma satisfatória a UNITY , acho errado pré supor, melhor deixa-los trabalhar antes de julgar. Minha opnião? A Unity não será tão boa quanto o Gnome em primeira instância (11.04) o desenvolvimento será gradativo conforme novas versões forem sendo lançadas, mas devido a quantidade de usuários conseguirá um grande aporte da comunidade.

    Já fui usuário Slack, Gentoo, Debian, Kurumim, Arch e agora Ubuntu sou FÃ de carteirinha do Gnome e seu Visual minimalista e por não se basear no Windows e principalmente por ter sido oposição ao KDE na época em que o mesmo queria cobrar pelo uso da biblioteca QT. vejo que vc aparenta ser FÃ isso essa defesa ferrenha, sabemos que o Gnome perderá MUITO mas não desaparecerá fique tranqüilo.

  • @eubrunno,

    Não falei que a Canonical não devia lançar o Unity, ela deve mesmo fazer isso se quiser efetuar mudanças na interface com total autonomia. Mas tentar mudar o GNOME só porque ela quer, não pode. E sim, ela tenta fazer isso faz tempo, e só porque não conseguiu é que lançou o Unity.

    Não condenei o Unity, sei que está em fase de desenvolvimento e falei que agora é a hora de vermos a sua evolução, para vermos se o marketing concorda com o trabalho, você deveria ler os meus comentários com mais atenção. :D

    Também fui usuário Slackware, Debian, RedHat, Ubuntu, Fedora, e trabalho em uma empresa 100% Linux. Se você é fã do GNOME, não vem ao caso, mas hoje em dia a Qt é aberta, e o GNOME não perderá nada com a não mais tentativa de interferência da Canonical, pelo contrário, somente se beneficiará.

    Só mais uma coisa: Se você não considera a Ética um valor importante dentro da informática… Bom, esse Windows no qual está emitindo esses comentários deve ser pirata. E como usuário Slackware, Gentoo, Debian, Kurumin, Arch Linux e Ubuntu, deveria se envergonhar disso. Desculpe se foi meio ofensivo, é uma opinião pessoal minha, eu teria vergonha se fosse comigo.

  • @eubrunno
    125c

    Bom esse Windows não é pirata trabalho numa empresa Pública e todos os Softwares são Licenciados, por favor pare de pré supor.

    Uso windows em casa e na faculdade. Aqui só o Squid que gerencio e o OpenOffice que tento implementar são Software livre.

    Não disse que informática não deve ter ética, isso foi uma interpretação tendenciosa.

    A canonical tentou SIM implementar suas idéias no projeto Gnome, mas que definição tem COMUNIDADE? pra mim é você expor suas idéias e o grupo decidir o que é melhor para o projeto, a Canonical tentou , não conseguiu e resolveu fazer ela própria, não há desagregação.

    Esse é meu ultimo post sobre se é Certo ou não se é ÉTICO ou não a Canonical sair do Projeto Gnome e larnçar um fork, não quero discutir isso e sim se a mesma será capaz de desenvolver o UNITY e se isso será o melhor para a distribuição que uso e Contribuo.

  • @eubrunno, admiro seu foco no assunto, e então vamos ver o desenvolvimento do Unity, desejo que seja bem sucedido, para que possamos ter mais uma opção de ambiente de trabalho no Linux.

  • @eubrunno
    125c

    Sim, e espero que o Unity se mostre mais leve que o Gnome,
    estou muito interessado em comprar um TABLET mas os modelos atuais são meros Brinquedos (minha opinião) um tablet com Ubuntu seria para meu uso, perfeito, por ter um uso mais profissional e produtivo.

    Como sabemos o Gnome não tem seu foco voltado para Tablets e Netbooks apesar de ser possível compilar para ARM.

    Espero Ansiosamente pelo 11.04

    • Olha @eubrunno… Eu particularmente gosto bastante do ambiente KDE, acho bem mais avançado e produtivo que o do GNOME, apesar de ser mais pesado… E o desenvolvimento do Plasma Netbook está avançando bastante, introduzindo conceitos de usabilidade interessantes.

      Já o testei, não é tão usável quanto um Plasma Desktop, mas é bem mais usável que o Unity atual, e provém as ferramentas avançadas do KDE.

      Pode ser uma alternativa para você. :)

      Existem rumores de que o próximo LTS do Ubuntu (acredito que seja 12.04), tenha codinome Perfect Penguin, então esperamos que a Unity esteja totamente desenvolvida até lá.

  • Eu acho que vocês estão discutindo a toa. Quando sair o Ubuntu 11.04, você baixa, instala, abre o terminal, e digita algo que provavelmente será assim:

    sudo apt-get install gnome

    Pronto, Gnome de volta. :)

    • @eubrunno
      125c

      Acho que você esta errado.

      Provavelmente será algo muito mais complexo, como:

      “sudo apt-get install gnome-desktop” ou
      “sudo apt-get install gubuntu-desktop” :)

  • ribeirão

    Sempre tive vontade de testar um netbook com esse tal Unity, mas tem sido mal falado. será assim tbm no desktop?

  • @eubrunno
    125c

    A interface esta bem engessada no estagio atual, não recomendo o uso.

    Se será assim no Desktop só o tempo irá dizer, a canonical tem até Abril pra desenvolver melhor a Unity

  • Paulo Munir

    Não entendo como montar um compartilhamento de Samba pode ser mais difícil no Unity, se ele é compatível com Gnome e ainda usa o Nautilus.

  • O Unity atual está muito mais rápido e estável do que quando foi lançado no 11.04! E bonito. Já é o meu ambiente preferido.

Deixar comentário:

Leia | Política de Comentários.