Início » » Kinect e Move estão fadados ao mesmo fim do Wii

Kinect e Move estão fadados ao mesmo fim do Wii

Por
3 anos e meio atrás

A Microsoft acaba de anunciar que vendeu 2,5 milhões de Kinects em apenas 25 dias – ou seja, uma média de 100 mil unidades por dia, ao redor do mundo. Para contextualizar o sucesso do aparelho, tenha em mente que isso é mais que o dobro de vendas do iPad (outro gadget relativamente recente e igualmente popular) no mesmo período. Nos primeiros 28 dias de lançamento, o iPad vendeu “mísero” um milhão de unidades – que, por sua vez, significou quase o dobro de vendas do iPhone de primeira geração, lançado em 2007.

Veja só:

Considerando que ambos o iPhone original e o iPad foram gadgets muito cobiçados pelo mundo geek e que tiveram vendas fortes, dá para concluir que o lançamento do Kinect foi também um grande sucesso. Claro, há ressalvas – o Kinect é mais barato que o iPhone e o iPad, e o smartphone ainda por cima requeria contrato com a AT&T, o que limitava seu potencial de vendas -, mas o que importa no final das contas é que a base instalada do Kinect, logo no lançamento, é bastante expressiva.

É estranho ver que esses supérfluos eletrônicos vendem cada vez mais em tempos de uma suposta recessão econômica, mas divagarei sobre o assunto.

Vou contextualizar o número de vendas do Kinect usando um exemplo no mundo dos consoles: o Wii vendeu 3,19 milhões de unidades no primeiro mês. Se você tem memória fraca, permita-me relembrar que o Wii passou muitos meses esgotado em tudo quanto era loja, tamanho era o volume de vendas.

A Sony não ficou atrás e liberou seus números também: o PlayStation Move vendeu 4.1 milhões de unidades em pouco mais de 70 dias. Tudo bem, não atingiu o mesmo sucesso que o Kinect (a média diária de vendas do Move fica na faixa dos 58 mil, quase metade das vendas do Kinect), mas não foi um fracasso total. Especialmente quando você considera que a Sony gastou apenas seis milhões de dólares em marketing (um milhão por região de lançamento – Europa, Asia, Oceania, América do Norte, Reino Unido e Japão), enquanto a Microsoft bancou meio bilhão de dólares na mesma finalidade.

É bastante claro que o público gamer casual move o mercado com suas carteiras. O Wii foi um grande sucesso de vendas, assim como o DS, e o fenômeno se repete com os periféricos do Xbox 360 e do Playstation 3. O problema é: até quando dura o interesse na jogatina casual? Eu já comentei aqui no Tecnoblog que eu não acredito que o Kinect ou o Move vão reenergizar suas respectivas plataformas. Se o plano é estender a vida útil dos consoles por outros 5 anos, eu duvido muito que chegue sequer à metade disso.

E olha lá: na semana passada o site GamaSutra revelou um gráfico que mostra a drástica queda de vendas do Nintendo Wii nos últimos anos:

E antes mesmo disso, em setembro, o site especializado Kotaku já havia publicado um artigo mostrando que 2010 havia sido o ano mais fraco para o Nintendo Wii. Em outras palavras, o público cansou.

Tendo em vista esse declínio de popularidade do Nintendo Wii (algo que gamers hardcore, que sempre costumaram torcer o nariz para o console, profetizavam que aconteceria), chega a ser surpreendente que o Kinect e o Move tenham vendido tão bem nesses primeiros meses. Afinal de contas, vendo o gráfico acima você poderia concluir que jogos com captura de movimento já tiveram e perderam seu lugar ao sol, e que o que o mercado quer é mais Halo, God of War e Gran Turismo.

Aparentemente, o Kinect e o Move provaram que o público está disposto a dar outra chance aos sucessores de conceito (digamos assim) do Wii. E por isso as vendas iniciais espelharam aquelas do console da Nintendo. Mas quanto tempo isso vai durar?

Diz-se que o declínio de vendas do Wii se dá pela falta de jogos exclusivos que realmente façam o preço do console valer a pena (e olha que o Wii ainda é o console mais barato dessa geração). Olhe para o seu Move ou o seu Kinect e pergunte a si mesmo: que jogo você realmente gosta de jogar neles? Ou você comprou simplesmente porque era a última novidade?

Manterei minha cautela. Até onde vejo, o Kinect e o Move estão fadados ao mesmo fim do Wii. E talvez mais rapidamente.

  • http://twitter.com/CapJSheridan @CapJSheridan

    Desculpe por ser tão ríspido, mas essa é uma péssima análise de mercado

    • http://memoriasfracas.com Thássius Veloso

      Por qual motivo?

      • http://rodrigofante.com Rodrigo Fante

        Muito superficial e simplista, comentei abaixo com mais detalhes já.

        • minitoad

          Posso ter entendido errado mas o texto é uma OPINIÃO e não uma clarevidência. Como o Kid disse, ele estava DIVAGANDO.
          Aula de interpretação de texto, alguém?

    • http://www.shopbox.com.br Alexandre

      nao achei, está embasado por um monte de dados, em forma de links.

    • Fredson Sousa

      Concordo, em relação ao Kinect pois ele não é dependente do Xbox 360, como o Move é do playstation.
      Kinect não é apenas um gadget para jogos sua tecnologia ainda é nova e aos poucos vão descobrindo novas maneiras de usa-la.

    • http://www.letrar.com.br letrar

      Nada a ver mesmo. desde quando mover 3.5 milhões de unidades por ano é ruim?

  • Erick

    Quem queria um Wii, já tem. Por isso as vendas de hardware são baixas.

    O que se deve medir é a venda de software! Eu sei, também anda mal, mas pelo menos agora é pelo motivo certo hehe

  • http://twitter.com/igorcolt @igorcolt

    Isso é totalmente verdade, sabendo que o interesse dos chamados “gamers casuais” é finito, para muitos que só querem ter um console em casa como passatempo despretensioso é melhor comprar um Wii e seus famosos jogos “de Mário” do que comprar um console mais caro e logicamente o seu acessório respectivamente. Ninguém comprará o Xbox 360 pelo Kinect nem o PS3 por seu Move como fizeram com o Wii.

    • Breno Brito

      Eu comprei um 360 por causa do N+ e agora? Braid é um jogo casual, muito “gamer hardcore” pede arrego com o jogo. Bit.Trip Beat, outro jogo casual que saiu semana passada, com certeza, vai fazer muito “gamer hardcore” rever seus conceitos, aquilo não é pra qualquer 1 =D Também temos o Super Meat Boy, lançado ontem pra pc (e ultra bugado >.< ) e vai fazer a galera hardcore suar igual a um pedaço de filé mignon na chapa quente.

      Acho que o termo "casual" presiva ser revisto =/

  • alexandre

    Isso chama ciclo de vida de produtos, e nenhum produto escapa dele. Não entendi a novidade…

    • http://twitter.com/nerdpai @nerdpai

      Exatamente.

      1º ano de MKT é falado disso.

      Wii esta em declínio e não houve uma ação para “prolongar a vida” do produto.

      Diferente da MS e Sony que se anteciparam dessa curva e lançaram produtos para guinar mais os negócios.

      Wii deveria ter lançado nesse ano um novo console para “quebrar” a curva. Mas não fez e deu margem para os concorrentes.

      Outra razão da queda é que os consumidores “crescem” e os jogos casuais e com gráficos inferiores acabam não seduzindo mais.

      MS e Sony vão entrar nessa curva no futuro? Sim! Mas aposto que será branda para a MS, pois o Kinect tem muito potencial! E esse foi só o início!

  • http://rodrigofante.com Rodrigo Fante

    Eu tenho um Wii e digo que o declinio das vendas do console deve-se por 2 principais motivos.

    1. todo jogador casual que queria comprar, já o fez.
    2. faltam novidades, mesmo um jogador casual precisa de muitos jogos, e o maior problema é falta de jogos de qualidade.

    Um exemplo de plataforma de games para jogadores casuais que vem faz muito tempo dando certo?

    iOS,

    Porque ainda se vende muito daqueles jogos “bobos”, simples, toda semana tem um novo, sempre tem algo diferente, e sempre com excelente qualidade, compro 1 hoje, amanhã já compro outro.

    Isso mantém a plataforma ativa.

    • http://rodrigofante.com Rodrigo Fante

      Ou seja, o problema ai não é ser jogador casual ou não, mas sim a plataforma se manter atualizada, com constantes novidades, e nisso a Nintendo pecou, achou que o hype ia ser suficiente para 5 longos anos de amor com os seus clientes.

    • João Berdeville

      Toda plataforma tem seu preço de desenvolvimento, também. Enquanto eu posso arranjar um hackintosh aqui (Ou comprar um Mac, claro) , aprender linguagens ali e rapidamente fazer um jogo pro iOS usando o SDK, no Wii não é muito igual, não. É algo absurdamente mais difícil criar pra ele (Já que é bem mais “avançado” e envolve mais coisa), e também muito, muito caro comprar kit de desenvolvimento da Nintendo. Ou seja, o iOS, por ser mais rápido e barato, faz muita gente ir pra ele, enquanto o Wii, mais caro, faz se afastar. Entende meu raciocínio?

      • http://twitter.com/Max_Laguna C. Emanuel Laguna Jr

        @João, teu raciocínio dá a entender que o sucesso de vendas dos aparelhos com iOS é ter o SDK mais fácil. É isso mesmo?

        :-?

        • João Berdeville

          Trata-se de acessibilidade à plataforma. O que acha mais barato e rápido: Desenvolver pro Wii ou desenvolver pro iOS? O que acha mais fácil: Desenvolver pro Wii ou desenvolver pro iOS? Tire suas conclusões ;)

          • João Berdeville

            No caso, pra ficar mais claro: Pra uma plataforma se sustentar, precisa de lançamentos de qualidade. E você acha que o quê vai ter mais lançamentos: O mais barato, rápido e fácil, que dá uma boa ajuda aos developers menores; ou o bem caro, que automaticamente exclui os sem muita condição?

          • http://www.letrar.com.br letrar

            Infelizmente sua teoria é bem furada João. Os consoles que mais tem lançamentos são o Xbox 360 e o PS3, ambos tem um custo de desenvolvimento bem mais alto, inclusive o PS3 já recebeu várias reclamações públicas por parte de grandes softhouses sobre a dificuldade de desenvolvimento.

  • Fahad

    Creio que o Kinect vai ser bem mais útil a medida que não é limitado a um console específico como Wii. Os desenvolvedores do mundo já estão por aí testando e criando seu uso em linux, windows.. e isso gera mais pesquisa de interação usuário-máquina e tem um grande valor.

    • alcampagnani

      A partir do momento que o mesmo produto é introduzido em outros mercados, você tem mais demanda. Isso é o grande lance deste kinect…

  • http://www.nubiasouza.com.br nubiasouza

    O número das vendas é aquele chamado fogo de palha, as pessoas gostam mais da forma como é vendido em termos de marketing aquela velha forma de dizer: “tenha uma nova experiência com games” compram uma novidade que depois do momento que não for mais uma novidade e essa experiência não for mais tão interessante quanto a forma que foi vendida, vai cair ter o mesmo final que o wii.

  • JFernando

    Bom, não dá para julgar onde o kinect vai, o apelo dele é muito maior do que o Move. Eu comprei o kinect não pelos jogos, mas pela curiosidade, preço e experiencia de uso como uma intarface. Já o Move eu não me interesso em comprar, primeiro que é muito fácil ver pra onde ele vai: imitar o wii. A Sony sempre teve a tendencia de seguir a Nintendo em muitas coisas, e isso não vai mudar com o Move, não mesmo.

  • http://twitter.com/p3t3rson @p3t3rson

    Na verdade,apenas o Move esta fadado ao destino no do Wii(por serem muito semelhantes) mas o kinect Pode executar outras funções fora do xbox 360

    vão no Vimeo joguem “kinect” e vejam as possibilidades, infelizmente como a sony não fez nada diferente do que ja existia, por isso pode não durar muito

    na verdade, o kinect é uma tecnologia caríssima que foi barateada pela MS, o que pode ser feito com isso, só o tempo dirá

    • @p3t3rson

      Nem reparem nos erros gramaticais, to escrevendo rápido e escondido no trabalho

      hehehehehehhe

  • fabiot

    A queda nas vendas do wii, pode ter acontecido exatamente por causa do lançamento do kinect do Move. Pelo menos conheço muita gente que migrou ou desistiu do Wii pra comprar o PS3 e Xbox360 junto do Move e Kinect.

  • http://twitter.com/rsmelo @rsmelo

    bom pelo gráfico as vendas grande do wii são nos 2 ultimos meses do ano.
    claro que é esperado vender menos porem se acompanhar 2008 e 2009 ainda bote haver uma grande venda nesses ultimos 2 meses. Já quanto ao move e kinect, acho que vão seguir o mesmo rumo. Porem o kinect leva muita vantagem por ter drivers abertos pra outras plataformas e um grande esforço em difundir isso, para pesquisa e desenvolvimento de captura de movimento é um otimo hardware com um preço super acessível (hardwares de captura de movimento, como luvas por exemplo costumamo custar muito alem disso). Por isso digo que o kinect vai vender muito, e vai continuar no mercado, mas não apenas pelos games, mas pelo leque de possibilidades que a tecnologia e hardware proporcionam aos desenvolvedores.

  • XBOX

    XBOX RULLAAAA wii é uma merda

    • http://www.twitter.com/kyle_furtado kylefurtado

      Tsc, tsc…

  • http://www.arthurhenrique.com arthurhr

    Concordo plenamente! Ótima análise.

  • http://twitter.com/adrinas @adrinas

    Bem, eu acredito que a quedas das vendas do WII se deveu à concorrência. A novidade do jogo baseado em movimento já não era exclusividade e era aí que ele se garantia. Os jogos do Move e do Kinect são mais avançados em termo de gráficos e isso atrai mais os compradores. Além do mais como não há mais diferencial, muita gente prefere um PS3 ou Xbox 360 ao Wii como console, por ter mais quantidade de jogos disponíveis. Pra mim, isso explica essa queda nas vendas do Wii e não o aparente cansaço do público com jogos baseados em movimento.

  • http://graveheart.me/ Paulo Graveheart

    Kinect e Wii NÃO foram feitos para gamers hardcore, foram feitos para jogadores casuais. Pode ver, tem muita gente que NUNCA encostou num videogame antes, odeia os controles gigantescos do PS3 e XBox, mas adora ficar se requebrando na frente da TV. São mercados e públicos diferentes, não faz muito sentido comparar.

    Da mesma forma, 2010 foi um ano fraco para o Wii, com poucos lançamentos realmente interessantes. Tem-se a impressão de que a Nintendo levou todo o esforço para o novo DS, e deixou o Wii num canto. Aí, não tem mercado que se renove mesmo.

    Não é o público que cansou. É o público que foi atrás de novidades. E, mais uma vez: são públicos bem diferentes. Comparar gamers hardcores com gamers que querem ter um Kinect na sala pra se divertir com os amigos ou a família durante as festas não faz muito sentido.

    É como querer comparar o consumidor de smartphones com o consumidor que só precisa da função ‘telefone’ no celular. Um lado SEMPRE vai ser um ‘fracasso’.

    • http://twitter.com/leozacche @leozacche

      Isso é bem verdade.
      E PS3 e XBox (agora) conseguem atender aos 2 mercados (gamers casuais e hardcore). O Wii ficou com um mercado só. É até natural que as vendas caiam.

    • http://twitter.com/brunomassao @brunomassao

      2010 foi um ano fraco para o DS também. O PSP, nos últimos meses, passou de forma BRUTAL as vendas do DS, principalmente no Japão.

      Além disso, a própria Nintendo assumiu que teve prejuízo esse ano. Sinal de que a Sony e a Microsoft começaram a reagir a todo o “alarde” feito pelo Wii no lançamento. A questão é que a Nintendo perdeu a mão na roda com o Wii – só precisamos saber se ela vai voltar a lançar títulos realmente expressivos.

  • Leonardo

    Nem preciso me alongar no comentário, os anteriores já falam por si só.
    “Análise” fraca e falha.
    Isso que se gabou no Twitter que seria OOOOOO post.

    É, muito visionário Izzy :)

    • Edy

      Que análise mais chula…se basear em sucesos ou fracasso futuro pela quantidade de unidades vendidas no lançamento, que porra é essa???? esse cara é um troll, nada mais, se acha o engenheiro, falando de baterias de gadgets, agora se acha o analista de mercado…pqp, patético.

    • http://www.webdicas.info/ Joao

      Você usa IE 7, não pode dizer nada amg.

      • http://memoriasfracas.com Thássius Veloso

        Epa! Um navegador não invalida o argumento de um comentarista. Não aqui no TB. ;)

  • @alimaverde

    Só um detalhe: A Sony não “vendeu” 4.1 milhões de unidades. Ela “enviou” para as lojas 4.1 milhões de unidades. São dados diferentes, pois há a possibilidade de ter várias unidades estocadas nas lojas que não foram realmente vendidas ao usuário final.

    http://www.engadget.com/2010/11/30/sony-ships-4-1-million-playstation-move-controllers-to-retailers/

    • Izzy Nobre

      Esqueci que ela envia os aparelhos pras lojas de graça.

      OH WAIT. Ela os VENDE pras lojas. Portanto…

      • http://matheusbonela.com/ Matheus Bonela

        A Sony vender pras lojas não quer dizer que as lojas vão vender pro usuário final.

        • http://twitter.com/billycostalonga @billycostalonga

          e dai? a conta é feita por unidades q a SONY vendeu, não as lojas.

          • http://matheusbonela.com/ Matheus Bonela

            Achei que a conta de unidades vendidas tivesse o objetivo de mostrar que algo fez sucesso.

          • http://twitter.com/kiranomutsu kirano

            E é, mas as vendas da loja também indicam um sucesso: das lojas confiarem na capacidade de venda do produto. SE os lojistas apostam num produto, já é sinal de sucesso. Se NEM OS LOJISTAS conseguem acreditar na venda dele, o fracasso já e certo.

      • http://twitter.com/billycostalonga @billycostalonga

        Hahhahah

      • Leonardo

        A diferença é que os outros números são de quantos usuários finais compraram. Ou seja, é ridículo comparar coisas tão diferentes. Mandar mais de 4 milhões para as lojas não é a mesma coisa do que vender mais de 3 milhões para usuários finais, como aconteceu com o Wii. O lançamento do Wii foi um sucesso, o do Move, não tem como saber com esses dados.
        Vendo o seu pensamento, entendo como vc é um bom analista.

      • http://twitter.com/aoliveira83 @aoliveira83

        Bem o problema está se as lojas não passarem na frente, ai uma coisa que é igual no mundo inteiro é o fornecedor, no caso SONY, começar a bonificar ou/e recolher estoque.

      • alcampagnani

        O que importa são as vendas para o consumidor final sim!Que tenham sido vendidas 4.1 milhoes de kinect’s para lojas. Isso não cobre nem o 0,5bi de marketing do produto. Se não houverem novos pedidos ou eles demorarem a acontecer e prejuizo NA CERTA.

      • http://www.rafaelmoreira.net Rafael Moreira

        Porem, a loja devolve SE nao vender.

      • @Skarabuz

        Não vende não. É venda consignada. É colocado na loja e a loja repassa o valor. As vezes a fabricante recolhe o produto e disponibiliza ele novamente em forma de bundles e afins.

    • http://twitter.com/juarezz Juarez Lencioni Maccarini

      Sim, a Sony vendeu 4,1 milhões de unidades para os revendedores. A rigor, a informação do Izzy não está errada, a Sony vendeu mesmo esse número de Moves.

      O que considero plenamente adequado argumentar, porém, é que isso só reflete fielmente a quantidade de dinheiro no metafórico bolso da Sony, e não necessariamente a presença do acessório no mercado final — pelo menos não até que os estoques se esgotem.

      • http://matheusbonela.com/ Matheus Bonela

        Foi o que eu disse. E, cá entre nós, o fato de os revendedores terem o produto não quer dizer que ele é um sucesso. Quer dizer que a Sony empurrou o produto dela pra cima dos revendedores. Nada impede da aceitação dele ser ruim mesmo assim. A sony teria vendido seus 4,1 milhões da mesma forma, mas talvez nem um milhão tenha ido pras mãos de consumidores.

      • http://graveheart.me/ Paulo Graveheart

        Realmente interessante, usar a venda para revendedores como critério de sucesso. Assim, se um produto encalha, é um sucesso, porque a Sony vendeu o produto para revendedores, o usuário final comprando não é importante. No aguardo do uso de chineses mortos como critério de sucesso também.

        “iPhone 5 gerou 56 suicídios na Foxconn, mais de 50% acima do iPhone 4 no mesmo período. Um sucesso incontestável”.

    • Cira

      TODO e QUALQUER produto é medido pela quantidade de vendas que as LOJAS COMPRAM dos distribuidores. Se o produto encalhar nas prateleiras já era foi contabilizado VENDA. Não a venda final do cliente avulso, mas a venda foi feita e a nota fiscal já era.

      Pq que vc acha que tem gente que recebe disco de platina duplo no programa do Gugu quando o disco foi lançado na sexta?

      Vc vê mais de 2 milhoes de pessoas indo às lojas para comprarem? Vê matéria de jornal mostrando a invasão atrás deles?

      NÃO!

      A conta é feita pelos discos que as GRAVADORAS venderam para as LOJAS. E não para os fãs.

      É assim com cds, dvds, fogões, geladeiras e com o Wii, Xbox e PS3.

      Se vc acha que tá arrasando pq pensa que é um dos números que saem nas matérias quando são falados de milhões de exemplares vendidos…

      Impossível, Juvenil!

      • http://twitter.com/leozacche @leozacche

        É isso aí.

        A gente pode até não concordar com esse critério e achar que ele não é representativo o suficiente. Mas é assim que a coisa é medida.

  • http://www.shopbox.com.br Alexandre

    Acho que nao durará mais que 2 anos. Passado o furor dos primeiros anos, jogar interagindo dessa maneira vai cansar, encher… talvez, creio eu, que o avanco tecnologico provido por esses lancamentos tenham aplicacoes na vida das pessoas do mundo, outras aplicacoes que nao existem ainda ou que estao em fase de nascimento como desktio controlado como minority report, ou digitalizacao em 3D, etc

    • Breno Brito

      Cedo demais pra afirmar isto. E digo que isto depende mais do que virá do que do Kinect. O que irá definir o sucesso do Kinect, assim como de qualquer outro hardware/console, não é o aparelho, e sim, o software, os jogos, o que faz a pessoa sonhar com o hardware.

      • http://www.shopbox.com.br Alexandre

        bom, no caso do kinect, tenho comigo que fará parte da vida de todos em breve e nao somente e apenas um controle para o xbox. Acho que, assim como wii e o move, o kinect para a finalidade de se jogar, decaira logo.

        Mas nao discordo de voce em termos de softwares. Muito coisa deve e sera feita para tanto o que pode mudar totalmente esse qudro negro que esta sendo pintado… tem que esperar pra ver.

  • Edy

    Que análise mais chula…se basear em sucesos ou fracasso futuro pela quantidade de unidades vendidas no lançamento, que porra é essa???? esse cara é um troll, nada mais, se acha o engenheiro, falando de baterias de gadgets, agora se acha o analista de mercado…pqp, patético.

  • Gabriel Padilha

    Normalmente eu concordo, izzy, com as coisas que você escreve. Mas discordo fortemente desse texto. Achei que você errou no modo que escilheu pra fazer a análise.

    • http://twitter.com/leozacche @leozacche

      Acho que essa foi a primeira discordância com educação!

  • WizardHsc

    A Nintendo não mostrou nada de novo porque apesar da queda, ainda está bastante satisfeita com as vendas. Lidera o ano de 2010 com folga e na ultima semana, vendeu só nos EUA 600 mil Wii. Portanto, fica claro que o mercado casual ainda tem muito espaço e é exatamente por isso que a MS e a Sony estão correndo atrás.

    • http://twitter.com/brunomassao @brunomassao

      Se nos EUA a Nintendo está “superior” em vendas, no Japão as coisas não vão tão bem então…

      Japão – 25/11
      Games:
      1. Call of Duty: Black Ops (PS3) – 128,922
      2. Super Fossil Fighters (DS) – 42,829
      3. Pokemon Black/Pokemon White (DS) – 39,883
      4. Super Mario All-Stars (Wii) – 38,219
      5. Tactics Ogre (PSP) – 37,350
      6. Pro Evolution Soccer 2011 (PSP) – 35,500
      7. Call of Duty: Black Ops (360) – 30,279
      8. Tongari boushi to maho no omise (DS) – 24,918
      9. Pro Evolution Soccer 2011 (PS3) – 22,383
      10. Record of Agarest War 2 (PS3) – 20,889

      Home Consoles:
      * Wii: 39,308
      * PS3: 29,058
      * 360: 7,083
      * PS2: 1,255

      Handhelds:
      * PSP: 96,601
      * DSi LL: 21,836
      * DSi: 20,550
      * DS Lite: 1,904
      * PSP Go: 1,816

      Fonte: http://www.1up.com/news/call-of-duty-black-ops-tops-japan

      Japão – 02/12
      Games:
      1. Gran Turismo 5 (PS3) – 430,707
      2. Super Robot Wars L (DS) – 129,054
      3. Mario Sports Mix (Wii) – 84,983
      4. Super Mario All-Stars (Wii) – 47,487
      5. Pokemon Black/Pokemon White (DS) – 43,227
      6. Call of Duty Black Ops (PS3) – 31,354
      7. Super Fossil Fighters (DS) – 26,195
      8. Dangan Ronpa kibo no gakuen to zetsubo no kokosei (PSP) – 25,564
      9. Power Pro-kun Pocket 13 (DS) – 24,717
      10. Wii Party (Wii) – 24,525

      Home Consoles:
      * PS3: 68,840
      * Wii: 41,267
      * 360: 4,329
      * PS2: 1,332

      Handhelds:
      * PSP: 75,689
      * DSi LL: 28,370
      * DSi: 26,548
      * PSP Go: 1,675
      * DS Lite: 1,539

      Fonte: http://www.1up.com/news/gran-turismo-5-takes-checkered

      • Bernardo

        A unica coisa que da pra concluir desses dados é que a microsoft não tem espaço nenhum no japão.

        Foram 2 games super aguardados (gran turismo 5 e CoD)que devem ter alavancado a venda do PS3 no mês. A maior parte dos games de wii e ds não tem o mesmo peso de importância e ainda sim dominam 8 dos top 10 games. Se isso é ir mal de vendas, queria eu vender mal assim…

  • http://www.o-scope.blogspot.com Icaro94

    Tenho que concordar com alguns comentários acima, é uma das piores análises que eu já vi da indústria de videogames.

    Vamos pegar como exemplo esse gráfico, que mostra supostas “quedas enormes” da venda de Wiis. Podemos perceber que na barra do ano de 2010, os valores só vão até outubro (por motivos óbvios). Se você prestar atenção, verá que nos meses de novembro e dezembro as vendas dão um salto, praticamente dobram.

    E de novo podemos ver uma das piores coisas que um “analista” pode fazer, reduzir o mercado a gamers casuais e hardcore. Primeiramente, pelo visto se o mercado fosse depender apenas de “jogadores hardcore”, ele estaria afundando. Segundo, que definição é usada para afirmar que um jogo é casual ou hardcore? São conceitos totalmente arbitrários, cada um define como acha melhor (e o pior, usa isso como se fossem dados incontestáveis).

    Vejamos o caso de dois super campeões de vendas, o Mario Kart Wii e o New Super Mario Bros. Wii. Hoje, há quem diga que são dois games totalmente casuais. Como assim? São duas séries clássicas e consagradas, que praticamente surgiram junto com a indústria, e sempre fizeram sucesso, tanto em vendas como em críticas e popularidade. Mas por algum motivo agora eles são “casuais”, ou como alguns gostam de dizer, bobos, infantis, etc.

    O que será que aconteceu? Eram jogos que já existiam antes. Não podemos dizer que é pela dificuldade, afinal NSMBW é mais difícil que muito FPS que tem sido lançado. Também não é pela qualidade, se considerarmos crítica e opinião pública. Também não são jogos para jogar só uma partida e esquecer, como os dados de número de horas gastas por game da Nintendo indicam. Será que é só porque Mario não possui uma arma ou não podemos sair por aí atropelando tartarugas?

    E a situação se repete, infelizmente.

    Outro problema, achar que games casuais, considerando que são aqueles jogos mais rápidos, que não exigem um grande comprometimento do jogador, são uma espécie de “câncer” na indústria. Essa nova geração de jogos alavancou a indústria de um cenário muito ruim, procure os números de vendas na época do PS2 ter uma ideia.

    Isso sem contar no incrível preconceito que surgiu. Quando finalmente mais pessoas estão jogando, estão descobrindo o mundo dos games, estão se interessando, o que os jogadores antigos fazem? Ficam felizes, certo? Errado, eles se voltam contra todas essas novidades, numa espécie de “meu jogo é melhor que o seu, cale a boca e largue esse controle”. Claro, pouco importa para essas pessoas se a indústria de games tem crescimentos recordes, ao invés de aproveitar os grandes lançamentos dessa geração, que foram feitos para todas as plataformas, então todos podem aproveitar jogos muito bons, parecem se divertir mais torcendo contra os jogos.

    Voltando à análise apocalíptica sobre o fim do Wii, DS, Move, Kinect e afins, vamos ver o outro lado. O Wii caiu em vendas, realmente, depois de alcançar resultados impressionantes. Natural, não? Não, aparentemente, na visão de quem torcia pelo fim do console antes mesmo do seu lançamento. Mas realmente, as vendas desse ano serão menores. Se isso é tão ruim para o Wii, que o diga Xbox 360 e Play Station 3, que durante toda a geração ficaram atrás do console branco. Se agora que o Wii reduziu um pouco as vendas, ele está acabado, os consoles da concorrência nem chegaram a começar, não é mesmo?

    • minitoad

      bla bla bla, blablabla, lero lero, lerolero. yada yada yada. EI TODOS, OLHEM PARA MIM, ESCREVO MAIS DE 500 PALAVRAS NOS CAMPOS DE COMENTÁRIOS! Daddy is so proud of you, son…

    • Breno Brito

      Concordo com isto. A definição de “jogo casual” pra mim está totalmente errada. :D Se não a definição, são os jogos que estão sendo categorizados de forma errada.

    • http://www.hbdia.com Izzy Nobre

      No gráfico de vendas do GamaSutra, ignore os valores de vendas do fim do ano e o declínio continua visível. É uma visível tendência — o Wii está vendendo menos (e até o Nintendo DS, mas essa é outra história).

      E o problema é que ele começou a vender menos cedo demais (ou seja, enquanto a competição está em pleno vapor). O que, continuando a tendência, forcará uma aposentadoria precoce do console da Nintendo.

      • http://twitter.com/pasqualon @pasqualon

        Discordo em vários pontos: Quem está comprando o Move e o Kinect é quem já tem o PS3 e o Xbox360, respectivamente, quem está comprando o Wii é quem ainda não o tem. É natural todo videogame cair vendar após atingir certa base de usuários, isto é algo que chamamos de mercado potencial. O que seria importante analisar é quanto a venda do Kinect e do Move aumentaram as vendas de seus respectivos consoles. Está sim seria uma análise válida, porque aí teríamos o real fator se “ressurreição” dos consoles por seus assessórios.

        Concordo com vários comentários acima de que está análise é superficial e tendenciosa. O Wii não vende pouco por tem jogos “casuais” ou “hardcore”, o Wii não vende mais porque foi lançado com tecnologia visivelmente defasada em relação ao seus concorrentes, principalmente no quesito gráfico, esta é a única razão. É indubitável o poder de mudança provocado pelo apelo do Wii, prova é que seus competidores seguiram a tendência.

        Quanto ao Wii estar vendendo menos é natural, o mercado está saturando e vai vender menos ainda com seus concorrentes com mais poder de processamento e mesmos recursos de interatividade, o que não quer dizer em absoluto que Move ou Kinect tem vida curta.

        Afirmar isto é ser muito simplista e ter a visão muito curta.

    • TJ

      Concordo!

      • TJ

        Retificando… Concordo com o Icaro94, quanto à revolta de alguns “gamers” com o Wii e quanto ao fato de o Wii já ter vendido muito antes mesmo de surgirem o Kinect e o Move. Aliás, no meu entendimento, “a competição estava a todo vapor” no lançamento do Wii, não?

  • http://guilhermeito.tumblr.com/ Guilherme

    Eu acho que de certa forma, o Kinect aproveitou o conceito de “movimento” impulsionado pelo Wii, trazendo a promessa de ser mais revolucionário ainda.

    E não considero a queda das vendas do Wii um fracasso, eu diria que ele já esteja pedindo uma boa atualização, visto que os concorrentes começaram a se mexer após o seu sucesso.

  • Darox

    O Wii só precisa de jogos mais profundos, a novidade de movimentos foi no Wii, Kinect e Move, vai cair em menos tempo ainda, o profeta está certo, não sei porque tanto chilique.

  • Felipe Autran

    Também não tô entendendo essa revolta. Vocês já jogaram com um Kinect e tem a cara de pau de falar que aquilo não é ridículo??? Quanto ao sucesso do Kinect ser definido pelos seus outros usos, acho que o artigo deixa bem claro que é uma análise sobre video games, não?

  • http://www.twitter.com/aerogabriel Gabriel

    Por que você fala de hardware se já tá mais do que provado que o que garante o sucesso de um videogame é o software?

  • http://twitter.com/LipeML @LipeML

    Olha, o Kinect é uma ótima ferramenta, fato. Mas acho que ela vai acabar sendo utilizadas para outras coisas ao invés de jogar. A não ser, que a galera faça jogos REALMENTE fodas para usar o Kinect. Na boa, jogar um jogo de corrida no Kinect é cabaçisse (meu ponto de vista). Pows, vi o vídeo do cara jogando Joy Ride, não fez nenhum movimento e acabou em terceiro. Que porra é essa? (Vídeo é esse aqui: http://www.youtube.com/watch?v=KWbLOFGSEDo )

    Só vai ser sucesso mesmo (e ter longevidade) se tiver jogos bons. O próprio Wii só é muito vendido porque é mais barato (minha opinião), e como você mesmo disse, faltam lançamentos interessantes. Ainda assim, um Wii deve ser legal pra jogar aqui e ali com a galera, mas nada demais.

    • @Skarabuz

      Tipo… Se você viu mesmo o video e prestou a atenção, observe que o cara chega em terceiro PORQUE O JOGO DIRECIONA ELE. E não tem nada haver com o reconhecimento do Kinect. O carro vira automaticamente em curva, o carro bate e é direcionado sempre para a tangente da curva.

      • http://twitter.com/Lipeml @Lipeml

        Sim, eu vi que o jogo direciona. O jogo é ruim por isso (ao meu ver), não dá uma dificuldade pro jogador de modo que valha à pena o cara ter o kinect.
        E ainda acho que jogar QUALQUER jogo de corrida no kinect é cabaçisse. Se for pra fazer movimento, que o cara compre um volante e etc…

        • @Skarabuz

          Sem dúvida um volante (Dizem que o da Microsoft é o melhor) dá muito mais sensação de dirigir do que mãos no vento.

  • Marcelo

    Não sou gamer, mas o que ví sobre o Kinect que realmente me agradou foram os possíveis usos da tecnologia de captura de movimento dele em outras áreas diferente de jogos, como interação homem-máquina, realidade ampliada, segurança, automação residencial, esportes, transporte/trânsito, robótica, entre outras.

    Dá pra imaginar inumeras formas de usar ele.

  • @yuridc

    Na minha opinião o Wii só parou de vender porque simplesmente parou de inovar. A Nintendo não lança títulos de respeito já faz um tempo. Prova disso foi a E3, que foi vergonhosa para o Wii. Espero que eles estejam preparando algo para os videogames e não se dedicando apenas aos portáteis. Outra coisa que compromete é ainda termos que jogar jogos de PS2 no Wii, porque é isso que o Wii mostra para mim: jogos de PS2 com um controle mais legal.

  • http://twitter.com/mosblenarufa @mosblenarufa

    Porque o Wii está perdendo espaço?
    você comprará um console que só tem Mario,pokemon e zelda e todos os outros jogos são cor de rosas com cavalos na capa e uma tentativa falha de um sabre de luz?
    Porque o Move está fadado ao fracasso?
    Porque eu não vou botar mais mil reais que um wii pra jogar um jogo de wii pra colocar um grafico melhor…
    Porque o Kinect está fadado ao fracasso?
    é ridiculo,tipo eu prefiro jogar cooking mama do que jogo de kinect…
    Eu confio o kinect sendo um media center caso ele tenha um sistema de media center criado pela Microsoft(afinal quem conhece mais o kinect e o windows 7? A microsoft ou um garoto de 17 anos?)Isso forçando a barra, porque se tem alguem que consegue fazer merda com algo bom é a microsoft…

  • http://www.usuarioblogueiro.com Bruno Gall

    Mas pelo o que percebi é verdade sim, eu to vendo aqui perto poucos comprarem o Wii e levarem o XBOX ou PS3

  • Rafael Oliveira

    Eu acho que o problema do Wii é a enfase de só poder jogar jogos de movimento. Meu primo tinha um wii, eu testei, foi legal mas senti falta de jogos com gamepad. Só jogar jogos de movimento uma hora cansa. Enquanto isso o Xbox e Ps3 tem seus aparelhos de movimento como opcionais, qualquer um pode parar a qualquer momento de usa-los, e voltar para os jogos sem movimento. Acho que ai está a diferença, vc pode tê-los e usar quando quiser, não precisa usa-los sempre.

  • Erik

    Todos erram pelo menos uma vez na vida.
    Izzy, seu artigo ficou infundado. Péssimo.

    Tecnoblog deveria ter um filtro mais poderoso do que postar e não postar.

  • http://murdock-brasil.blogspot.com Murdock

    Acho que analisar o sucesso do console pelas suas vendas não faz muito sentido. É o tipo de coisa que as pessoas compram e pronto, uma hora daria pra dizer que todo mundo que queria o console já tem. Interessante seria ver as vendas dos jogos pois estes se renovam e podem mostrar o interesse do público por aquilo que ele já tem. Comparar as vendas desses consoles com os tradicionais PS1, 2 ou 3 talvez fosse mais pertinente pois acredito que eles também tiveram seu auge e declínio depois de um tempo.

  • antxnix

    a sony já está trabalhando num jogo que usa o kinect. hehehehehehe

  • http://twitter.com/dfernando_ @dfernando_

    Concordo plenamente com o Rafael Oliveira. Não acho o Kinect comparável ao Wii. Justamente pela diversidade do XBOX, onde podemos jogar jogos com ou sem movimento. Diferente do Wii. Acredito que este tenha sido o motivo crucial da queda em suas vendas.

  • http://twitter.com/motafoka @motafoka

    Estão esquecendo de dois pontos.

    1) O Wii está vendendo menos harware básico, mas está abarrotando as vendas de acessórios licenciados. E isso gera receita para a Nintendo, que já deve ter pago o desenvolvimento do Wii só com a receita dos licenciados.

    2) O Wii dificilmente quebra, desde a primeira geração de Wii ele é estável. Já o PS3 e o XBox (esse campeão – tenho um, os jogos são ótimos, mas sempre fica o temor das 3rl) tem problemas recorrentes de aquecimento e placas queimando.

    PS.: tenho o Wii, comprei antes do XBox, e ainda jogo ele praticamente o mesmo número de horas que o Xboca.
    E não é só Mário e Zelda (aliás, Zelda só teve um remake) que ele vive. Tem Metroid, Donkey Kong Country, as franquias Guitar e Band qquer coisa, que são também casuais e vendem igual água, etc…

    • http://twitter.com/Max_Laguna C. Emanuel Laguna Jr

      Outro ponto sobre hardware: a Nintendo lucra mais com o console em si que os concorrentes, pois a Sony e a Microsoft, até determinado momento, tinham prejuízo somente com a venda do aparelho em si.

      ;-)

  • Rafa

    Parei de ler quando percebi que o autor estava comparando um aparelho de telefone com um controle de video-game. abs

  • http://twitter.com/rafael_castro @rafael_castro

    Você fala em “fim” do Wii, que o declínio nas vendas é porque os gamers cansaram, mas não compara a evolução nas vendas dele com a evolução dos números do PS3 e Xbox. Não poderia ser simplesmente a curva normal de um Video-Game dessa geração? Mostrar só os dados do Wii isolados e chegar a essa conclusão faz parecer que você partiu de uma tese e procurou dados para comprová-la, e não que formulou a tese a partir dos dados.

  • Luciano Vieira

    Vendo a grande quantidade de críticas ao post, fiquei até aliviado. Porque já estava achando que eu fosse o único que tinha essa opinião sobre vários dos posts desse blog. Já estava até pensando em procurar ajuda profissional (psicológica), mas agora vejo que a minha opinião é compartilhada por vários outros.
    No entanto, aconselho vocês que criticam a não serem tão ríspidos (como disse o colega lá em cima), pois, depois que comecei a tecer comentários contrários à opinião dos editores do blog, passei a ser ignorado (surpreendentemente, por todos os usuários também) por aqui.
    Se vocês, assim como eu, não se importarem com isso (afinal, eu não vendo minha opinião em troca de popularidade), continuem. Caso tenham preocupação em serem queridos, parem de criticar os editores do blog! rsrs

  • César

    Análise fraca e extremamente tendenciosa.

    O Autor queria queimar o kinect(colocou o move para tentar disfarçar) por não gostar do dispositivo. Juntou um monte de coisa, divagou e saiu essa coisa ai acima.

    Se fosse a Apple que tivesse lançado o autor estaria jogando confetes até agora.

    • http://twitter.com/mosblenarufa @mosblenarufa

      http://hbdia.com/wordpress/2009/05/12/macbook-e-frustracao/
      Claro,porque todo macfag usa um windows né…

      • Luciano Vieira

        Meu comentário nesse link:

        “Bom, nem consegui ler todo o post, de tão grande…e não deu pra ler tbm todos os coments.
        Mas, o q dizer a vc? Simplesmente isso:
        “FIQUE COM O WINDOWS MESMO!”
        kkkk”

  • Erickson

    O pior foi a cereja no bolo do final “Diz-se que o declínio de vendas do Wii se dá pela falta de jogos exclusivos que realmente façam o preço do console valer a pena” como assim o Wii não tem jogos exclusivos??? Por um acaso o PS3 tem algum, achei que Mario, Zelda, DK e Metroide eram exclusivos da Nintendo e dizer que eles não valem o preço do console é brincadeira, jogos que só foram escolhidos como os melhores da E3

  • marcos

    Eu achei péssima a análise também. em um mercado de tecnologia manter o volume de vendas por 3 anos que nem o wii é ótimo e o declino dele nao tem nada a ver com o desinteresse por jogos de movimento, etc..lembrando que a Nitendo esmo tempo ampliou sua base no DS com o DSi,etc… Acho que tem informação boa no artigo ,mas a conclusão é errada.

  • http://www.o-scope.blogspot.com Icaro94

    Sem falar que pela lógica do artigo o DS deveria estar acabando também, mas o que vemos são números de vendas impressionantes (de todas as versões), ainda mais se considerarmos que o sucessor já foi anunciado para o ano que vem.

  • TJ

    Pq não colocaram meu comentário? Podem colocar, vocês vão começar a selecionar os comentários com crítica agora?

    Que post mais inútil! Além de escrever “contextualizar” umas 50 mil vezes, escreve um monte de babozeiras!!!!!! É lógico que quanto mais pessoas tiverem o Wii ou outro console, a tendência é cairem as vendas do aparelho, pq as pessoas não vão comprar 2 Wii, ou seja quem queria e podia já comprou! Como você pode chamar de fracasso um vídeo-game no qual poucas pessoas apostavam, revolucionou o modo como se joga! Tanto que os principais concorrentes trataram de seguir sua ideia rapidamente! A maneira de jogar vídeo-game simplesmente evoluiu e isso com a ajuda do Wii! Portanto, aparelhos tão revolucionários não podem ser chamados de “fracasso” por alguém que se acha tão entendido só porque escreve para um blog! Por favor, deixem de ser infantis, procurem ser profissionais, pois há muita gente confiando no que vocês dizem e esperando a credibilidade que um Blog de sucesso como esse deve passar!

    • http://tecnoblog.net Thiago Mobilon

      Só porque você não concorda com a opinião do autor do post, não quer dizer que ele não esteja sendo profissional. Aliás, adoramos quando os leitores discordam do que falamos e expressam isso nos comentários.

      Sobre comentários seu não aparecendo, depende do conteúdo dele. Se ele desrespeitou a nossa política de comentários (link embaixo do form) então não será aprovado mesmo. :)

      • http://Site Luciano Vieira

        aham…sei…

        • Breno Brito

          Aqui funciona assim há muito tempo.

          Desde quando houve problema em um tópico, se não me engano, o da Xuxa, onde vários leitores fizeram comentários nada agradáveis, fazendo com que o TB fosse descredenciado, ou pior, processado pela Rainha dos Baixinhos. O TB passou a restringir mais a postagem automática. Quando vc vai pra um pc novo, ip novo e não está logado, é bem provável que o seu comentário não será postado logo de cara. Afinal, este é um blog que deve seguir uma série de recomendações e blablabla… e já tive N comentários bloqueados, mas foram liberados depois de algumas horas.

          Quanto a criticar o autor, acho que ninguém precisa te responder, basta ler os comentários acima e ver que tem muito nego sentando o pau no Izzy. E outra, to achando que eles estão sendo bonzinhos demais, uma coisa é uma crítica construtiva e outra é descer a lenha no cara descontando toda a sua ira como se o autor tivesse culpa que vc não tem um Wii ou um 360 pra brincar =D

          • Luciano Vieira

            Depois que tive um problema (uma discussão sadia, na verdade) com alguns editores do blog, passei a ser ignorado aqui e, fui chamado de troll (acho que é assim a gíria que utilizam…já passei da idade de usar gírias) e, além disso, não aparece mais, ao lado do meu nome, a quantidade de comentários que eu fiz no blog.
            Para mim, isso é represália sim.

          • Breno Brito

            Luciano, isto não é perseguição com vc. Foi falado aqui que a partir do dia tal quem n criar conta não terá seu contador mostrado (apenas armazenado). vc precisa criar uma conta ou vincular com alguma conta sua existente (google, facebook, blablabla) pra voltar a mostrar o contador. E olha, as suas mensagens estão sendo contadas, só não estão sendo exibidas. Eu tb tive que fazer isto :D

          • Luciano Vieira

            Obrigado, Breno.
            E desculpe a vergonha que passei. rs

          • http://tecnoblog.net Thiago Mobilon

            Oi Luciano, eu não sei por qual problema você passou, mas ficaria feliz de saber se quisesse me contar. Basta entrar em contato pelo form do site, os emails chegam direto para mim.

            Sobre a contagem de pontos, hoje ela só aparece para quem está logado. Tem um link no topo da sidebar, é só você logar com a sua conta do twitter ou facebook. Se preferir também pode criar uma conta diretamente no nosso sistema.

            Depois de logado você consegue, inclusive, recuperar todos os pontos de comentários que você já fez.

            Espero ter ajudado. :)

          • Luciano Vieira

            Ok, Thiago, vou preencher o form. Obrigado. :)

          • http://twitter.com/leozacche @leozacche

            ô Mobilon,

            Uma vez eu procurei exatamente isso que vc explicou aí e não encontrei (sobre como repercute o que eu falo).

            Pode ser que ainda não existia (tem uns poucos meses, não lembro mais quando foi); pode ser que eu seja muito burro e não consegui achar ou outro motivo, não importa: Queria só sugerir para deixar ESTA informação mais fácil de ser encontrada.

  • roniuj

    Parei de ler quando vi que estava comparando vendas de Kinect com iPads. Dois produtos absurdamente diferentes.

    Abs.

  • http://www.hbdia.com Izzy Nobre

    Acho que houve um belo desentendimento em relação a esse artigo. E assumo a culpa, afinal de contas, se o autor de um texto não se fez entender, seria arrogante culpar os leitores. E por isso, peço desculpas.

    O ponto central do texto é que o Wii, apesar de vendas iniciais fortes, está perdendo fôlego. A Nintendo começou a perder dinheiro com as vendas fracas do Nintendo Wii.

    Hardware da Nintendo (e software para ele) estão vendendo pouco. É a realidade inegável e indiscutível. Aí estão links que reportam isso:

    http://www.gamestooge.com/2010/10/29/nintendo-losing-money-in-2010/

    http://clicknews.org/nintendo-losing-money-ps3-and-xbox-360-strengthening/101066/

    http://www.afterdawn.com/news/article.cfm/2010/07/29/nintendo_reports_quarterly_loss_thanks_to_falling_ds_wii_sales

    http://www.afterdawn.com/news/article.cfm/2010/07/29/nintendo_reports_quarterly_loss_thanks_to_falling_ds_wii_sales

    http://www.joystiq.com/2010/10/28/nintendo-painted-red-in-first-half-fiscal-year-results/

    Tudo bem, o Nintendo Wii está perdendo fôlego. A demanda caiu, não é isso? “Todo mundo que já queria um Nintendo Wii já comprou um”.

    Não funciona bem dessa forma. O ciclo de vida de um console atualmente é entre 6 e 7 anos (a Sony tenta 10, mas isso é exceção da regra). Como falei num artigo recente, o alto preço de desenvolvimento força as empresas a “espremerem” tudo que der dos consoles, tentando estender suas vidas úteis (esse é o motivo da existência do Kinect e do Move pra começo de conversa; é infinitamente mais barato que lançar os consoles da próxima geração).

    Acontece que o Wii começou a dar prejuízo antes do final do quarto ano. Isso pra mim reflete um óbvio desinteresse na plataforma. Em contrapartida, vendas do Xbox360 e do PS3 disparam (mesmo antes do lançamento de seus periféricos de captura de movimento). Enquanto a competição começa a “bombar”, o Wii tá dando prejuízo à Nintendo, e eu sinceramente não acho que essa tendência mudará no ano que vem. Mas veremos ;)

    Eu acho que o Kinect e o Move terão o mesmo fim porque o Nintendo Wii, que capitalizou em cima do apelo da novidade que era a captura de movimentos, não se provou substancial o bastante pra prender a atenção do público por toda a duração de seu ciclo de vida.

    O tempo dirá, obviamente. É possível que minha análise esteja errada e captura de movimentos como Kinect ou o Move sejam o futuro dos videogames, mas eu duvido muito.

    Se o próximo Xbox ou o próximo Playstation NÃO tiverem funcionalidades de captura de movimento embutidas, vocês saberão que direção o mercado irá. E podem anotar: nem o Kinect nem o Move estenderao a vida dos seus consoles nativos da forma que os fabricantes esperam.

    Não sou nem EU falando isso, é o que analistas da indústria dizem. E eles dizem isso, interpreto eu, por SABER que o interesse nesse tipo de plataforma é passageiro.

    Mas, como falei antes — o tempo dirá. Convido todos os leitores a favoritarem este texto e aguardar uns dois anos.

    • http://twitter.com/igorfv @igorfv

      Eu acho que realmente o tempo de vida não será extendido. Porém tanto o xbox quanto o ps3 não mostraram todo seu potencial ainda. É esperar para ver.

      • @Skarabuz

        Mano, era louco para comprar um PS3 no lançamento. Cheguei na loja e não me impressionei com os gráficos. Esperei por um ano para comprar o PS3 por causa do “Potencial não explorado”. Ae lançaram o MG4… O gráfico não era melhor que o gráfico de Gears 2 e similares do XBox… Dava até para discutir se era melhor. Mas não era nenhuma diferença absurda (se existir)
        Ae cansei do marketing mentiroso da Sony (quando saiu o Motorstorm, as fotos do pré lançamento foram ficando cada vez piores até não ter nada haver com as primeiras impressionantes fotos)
        Comprei um XBox e sou feliz

    • Shangraf

      Seria um argumento valido se o uso do kinect fosse o mesmo do move e wiimote, mas nao eh, basta ver varios videos de user que usaram do kinect de outra forma que nao seria para jogar, que hoje em dia virou um assunto serio, e sim apenas para se distrair, divertir. Alem do fato que o kinect saiu praticamente agora, o que vai ter de pessoas criando novas funcionalidades…

    • http://twitter.com/Vitor42 @Vitor42

      Este artigo dá várias voltas medonhas antes de chegar em um ponto relevante, e subitamente se perde no meio do caminho. Ele dá a entender que o Wii só serve para jogos casuais com jogabilidade diferente. Arrisco dizer que essa pessoa possui um playstation 3.

      Vocês nem levantaram a questão da pirataria, que está presente desde o lançamento do Wii.

      E que raios o iPad tem a ver com o resto?

      []‘S

    • Breno Brito

      Haha, o convite foi excelente! Vai ter muito nego chorando.

      Fazer ou não o Kinect ou MOve decolar, como eu disse mais acima, vai depender único e exclusivamente do que o pessoal inventar pra ele, da criatividade dos novos softwares (jogos).

      Pois, fazer uma espécia de tenis e toda a partida ser aquela mesma coisa de sempre. Puts! meia hora é suficiente pra cansar do jogo. E este é foi o problema do Wii. Os jogos são repetitivos demais, não tem o fator que faz o pessoal querer jogar mais e mais. O fator incrementando novas experiências com o tempo de jogo. Por exemplo, num jogo de RPG, quando vai ganhando novos lvs, vc vai aprendendo novas magias e tem o interesse de continuar jogando…

      Ou seja, se alguém conseguir criar bons jogos que tenham o fator replay ou o fator “incremento”, aposto que irá decolar. O difícil vai ser fazer tais jogos… pq atualmente nossas mentes (principalmente as mentes dos criadores de jogos) estão muito limitadas a jogos com controlers. Similar aquela crítica do diretor do filme Avatar com as filmagens de Harry Potter. O cara filmou o filme em 2D e converteu pra 3D. Mas n, o filme tem q ser feito do zero em 3D. Assim como os jogos, não adianta pegar jogos com controlers e converter pra movimentos humanos, não dá certo. Tem quer algo feito do zero, e o que fazer? Se eu soubesse já teria feito o jogo e ficado rico =D

      • http://www.o-scope.blogspot.com Icaro94

        Para fazer um comentário desses deve achar que o Wii vem com Wii Sports gravado na memória e sem entrada para DVDs de outros jogos…

        • Breno Brito

          Sim =D é exatamente o que penso e como vejo um Wii. Eu e a grande maioria que possui/conhece um.

      • http://twitter.com/raelbr @raelbr

        Concordo com você… um dos problemas do Wii é o uso porco dos recursos motion sensing…

        Muitos jogos foram apenas uma adaptação do controle tradicional para os movimentos…

        Confesso que não joguei tanto assim o Wii, mas confesso que me decepcionei muito com diversos jogos que teriam um grande potencial com o uso do motion sensing… O Zelda mesmo poderia ser uma jogabilidade muita melhor elaborada, se não fosse um mero port pra Wii…

        Sobre o Move, infelizmente eu vejo o mesmo destino do Wii… As produtoras não vão saber utilizar de forma satisfatória o controle por movimentos, pois dificilmente farão um jogo exclusivo para uso do Move, e em uma versão que ofereça ambas as opções (move e dual shock), pode ter certeza que o Move levará a pior…

        Eu tenho PS3… E digo que o único motivo que me levaria a comprar o Move seria um jogo como Elderscroll com suporte ao controlador (e com um suporte decente)…

        Sobre o Kinect, não consigo imaginar jogos mais complexos com o uso dos movimentos, mesmo porque dificilmente este sistema terá uma precisão apurada o suficiente para oferecer uma experiência inovadora para os gamers não-casuais, principalmente em jogos FPS, Ação e afins…

        Ao meu ver, o Kinect tem um potencial impressionante, mas ironicamente, não no ramo dos games! =P

  • http://twitter.com/maiconkf @maiconkf

    Eu que não tenho Wii, joguei umas 5x e já me enjoei, imagina quem tem Wii..

  • http://twitter.com/Henrique_FTW @Henrique_FTW

    O negócio é aceitar a dura realidade que o Kid falou, pessoal, tudo que ele falou faz sentido! Ow vamo acoradar aê! ;)

  • http://twitter.com/andropovbr @andropovbr

    o que eu acho é o seguinte: analisando a história dos consoles, não lembro de nenhum caso onde o lançamento de um addon tenha ajudado a extender de forma substancial a vida útil de algum console. E também não acredito que o Kinect ou o Move conseguirão isso. Podem ter um sucesso inicial, como foi dito, mas não vão segurar por mais de dois anos a vida dos consoles.

    Entretando, o Kinect me parece um addon muito interessante, ainda mais por não estar preso ao Xbox 360. Mesmo que ele não dê mais fôlego ao console, certamente seu conceito, aperfeiçoado, será usado nas próximas gerações, como complemento ou alternativa aos “gamepads”

    PS: A tecnologia de utilizar controles para jogar perdura há quase 40 anos, não creio que ela seja deixada de lado tão cedo. ;)

    • Humberto Mendes

      Que isso rapaz! Addon não extende o tempo de vida de um produto no mercado? Como assim? E o 32X e o Sega-CD?

      Não não, pera, tá certo, não existe extensão negativa :P

      • http://twitter.com/andropovbr @andropovbr

        haha. Pois é. Nos casos que você disse, até ajudaram a colocar a pá de cal em cima do Genesis :p

        • Humberto Mendes

          Engraçado que eu fui negativado por ter falado o óbvio o_o

          Anyway, com certeza, esses periféricos que só deram prejuízo foram boa parte da ruína da Sega :(

          • http://twitter.com/Andropovbr @Andropovbr

            fui eu quem te negativou, sem querer. Foi mau, rapaz. Mas já te dei positivo duas vezes, pra balancear. :p

  • http://twitter.com/kiddudu @kiddudu

    Vou comprar o PS Move só pra jogar Resident Evil 5. Sem falsas expectativas. Tou com dinheiro e vontade. Só isso.

  • http://www.o-scope.blogspot.com Icaro94

    Meu comentário não foi da primeira vez, estou mandando de novo:

    “Não sou nem EU falando isso, é o que analistas da indústria dizem. E eles dizem isso, interpreto eu, por SABER que o interesse nesse tipo de plataforma é passageiro.”

    Olha aqui o que os analistas realmente dizem:

    “Os investidores devem ouvir o que digo porque eu sou muito bom, mas veja, eu uso a imprensa. É uma relação simbiótica. Eu tento dar a vocês (imprensa) o que precisam e eu uso a imprensa para me promover, assim mais investidores irão querer falar comigo. Isso me ajuda a ganhar mais dinheiro.” – Michael Pachter

    Fonte: http://www.escapistmagazine.com/articles/view/issues/issue_280/8315-The-Crystal-Ball-of-Michael-Pachter

    Pachter é um dos analistas mais reconhecidos atualmente. É realmente baseado nessas pessoas que vocês querem formar sua opinião?

    E se agora que o Wii diminuiu as vendas ele vai “acabar”, como explicar o Play Station 3 levou 3 anos para começar a das lucros? Sim, 3 anos de prejuízo, e agora que o Wii tem uma queda de vendas depois de 4 anos é o fim do mundo.

    Não consigo ver outra explicação para essa insistência em afirmar que o Wii irá acabar, isso desde o seu lançamento, senão no desconhecimento do mercado ou, o que é pior, puro preconceito, que fala mais alto que ainformação e acaba gerando distorções na mesma.

    O DS, que de acordo com o próprio texto está na mesma categoria que o Wii, Kinect, etc., já é o aparelho de vidogames mais vendido da história e não demonstra quedas bruscas de venda, mesmo depois de várias versões e do anúncio do 3DS.

    Mais ainda, as novas versões em outras cores do Wii já se esgotaram, e os consoles Nintendo foram o mais vendidos durante a Black Friday:

    A Nintendo comemora a preferência dos consumidores por seus produtos na semana da Black Friday. Entre 21 e 27 de Novembro foram vendidas 900 mil unidades da família DS e 600 mil do Wii.

    “Os consumidores do EUA compraram cerca de 9 mil sistemas Nintendo, sem parar, todas as horas do dia durante a semana. Nos últimos anos o público decidiu que a Nintendo traz tanto um valor maior como entretenimento completo e acessível, e esse sentimento continua vivo agora que entramos na temporada de compras.” – Reggie Fils-Aime

    Fonte: http://wiiclube.uol.com.br/blog/2010/11/29/wii-e-ds-vendem-1-5-milhao-na-semana-da-black-friday/

    Mas é claro, nem se o Wii vendesse 100 milhões de unidades no ano que vem iriam deixar de afirmar que ele está terminado, como fazem desde o início. Não se trata que uma questão de análise coerente do mercado, aparentemente, mas sim de defender interesses pessoais.

    • http://twitter.com/DiegoEstrela @DiegoEstrela

      Michael Pachter é o mesmo cara que ahca burrice n cobrar pelo multiplayer de jogos fps coo COD: Black Ops… é a sementinha do mal msm!

  • http://twitter.com/thiagoqueirozzz @thiagoqueirozzz

    KKKKK, por que tanta briga ?? tudo tem um fim. Obvio. Jogos baseados em movimentos tem um fim mais rapido ainda. Se o Wii fosse algo realmente promissor estaria ativo no mercado ate hoje. Não é só por que quem queria já comprou, e sim porque não é um modelo de jogo viciante.

  • http://www.terabitcast.com Hernani

    Como dito, o simples fator de jogos casuais terem um prazo de validade, ninguém joga boliche todos os dias durante vários meses, por não oferecer desafios, cansa rapidamente, o que leva os gamers se afastarem, o hype do move não durará muito, o Kinect talvez fique vivo por mais tempo graças a essas criações que esta sofrendo no mais, todos devem ter o mesmo destino

  • http://twitter.com/pixelxD @pixelxD

    Eu sou gamer hardcore ou casual?
    Amo um Final Fantasy, mas me divirto a beça durante a semana, a noite com mario kart.
    God of War? já zerei varias vezes (hardcore?), wii sports? direto! (casual) ?

  • http://muitopelocontrario.wordpress.com @fscosta

    O autor, compara bananas com laranjas (algo clássico que nós economistas conhecemos bem, e usamos, sempre que sabemos que do outro lado existe uma audiência incauta que não vai entender que isso não é uma correlação válida). Entope o artigo com links que não tem (ou tem muito pouco) a ver com o assunto.

    Ele acha que o Wii é um fracasso, mas sequer se dá ao trabalho de olhar os balanços da Nintendo, e compara-lo ao das empresas que fazem games “hardcore”. O caixa que a empresa fez, i) vendendo consoles com lucro; ii) vendendo bilhões em acessórios; iii) trazendo para o mercado de jogos, bilhões de pessoas que gostam de jogar, mas não fazem disso sua vida, como um nerd babão, que vai perder a virgindade aos 30 anos.

    Os “casuais” (quem é? quem não é? isso está escrito aonde? no CPF ou na CI?) vieram pra ficar. Seja nos consoles, sejam nos smartphones, seja na web. Os “hardcore” devem pegar suas AKs e criarem uma revolução, pq aparentemente, a industria caminha para ser direcionada para eles, com o hardcore sendo um adendo.

    A grande verdade é que tanto a Microsoft como a Sony chegaram tarde na festa. Pegara a ultima latinha de cerveja quente que restou. Mas pelo menos beberam alguma coisa e já sabem o endereço da festa. A Nintendo fez caixa, e se aplicar novamente num novo processo de inovação, larga na frente.

    O que não significa dizer que os investimentos tanto da Sony, mas os multi-bilionários (US$ 4 bi?) especificamente da Microsoft, não foram validos. Eles simplesmente não tinham alternativa. E é isso que está em jogo. Gastaram por que era preciso.

    Agora sobre o artigo, só me relembrou que não devo perder meu tempo lendo nada sobre tecnologia em português.

    Desculpe a sinceridade, mas é isso.

    Abçs,

  • Daniel Nobre

    Izzy, gostei do texto, fala a verdade. Se não fosse o homebrew channel eu mesmo tinha jogado meu wii fora. Resta esperar pra ver o que as fabricantes vão fazer e espero a vinda de mais algumas, o que seria bom para a concorrência, mas só o tempo dirá.

  • Daniel Nobre

    Esqueci de dizer, não acredito nesses números da sony e muito menos da microsoft, divulgam-se esses números só pro cabra achar que tá acabando e corre pra comprar!

  • http://yorbit.blogspot.com/ Edgar Rossi

    O Kinect tentou revolucionar o Wii, e conseguiu de certa forma. No entando está sofrendo da mesma maldição!

  • Alexandre

    “Diz-se que o declínio de vendas do Wii se dá pela falta de jogos exclusivos que realmente façam o preço do console valer a pena”.

    Definitivamente não é por isso. E muito menos o Wii foi um fracasso. Em quatro anos de mercado era natural que as vendas diminuíssem. Mas sim, a gameteca de jogos exclusivos do Wii é imensa e com uma qualidade inacreditável, que faz valer a pena pagar qualquer preço para jogar esse jogos.

    Vou citar alguns só pra referenciar o potencial:

    Citamos a genialidade da série Super Mario Galaxy, em duas edições espetacularmente maravilhosas, tanto em gráficos, quanto em inovação, jogabilidade, diversão e qualidade. Tanto são infinitamente bons, que a segunda edição é de longe muito melhor que a primeira, isso porque a primeira já foi belíssima. Média 10 em todas as revisões.

    Super Smash Bros Brawl é um título que sozinho faz alguém comprar um console. Alguém pode dizer o contrário?

    A série Metroid Prime, em uma trilogia imperdível para o console, (sendo dois de Game cube e um para Wii) são outros jogos imperdíveis de se jogar.

    New super mario Bros Wii, que trouxe mário de volta ao side-scrolling em 2D, bate recordes em cima de recordes, e já vendeu algo em torno de 17 milhões no mundo todo. Outro jogo exclusivo obrigatório, daqueles que sozinho faz alguém comprar um console. Eu mesmo comprei Wii só por esse título.

    Isso sem contar o Mario Kart Wii que é um jogo de corrida único do mario.

    Ainda temos Zelda Twilight Princess, ano que vem lançam o Zelda Skyward Sword. Ano que vem ainda tem o rpg do pai de final Fantasy, o The Last Story, que está gerando uma expectativa alta.

    Mais recentemente podemos citar a primorosa volta de donkey Kong Country, a magia fascinante de Epic Mickey, e a releitura de Goldeneye 007.

    Não muito longe, ainda temos a riqueza criativa de Kirby’s Epic Yarn.

    Tem a séria Resident Evil Archives, com os remakes do 1 e do Zero também lançados para Gamecube e o Resident Evil 4, que nem é exclusivo, mas diz que obteve mais sucesso no Wii, por causa dos controles.

    Do WiiWare temos world of goo.
    Do Virtual Console nem preciso listar a vasta opção de jogos do SNES, 64, etc.

    Enfim, Wii realmente está caindo, mas definitivamente não é por falta de jogos exclusivos. Porque isso tem de sobra.

  • http://twitter.com/gribeiro_dev @gribeiro_dev

    Então o senhor Izzy Nobre DELETOU meu comentário?
    Que feio, hein!
    Quanto profissionalismo!
    Quanta aceitação de críticas!
    Quanta humildade!
    Quanta imparcialidade!

    Sr. Izzy Nobre, cresça.
    Pare de se comportar como criança e escrever como tal.
    Como você critica produtos e não aguenta ter seu trabalho criticado?

    Continuo aguardando sua resposta por EMAIL.

    PS: Agora eu tenho print screens dos meus comments!

    • http://memoriasfracas.com Thássius Veloso

      O Izzy Nobre não deleta o comentário de ninguém. Isso fica a cargo de nós, editores do site. Se o seu comentário era ofensivo ou não seguia nossas regras, realmente foi apagado.

  • http://twitter.com/aug_m Augusto

    Quanta raiva no coração gente, se dissessem em 2006 que o Wii ia cair as vendas em 3 anos iriam reagir da mesma forma, aguardem e veremos, colunas não são reportagem, são opiniões e obviamente terão parcialidade.

    • http://twitter.com/aug_m Augusto

      *2007, erro de digitação.

  • http://twitter.com/M_Sardi @M_Sardi

    “Diz-se que o declínio de vendas do Wii se dá pela falta de jogos exclusivos que realmente façam o preço do console valer a pena”

    NUSSSSSSSSSS…..

    2010 – Metroid, Mario, Kirby, Donkey Kong

    COMO ASSIM!?!?!?

  • http://twitter.com/DiegoEstrela @DiegoEstrela

    Concordo em parte, tenho o PSmove e posso garantir

  • http://twitter.com/DiegoEstrela @DiegoEstrela

    Deu erro aqui, concluindo, so posso discordar do que foi dito se a sony e a MS realmente fizerem jogos Hard core pras plataformas, como SOCOM4 e (sabe deus como vai ser) killzone. é bem verdade q ainda jogo mais os classicos no controle normal, mas é bem legal levar o console nas ferias e jogar com amigos casualmente. Resumindo, 5 anos a mais acho forçar a barra, uns 2 anos quem sabe?!

  • Ric@Rdo

    OLá pessoa!
    Minha duvido! Xbox 360 pro go 60gb pode usar a Kinect no Xbox 360 Go Pro?
    Alguem me ajudar, por favor!
    Obrigado pelo ajudar.
    Abraços o tds

  • http://Site Mano Quiabo

    PS3 FAIL

  • Lucas

    “E antes mesmo disso, em setembro, o site especializado Kotaku já havia publicado um artigo mostrando que 2010 havia sido o ano mais fraco para o Nintendo Wii. Em outras palavras, o público cansou.”
    ESSA é a maior idiotice que eu já vi alguém escrever em um blog de tecnologia em um artigo dse consoles,e o gráfico acima não faz menor sentido,o Wii vende em media 21 a 22 milhões de consoles por ano no ano passado foram exatamente 22,COMO QUE O PUBLICO CANSOU??? EM 2010 o WII vendeu 19 milhões em todo mundo 7 apenas nos EUA.
    “Kinect e Move estão fadados ao mesmo fim do Wii”
    Ao mesmo fim??? Até parece que vão parar de produzir o Wii,a Nintendo falou que o “Wii2″ não vem em 2011 e também falaram que em quanto o Wii vender bem ele não acaba,e acho que só você Izzy Nobre deve achar que 19 milhões e o FIM.
    Blog FAIL 2

  • PDR

    Caro Izzy, concordo em parte com o que você diz. Você utilizou alguns conceitos de economia e esqueceu de outros. Acho que você o seu erro é achar que o futuro é sempre um reflexo do passado, isso não é verdade. Fora isso, concordo com a sua perspectiva, embora não conceitual, de que o capitalismo está sempre se inventando e reinventando, aquilo que Schumpeter chamou de processo de “destruição criativa”. O Wii revolucionou o mercado e vendeu muito, mas por algum motivo deixaram de inovar e ele acabou tornando-se obsoleto. O kinect inovou e criou um novo modo de jogar, mas é evidente que se ele parar por ai, mais cedo ou mais tarde vai ter o mesmo fim do wii, o que eu não acredito, pois o que a microsoft tem nos mostrado é que o kinect vai se aperfeiçoar cada vez mais e lançar jogos que consigam sair um pouco daquele cenário “infantil” e atingir todos os tipos de publico.

    Enfim, acho que o seu texto ficou um pouco repetitivo pois o único argumento que você se preocupou em sustentar foram as quedas de venda, não que esteja errado, mas isso é uma tendência natural do nosso sistema, e é por isso que a apple lança um iphone x e pouco tempo depois lança o x+1, se ela parar vai deixar de ser competitiva.

Tecnocast

|

Faça seu login no Tecnoblog

Crie a sua conta

Esqueci minha senha