Início » Open Source » Linux Kernel 3.0: conheça as mudanças da nova versão

Linux Kernel 3.0: conheça as mudanças da nova versão

Por
3 anos atrás

Depois de mais ou menos 15 anos na versão 2.x, Linus Torvalds finalmente anunciou que o kernel do Linux passará para a versão 3.0 já no próximo release. E o que muda com essa alteração de versão? Segundo o próprio Torvalds: “nada”.

De acordo com Torvalds, que fez o anúncio na lista de desenvolvedores do kernel, a decisão de mudar tão drasticamente a versão do kernel tem muito mais a ver com a comemoração dos 20 anos do Linux do que com novas funções ou a reescrita de código.

Linha do tempo do kernel Linux (clique para ampliar)

Torvalds também comenta que parte da mudança vem da sua dificuldade de contar acima de 40, motivo que qualquer um com mais de 30 anos entenderá perfeitamente (a versão atual está na versão 2.6.39, e como podemos ver na linha do tempo acima, dificilmente o kernel passa dessa numeração).

Obviamente, muitos podem esperar grandes mudanças a partir dessa nova numeração do kernel, mas a verdade é que a versão 3.0 do Linux será um lançamento sem qualquer mudança drástica. Não esperem algo como foi visto no GNOME 3 ou KDE 4; não é isso o que Linus quer no momento.

As eventuais correções de bugs estarão lá, algumas atualizações nos drivers também, mas é só isso. Não espere mudanças na API, não espere novas funções, não espere uma longa lista de mudanças no código-fonte que podem acabar quebrando outros programas que fazem uso do kernel. No momento, Torvalds só quer mesmo é partir para uma nova versão do Linux. E evitar as centenas de problemas que ocorrem quando um projeto lança uma nova versão “.0″, com bugs, problemas de compatibilidade, e afins.

Por enquanto, a versão 3.0 do kernel Linux está na versão RC1, e o código-fonte pode ser baixado no site kernel.org. Lembramos a todos que embora versões RC (release candidate) estejam bem próximas da versão final, deve-se evitar o uso em ambientes de produção. E, se você não tem a menor idéia de como começar a compilar um código-fonte, talvez seja melhor esperar que a sua distro favorita libere o pacote já compilado. :)

  • http://sinapseslivres.com.br Guilherme Mac

    Não vai ter uma mudança tão radical quanto do 2.4 para o 2.6. Vai mudar só por marketing (estilo Chrome). Não gosto muito disso.

    • Zhu Sha Zang

      Não gostou? Simples, pegue o Minix e faça um “kernel” você mesmo e siga sua própria ideologia de não fazer marketing. Você é livre para isso.

      • http://sinapseslivres.com.br Guilherme Mac

        Qual o sentido de vc falar algo do tipo?

        • http://rapha.net.br Rapha M Rocha

          Pra tentar gerar polêmica, oras. Tem gente que gosta, fazer o que? O melhor é ignorar. rs.. :3

          • Fernando Mossmann

            Não alimente os trolls! #fikdik

        • Marcoscs

          o sentido dele escrever aquilo? Agressão gratuita, eu acho…

      • http://gabrielfernandes.com/blog/ Gabriel Fernandes

        Nós somos livres para ter liberdade de escolha com várias opções.

        Tenho aqui instalado no linux o firefox, opera e chrome, o que menos uso é o opera e firefox é paixão. chrome é um site ou outro… Se alguma coisa não te agrada num software temos opções de escolha, assim como distribuições linux, não gosta do apt-get, então vá para o pacote RPM (nunca consegui gostar daquilo) pois tem seus fieis seguidores que não largam de jeito nenhum..

      • http://twitter.com/hfa2010 @hfa2010

        kk positivei por vc ser um Master Troll auhsuash SEU LIXO kkkkkkkkk

      • j2k

        revoltadinho hein!

      • Fernando

        A sua parte “tard” falou mais alto né?

    • Scott

      Você pode explicar o porqeê disso te incomodar? Não sei qual é a diferença. Uma hora isso teria que mudar igual (prefiro mudar que ver daqui uns anos o kernel 2.6.66).

      Invés de chamar de 2.6.40, só mudaram para 3.0; o 2.6.41 vai virar 3.1 e assim por diante. O ciclo de lançamentos do kernel não vai mudar. E no ponto em que o kernel está, não faz muito sentido fazer uma mudança gigantesca no código (como as mudanças de KDE 3 -> 4 e GNOME 2 -> 3).

      Aliás, foi o Chrome que se inspirou no desenvolvimento do kernel Linux, não o contrário. Foi justamente a forma com que o kernel é desenvolvido que criou a ideia de release early, release often, usada pelo Chrome.

      • http://sinapseslivres.com.br Guilherme Mac

        Só não gostei. Nada que atrapalhe ou qualquer coisa do tipo. Só gosto da numeração atual¹, pois tem mais lógica.

        [1] Dá uma olhada na parte q fala sobre “versões do kernel”: http://www.infowester.com/linuxkernel.php

  • http://gabrielfernandes.com/blog/ Gabriel Fernandes

    Pra mim qualquer melhora é bem vinda, mas nada que tenha urgência.

    Adoro da forma que esta, me atende bem, sem deixar a desejar.

  • http://rapha.net.br @ra_pha

    Poxa, quando vi achei que ia ser uma Sra. Mudança. Levei até um susto rs..
    Fazer o que né. :3

    • Kernel_panic

      Quando eu vi abri logo um sorriso, do tipo Háha essa é a nossa porta para o futuro!!!!!!!

  • http://twitter.com/Victorpunch @Victorpunch

    Sem mudança na API… MElhor lançar um kernel com mais mudanças, as mudanças que realmente fazem sentido.

  • alberson91

    Quando vi a notícia “kernel 3.0″ eu esperava que tivesse ocorrido alguma mudança muito grande no comportamento do kernel em si, mas acho que foi só expectativa pelo final ser .0 mesmo, mas é melhor assim mesmo, seguir sem pressa, com estabilidade e sem bugs “desnecessários”.

  • http://gabrielfernandes.com/blog/ Gabriel Fernandes

    Acho que as mudanças devem vim na 3.1 em diante ou algo do tipo…

    Essa mudança de nome é apenas marketing, assim como foi dito acima, igual ao chrome.

    Firefox antigo ta na versão 4.x o Chrome cheirando a leite esta na versão 11.x como é possível? Puro marketing…

    • http://twitter.com/kadugaspar_ Kadu

      É verdade!
      No Chrome se mudar um botão de lugar já lançam uma versão nova!
      Tudo pra gerar buzz…

  • http://twitter.com/cmmarcondes @cmmarcondes

    Quero ver se no Linux 3.0 vai vir com TRIM ativo sem precisar avisar pro SO que estou com um SSD, hehehe

  • http://twitter.com/mos_axz @mos_axz

    Só eu que me confundia com a versão do kernel em 2.6.8998454156484681651518666? porque não pode contar como os produtos normais?

    • http://sinapseslivres.com.br Guilherme Mac

      A numeração tem uma lógica muito boa. Não é numerar por numerar. Dá uma olhada na parte q fala sobre “versões do kernel”: http://www.infowester.com/linuxkernel.php

  • 7megas

    Gostei!!! já posso baixar e compilar na minha distro, ou é melhor esperar dos repositórios oficial???

  • Pools

    Parabens ao kernel!
    Parabens aos envolvidos!
    Parabens Linux!

  • http://twitter.com/trovalds @trovalds

    Se o Linus continuar “enxugando” o kernel pra mim tá ótimo. Segundo o próprio, o objetivo principal por hora é otimizar o que já foi feito, tem muita “gordura” no código, não adianta pensar imediatamente em mudanças drásticas (aliás, que novidades exorbitantes deveriam ser implementadas, já que a última versão suporta quase tudo novo atualmente?).

    E, claro, vou esperar o kernel otimizado do repositório do Gentoo sair pra eu dar esse “passo”.

  • j2k

    não entendi o esquema de contar acima de 40… :( [não tenho 30 anos ainda]

  • JoseRenan

    Pensei q seriam boas mudanças à frente. :[

  • Opinião

    Na bôa o Linux ficou vários anos sem alterar o nome 2.4..2.6 quando resolvem mudar vem um ou outro falando em marketing comparando com Navegadores de Internet poxa vida…

  • Tozo

    Concordo que o kernel poderia ser mais enxuto.
    quem recompila sabe que tem coisas do arco da velha la dentro.

  • Edson

    Não estou conseguindo baixar nenhuma das versões do kernel, pois os link’s estão quebrados…

Tecnocast

|

Faça seu login no Tecnoblog

Crie a sua conta

Esqueci minha senha