Ir para o conteúdo.

Início » Banda larga e telecomunicações Nacional » Virando a mesa da banda larga “impopular”

Da semana retrasada pra cá, venho acompanhando com interesse a repercussão dos leitores do Tecnoblog às notícias que concernem a banda larga popular. Como bem sabemos, o governo quer baratear o acesso à internet de alta velocidade aos brasileiros. Mas como isto está sendo proposto é alvo de muita polêmica.

Entre os comentários dos leitores, é quase unânime a opinião de que 300 MB de limite mensal para download é muito pouco, mesmo para um projeto popular. É difícil esmiuçar quanto isso representa em termos de navegação, mas calculando por cima, essa cota permite baixar uns 2 filmes de meia hora com qualidade mediana.

Franquias para o PNBL anunciadas até o momento

Os leitores do Tecnoblog estão habituados ao consumo ávido dos mais diversos tipos de conteúdo, e não me admiro que boa parte desse pessoal trabalha, estuda, lê, se informa, se comunica e se diverte quase que exclusivamente pela web. Houve até quem atestasse que gasta 80 GB mensais de tráfego!

Contudo, estamos falando do acesso à web a milhões de brasileiros que nunca tiveram acesso nenhum até hoje. Não se trata apenas de informação e relacionamentos, mas até do exercício de sua cidadania. Além do singelo correio eletrônico, que é uma janela para o mundo, estamos falando de serviços públicos e da reinvidicação de direitos dos mais básicos. Muitas vezes, em lugares onde até os meios analógicos lhes são negados!

Para essas pessoas, e para o que se propõe o Plano Nacional de Banda Larga (PNBL), os 300 MB são suficientes; afinal, o que importa aqui é uma assinatura que não pese no orçamento dos brasileiros mais humildes, que calculam as despesas do mês na ponta do lápis, de moeda em moeda. E não um desbunde internético para um público sedento por diversão, algo que, além de tudo, derrubaria de vez a nossa já saturada infraestrutura.

Mas é exatamente na questão preço que a “porca torce o rabo”.

A proposta de R$ 35 por 300 MB de tráfego a 1 Mbps de velocidade continua cara. Basta algumas poucas contas para notar que isso pouco difere dos serviços já oferecidos — naturalmente, onde há estrutura e concorrência que permitam preços competitivos. Além de ser um valor que pesa no bolso de quem mais precisa, tem a questão do compromisso mensal, que por si só já espanta muita gente.

Talvez a solução já esteja diante dos nossos olhos. Não somos o país dos pré-pagos? Analisemos o recuo da telefonia fixa no Brasil, frente ao crescimento exponencial da telefonia móvel. Mesmo pagando muito mais pelo minuto de uma chamada, as pessoas rejeitam o compromisso mensal. O que elas desejam é a conveniência: pagar quando querem e quando podem.

Na banda larga móvel pré-paga há planos interessantes, a 33 centavos ao dia, sem precisar de computador: por R$ 9,90 descontados nos créditos, o cidadão pode navegar 40 MB ao mês, a 1 Mbps, em seu celular. Estourando a cota, apenas abaixa-se a velocidade. Ou então, aos internautas ocasionais, pode-se pagar apenas 50 centavos caso deseje usar a internet apenas nas próximas 24 horas.

Adaptar o modelo da internet móvel à banda larga popular poderia sim promover a inclusão digital de milhões de brasileiros. Em vez de uma assinatura mensal, a aquisição de créditos em minutos, com a mesma fórmula do limite mensal de tráfego e de velocidade. Também pode-se dar a opção de compra de créditos, igualmente a preços populares, para quem não tem computador: as operadoras instalariam suas próprias lanhouses — outro fenômeno tupiniquim —, que funcionariam da mesma forma que as agências telefônicas já existentes em cidades do interior.

O PNBL se transformaria numa espécie de “orelhão” da banda larga.

Como não sou engenheira ou especialista em infraestrutura, gostaria de ouvir a opinião dos tecnoleitores sobre o tema. O que vocês propõem para que tenhamos um projeto de banda larga verdadeiramente popular?

185 Comentários (Deixe o seu!)

  • Tio Z

    Por usuário mais humilde entenda manolo que vai na lan house. Então faz o favor de contabilizar (qualquer plugin male male te deixa baixar pra hd o video do youtube) quanto pesa um video em 360p/480p e vai ver que da uns uma média de uns 20mb por video.
    Junta o acesso ávido a orkuts com imagens cada vez maiores tiradas por celulares e postadas ali.

    Sujeito passar 2 fins de semana no seu Orkut com Youtube e ele pode mandar a cota pra cucuia.

    Agora imagina o coitado do pai trabalhador que paga uma buçanha dessa todo feliz pro filho ter acesso a internet e ve a cara de desgosto da criança quando o serviço é cortado/sobre-taxado porque extorou a banda?

    PNBL virou o Dial-Up ADSL…

    • Concordo. Continuo achando que 300MB não dá nem pra um mês de Orkut + ppt/pps de emails. Um vídeo do Youtube então e já era..

      • Tio Z

        Sem falar, com todo respeito, que a ideia de apontar pessoas sem acesso sequer analógico já indica que o individuo vai provavelmente ter que usar 3G.

        Ou seja, 150mb de cota. E uma conexão ULTRA instável, já que só precisa garantir 10% da velocidade e sem o controle em horário de “rush” como seria no plano original.

        PNBL começou bem, telecoms falaram NÃO, Dilma abaixou a cabeça e falou “beleza”.

      • Em casa uso Speedy, no celular um esquema novo da Oi que posso usar $60/dia pra navegar e no note tenho um plano de 3GB de transferencia… que literalmente só uso para navegar (alguns blogs e redes sociais) e em 2~3horas navego 150MB (sem YouTube, já que o 3G tá meio instavel por aqui).

        300MB não atende essa população mais carente… primeiro que o sujeito precisa comprar um PC (aqui onde moro rola uns consorcios em até 60x pra comprar PC) depois pagar mais $35/mes pra navegar… acho que não rola… com 35 mangos da pra acessar numa Lan House todos os dias por meia hora sem se preocupar com o trafego de dados =P

      • Bia Kunze
        159c

        Mais uma vez: não estou falando em diversão. Estou me referindo ao exercício da cidadania.

        • marcoscs
          930c

          Brilhante raciocínio, então pobre não pode ter acesso a diversão, pobre tem que se ater estritamente ao “exercício da cidadania”.
          Ha, me poupe…

        • c_guy

          Francamente, é no mínimo ingênuo querer que toda a população de baixa renda atenha-se ao exercício da cidadania na internet ANTES de dar uma passadela no YouTube e estourar essa cota de 150, 300, 500 MB.

    • Guilherme macedo
      876c

      E ninguém baixa nada até ter internet. Depois ninguém quer mais comprar filme no camelô. É só baixando. Ai um filme de qualidade razoavel já era a cota. ABSURDO TOTAL esse PNBL. Os manolos que vão na lan house já reclamam quando a internet fica um pouco lenta, imagina numa internet dessa. Isso pra mim é golpe. Você entra nesse plano e quando já não aguenta mais, muda pro plano normal em que te enfiam a faca, porque você já provou do gostinho da net em casa e ai pra largar o osso é difícil. Internet é que nem crack. Usou uma vez, pronto. Viciou. :D

      • Tio Z

        Nem precisa entrar no mérito de downloads (que sim, sequer baixar o LibreOffice já te consome 188mb, vai entregar trabalho de escola no Notepad Bia?), somente o uso da internet em si com trafego te ferra de vez.

        • Guilherme macedo
          876c

          E em uma semana, lá se foi a cota só na colheita feliz e seus afins.

    • Eu tenho um plano de 250 MiB para meu smartphone. E advinha? Consigo gastar tudo em uma noite com msn, facebook, gtalk e email. Youtube assisto um vídeo quando muito.

      300 MiB dá pra baixar 2 filmes com qualidade mediana??? Balela! Dá pra baixar é 2 episódios de seriado em RMVB ou dois curtas/documentários. Isso em UM MÊS inteiro.

      300 MiB/mês é um insulto. Poderia se fazer muito mais, mas Dilma tá cedendo a chantagem após chantagem.

  • O problema é sempre o mesmo, cartel. Os preços são altos, não tem pra onde correr e temos que nos sujeitar a modelos de exploração desonestos

    As empresas enfiaram esse modelo irreal de custo por MB porque é a melhor forma de ganhar dinheiro. Cabo não é rodovia que cada carro que passa desgasta o asfalto pra pagar pedágio

    • O problema é sempre o mesmo: cartel. Quando eu penso na solução que a PLC (Internet sob rede elétrica) poderia ter sido, já que toda a infraestrutura pertence às empresas de energia (ou seja, preços acessíveis e velocidades decentes) e a Anatel obrigou-as a firmar parcerias com as teles, alegando que só as mesmas podem vender os planos de dados, dá vontade de chorar…

      Vajamos o exemplo de São Paulo, onde quase não há lugar sem rede elétrica, logo, todos no estado teriam internet: o plano de 5Mb da Intelig vendido em conjunto com a AES Eletropaulo (é, a AES é a parceira no negócio e não o contrário, mesmo a infra sendo toda dela) custa R$ 75 (o Speedy de 4Mb custa R$ 79,90); o de 15Mb, R$ 125.

      O que mudou? Nada! O que poderia ser a tabula rasa da internet brasileira se provou um fiasco por pura burocracia, e continuamos sendo o país que possui a internet com a pior relação custo/benefício do mundo.

      E 300Mb não é suficiente para ninguém, só de abrir qualquer página já fazemos download e isso conta também; o Windows Live pesa mais de 80Mb, o LibreOffice como falaram acima, mais 188Mb, um antivírus e um navegador decente e pronto, acabou a banda pro mês. E aí? E se o Windows começar a baixar atualizações (nem todo mundo sabe onde desligar a opção de download automático) e a franquia do mês for pro espaço? E qual a regra pra quem estourar, cortar o acesso? Reduzir a velocidade? Cobrar por Mb adicional?

      Se o PNBL adotar o formato de dados 3G como a Tim vende (300Mb/mês a R$ 0,50/dia, só no dia que usar) aí teremos um remendo mais ou menos, mas essa velocidade nem pode ser chamada de banda larga, é ridícula.

      No mais, bom texto Bia, colocou as perguntas certas e a discussão aqui ficou bem legal de acompanhar.

      • Isso se chama lobby. Das teles.

      • Guilherme macedo
        876c

        Então somos 2 que choraram, porque quando esse projeto saiu eu morava no interior. Eu vi a revolução das redes. E não vejo essa tecnologia indo pra frente. Da vontade de bater nas pessoas que criaram essas regras no PNBL.

  • Mário Araujo
    19c

    Esse plano de 300mb que custa R$35 na verdade tem venda casada com telefonia fixa e na verdade custa R$65, do contrário você só pode assinar o de 150mb.

    E como você mesma falou, são pessoas que nunca tiveram acesso a esse tipo de tecnologia.

    Quem vai instruir ela a não assistir vídeos?
    Quem vai ensinar ela o que é kilobyte/megabyte?
    Quem vai ensinar que se ela baixar o service pack do Windows ela já vai estourar a cota mensal dela?
    Quem vai ensinar que ela pode usar o email, mas se ficar enviando/recebendo anexos vai estourar a cota?

    Estou dando só alguns exemplos e nenhum(com exceção dos vídeos talvez)diz respeito a diversão. É justamente dar a ela o acesso que você cita, de informação e tecnologia do século XXI.

    Esse serviço pra mim só serve pra fazer propaganda pro governo e pras operadoras fazerem propaganda que estão participando da PNBL. Teremos usuários pagando gato por lebre, e sem nem entender o que está acontecendo.

    • Tio Z

      Ai voce imagina o coitado descobrir que da pra usar VoIP pra ligar pros parentes que moram na pqp?

      Ferrou de vez.

      • Mário Araujo
        19c

        Tem ene exemplos. Skype, antivirus, windows update, java, flash… Coisas que essas pessoas nem sabem o que são e que vão rapidinho acabar com a cota dela.

    • Agnatos
      234c

      Eu tenho que concordar com o Mário, embora que tenho gostado do texto da Bia.

      Essa história só serve para o governo sair bonito na foto “Eu disse que ia fazer” e as operadoras abocanharem os últimos que ainda não tinham sido mordidos.

  • Jairo

    Bia sua analise foi otima apenas o exemplo de baixar FILMES é que é politicamente incorreto aqui no TB… abs..

    • Lucas
      1c

      Pq~? um filme não precisa ser necessariamente ilegal para ser baixado. Existem muitos documentários, filmes independentes, etc, disponíveis em torrent para baixar.

      Pode ser que ninguém faça isso, ok :)
      Mas não torna errado o argumento dela.

      • Netflix tá aí pra isso…

        • Nem precisa de netflix… dá pra “alugar” filmes via Stream/download na Saravia por exemplo.

      • Jairo

        Ah… tá….

      • Jairo

        Lucas.. realmente vc tem toda razão andei “pesquisando” e vi que nos torrents da vida a maioria do conteúdo é legal !

    • Tio Z

      Analise dela foi tão boa quanto a da Volkswagen ao dizer que o Gol ta caro porque gastaram no desenvolvimento de direção hidraulica e freios ABS pra ele….e não precisa ter mais que o tico ou teco pra saber que os mesmos já tinham sido desenvolvidos a tempos e a VW só queria era lucrar mais.

      • Jairo

        Exato amigo !

  • Lucas
    1c

    Eu acho que em TEORIA, 300mb dariam para uma navegação básica e confortável pra quem não vai baixar absolutamente nada de arquivos, e ver vídeos apenas casualmente no Youtube.

    Porém, alguém já fez o cálculo de quanto de banda consomem ao mês Windows Update, atualização de antivírus, atualizações diversas (Flash, Office, Java, etc). Tudo isso deve ser deixado ativo por recomendação dos fabricantes pela própria segurança do usuário. E eu aposto que eles vão consumir mais que 300mb no fim das contas.

    • Sim, 300mb dá para uma “navegação básica”, mas como estamos falando de usuários humildes, quem vai ensiná-los o que é “navegação básica” ou não?

      Quando o cara descobrir as maravilhas do Youtube, por exemplo, não larga mais. Começa à enviar e receber e-mails com PPT porque acha bonitinho. Já era.

      Isso não existe. As tecnologias estão constantemente se atualizando e por conseguinte usando mais capacidade, tanto em MB de Ram, quanto em MB de espaço. OS PCs dos hipermercados da vidas estão bem atualizados para este novo mundo, mas essa net do PNLB está em retrocesso.

      • Bia Kunze
        159c

        Quando ele descobrir o que é YouTube, é sinal que ele não é mais um analfabeto digital. Tudo é progressivo! A inclusão digital traz novos conhecimentos e consequentemente progredirá na vida. Aí não precisará mais da banda larga popular, poderá colocar a que quiser em sua casa.

        Lembrem-se que o que reforço no texto é a internet para quem NUNCA teve a chance de chegar perto dela.

        • marcoscs
          930c

          pelo que foi acordado não há previsão para aumento progressivo do limite de banda.
          Então nem tudo é progressivo, se o usuário passa a ter mais acesso a informação mas seu plano contratado o limita em valores que para ele se tornaram insuficientes.

    • Miron Alighieri
      1c

      Sem contar que hoje em dia, por banda larga ser considerado algo normal para quem acessa a internet (salvo alguns sites que tem versão mobile) ninguém se importa em fazer um site mais leve. São todos cheio de imagens, animações, conteúdo flash, mp3 tocando no fundo. 300MB não dá conta nem da navegação direito, hoje fácil fácil você entra em um site e ele baixa cerca de um 1 mega só para entrar na pagina inicial. Imagina que em 30 dias para gastar 300MB ele precisa entrar em 10 sites por dia, isso calculando que ele vai entrar na primeira página. Se navegar pelo site isso sobe, receber email, instant messaging, já era a banda. Nada feito. E essa galerinha que não tem acesso, é doida para ter orkut, facebook, etc. Sites cheios de fotos, aplicativos, vídeos. Sério, não dá.
      No meu smartphone, com um uso pouco acima do moderado e com franquia de 250MB, eu fecho o mês com mais de 1GB de trafego. E isso porquê depois dos 250MB a velocidade cai. Imagina se eu tivesse 1MB direto? Eu ia estourar facil 4GB no mês só acessando email, navegando moderadamente, redes socias, stream de vídeo. Isso precisa ser mais discutido e de uma maneira prática, sem teorias de que o sem acesso, quando o tiver, vai só ver email e navegar pelos sites de conteúdo educacional. E olha que só isso acho que mataria esses 300MB antes do meio do mês.

    • Hmm, pra navegação básica ainda falta.
      300mB é a franquia de dados da claro para celulares e smartphones no pacote pré-pago por 11,90. Da tim, pela mesma franquia, é 15 por mês (R$0,50/dia por 30 dias).

      300mb por 35 reais é inaceitável!
      Principalmente por que são 1mb de velocidade… não é dial-up de 56k, em que 300mb são horas de download, estamos falando de dados que se vão em minutos.

      Não adianta dizer que o uso nessas áreas seria menor, por que sem dúvidas voIP, videos, e-mails e downloads de mp3 excederiam os 300mb antes que alguém conseguisse explicar os limites para os usuários =D.

    • Discordo de você. O conceito de “navegação básica” mudou, está sempre mudando, e você tá pegando o conceito de mais de 5 anos atrás.

      Um país que estaciona nos conceitos tecnológicos não avança.

      Navegação básica hoje inclui sim vídeo, ou seja, não dá.

  • Se o PNBL é um orelhão da banda larga, só vai viver quebrado. =/

  • ivan

    Tenho um plano na Vivo por 9,90 mes, funciona bem para meu smartfone, to contente.

  • sambarboza

    Chip da Tim 3G Pré-pago, só paga R$ 0,50 no dia que usar.

    • Tio Z

      Que sai uns 15~16 reais por mês. Tem limite de down, mas é diario de uns 40mb se não me engano, o que em si da 1,2gb ao mês. Mas isso acho que é regionalizado.

      Porem, de um jeito ou de outro, mas um caso de jogo justo (que subiu o preço do Zelda para “adequar” a promoção e ficar “justo”).

      Afinal, se ta barato, sempre pode subir para garantir uma competição “justa”.

      • Agnatos
        234c

        É 40mb mês e não dia na vivo de 9,90

  • EDI LOPES
    940c

    AInda acho que 300Mb nao da pra nada nao. Nao to falando para baixar arquivos mas 300Mb e muito pouco mesmo. Alguem falou que tem trafego de 80Gb no mes e eu digo que em aqui em casa eu chego facil nesse valor.
    Entendo que PNBL veio para promover a cidadania para que mais pessoas possam disfrutar dessa maravilha chamada internet, mas 35 Dilmas eh muiiiitttoooooo caro. A tim oferece navegação por “meia Dilma” ao dia ou 15 por mes.
    Esse valor de R$ 35,00 eh muito se analisarmos o CUSTO /BENEFICIO
    Alem disso as operadoras nao dao conta nem de manter os servicos atuais, nao vejo ninguem aki elogiando a OI ou a TELEFONICA e duvido que a GVT (unica que se salva) vai apresentar alguma proposta

  • Petter
    150c

    Minha mulher que é uma usuário comum (Orkut, Youtube, alguns sites de notícias, etc) gasta sozinha mais de 1,5 Gb/mês, e olha que ela se conecta só alguns dias durante a noite por poucas horas.

    Como sou mais gastão, realizo downloads de vídeos, administro servidores, etc, etc, a nossa cota juntos soma-se em torno de 50 Gb a 70 Gb por mês, e tudo isso por apenas 29,90 dilmas.

    Sinceramente não sei de onde tiraram esse preço e ainda o governo diz que é metade do valor cobrado de mercado, só se for metade do valor cobrado no Acre, mas acabei de me lembrar que o Acre não existe…

    • @amsalau
      297c

      Qual seu plano de acesso e operadora?

    • Bia Kunze
      159c

      Sua mulher não é o público-alvo do PNBL.

  • @amsalau
    297c

    300 Mb não dá nem pra largada pro usuário básico, nem pra vovó que nunca usou.

    Se ela clicar num video do youtube que chegou por email enviado pela netinha lá se vão 10-20 ou mais Mb, acessou o orkut pra ver as fotos da familia lá em Sta. Hirriquieta do Jocorucunga, mais 10Mb fácil em cada acesso, isso se ela não for fá de Fazendinha Feliz e nem clicar nos videos favoritos dos ADDs dela no orkut.

    Entrou no Youtube … danou-se, 10 minutos por dia e a cota estourou em uma semana ou menos.

    Email … se usar um cliente local e receber só texto, tudo bem mas se usar webmail cheio de frescura, danou-se igual em poucos dias.

    Atualizou o antivirus … 50Mb, atualizou flash (sem saber o que é) mais 5Mb. Deixou o windows atualizar tudo o que deve, 100Mb.

    Não, 300Mb não dá nem pro primeiro mês de usuário desavisado, e no segundo mês ele já descobriu rádio online e também que pode baixar vídeos além do youtube.

    • Tio Z

      Troca 100mb por 1gb+ se for instalação limpa do 7. Só o pacote de lingua portuguesa sai uns 60mb

    • Bia Kunze
      159c

      O público-alvo do PNBL não usa a internet diariamente.

      • marcoscs
        930c

        não fala bobagem, a partir do momento que essas pessoas tiverem acesso o uso da internet vai se tornar sim um hábito diário.

  • J.Fernando

    Você diz que o cidadão tem que ter o direito de acessar a internet, mas, por outro lado, diz que 300mb são suficientes e diz que ele pode baixar 2 filmes de qualidade mediana de 30 minutos.
    Ora porra, e que direito é esse? O direito desse cidadão é o mesmo que o meu? Não, não é! Eu posso baixar quantos filmes desejar e navegar o quanto eu quiser, consumir a quantidade de informação que eu queira, sem me preocupar! Por outro lado, a pessoa que estará usando esse serviço vai estar preso nessa cota rídicula. O que ele vai consumir? Quer dizer que só porque ele é menos favorecido que ele tem que passar por isso? (não to dizendo que você disse isso, por favor.). Se o governo se propoem a dar direitos iguais, que de! IGUAIS!
    A partir do momento em que essas pessoas conhecerem a web, elas vão ver a quantidade de informação que pode ser consumida, por sua vez, quererão isso. E cadê que vão poder? Não é JUSTO limitar o direito dessas pessoas só porque elas são pobres. O governo tem a infraestrutura, não se enganem achando que não.
    A questão do preço, isso não só vai afetar a eles, como a quem usa internet fora desse plano. As operadoras vão aumentar o preço das tais com a etiqueta de “essa aqui não tem limite, por isso é mais cara!”. Sabem que aqui no Brasil é assim.

  • Tux
    327c

    300MB é limite para smartphone isso sim, eu já contabilizei aqui, somente acesso simples a sites já estoura isso fácil, fácil em um dia, imagina querer ver alguns videos então?
    E se é para incluir, para permitir que um aluno chegue da escola e possa fazer uma pesquisa para um trabalho da escola, 300MB morrem fácil. Não dá mesmo. Estão confundindo isso com acesso móvel ou até agora ninguém disse mesmo qual é o objetivo disso, porque navegar que é bom mesmo nada, nem tou falando de ficar vendo filmes no youtube não.

  • Tux
    327c

    E tá na cara que esse limite foi imposto para forçar a população a pegar os planos mais caros das operadoras, somente isso, ou vocês acham que elas iam sair perdendo nessa.

    • Tio Z

      Sairam planos assim porque as telecoms da vida viram a oportunidade na PNBL de voltar ao que era o começo da banda larga no Brasil. Eu lembro bem como saía um braço ter uma internet de 256kbps.

      Agora que o mercado tava se acalmando e saindo promoções a torto e a direita de velocidades mais altas por preços mais corretos, eles acharam no PNBL a nova mina de ouro. Podem começar tudo de novo, cobrando fortunas e pondo limitações que quiserem até que por algum milagre surjam redes novas para oferecer o serviço a um preço decente.

  • @silvioskin

    Bia muito legal o post, mas infelizmente a grande maioria dos brasileiros utiliza a internet para orkut, facebook (agora a bola) e email twitter, ou seja, os 300 mb deveriam ser suuficientes para coisas úteis, claro que existe muita gente que utiliza como base de estudos e pesquisas, qto aos cartéis citados, concordo com todas opiniões acima, máfia declarada e aceita pela nossa querida ANATEL, que abre as pernas conforme as teles exigem.

  • kirisute

    Essa franquia está fora da realidade. Estou com 2 atualizações importantes do Windows 7, uma tem 111 MB e outra 930 MB.

  • Adriano
    318c

    Estou prevendo os sites criarem uma tela de boas vindas nos sites escrito assim: “Se você é assinante da PNBL Clique aqui para ver este site em modo texto”.

    300mb é pouquissimo para qualquer usuário, a não ser que ele utilize a conexão dele 1 vez por semana e olhe lá.

    1 mega = 128kbps o que dá ~7.6mb por minuto, o que resulta em 40 minutos para esgotar a franquia mensal.

    • Ígor Moreira
      40c

      Quantos Gbs vc gasta por dia?

      • Adriano
        318c

        Depende, mas é no mínimo 500mb

  • Marcoscs
    930c

    “Para essas pessoas, e para o que se propõe o Plano Nacional de Banda Larga (PNBL), os 300 MB são suficientes”

    Não, não são suficientes, porque voce está se esquecendo de dois detalhes:

    Primeiro, as atualizações de sistema operacional e programas. Hoje não dá mais pra ter o SO e as centenas de programas instalados no computador sem atualizações, não é? E só o Windows na semana passada baixou uma atualização de 364Mb na minha máquina. Só essa ‘mísera’ atualização já consumiria todo o limite de tráfego do PNBL. Tudo bem que não é todo mes que o Windows baixa esse caminhão no meu computador mas e os outros programas rodando nele? Fazendo um chute modesto eu diria que por mês não baixo menos de 150Mb de atualizações dos programas, isso sem contar com as do SO. E Apple e Linux não ficam muito atrás nesse volume baixado mensalmente.
    Essa é uma realidade do tráfego na internet, não dá pra pensar nesse tráfego com ideias de 10 anos atrás, hoje o tráfego é exponencialmente maior e qualquer plano de inclusão digital sério TEM que levar esse crescimento do tráfego de dados em consideração.

    O segundo é semelhante ao primeiro mas tem um viés social: se nós acharmos que 300Mb está bom e os novatos no mundo digital não precisam mais do que isso estaremos criando “usuários de segunda classe” no ambiente virtual. É o mesmo raciocínio de empresa que constrói casas populares com material de terceira, afinal ‘é pra pobre mesmo’. E se o ‘pobre virtual’ em questão quiser baixar um filme? Quiser assistir videos em streaming? Se voce nega esses serviços pelo limite do tráfego de dados porque ele assinou um plano de inclusão digital então você está dizendo pra ele “isso não é pra você, se quiser mais assine um plano decente”. Tem um componente meio perverso nesse raciocínio, e é uma falácia, daria para fazer sim um plano de inclusão com um limite razoável de tráfego, basta um pouco mais de boa vontade do governo em fazer pressão sobre as operadoras e um pouco menos da mentalidade excludente que o brasileiro tem tão arraigado em si.

    • Agnatos
      234c

      Caro Marcoscs, acho que eu já respondi algum comentário seu por conta dos seus exemplos bem sacados.

      O exemplo de uma empreiteira que constrói um conjunto de residências ou edifícios com material de qualidade duvidosa, para não dizer ruins, apenas com a desculpa que isso irá reduzir os custos e poderão vender mais barato para os pobres foi a melhor comparação que li em todos os posts e comentários aqui no TB.

      E digamos que funciona da mesma forma. Normalmente a empreiteira que faz esse tipo de coisa, diante da realidade do nosso Brasilzão, pertence à algum criminoso, que de certo que ganhou a licitação de maneira desonesta. Todo o dinheiro economizado com a compra do material de qualidade duvidosa não será revertido em melhores preços, pois o pagamento dele já está garantido e todas as contas que serão repassadas para o governo (Normalmente municipal, ou até mesmo estadual) tem valores alterados para que o dinheiro que era destinado a compra dos materiais necessários (entenda-se por materiais de qualidade indiscutivelmente bons) vai para o bolso de criminosos e no final das contas quem comprará a casa, simplesmente estará vivendo em uma edificação que pode não protegê-lo.

      Com o PNBL é a mesma coisa. As empresas irão ganhar dinheiro do governo para disponibilizar internet para mais pessoas, porém do jeito que estão fazendo, a qualidade (Coisa que mesmo quem é usuário de planos comuns já é um assunto delicado) do serviço não chegará nem nos padrões mínimos de satisfação.

      É claro que uma pessoa que NUNCA usou internet, não gastará 80BG por mês, pelo menos não no primeiro mês, mas proporcionalmente a experiência dele na rede o consumo irá se transformar no consumo natural do brasileiro atual.

      Quando eu trabalhava com informática eu tinha uma cliente de 83 anos que todos os dias verificava email e muitos deles vinham com anexos pesados e conversava com parentes em Brasília via skype, sem falar nos sites de notícias. Ela não se aventura no YT, pelo menos até onde eu falei com ela. Isso é uma utilização normal de hoje em dia aqui no Brasil.

      A sua visão social da questão Marcoscs foi perfeita. Irei usá-la se me permitir em fóruns do assunto.

      • marcoscs
        930c

        tranquilo, Agnatos, esteja a vontade.

  • Acho o valor caro para apenas 300 megas. E apesar de ter como objetivo pessoas que nunca tiveram isso, logo elas também estarão querendo baixar conteúdo e não vão poder.

    Agora, uma coisa que se pode fazer que não pesa tanto, é pegar qualquer nokia que sirva de modem, e usar com o plano de 0,50 da Tim. Geralmente eles não controlam o tráfego e dá pra fazer bastante coisa até. Meu irmão que o diga, usando e abusando o meu plano controle.

    • Tio Z

      Que ao menos seguissem nem que de longe a tabela do Virtua. Se fosse pelo menos 1gb de cota, até dava pra fingir que não viu.

  • Acho que oferecer 300MB de limite mensal é absurdo.

    A questão é: queremos que as famílias de baixa renda apenas conheçam a Internet ou que tirem proveito dela?

    O primeiro problema que vai aparecer é saber como configurar o computador para que ele não estoure a quota mensal só com as atualizações prioritárias (se falássemos em atualizar uma versão completa do sistema, como o Ubuntu, por exemplo, seriam precisos 2 meses só para isso).

    Com essa quota as pessoas da família não poderão fazer coisas simples sem fazer um grande planejamento antes. Assistir vídeos educativos, fazer uma chamada por vídeo para ver um parente distante, fazer download de apostilas e materiais, etc. Entre os downloads, se por algum motivo a conexão cair, o computador travar ou a energia acabar, a pessoa terá que iniciar novamente se não tiver um gerenciador decente.

    Para mim, oferecer 300MB para uma família usar é simplesmente uma quantidade módica para melhorar alguma estatística e fazer o país aparecer melhor em algum relatório dizendo que a população tem acesso a Internet.

  • Blek Zarioky
    2c

    http://imgur.com/Yt1FK

    Meu gasto de ontem. Não, não baixei torrents nem nada, só vi uma stream no justin.tv, joguei, conversei com alguns amigos no TeamSpeak e resolvi ver alguns vídeos. Desculpa banda popular, mas por mim você que fique longe.

  • Sem criticar o plano ou o governo, vamos fazer uma continha básica:
    300 mb por mês, se cada vídeo de 5 minutos do youtube tiver 20 mb, e você acessar 3 vídeos por dia, estoura sua quota em cinco dias. 5 míseros dias de internet. E depois da quota estourada fica sem acesso, sem poder ver nada.
    Um acesso ao gmail, ou yahoo, com todos os css e js que dão dinamismo ao estilo dos webmails hoje em dia, não gasta menos que 3 mega.
    O usuário nunca na vida dele fará download de uma distro linux como o “ubuntu” com essa limitação, terá que baixar na lan house ou comprar alguma revista com cd em banca de jornal.
    Um update do windows “se o usuário tiver o windows original” realizado sem o conhecimento/consentimento do usuário queimará isso em um instante.
    Pelo amor de Deus. O usuário mais esporádico usaria no mínimo um giga por mês. Não esqueçam das redes sociais, com pesadas fotos de 14mp dos seus amigos, fora que todo site hoje tem pelo menos uns 10 mb de imagens pra chutar baixo, e uns 2 ou mais mb de js e css (fora os jquery da vida).

    300 mega não é utopia, é burrice, ignorância, isso se não for corrupção e cartel.

    Nem tocamos no assunto música. Mas então quer dizer que o pobre só tem direito de acessar wikipedia e mais nada? O pobre só pode acessar a internet pra estudar e fazer lição de casa? (pensando que a escola pública não provê ensino suficiente … parece até corte de custo né? Agora que eu distribuo internet para os pobres posso colocar menos professores nas escolas).

    Podia falar que é melhor isso que nada né? Mas de disser amém agora vai ficar por isso mesmo, nunca existirá uma conexão decente no Brasil. Mas “popular” com esse preço?!?!! 30% a 50% do valor de uma conexão decente com download ilimitado. Quem tiver esse dinheiro pra gastar com um limite mixuruca desses com certeza terá para gastar com uma conexão decente, sem limite. 35 reais por 300 MB de download é um assalto e um desperdício ao qual as pessoas mais humildes não podem se dar ao luxo, mas um investimento que será bem vindo na casa de pessoas muquiranas pão-duras de todas as classes.

    Isso é apenas para atrair mais usuários para as já obesas “telefônicas” da vida e é apenas mais uma política de pão e circo. Tem um cheiro aí de política eleitoreira e de troca de favores.

    • Guilherme macedo
      876c

      É melhor pagar 50 dilmas, pra aquele seu vizinho com GVT 15Mb, do que esses R$35,00 por 300MB de tráfego a 1Mb. Só estou em casa pela noite e divido minha net com mais 2 vizinhos. Meus 5Mb são ótimos pra eles e quando eu chego em casa eles já nem estão usando mais e posso ter todo o meu tráfego só pra mim. Eles praticamente pagam a minha internet e eu mantenho ela funcionando e assim todo mundo sai feliz.
      ISSO É UM ABSURDO. Só se as pessoas forem burras pra entrarem nessa. Me desculpem o termo, mas na minha visão, só se alguém for muito sem informação pra entrar em um plano desse, sem lógica nenhuma. Os padrões da internet mudaram, as páginas a cada dia ficam mais pesadas, e ai vem o governo com um plano que seria viável na década passada? ABSURDO TOTAL E DESCARADO.

      • Adriano
        318c

        Essa sua prática é crime.

        • Guilherme macedo
          876c

          Crime porque?
          Eles sabem qual o plano e operadora que eu uso e não coloco arma na cabeça de ninguém pra eles me pagarem.
          O negócio é que no mês que eles estão apertados, simplesmente me ligam e pedem pra eu puxar o cabo porque não vai da pra pagar a net no mês. Ninguém quer assinar contrato e eu quero e eles querem internet rápida. Uma mão lava a outra. Crime seria eu fazendo um gato de internet e cobrando pra distribuir isso. E não adianta vir com leis e tal, porque crime é esse PNBL.

          • @xrenan
            285c

            Realmente, compartilhar sua CONEXÃO para um ponto fora da área contratada (casa, apto…) é crime.
            Porém, não é crime criar uma REDE entre residências desde que, obviamente, você não passe seu cabo de rede nos postes da companhia elétrica sem autorização…rsrs
            Resumindo: Compartilha uma pasta na rede chamada “Nossos documentos” e põe uns arquivos lá :) de forma alguma a ISP pode contestar o objetivo da tua rede privada…

          • Guilherme macedo
            876c

            @xrenan

            É crime porque ai as operadoras não faturam tanto. Não existe outra explicação para isso. Pois Eu divido minha conexão. E se o vizinho do outro lado da rua quiser, eu passo o cabo azul pelo poste mesmo.

          • Jean Carlos

            Acho bom o que vc faz!…pessoal na minha cidade faz o mesmo com a Sky,um cara assina,e manda ponto pra tudo quanto é canto,ae o pacote completo com PFC,Telecine e tudo mais fica por 54 reais ao mês.
            É isso que deveremos fazer,lutar contra a opressão de maneira inteligente.

          • Guilherme macedo
            876c

            Jean Carlos

            Vou fazer isso aqui. Um vizinho tem Sky e vou dividir com ele para pegar um pacote de filmes.
            Essas empresas só querem saber dos lucros e eu to aqui é pra dar prejuízo… :D

        • Agnatos
          234c

          Bem o que você falou. É crime, por que assim eles não lucrariam tanto. É diferente de você pegar algo que não é seu sem o consentimento do nodo. Agredir uma pessoa, verbalmente ou fisicamente, praticar sexo com um menor de idade sem seu consentimento, etc.

          Eu não tive a oportunidade de compartilhar minha internet. Mas sem dúvidas que eu dividiria com meu vizinho que é meu amigo a 20 anos uma internet de 100MB ( que a virtua só garante 5%) com ele. Isso inclusive iria ajudar muito para o compartilhamento de arquivos entre eu e ele.

          Diga-se de passagem veicular um plano de internet “popular” com a premissa que seja para a população com menos poder aquisitivo mas que é mais caro do que os planos de internet móvel deveria ser tratado no mínimo como uma discrepância. Eu chamaria de crime.

      • Tio Z

        Esse é o pepino. Sim as pessoas são tão desinformadas a esse ponto. E o Governo e as empresas gostam assim para continuarem lucrando em cima.

        Ou você acha que alguma câmara municipal/estadual fez alguma coisa para divulgar os detalhes desse plano ou informar seus queridos eleitores sobre os prós e contras para chegar a essa decisão?

        • Guilherme macedo
          876c

          Justamente isso que eu to apontando.
          Conheço uma dúzia de manolos que nem sabem ainda que esse plano existe, e se me perguntarem se vale apena eu falo bem auto. É ROUBO NA MÃO GRANDE.

    • Bia Kunze
      159c

      PNBL não é para esse público.

  • Até a NET faz melhor do que isso sem o governo. Essa desculpa de que algumas regiões não tem nem tecnologia analógica é patética. Então qualquer lixo pra eles serve, é isso? Se fosse oferecido de graça, tudo bem (afinal, pagamos impostos para ter serviços, não?).
    Agora, cobrar R$35 reais por isso é ridículo.
    É preferível fazer um link dedicado de 100K a uma internet de 1mb com cota de 300mb de cota, só que isso implicaria em fazer um serviço de qualidade, o que não é prioridade do governo.
    Estamos a 3 anos da copa do mundo e quero ver como o Brasil é tecnologicamente e passar essa vergonha.

    • Tio Z

      Vai vendo a $%%@& que vai dar porque o governo prometeu cobertura 4G nas cidades da Copa….

      Se o PNBL ta assim já…

      • Guilherme macedo
        876c

        Essa copa vai &*%$#@! com a imagem do Brasil lá fora.

        • Adriano
          318c

          que já é %@%*&@$

  • Eu acesso banda larga no pc e celular pagando 11.90 ao mês pela Claro pré-paga, com velocidade de 1mb e download limite de 300mb e digo que esse limite é ridículo para um plano de popularização da banda larga…. escutando música online, olhando alguns videos no youtube e acessando páginas de relacionamento esse limite estoura em dois ou três dias…

    O mínimo deveria ser 3gb para podermos acessar uma internet popular e descente de verdade….

    •  Renato Gasoto
      163c

      Meu caro. Vc não leu o post? O intúito da internet popular não é trazer fonte de lazer inesgotável, mas sim assegurar o direito ao acesso a informação. Claro que o lazer faz parte, mas não é o foco.
      e eu uso o mesmíssimo plano no meu celular e dura o mês inteiro, e uso pra lazer, logo acho válido 300MB pra internet popular também. Aliás, sai mais barato assinar esse plano pré pago em internet móvel do que aderir a um plano mensal de internet fixa popular… onde está o erro, a Claro cobra muito pouco ou há superfaturamento no outro plano?

      • Yangm
        1c

        Sim, e você atualiza o OSX, Chrome, e plugins magicamente.

      • Tio Z

        Mesmo tirando música e videos de lazer, o que tem de conteudo educativo colega…

        E de boa? Conteudo de lazer É informação. A ideia do PNBL era a popularização do acesso via banda larga a internet e não criar um plano de jornal online a preço de mordomo lendo noticia para você.

        Então sim, ele é falho e inútil. Não serve para agregar a sociedade a internet, muito menos banda larga (afinal a banda larga surgiu JUSTAMENTE para você aproveitar muito conteudo na internet e de forma confortável).

      • Agnatos
        234c

        Foi o que eu disse. O plano serve para o governo falar: “Eu disse que ia fazer e fiz, votem em mim” E as operados ainda levam uma bocada nisso.

      • Bia Kunze
        159c

        Obrigada, Renato, você pegou o espírito do post.

        Eu nem quis entrar no mérito de quem quer faturar com o PNBL, quais os interesses escusos, os cartéis… isso ia dar um outro post, gigante ;)

  • Eduardo Nunes
    1c

    Se pelos cálculos que vi nos comentários acima, esse PNBL só vai precisar funcionar nos 5 primeiros dias do mês.

    Do dia 5 ao dia 30 então teremos um “apagão” de internet.

    Então, o que vai ser feito, depois que os “inteligentes” que implementaram essa PNBL analisarem este “apagão” acontecendo todo mês?

  • Elaine Telles

    Acho esse valor uma forma de preconceito. Tudo pro pobre “já está de bom tamanho”. Mesmo que seja horrível. E também considero a visão dos que comentaram preconceituosa: ” Ah, o manolo vai ver orkut, facebook e mini fazenda…”é como se, por ser pobre, o cara não tivesse direto a ver os mesmos sites que os frequentadores daqui vêem. Afinal, vocês também têm orkut, facebook e twitter, assistem youtube e afins…
    Como vocês, que podem desenbolsar uma boa quantia para ter direito a acessra o conteúdo que quiserem, sem serem julgados, o pobre e sua banda larga popular deve ter o mesmo direito. Mesmo que não seja um conteúdo de qualidade, que o sujeito vá passar o dia vendo porcaria. É um direito não?

    • Tio Z

      Desculpa se em algum momento algum comentário meu lhe pareceu preconceituoso. Meramente se fez uso do exemplo do orkut (e youtube) pois são os vencedores de uso em lan houses, hoje em dia ativamente presentes em comunidades de baixa renda. E os mesmos por si só já destroem esse limite de banda.

      E honestamente, o que você disse é exatamente o ponto forte da discussão aqui. Dane-se se o cara quer deixar o Nyan cat o dia todo ou o que o seja! Se você paga por um serviço é para usa-lo como, quando e do jeito que quer (lógico, dentro do cabível)!

      Mas infelizmente, pode ter certeza que não muda mais essa tranqueira, já que a Dilma já aceitou os termos estúpidos das telecoms.

  • Érico

    300mb já fica apertado para um smartphone, imagine então para uma família de 4 pessoas? impossível!!!

    • Guilherme macedo
      876c

      Você não podia ter citado exemplo melhor. Na net da Tim pré-paga 0,50 por dia eu chego facim em 300MB, imagina em um PC.

      • Érico

        para uma família de 4 pessoas cada uma terá SÓ 75MB mensais… isso não da nem pra abrir o G1 todos os dias.

        • Guilherme macedo
          876c

          Só da pra abrir a página do Google. :D
          E eu diria que do jeito que a página do Google ta ficando, daqui a uns dias nem isso. Imagina nos dias que tiver Doodles?

  • Eu acho muito pouco esse limite de 300mb, eu baixo diariamente pelo menos uns 900mb, series, filmes, musica, e olha que eu nem tenho uma internet decente, apenas tenho paciência. kkk’ Creio que no país que estamos, onde tudo que conseguimos hoje em dia em termos de música, filmes e afins provem da internet, pois pagamos impostos horriveis por um simples cd, dvd ou blu-ray. Sem contar que, com essa proposta nem a pirataria perderia força, já que o limite imposto não deixa que o usuário faça downloads de suas música, séries e filmes para uso proprio, fazendo com que aquele lançamento que ele não pode ir ao cinema ou a uma loja de discos com seu orçamento apertado, recorra ainda à vendedores ambulantes e seus dvds piratas prontos pra venda e por um preço muito acessivel.

  • Ricardovieira
    3c

    Sinceramente estou indignado, consumo mais de 300mb de tráfego por dia!

    • Bia Kunze
      159c

      Compreendo a indignação de todos vocês.

      Mas não são vocês o foco do PNBL.

  • Fabio
    41c

    Acho que ficar justificando se cota de 300 MB é suficiente ou não mostrando as contas de quantos downloads se pode fazer não vem ao caso aqui. É evidente que a cota é pequena. No entanto, considerando a precária infraestrutura de teles no Brasil, como suportar a rápida entrada de milhões de clientes na rede sem que o serviço entre em colapso? Esse é o motivo do limite de 300 MB. Com esse limite o uso excessivo será eliminado (queda da velocidade) e a infraestrutura de rede vai aguentar. A questão aqui é se o PNBL prevê uma política agressiva de investimentos das teles em infraestrutura de telecomunicações, pois se não existir uma contrapartida dessas empresas em investimentos nós nunca vamos ter como baixar preços ou aumentar limites de downloads nas conexões de internet no Brasil.

    • Bia Kunze
      159c

      Pois é, Fabio!

      Acho que os leitores não entenderam bem o meu texto. Os 300 MB não são o ponto-chave do artigo. E sim, o compromisso mensal de R$ 35,00, inacessível para muita gente, ainda que seja só para espiar seus emails uma vez por semana.

      As pessoas querem usar e pagar quando PODEM. Por isso a telefonia fixa está morrendo!!! Ninguém quer se comprometer com uma mensalidade!

      • marcoscs
        930c

        Acho que é voce que não entendeu o fato de que o acesso básico que um usuário novato tem hoje amanhã não será tão básico assim. O incremento e a sofisticação do uso desse usuário não será acompanhado por aumento no volume dados oferecido pelo PNBL. A frustração virá rapidamente, é algo que já se sabe que em poucos meses deixará de atender as necessidades dessas pessoas.
        E se esse volume pode e deve ser incrementado por que acharmos que ele é bom e suficiente?
        Não é, essa é a questão, você insiste em dizer que a visão dos usuários do Tecnoblog é elitizada porque projeta a realidade deles e não a dos usuarios do PNBL, e eu insisto em dizer que sua visão é equivocada e simplista.

  • Lembrei do tempo em que a internet engatinhava por aqui. Era igual à isso aí que estão oferecendo.

  • EDI LOPES
    940c

    1 Mb de velocidade nao eh anda hoje em dia, entao pq nao libera a cota de uma vez? nao tem problema a net ser um pouco lenta mas limitar a quantidade qeu vc pode usar a net ai sim eh um tiro no pe

  • Caríssima Bia Kunze, permita-me discordar do teu artigo. Há várias pontos que merecem destaque; começo pela tua afirmação mais forte. Disseste que: “Como bem sabemos, o governo quer baratear o acesso à internet de alta velocidade aos brasileiros…” Tenho outro ponto de vista. O governo não quer baratear o acesso à internet. Se esse fosse o objetivo, bastaria diminuir o valor dos impostos embutidos no preço. No meu estado, esse valor (real) beira os 40%. É, 40%! São impostos estaduais, mas o governo federal poderia compensar os estados. O governo também poderia recolocar a Anatel nos trilhos. Ela foi criada para ser uma agência reguladora independente dele e dos interesses políticos. Hoje ela é uma repartição das principais operadoras do país. Perdemos todos, menos o filho do ex-presidente que tinha relações obscuras com algumas das operadoras – e que ficou rico da noite para o dia.

    O principal objetivo do governo já foi alcançado: publicidade gratuita em diversos meios de comunicação. Faz meses que vejo aqui e em outros sites relevantes de tecnologia notícias sobre a tal banda-larga popular. Resumindo, o governo caridoso lutando contra as gigantes e malvadas empresas. Nesse meio tempo o governo bondoso arrecadou bilhões, sim, bilhões em impostos e devolveu serviços medíocres para a população. Ah, também se reuniu com algumas operadoras de telefonia, criou um grande cabidão de empregos (a telebrás) e lançou esse plano ridículo de banda-larga popular. Muito barulho por nada! O pior, agora que o plano foi apresentado – e ele é decepcionante, é preciso reformular o perfil do público alvo. Esse é basicamente o objetivo do teu artigo. Ele não é o único, tenho lido diversos jornalistas que decidiram reescrever a natureza dos pobres. Em politicamente correto, os menos favorecidos. Isso lembra aquela frase genial do genial Millôr Fernandes: “O comunismo é uma espécie de alfaiate que quando a roupa não fica boa faz alterações no cliente.” Uma luva! E todos resolveram explicar os hábitos de consumo dos pobres e, principalmente, como eles são diferentes dos nossos: pobre não houve música, não vê filme, ignora os virais do Youtube e jamais descobrirá ou desejará as maravilhas ilegais dos torrents. Pobre é só no orkut e na página do INSS (ou da Caixa) para ver se já saiu o pagamento. 300 MB dá… para ELES. Que horror! Aliás, você disse coisas ainda mais preconceituosas em seu artigo.

    Tudo que falta aos pobres é preenchido com uma palavrinha vazia de significado: cidadania. Explico melhor: vejo essa palavrinha diariamente nas escolas do país. Quando falta qualidade no ensino, quando falta matemática e português, dizem os professores: estamos ensinando cidadania. Para quem é da área, ensinar cidadania é mostrar aos estudantes como eles devem votar e em que partido votar. É mais ou menos como 300MB. Em suma, cidadania é não cair no “desbunde internético” que “derrubaria de vez a nossa já saturada infraestrutura”. E viva o atual governo!

    • Yangm
      1c

      Eu também não “houço” música. Acho que os pobres não irão ouvir música com esse plano.

      • Márcio Leopoldo

        Eu escrevi “houvir”. Que engraçado!

    • EDI LOPES
      940c

      PARABENS suas palavras definem bem esse PNBL

    • Tio Z

      Cara, parabéns pelo comentário, muito bom. Só alguns porens. Não adianta querer cair no politicamente correto a essa altura do campeonato. Não acredito que houve alguma inferida ferrenha ao colocar orkut como carro chefe de consumo da baixa renda. Veja lan houses de comunidades mais simples e dúvido que não veja 80% pelo menos dos usuários fazendo uso das maquinas para acesso a rede da Google.
      E sim, tem muitos que acompanham blogs informativos ou mais sérios, mas você tem que lembrar que a educação é tão falha no país (como você lembrou no seu comentário) que a maioria sequer busca esse tipo de informação na rede. Ou seja, não é imoral ou preconceituoso o uso do orkut como exemplo principal.

      Ignoremos a parte de impostos porque esse é um problema que não vem de hoje nem vai se resolver amanhã (infelizmente). Principalmente com o Governo minando cada vez mais o sistema educacional para evitar o cidadão ter conhecimento suficiente para se revoltar pelos meios corretos.

      Já o PNBL ERA um plano bom. 1mb a R$35,00 com garantia de 50% da velocidade em horário de pico e mínimo de 70% em média de velocidade nominal do plano. Isso é mais que o oferecido em qualquer plano de banda larga hoje (que é obrigada a manter no mínimo 10% do contratado sem controle de velocidade média)! Nem a Anatel pede tanta velocidade garantida das operadoras. Era lindo, caro, mas pelo menos o serviço seria de qualidade.
      Mas isso significaria investimento das telecoms. E isso, é heresia para eles. Logo, veio a contra proposta. Tira esse caralhada de controle de qualidade, mete um limite mensal de 300mb e em troca eu assumo o compromisso de até 2014 subir para 5mbps a velocidade padrão.

      E a Dilma aceitou. Yay, mais um projeto bom que virou lixo na mão de um político no mínimo corrupto para aceitar algo imoral assim.

    • Agnatos
      234c

      Muito bom seu comentário Marcio. Já comentei umas 4 vezes por aqui.

      PNBL = o governo dizer que fez o que prometeu e as operadoras só enchendo a caneca.

      Em bora que o teu texto tenha ficado mais bonito e pomposo

    • Só discordo do seu preconceito com “comunismo”, afinal estamos falando aqui de mega-empresas de telefonia e sua avides por lucro fácil.

    • Bia Kunze
      159c

      Cidadania é…

      - ter email
      - poder tirar documentos pela internet
      - fazer BOs, comprar vale-transporte…
      - fazer pesquisas

      Isso é negado a milhões de brasileiros, inclusive de forma não-virtual, porque o país é muito grande. Há um número considerável de brasileiros que sequer possuem certidão de nascimento.

      Como expliquei e repito, tudo é uma progressão: o objetivo do PNBL é colocar o mínimo na mão desses brasileiros, para que num futuro próximo, eles possam progredir na vida e, consequentemente, ter sua própria banda larga em casa.

    • marcoscs
      930c

      Perfeito seu comentário, Marcio, disse tudo, nada a acrescentar.

  • Bia, R$35,00 e caro de mais, com um chip da tim e um modem desbloqueado o usuario paga R$15,00 se for usar a internet todo dia, que da para fazer 10MB de download por dia, dando num total 300MB por mes, depois disso a velocidade cai. isso sem o PNBL(Porcaria nacional de bos.. larga). Mais uma vez o governo ta fazendo povo de burro.

  • @xrenan
    285c

    Parabéns pelo texto!
    Apesar de eu sempre usar a frase “maldita inclusão digital”, estou realmente querendo que o PNBL dê certo.
    Esses limites são totalmente absurdos… e não precisa ser heavy user pra estourar… no meu smartphone, uso cerca de 400MB só com acesso à e-mail e feeds…

    Gente eu vou fazer esta conta (again):
    Velocidade: 1Mb/s = 1024Kb/s = 128KB/s
    Franquia: 300MB = 307200KB
    307200 / 128 = 2400 segundos = 40 minutos !!!
    Se eles entregarem uma conexão 100% eficiente, você pode usar, EM UM MÊS: QUARENTA MINUTOS!!!!
    Parece justo? É justo?

    • Concordo com os teus cálculos (inclusive foi um dos poucos no presente post que acertou as abreviaturas das unidades): também não acho justo limitar o acesso por uma franquia de dados e logo em 300 MiB.

      O governo deveria limitar a velocidade da conexão popular em 1 Mb/s com franquia ilimitada ou então colocar 5 GiB como franquia… Não parece muito para nós hard users, mas ao menos dá para um acesso razoável.

  • Toddy031

    Bom. Eu acho que 300MB é algo acessivel a todos os brasileiros mais “humildes”. Não vai ser algo muito caro. O problema é que para as pessoas menos informadas na parte da internet por exemplo, devem estar achando que 300MB é muita coisa. Imagine um dia o filho de uma pessoa que tem a PNBL esta navegando na internet e se depara com um site que desponibiliza download de filmes. Dai ele vê um filme que o pai por exemplo vai gostar, baixa o filme de 500MB. E no final do mês? Qual será a reação do pai? É algo bom de se pensar* O que eles não deixam explicado, é que 300MB voc não baixa nem um file de 62min. E os impostos de quem passar de 300MB de navegação? Concerteza serão absurdos!

  • gokernel
    372c

    Olá, o TB poderia fazer uma matéria com os nomes desses “MAFIOSOS DO PNBL”(que planejaram em prol das teles) ??? … pra gente saber quem realmente chingar e se informar desses pessoas, evitando de votar nesses nas próximas eleições.

    Gokernel.

    • Concordo…

  • @garrucho
    11c

    Eu conseguia estourar 300MB com o meu Symbian. uAHuAHuaHuhauhA

  • junior

    caranba as pesoas não poderão formatar os pcs porque como vai atualizar o pc no windows 7 ja cheguei baixar atualizaçao de 800 MB
    e tenho uma net de 256 KBPS via radio e pago 68 reais mensal um abisurdo

  • Gastando R$35/mês em uma Lan House, um usuário teria muito mais vantagens do que usando esse plano.

    • Agnatos
      234c

      Também me chamo Thiago o/

      Não tinha pensado nisso mano. ô loco! Como deixei escapar essa XD

  • Cris

    Todos aqui tem que entender que essa internet não é de 1mbps é de 300kbps.

    Falar que é de 1mbps mais com franquia de 300mb se passar vai diminuir a banda pra 300kbps, é só enrolar o consumidor.

    Na real essa banda “larga” é de 300kbps.

    300kbps da pra fazer bastante coisa na rede sim, pra usuários que só vão acessar alguns sites que tem umas fotos e só texto isso da e sobra.

    Para vídeos em streaming só da se você esperar carregar 5 minutos pra ver um vídeo de 3 minutos.

    Eu não acho errado a velocidade ser 300kbps, acho errado cobrar R$35 por isso, deveria ser no máximo R$20 sem venda casada com telefone.

    • Tio Z

      Ei colega, tem as manhas de mandar a fonte de onde você pegou o que acontece quando extoura a cota?

      Não achei em nenhum jornal (e acredito que a maioria tambem não) e é fonte de muita discussão.

      Grato ^^

  • Pessoal gasta isso fácil, só o pornô! ahahahhaaa

  • Gasto isso em no MÁXIMO 2 Horas com Orkut, Facebook, GMail, Twitter (seguindo umas 170 pessoas) e MSN (com picos de conversas bem legais). Adicione upload de imagens ao meu blog (que ok, eu não atualizo sempre) e mais alguns arquivos via SCP e comandos via SSH e temos 300 MB rapidin.

    Quer dizer, para mim, prefiro minha GVT 15 Mbps mesmo..(embora ela esteja em míseros 342 Kbps por um problema na linha..¬¬)

  • Alexandre
    3968c

    Para a finalidade de por milhoes de pessoas na internet, acho que a franquia de dados eh otima. A ideia é que as pessoas tenham contato com a net, use emails, redes sociais… O que eu discordo é do valor que na minha opinaio ainda eh caro para o que estao oferecendo. Ainda, tem que ver se a infra aguentará milhoes de novos clientes.

    • Tio Z

      Realmente é ótima. Aliás, o Tecnoblog poderia colocar um limite de você ler somente 3 posts por semana. Para você conhecer o Tecnoblog. Tá mais que bom para milhões de pessoas conhecerem o que é o Tecnoblog.

      Fala sério colega. Dizer que limite de banda ta bom para manolo conhecer a internet é tenso. Principalmente se o plano é para BANDA LARGA. Algo que foi desenvolvido para, justamente, você aproveitar MAIS conteúdo.
      E se a infra não aguenta, INVISTAM. Você está esquecendo que são MILHÕES DE NOVOS CLIENTES tambem, não milhões de dívidas. Se você provem um serviço, no mínimo você deveria querer mais clientes.

      Mas não não, ta de boa. Faiz ha uns 15 reaus q tadi boas. E prus pobri memu. Ligo naum si for ruinz

      • Bia Kunze
        159c

        Pro cidadão que nunca teve internet progredir a ponto de virar leitor do Tecnoblog, vai muito chão!
        Lembrem-se, somos nicho. Uma fração mínima de brasileiros.

  • Mesmo que somente seje utilizado para navegação, 300MB é uma quantia muito baixa para quem utilize 1mbps. A quantidade de animações em flash, imagens, efeitos e outras “frescuras” em sites demandam uma grande quantidade de dados. Seriam necessários de 5GB a 10GB para pessoas que apenas naveguem, não baixem nada e assistem videos com alguma frequencia.

    E esse preço é popular só se for nos olhos do governo. Aqui no interior de Rondônia (na tal Região Norte que falam ser precária em banda larga, ser cara e blablabla) pago 49,90 por 1mbps ILIMITADOS, a velocidade SEMPRE é essa (pelo menos no papel, claro que a Oi não presta um serviço com 100% de qualidade), sem redução de velocidade e sem sustos na conta!!!

    Como ja vi pela internet (não lembro aonde): Esse plano de banda larga (in)popular garantirá acesso a banda larga, mas não significa que poderá ser usada!!!

    E corrigindo aqui:
    “Na banda larga móvel pré-paga há planos interessantes, a 33 centavos ao dia, sem precisar de computador: por R$ 9,90 descontados nos créditos, o cidadão pode navegar 40 MB ao mês, a 1 Mbps, em seu celular.”

    A franquia é metade disso: 20MB. Depois a velocidade cai pra 32kbps, quase que inavegável em um PC, no celular ainda da pra navegar tranquilo.

    • Resumindo: 35,00 é barato pra 1mbps, mas cara pra 300kbps ou 32kbps da banda larga móvel (o limite do plano de 150mb da Vivo atualmente e que será utilizado no PNBL).

  • JoseRenan
    1572c

    Acho que nem preciso dizer que 300mb realmente é um limite absurdo, como citaram acima só na manutenção do SO, com updates, seja lá qual ele for, esse limite é facilmente estourado (num upgrade do Ubuntu hoje gastou-se 280 mb, sem contar os downloads de outro aplicativos), outro dia o CCleaner limpou 315mb de dados de navegação de uma semana no Windows, e olha que quem usa o Windows aqui não é usuário “downloader”.
    A pessoa que contratar esse plano terá conforto só para ver umas notícias e ler o e-mail alguma vez na semana, mas conteúdo que é bom e que tem demais no cyberworld, nada.

    • Bia Kunze
      159c

      O público-alvo do PNBL não é quem fará essas tarefas.

      • Porque não?

  • O PNBL – feito sob medida para a população historicamente excluída, pois a mantém excluída – é tido por alguns como “emergencial”, como o “possível”. Pode ser, mas para mim parece como dar água suja para quem tem sede enquanto espera-se anos para que chegue – sem saber se efetivamente chegará – a água potável.

    Neste meio tempo você até mata a sede, mas nem sempre. Você passa mal, tem problemas, para de beber por alguns dias… Isto é o PNBL. Água suja para quem tem sede, conexão medíocre para quem precisa de políticas de inclusão efetivas.

    Já para os ricos, trem-bala de até 55 bilhões, conexão ultra-rápida só nas cidades-sede da copa, que ainda vem gastando horrores com estádios na maioria das vezes desnecessários, verdadeiros elefantes brancos, dinheiro público (nosso) para fusão do Pão de Açucar com Carrefour para agradar o empresariado com um discurso vazio de defesa da empresa nacional…

    É engraçado como NUNCA falta dinheiro para agradar a elite ou para se pregar um pseudo-desenvolvimentismo que esconde uma faceta absolutamente destrutiva (vide Belo Monte ou a Transposição do São Francisco).

    Para os pobres as migalhas, as sobras.

    A verdade é que este PNBL não serve nem como emergência, pois não garante sequer um mês de navegação. Nem que você só leia seus e-amails e passe 5 minutos por dia no Orkut (olhar fotos nem pensar) sua conexão dura até o fim do mês. Com boa vontade, 15 dias.

    Cria-se um apartheid digital ainda pior, pois as pessoas estarão pagando por um serviço que não receberão e ficarão reféns das teles, de seus preços abusivos e velocidade ínfima.

    Imaginem só atualizar algum componente de segurança de um computador com limite de 300 MB! Não se baixa um Linux sequer com esse limite, mal se baixa um bom pacote de antivirus e firewall com esse limite. O pobre (em todas as concepções) que assinar sequer poderá proteger seu PC, pois irá certamente estourar o limite mensal de navegação.

    Usar todas as ferramentas disponíveis online nem pensar. Nada de youtube, baixar musicas, vídeos…

    Se bem que é uma jogada inteligente de um governo que não faz o mínimo esforço para enterrar o #AI5Digital e que está carnalmente ligado aos interesses do ECAD e gravadoras via Ana de Hollanda. Nada melhor para evitar “compartilhamento ilegal” que simplesmente INVIABILIZAR o donwload destes e de todo e qualquer outro material por tabela.

    Realmente, um governo ímpar!

    http://www.tsavkko.com.br/2011/07/o-pnbl-e-agua-suja.html

  • Yangm
    1c

    Isso é muito menos do que eu gasto com meu daily porn!
    Agora falando sério, meu android gasta mais que isso por semana só atualizando apps… Nem vou falar o tamanho do SP1 do Win7 que é o que mais vende de PC “Positivo”.
    Vai ser ligar o PC, receber o popup “O windows precisa ser reinicializado para aplicar as atualizações” e como usuário leigo ligar para o SAC(o) da tele e a atendente dizer que esgotou a cota. Mas eu só liguei o computador.

    • Yangm
      1c

      Oops comi umas palavras ali, estava com sono :P
      [..]atualizações”. Ao reiniciar e abrir a página inicial do navegador perceber que demora meia hora, e como usuário…
      Só corrigindo.

  • esse plano é mesmo uma belesuraaa……

  • É ridículo isso eu pago 34,45 por 1 mega de Velox ilimitado, pra q vou querer esse plano???

    • gokernel
      372c

      Simples, isso é jogada das teles pra forçar o usuário a adquirir outro plano mais caro.

      O usuário desinformado fica feliz da vida ao contratar o serviço e no segundo/terceiro mês pede pra trocar por outro, pois descobre que é realmente uma m**da.

      Gokernel.

      • Guilherme macedo
        876c

        Eu estou rezando pra que algum político seja contra esse plano e faça alguma coisa para mudar ele. Hum… #NOT…
        E é essa a presidente que o Brasil elegeu. Parabéns Brasil, por colocar no poder alguém que nunca foi nem vereadora.

        • gokernel
          372c

          Acho que esse PNBL começou a ser articulado no segundo mandato do Lula … A Dilma apenas “balançou a cabeça igual uma lagartixa” dizendo: YEZZZZ WE CAN.

          Gokernel.

          • Guilherme macedo
            876c

            A Dilma é uma total lagartixa. Quando lançou esse plano eu até pensei em aderir a ele. Depois desse limite eu vi que Dilma é apenas um fantoche dos chefões que querem continuar ganhando milhões e entregando serviço de péssima qualidade. Porque será que só a GVT não entrou nessa?

    • Bia Kunze
      159c

      Não é para você, que tem condições de pagar pelo seu Velox atual.

  • Lucas Meneses
    1c

    A Dilma aprendeu direitinho com o Lula, uma porcaria dessa é pior que a minha claro 3G

  • RRDragon

    Bom dia participantes do forum.
    O que tenho a dizer sobre a PNBL é que….isso é uma lorota do governo para ganhar mais dinheiro, pois varias empresas ofereceram ao governo fornecer a banda larga dentro dos termos ja fixados (que iria garantir a qualidade da conexão) por preços baixos, lembram que a SKY ofereceu ao governo fornecer a internet a metade do preço que as teles e o governo se fez de surdo ou que temos umas rede imensa de cabos de energia onde poderia ser utilizado o sistema de distribuição atraves dos cabos ja utilizado com sucesso no Parana. O problema da banda larga no Brasil é o governo olha sempre para as teles que muitas vezes tem a mão de algum politico envolvida ou quando não tem é uma dificuldade imensa de conseguir implantar o serviços em outros estados (olha a GVT que demorou anos para conseguir entrar no RJ). Espero que as normas na anatel para qualidade da banda larga não seja uma lorota e que coloquem um minimo de 40% de garantia de velocidade (e olha que 40% não é o ideal).

    • Agnatos
      234c

      Eu não sabia desse lance da SKY… Vou anotar aqui, Valeu Dragon RR

  • 300mb é uma sacanagem, só as atualizações do windows e antivirus ultrapassam isso. kkk’

  • Saulo Santos

    Simplesmente uma piada esse plano. O governo deu todo o poder para as teles estrangeiras. Cadê a rede da Telebras? A internet no Brasil continua do mesmo jeito. Isso sem contar com as vendas casadas(Tel Fixo + Internet). Vergonha Dilma!

  • Ela é louca, Márcia!

  • “Muitas vezes, em lugares onde até os meios analógicos lhes são negados!”

    Se esse povo não tem acesso a “meios analógicos”, pra que internet para eles?? Falta comida, educação, emprego e vc acha que não vai faltar computador? Ou vc acha q o governo vai (re)lançar o projeto “computador para todos” O governo deveria se preocupar em promover a educação e não internet para quem não tem o que comer e falta educação.

    • Agnatos
      234c

      PNBL é como a marcha da maconha… Um monte de coisa para se fazer (Ou protestar) e eles escolhem justo uma com menor importância (Ou a maconha).

  • André

    Vejo que muitos estão manifestando, não tive tempo de ler tudo, talvez até repita algumas opniões de comentarios, e extranho ver um plano deste aonde na pratica vimos que pequenas empresas de internet estavam consequindo atender a população com este preço, e era banda larga mesmo, e a anatel derubou quase todas. Agora vem com um Markting de massa para criar pre-cedentes e justificar os abusos que já são praticados pela empresas de telefonia como o trafic share, redução de banda, sabotagem de comunicação voip,bloqueio de porta entre outros. Este projeto não esta restrito por custo ou tecnologia, pois existe e a baixo custo soluções. O problema e mercadológico e controlador, eu queria muiiito poder falar com a Dilma pois a ideia e boa mas o caminho pratico que esta sendo tomado e uma derrota. Quanto a cota os usuarios podem ter certeza que vai ser aumentado mas nos moldes da telefonia, como acesso irrestrito a orkut, youtube … de forma controlada e que não venha a concorrer com a galinha dos ovos de ouro que seria a telefonia e a comunicação livre sem retorno de capital aos donos dos cabos

  • Darox

    Me desculpe, quem diz que 300mb dá pra um mês de navegação básica tá viajando fortíssimo.

  • Eu acho que o limite deveria ser no mínimo 1Mb e a conexão poderia ser 5Mb, 1Mb para assistir um YouTube ou algo do tipo é ruim, e 300Mb, é um final de semana de YouTube, com certeza. A idéia do plano é boa mas as facilidades, as condições oferecidas são no mínimo hilárias, estão jogando esmolas para quem não tem nada. Em algums lugares do Rio de Janeiro temos internet de 5Mb com 30Gb de limite por R$ 50,00. Não acho que valha a pena pagar R$ 35,00 por 1Mb limitado a 300Mb. No final a Oi/Telemar está novamente se dando bem em cima das pessoas, está novamente usando o governo para lucrar em cima da necessídade alheia.

    • Daniel

      Pois é, nas cidades vizinhas o que se vê muito são aquelas LANs atravessando quarteirões, porque vale muito mais à pena pegar um plano comum (500k/1mb, ilimitado) e dividir pra várias casas do que pegar um plano porco de 300mb.

  • Blz, mas por favor não fale que a Net e de 1MB, coloque a velocidade que vai fica dps da franquia!

  • Rafael Miranda
    1c

    É uma vergonha essa Banda Larga. Só a primeira atualização do Microsoft Security Essentials tem 66,6 MB(fora o instalador que você tem que baixar de 7,74 MB). E as atualizações dos programas e/ou sistema operacional? Que miséria!

  • avelino
    76c

    Até a Speedy em que certo plano é ilimitado fez está M**da,infelizmente eles querem só ganhar cascalho mesmo! rs
    Com este preço sou mais assina o plano de 1 MB normal que tem download ilimitado.

  • Kernex

    Brasil é uma vergonha e sempre amarrado em rabo de jegue. Só pra ter um ideia 1mbps é uma internet discada para a Europa e Estados Unidos. Ainda mais a R$35,00 + a taxa de telefone que já é mais um absurdo. E o pior que é 300MB, um absurdo e meio, eu que ultimamente venho dando uma “acalmada” no uso de internet tô consumindo cerca de 10GB mensais.

    E as “tele” não tá nem ai com a paçoca só pensam em sim mesmas e a infraestrutura que tem é pra uso próprio. O governo tem que investir muita grana em infraestrutura juntamente com as operadoras.

  • WdeSA

    Bia, você é… você.
    Não importa qual seja a minha opinião inicial, eu sempre acabo concordando contigo.

  • gokernel
    372c

    Só uma curiosidade sobre os títulos:

    01 – Fanquia de 300 MB do PNBL é mais do que suficiente. NA BARRA EM CIMA DO BLOG.
    02 – Virando a mesa da banda larga “impopular”.

    Pergunta ao pessoal do TB:
    Porque existe 2 títulos para essa matéria ???

    Gokernel.

  • Não dá nem para o começo! Eu quero baixar é 300MB por hora, não por mês. O governo propõe isso as pessoas e INFELIZMENTE, não propõe o que é justo: uma internet que você possa cursar uma faculdade on line.

    Haja paciência. Vou lançar uma campanha no twitter pra ver se dá certo e alguém faz alguma coisa. È ABSURDO!

  • paulorazia
    566c

    Cara….. Vamo so comparar. Eu tenho um plano de 250 mb a 1mbps para meu smart….. Quando eu alcançar essa cota a velocidade vai para 32kbps….. Ate ai blz, mas num mes eu gasto quase 1gb. Isso pq quase nao entro no youtube… Se nao era mais…

    No meu caso, eu usaria esses 300mb em uma semana, (no computador uso mais o youtube) entao nao vale a pena

  • Gabriel

    Não li os comentários, mas bem que você esquece dos preços astronômicos da banda larga brasileira (mais o maldito provedor, embora ultimamente tenha surgido alternativas gratuitas de provedor como o BOL).
    Pelo preço e pelo limite, ainda continua ridículo. Consideraria se fosse mais barato (algo em torno de 15 reais), mas pagar 35 reais por 300 MB de franquia é ridículo.

  • Luisa

    Oi velox tem plano de R$ 39,90 com internet na velocidade de 1 mega e ilimitada. Todo mês baixo milhares de músicas e filmes (olha que a velocidade é a menor dos planos banda larga), mas é 40 reais que eu gasto sem nenhum arrependimento.

    Triste é ver o governo querendo impor um absurdo desses e ver gente carente pagando tudo isso por uma internet de merda e usufruir praticamente nada dos seus suados R$ 35.

  • Antonio Javlis

    É realmente vergonhoso o que acontece em nossa tão famigerada nação. Se durante 365 dias ou 1 anos pegarmos os bilhões de moedas que se gasta em corrupção for usado investir em infra-estrutura, não passaríamos por este carão. Enquanto se discute quanto o pobre poderá pagar por menos miséria o país apodrece literalmente. Sinceramente sou a favor da demolição geral e ai sim pode-se discutir algo novo com seriedade.

  • Leandro Rafael de Souza
    23c

    Se o Brasil não tem competência de formular um PNBL oq podemos dizer da copa…#Para_refletir

  • vamos la, considerando navegação por um smartphone 300mb ta interessante, voce não tem que atualizar antivirus dia sim dia nao, voce nao tem 50mb de atualizacao do windows por mes, voce nao tem atualizacao do firefox, chrome pra baixar, voce nao tem que esperar 1milhao de banners animados serem carregados (afinal a maioria dos smarts simplesmente corta as coisas em flash) mesmo assim eu gasto em media 500mb soh olhando twitter, face e atualizando uma coisa ou outra no android market… alguem nesse mar de comentarios ai em cima falou sobre a ignorancia de quem nunca utilizou internet… caramba nesse assunto as pessoas sao muito ignobeis… não por falta de capacidade mas por falta de instrucao, querer que neguinho saiba como administrar 300mb de conexao é tenso… e fazendo as contas direitinho:
    minha conexao é de 15mb com trafego ilimitado mensal, junto com 600 minutos de ligacao p telefones fixos e mais 10mil minutos p 3 numeros escolhidos da mesma operadora (sendo 500 deles para interurbano)… eu pago 169,00 onde 129,00 referentes à conexao. se voce pensar em uma velocidade 15x menor o valor iria p R$8,60, porem a operadora trabalha com a proporcao q cada 5mb de velocidade = R$20,00 entao ficaria 17,80 por uma conexao de 1mb com trafego ilimitado… DE ONDE VEM ESSE VALOR DE 35,00???

    • Leandro Rafael de Souza
      23c

      orra…vc para baratoo demais a internet…onde q se conseguiu esse preço bacanaa….se euu pensar é GVT?

      • sim, é gvt! ^^

  • Rodrigo

    ” É difícil esmiuçar quanto isso representa em termos de navegação”

    Como assim? É super fácil ora… São 300 mega…

    É uma piada e todos sabemos, uma piada… Quem vai fazer esse plano não é quem nunca usou internet na vida e nem sabe o que é isso, os assinantes serão aqueles usuários que frequentam Lan Houses para, fundamentalmente, navegar por redes sociais e ver e-mail.

    Tenta manter o teu Orkut, Twitter e etc. atualizado; conferir teus emails e ver um que outro video no youtube com 300 mega. Por favor…

    Se custasse R$ 9,90 tudo bem, mas por esse preço… Uma piada…

    E mais uma coisa, isso é o primeiro passo para a generalização da franquia de consumo em todos os planos de internet na telefonia fixa, anote isso… É o começo do fim… A intenção principal das teles, para mim, é isso. Acabar gradativamente com a Internet ilimitada.

    Baixem tudo agora, correndo!

  • Seqko

    300MB dava de sobra pra minha mae q sabia so ver emails e receitas…
    até que descobriu o iscaipi e o iutubiu !

    Hauhauahuaha

  • André Deboni

    dizem que ter acesso a internet esta ficando mais fácil. isso não é verdade só pelos preços. ainda bem que aqui temos pelo menos a discada. eu conecto o discador inteligweb . acaba compensando, tem boa conexão e ainda eles me pagam por usar $$

  • “MAFIOSOS DO PNBL”

    Mal sabe, quase entrei pro PNBL a uns meses atras, e deixa eu te contar, corri antes que me matarem…

  • Fulvio

    No Brasil tudo é limitado e com preços abusivos. Pais bosta

  • Fernando

    Proposta ridicula como o próprio Governo.

  • Fiquei sem internet esses dias em casa, eu tenho Net Virtua de 6mb, fiz a substituição temporária pelo meu TIM móvel a 50¢ o dia, usando meu celular como modem e com um app pra monitorar o tráfego… em 3 dias, estourei a franquia de 300mb, só em navegação, midias sociais, youtube… Colocar franquia pra quem paga pouco pra não prejudicar quem paga mais e pode ter sua internet de 10, 20, 100mb eu concordo, mas colocar MISEROS 300mb? Os antigos planos móveis da Oi, o Velox 3G de 1mb, tem a franquia de 10gb… DEZ GIGAS! a 120 reais por mes..
    A verdade? internet no Brasil é cara demais, mesmo com a ajuda do governo, isso nunca vai mudar.

  • Tiago Braga Cavalcanti
    11c

    Eu me lembro que tinha 600kbps da velox até 05 de outubro de 2009(quando finalmente me tornei mais um Feliz).

    Com os miseros 600kbps eu fazia fácil, mas muito fácil mais de 100GB só de downloads via torrent/emule. Sem contar navegação.

    Hoje jã não uso tanto assim o emule, pra os raros é uma beleza no entanto.

    Não quero nem contar aqui o quanto baixo por mês hoje com meus 15mb, futuramente 35mb.

    300mb? Não dá uma hora de navegação.

  • Olá Bia!
    Novamente, ótimo texto e análise.
    Porém, tenho um outro ponto de vista:

    Este projeto é algo utópico.
    Sinceramente não acredito que uma pessoa, por mais humilde que seja, consiga utilizar os 300 por mês. Não me parece justo. Bem, na verdade, JUSTO é. Porque cada um paga o que quer, o que pode e quando pode. Acho que a palavra certa seria, HONESTO.
    Esse projeto não me parece e não é nada honesto.

    Foi como você disse: Poderia, um cidadão, comprometer-se mensalmente por um serviço “incompleto?”

    Se nós, meros usuários, ligados quase que 24h. na rede, sabemos que para ler notícias e realizar tarefas basicas, gastamos mais do que o proposto pelo PNBL. Você realmente acredita que quem dita as regras não sabe que “não dá” ? Lógico que sabe.

    No final das contas fica caro:

    Será que ele tem PC?
    Será que ele tem uma suite de escritório?
    Será que que ele tem um sistema atualizado?
    Será que ele manda e-mail?
    Será que ele tem uma impressora?

    Será?

    Não é honesto. É chamar o cidadão de burro.
    Cidadania pra mim é outra coisa…

    O ideal seria: O indivíduo quer internet? Que ele pague conforme o uso.
    popular é isso.

    Esse governo é vergonhoso.
    A ANATEL virou casa da mãe Joana.
    Estamos nas mãos das operadoras.

  • Tavares

    Eu baixo 20 GB em 1 dia com minha conexão de 10mb, E pago somente R$ 69,00 por ela, acho um roubo esse PNBL, PORQUE SERÁ que a Anatel acabou com o projeto de Internet pela rede elétrica, não vou explicar aqui o que a Anatel fez mas basta uma busca pela web pra ver que o Governo e continua sendo safado e está manipulando todos com ajuda da mídia, pregando mentiras a população, o Governo corrupto do Brasil destruiu o PLC, abram o olho pois vocês estão sendo enganados mais uma vez.

  • Marcelo
    684c

    Finalmente a internet no brasil está saindo do buraco!!!

  • Bia, deixa eu deixar aqui duas dúvidas:

    1) O que é “exercer a cidadania”? É uma criança carente fazer o trabalho de escola com auxílio da internet? Então, nesse caso, a criança VAI precisar baixar um pacote de algumas centenas de MBs, pra baixar, que seja, seu OpenOffice ou BROffice.

    2) Qual a utilidade de uma conexão de 1mbps quando é limitado o consumo a 300MB? Se é só pra usar e-mail, ler notícias e textos em geral – ou seja, não é pra ser utilizado pra entretenimento (fotos/vídeos) – não há necessidade de uma largura de banda alta. É necessário somente uma latência baixa.

  • Fernando Silva

    POR FAVOR A TODOS OS BRASILEIROS:
    Vejam que são os deputados e senadores que elaboraram esse PNBL e nunca mais votem nele. Isso inclui a Presidente.
    Isso serve apenas para financiar empresas de Telefonia e Telecomunicações que financiam as campanhas deles.
    Quer um pelo exemplo do que aconteceu a pouco tempo: No governo Lula foi criado o “Computador para todos”, com financiamento do BNDS, Incentivo fiscal, financiamento em 24x, entre outras coisas. Mas o computador pra todos era apenas da marca Positivo.
    As empresas provedoras de banda Larga brasileiras cobram o maior valor de internet do mundo e prestam o pior serviço do mundo. Os roteadores e servidores são arcaicos e desatualizados.
    Os Backbones, routers e outros dispositivos não são substituídos por melhores para melhorar o serviço prestado. São apenas alocados para regiões mais pobres ou pro interior. Esse limite proposto apenas assegura o direito das operadoras de prestarem um serviço péssimo a população de baixa renda, cobrando caro e garantindo o lucro aos acionistas de empresas de telecomunicações.
    Moro próximo a região do Jardim Angela em São Paulo (Capital) e depois de muito brigar com a Telefônica consegui ter apenas 250k de internet. Mesmo pagando quase 60 reais. Eles alegam que não foi possível colocar uma velocidade maior por problemas na região. Mas em Off, funcionários da própria Telefonica me disseram que os dispositivos estão operando acima da capacidade, que foram vieram usados de outras regiões como Itaim e Morumbi. E ate o absurdo de existir cabeamento analógico do tempo da Telesp que não foi substituído pela telefonica.
    Antes de propor aumentar o acesso a novos usuarios de internet no brasil, deve-se investir em infra-estrutura, profissionais e outras coisas deficitárias. Com o dinheiro investido pelo governo federal nesse PNBL, eles construiram programas de inclusao digital como o acessasp em todas as cidades do Brasil.

  • @xrenan
    285c

    Um erro comum que vejo acontecer – principalmente com o pessoal que assina 3G – é o tal do LIMITE DE DOWNLOAD.
    A primeira coisa que as pessoas pensam é “Não vou baixar nada do Baixaki, só vou ficar no Orkut, MSN, Twitter e Youtube”.
    Aí é só contar até dez e a conexão ficar uma lerdeza só, pois estouram a cota…
    Acho que seria muito mais válido investir diretamente na educação. Criar escolas, colocar carteiras decentes, remunerar professores dignamente, oferecer conteúdo de qualidade, estrutura boa, alimentação… Tenho certeza que isso seria mais proveitoso do que essa conexão natimorta.

  • Silvio

    Ola Bia

    A respeito do seu texto acredito que a telefonia móvel seria a verdadeira inclusão digital pois a grande maioria já possuem aparelhos celulares.

  • Fer

    “tupiniquim”? Hello, sabem o significado disso?

  • Aqui na minha cidade temos o Velox 49,90 300k ilimitado,um provedor furreca chamado Sapucainet que vende 300k por 86,90
    E o provedor que eu uso, eu tenho conexão de 2MB, 20gb mensais por 69,90, eles tem um plano de 2mb 2gb mensais por 29,90 e um de 3mb 30gb por 89,90. é via rádio mas opera em 5.8ghz
    Além da velocidade ser constante e não ter horário de pico o ping sempre está na casa dos 8ms além das 1600 conexões por segundo, o velox fornece 160 conexões por segundo.

    Concordo plenamente com o Fernando Silva, o Brasil é uma festa para as empresas de telefonia, e um grande depósito de velharia também, enquanto era lançado a rede HSPA (3G) na Europa já era usado o HSDPA (4G), e onde vocês acham que foram usados os equipamento desativados do primeiro mundo????

Deixar comentário:

Leia | Política de Comentários.