Ir para o conteúdo.

Início » Celular e tablet » Schmidt promete que Google não vai “estragar” Android

Tá tudo bem, gente.Ao ser indagado se a compra da Motorola Mobility representaria qualquer mudança de rumo na filosofia aberta do Android ou se a companhia teria algum tipo de tratamento especial o ex-CEO do Google, Eric Schmidt, garantiu que nada irá mudar. Durante uma entrevista à rede de notícias Bloomberg o executivo disse, dentre outras coisas, que não vai “estragar” o Android.

“O ecossistema do Android é nossa prioridade número 1 e não faremos qualquer coisa com a Motorola ou qualquer outra companhia que estrague a dinâmica desta indústria. Nós precisamos de concorrência forte e dura entre todos os fornecedores Android. Não teremos favoritos no futuro e as pessoas não precisam se preocupar com isso”, afirmou o executivo na entrevista.

Schmidt também afirmou que as 17 mil patentes que vieram junto da Motorola deverão “acabar” com as ferozes batalhas judiciais que vêm acontecendo entre as gigantes da tecnologia por conta de supostas propriedades intelectuais embarcadas em seus dispositivos móveis.

Agora resta saber se a declaração irá acalmar alguns dos ânimos do mercado, que viram a criação da Googlorola com desconfiança desde seu anúncio. À ocasião do anúncio da compra, o analista Michael Gartenberg, da Gartner, afirmou que a situação era um “pesadelo” para as outras companhias que produziam dispositivos com a plataforma.

8 Comentários (Deixe o seu!)

  • Falaram a mesma coisa sobre o Orkut, uns anos atrás! :P

  • j2k
    1256c

    17 mil patentes… OH MY!

  • Rodrigo
    765c

    Quem sabe as 17 mil patentes sirvam para frear a “extorsão” da MS sobre o uso do Android e acabem com o sorriso do Ballmer.

  • “Estragar o Android”..Tem como estragar mais ainda?

    • Android é muito bom. Não tem pq falar o contrário.

      • Turdin
        3346c

        Bem, eu só vi um grande problema até agora: o enorme delay.

  • J. Neto

    Googlorola?

  • Rafael
    1978c

    Nada a ver esse pensamento de que a Google fecharia o Android só pra Motorola, eles não ganhariam nada com isso, só perderiam.
    Vejam que o Android é distribuido de graça, a grande tática de um produto aberto assim é receber por ele de outra forma que no caso é pela integração com os serviços da Google nos aparelhos e domínio dos SOs, quanto mais empresas usando melhor.

Deixar comentário:

Leia | Política de Comentários.