Ir para o conteúdo.

Início » Celular e Tablet » Adobe lança app para assinar documentos usando o iPad

A Adobe parece ter resolvido um problema complicado para corporações de tamanho médio ou grande: a burocracia na hora de receber de volta contratos e documentos devidamente assinados. Hoje a companhia apresenta o aplicativo Adobe EchoSign para iDispositivos rodando a plataforma móvel da maçã. Com ele instalado, o usuário tem toda a facilidade do mundo em adicionar uma assinatura digital ao documento e imediatamente remetê-lo de volta para a parte mais interessada.

“Nós sabemos que você está fazendo mais e mais negócios com os seus dispositivos móveis e tablets e nós estamos comprometidos em ajudá-lo a otimizar seus processos de negócios e aumentar a produtividade.”

Por trás do papo corporativo que a Adobe sempre adota temos a tendência de que, no futuro, mais e mais transações sejam feitas eletronicamente. No banco é assim – aposto que você utiliza os serviços de e-banking das instituições financeiras em que mantém conta. Correspondência, nem se fala, haja vista a quantidade de mensagens eletrônicas que nós trocamos diariamente.

App Store - Adobe EchoSign

No caso de contratos digitais o buraco é mais embaixo. Estamos falando de dinheiro o tempo todo, e por vezes são cifras exorbitantes. Portanto, é natural que a adoção de tecnologias mais novas para gerir a remessa de documentos aconteça de forma mais lenta e gradual. Com app para iPhone, iPod Touch e iPad, a Adobe tende a acelerar um tanto esse processo.

A tarefa do Adobe EchoSign é muito simples: depois de ler o documento, o usuário confirma a sua validade por meio de assinatura eletrônica que está atrelada ao seu endereço de email. A Adobe cuida de toda a parte de segurança. Para tanto, o usuário deve ser adepto da tecnologia EchoSign, proprietária da Adobe, que está em conformidade com a lei americana de e-sign. Qualquer assinatura digital passa por um processo semelhante ao reconhecimento em cartório que nós, brasileiros, tão bem conhecemos.

Pelo que a Adobe comunicou, essa é a primeira vez que o EchoSign chega a uma plataforma móvel. Ou seja, nada de aplicativo do tipo para Android, Windows Phone e congêneres. Privilégio de usuários dos iDispositivos por enquanto.

Download: Adobe EchoSign (App Store)

Se você conhece apps similares para iOS ou outras plataformas, não deixe de adicionar essa informação nos comentários.

Com informações: Engadget

5 Comentários (Deixe o seu!)

  • Vamos ver o que pode dar… Aqui no Brasil ainda não temos nada em plataforma mobile, mas já estamos bem avançados em assinatura digital, e-CNPJ e e-CPF já é usado a rodo em empresas para assinar NF-e e resolver alguns problemas fiscais. Com esse novo RG que virá com um certificado digital embutido, acho muita coisa irá mudar.

    • Salvo engano, Jean, toda a parte de e-sign no Brasil depende de hardware específico cheio de burocracia ainda. Essa é a vantagem do sistema americano, no qual um simples dispositivo móvel pode oferecer os recursos de e-assinatura.

  • Yangm
    1c

    E isso porque a Adobe tinha ficado de mau com a Apple e estava de bons amores com seu flash no Android.
    E depois é o Google quem sai atirando para todos os lados…

  • O recurso de assinatura digital já existe há algum tempo nos documentos PDF, estendidos pelo Acrobat ou pelo LiveCycle (agora ADEP) Digital Signatures. Assim, um documento eletrônico que contiver um campo de assinatura digital pode ser assinado digitalmente no PC faz tempo. A ampliação desse recurso para os dispositivos móveis é apenas uma consequencia natural da atual tendência.

    Quanto à política de versões para Apple, Android, Blackberry, etc., o que venho percebendo é um “rodízio”. Alguns aplicativos “touch”, como o Photoshop Touch, foram anunciados inicialmente para Android, com promessa de lançamento posterior para o iOS. Outros produtos fizeram o caminho inverso.

    É bom lembrar que para aplicar uma assinatura digital não é preciso contratar, obrigatoriamente, o serviço da Adobe. Você pode usar outras empresas, a Receita Federal ou mesmo criar sua própria assinatura e disponibilizá-la em um servidor. Essas assinaturas podem ser válidas, inclusive, somente dentro de uma organização, sem o envolvimento de terceiros na validação.

    Marcos

  • Valdir Jacintho
    1c

    No Brasil foi adotada a certificação digital não somente para trazer os benefícios da tecnologia mas também para trazer o “reconhecimento de quem assina o documento” esse sim é um fatos mais preciosos dentro da politica de certificados da ICP-BRASIL.

    Quem assina é quem assina mesmo! O ECHO SIGN é um serviço muito bom porém peca no fator segurança! Qualquer um pode criar um login e senha e começar a assinar documentos eletronicamente com um agravante, eles mesmos certificam o documento e dizem que aquela pessoa é ela mesma! Sem pedir garantias de sua identificação!

    No site da ADOBE eles dizem que o ECHOSIGN não é a mesma coisa que certificado digitais porque seria muito caro e complexo para que todos os usuários tenham um smartcard, token, etc….. !

    Se vc deseja uma garantia de quem está assinando um documento vamos adequar a tecnologia. Trabalho com soluções em certificação digital é posso garantir que é possível incorporar os certificados digitais ICP -brasil em uma solução como a ECHOSIGN.

    Vejam não estou criticando solução da ADOBE, ela é sensacional, instalei no meu smartphone e funciona muito bem só estou ressaltando a validade legal das assinaturas! Nos EUA tudo bem pode valer mas para o Brasil e seus processos legais não se encaixa.

    Se você quer a ferramenta para vistar documentos e fazer rubricas em processos meramente administrativos onde o peso legal seja mínimo eu aconselho a usar mas se você precisa garantir e reconhecer quem assina, com peso legal, use os certificados ICP-BRASIL.

    Hoje é possível colocar o processo de assinatura digital por demanda, em um workflow de documentos, usando certificados digitais em Smartfphones e tablets sem que o usuário precise ter o token, smartcard na mão ou o certificado instalado no dispositivo.

Deixar comentário:

Leia | Política de Comentários.