Início » Celular e tablet » Nunca foi tão fácil rabiscar em imagens no iPad

Nunca foi tão fácil rabiscar em imagens no iPad

Evernote lança versão do Skitch para tablet da Apple.

Por
2 anos e meio atrás

No início da semana eu questionava tranquilamente no meu Twitter se havia alguma coisa similar ao Skitch para o iPad. Imagine só, fazer desenhos em cima de imagens com um aplicativo fácil de usar… Alguns contatos mandaram sugestões, como o Sketchbook Pro da Autodesk. Mas nada chega na facilidade do Skitch que a gente tanto conhece no OS X. Pois bem, na manhã de hoje o Rafa, outro editor do site, deu a boa notícia: saiu o Skitch em uma versão exclusiva para iPad!

Olha aí o app em funcionamento

A tela inicial do aplicativo mostra as opções para adição de comentários, setas e afins nas imagens. O usuário pode abrir uma foto já salva, abrir a câmera e bater uma foto (com a qualidade triste que só a câmera do tablet oferece), fazer screenshot de uma página da web ou ainda de um mapa. Por fim, uma folha em branco está disponível – mas para isso temos o app Bamboo Paper.

Só não adianta achar que, por ser um aparelho com touchscreen, fica mais fácil escrever texto no iPad. Os desafios permanecem os mesmos: não dá para colocar linha muito fina, e geralmente as características da escrita cursiva da pessoa se perdem. Mas dá para arriscar letras de forma, como eu fiz na captura de tela acima. Sim, deixou bastante a desejar.

O Skitch é esperto e reconhece os elementos adicionados pelo usuário na imagem, permitindo movimentá-los e editar a cor de preenchimento deles. As ferramentas de edição são bem básicas, com traçado livre, elipse, seta, texto, retângulo e linha. Diferentemente do Skitch no Mac, a versão para iPad não conta com marca-texto. Uma pena.

Edições feitas, o Skitch para iPad permite compartilhar usando o AirPlay para exibir a tela em uma televisão ou monitor; enviar para o Twitter tirando proveito da integração nativa entre o microblog e o iOS 5; mandar por email; e salvar na Camera Roll. Não menos importante, também exporta a imagem como uma nota do Evernote (fruto da aquisição do Skitch pela empresa que desenvolve o Evernote).

Compartilhamento com Evernote

Brinquei um pouco com o app e gostei bastante. Simples, direto ao ponto e funcional.

Conforme o Tecnoblog noticiou previamente, o Skitch possui versão para Android também gratuita no Market.

Depois dessa, não tenho dúvidas de que a gurizada do futuro vai abandonar a caneta ao rabiscar fotos – para colocar dente sujo e chifrinho – para zoar os amigos. Bem mais prático com o iPad na mão. E depois é só mandar por email.

  • http://twitter.com/arsenalbelico @arsenalbelico

    “abrir a câmera e bater uma” foi ótimo (risos)

    • http://about.me/thassius Thássius Veloso

      Oops. Texto corrigido.

  • http://twitter.com/luisdpaula @luisdpaula

    Mais aí e aquela namorada louca ao invés de querer cortar eu das fotos,quiser vir quebrar o ipad????(Hipótese já que não tenho nem ipad,nem namorada,nem dinheiro p/ ter)

    • http://twitter.com/MasterWebInter Yangm

      “nem dinheiro p/ ter”
      Não tem dinheiro para ter o iPad ou para ter uma namorada?

      • http://pensamentolateral.com/ Raph4

        Ambos?

        • http://twitter.com/luisdpaula @luisdpaula

          Alguém se ligou.HAHAHAHA,achei que ninguém ia pegar a piada.

  • http://twitter.com/MasterWebInter Yangm

    Então Thas, como é viver em um mundo onde os ícones são padronizados? Gosto do Android mas a única parte que me broxa é que os devs podem fazer o que bem entenderem com os ícones.

    • http://about.me/thassius Thássius Veloso

      Na minha experiência de uso é muito mais agradável. Entendo que o Android peca nesse sentido, liberando ícones de toda sorte. Podiam padronizar, trazendo um visual mais consistente e organizado para o usuário.

      Por outro lado, a proposta deles é que tudo seja livre. Para os adeptos da filosofia, deve ser mil maravilhas ver que funciona.

      • http://twitter.com/MasterWebInter Yangm

        É exatamente por isso que entre uma formatação e outra do windows que eu uso o pacote de ícones “Token Icons”, pois seguem o mesmo padrão, além de vir com um guia passo a passo de como criar um “Token Icon”. O desktop de qualquer dispositivo fica muito mais bonito e agradável com ícones padronizados.
        Se o problema é liberdade, a Google poderia pelo menos deixar um how-to para quem quisesse fazer ícones padronizados. Os ícones do Facebook, Netflix, e Google+, por exemplo, apresentam tamanhos totalmente diferentes, mas com o mesmo formato.

    • http://melhoresimoveis.net Rodrigo Fante

      ícones padronizados em que sentido? eu vejo vários padrões de ícones ali.

      Você diz ícones retangulares?

      • http://twitter.com/MasterWebInter Yangm

        Digo ícones com a mesma proporção de tamanho e de formato.

        • http://melhoresimoveis.net Rodrigo Fante

          Ah sim, mas isso é bom.

    • http://www.brunogdb.blogspot.com @brunogdb

      Não devia proibir outros meios, mas sim a Google influenciar os ícones e por algo na SDK que ajude a fazer naquele padrão.

      • http://twitter.com/MasterWebInter Yangm

        Concordo.

      • http://www.brunogdb.blogspot.com @brunogdb

        Até porque, isso pra Google deve ser fácil.

  • http://www.brunogdb.blogspot.com @brunogdb

    Já tenho no meu Android, mas eu espero ansioso mesmo para iPhone/iPod. Excelente app. :)

  • http://www.melhortvlcd.com.br Marcelo

    bacana!

Tecnocast

|

Faça seu login no Tecnoblog

Crie a sua conta

Esqueci minha senha