Ir para o conteúdo.

Início » Software e Apps » Canonical anuncia Ubuntu para Android

Enquanto a turma do Tecnoblog pulava o carnaval e brincava de arremessar gadgets na piscina, a Canonical anunciou o que pode se tornar mais um dos interessantes projetos envolvendo smartphones da plataforma Android. A empresa anunciou hoje o Ubuntu for Android, sua distribuição Linux de bolso.

Alô?

Enquanto muitos criticam as fabricantes por estarem lançando smartphones cada vez mais poderosos (sem necessariamente fazer uso de todo esse potencial) a Canonical vai tirar proveito dos processadores multi-core de tais aparelhos com a integração do Ubuntu. Assim, ao conectar seu smartphone em um dock especial e a um monitor, você passa a usar o Ubuntu e o Android ao mesmo tempo. O anúncio veio do blog de Mark Shuttleworth, que faz questão de lembrar que esse não é o “Ubuntu Phone” que todos estamos esperando.

Interessante notar que essa não é uma solução que envolve máquinas virtuais ou coisa do tipo. Como o Android já roda uma espécie de Kernel Linux, o “casamento” entre os dois roda muito bem, e é possível até mesmo executar os dois sistemas ao mesmo tempo. Assim, mesmo que você esteja utilizando o Ubuntu o smartphone vai te avisar de novos emails ou mensagens e te dará a oportunidade de atender a ligação normalmente.

Dizer que não atendeu a ligação por estar no Ubuntu não vai colar :(

Dentro do próprio Ubuntu também será possível rodar os aplicativos para o Android, dentro da interface Unity que já conhecemos (e, em alguns casos, odiamos). O mesmo vale para os contatos que estejam no aparelho, ou as notificações. A integração é total, como podemos ver no vídeo abaixo.


(Vídeo no YouTube)

O Ubuntu for Android já virá com um pacote básico de programas (Thunderbird, Chrome, VLC, e outros), mas em tese você poderá instalar qualquer outro programa disponível para o sistema (desde que haja espaço disponível no smartphone, claro). Com isso, é como se você levasse seu PC para qualquer lugar, no seu bolso. Isso é particularmente interessante para empresas que poderiam, por exemplo, se beneficiar desse conceito cortando custos de equipamentos para funcionários.

Para ser executado o Ubuntu for Android exigirá no mínimo um smartphone com processador dual-core de 1GHz, 512MB de RAM, 2GB de armazenamento livre, saída HDMI e aceleração de vídeo. Basicamente, qualquer aparelho topo de linha lançado em 2011 já se encaixa nesses requisitos.

Infelizmente, o Ubuntu for Android ainda não está disponível, mas esse site especial explica como o sistema funciona, convida empresas a conhecer melhor o que ele oferece e – quem sabe – já integrá-lo ao smartphone direto de fábrica. Ele também será demonstrado publicamente na MWC 2012, que começa na semana que vem.

71 Comentários (Deixe o seu!)

  • O cara vai poder instalar normalmente qualquer aplicativo que seria feito para o Ubuntu no PC para esse Ubuntu For Android?

    • Jean

      Eu acho que sim.

    • Sim

    • Não. O aplicativo precisa ser compilado pra essa arquitetura (no caso, ARM) especificamente. Os principais já foram compilados (mostrados no vídeo), os outros vão depender da “boa vontade” dos desenvolvedores…

      Ou então apela pros smartphones com intel medfield (x86).

  • @iJeanCarlos

    Legal demais,parabéns a canonical!

  • Nuss muito bom… Parabéns muito boa a iniciativa!

  • ~FUJÃO~ PARA AS COLINAS!

    • paulorazia
      566c

      as colinas também estão rodando ubuntu. cara, a conical ta fazendo um trabalho muito bom! o ubuntu ta evoluindo rápido!

      • Yangm
        1c

        “as colinas também estão rodando ubuntu.”

        auehaueaheuahe

        • Yangm, você tem vários fãs no TB hahaha

          Só riu do comentário de outro cara e tem 13 ou mais “joinhas” huahuahuahu

          • Yangm
            1c

            Pois é, nisso que dá ser famoso.

          • paulorazia
            566c

            pois é, o yangm ta fazendo sucesso aqui no TB!

  • Claudio H.
    541c

    Desculpe o palavreado, mas essa notícia merece. FODA!

  • Cara, o mundo Linux está um passo a frente das grandes!

    • Jean

      Pois é. E ainda tem gente que diz que o software livre não inova.

    • Gaba
      1912c

      Das grandes?

    • Rennan Alves
      425c

      Eu diria que é a Canonical que está um passo a frente de todo mundo.

      Detalhe que quando você pluga um outro cabo (que não vi direito) no pequeno device, ele carrega na tela o Ubuntu TV!!!!

  • paulorazia
    566c

    Quer dizer que até o optimus 2x vai poder ter o ubuntu e o GSII não? Pelo que sei o GSII não tem hdmi. e toda a linha de dual-cores da motorola tem hdmi (e essa linha nao é tão pequena)… enfim, quero instalar logo no meu!!

    • Pek
      28c

      O GSII e os outros novos celulares da Samsung têm saída HDMI via mini-usb, se chama MHL

      • o cabo MHL não vem junto com o aparelho, eu acho

    • sem HDMI não dá pro Ubuntu fazer mágica, né? Quando você roda um aplicativo, ele roda no celular e mostra na tela, pelo HDMI, isso é possível por causa do Kernel, o HDMI é necessário para que você veja isso acontecendo, então… Não, o GSII não pode.

    • paulorazia
      566c

      esse MHL é uma “gambiarra” pra eles terem o hdmi, mas como o amigo ali disse, não dá pra canonical fazer mágica!

    • Segundo o post do AndroidCentral, vai sim, palavras da Canonical, segue link
      http://www.androidcentral.com/ubuntu-android-becomes-real-looks-take-motos-webtop-experience

  • Eu informei o Thassio e o Tecnoblog no twitter, não sei se eles viram sobre isso.

    Mas de qualquer jeito, eu to louco pra poder testar, sério mesmo!

  • marcelosabadini

    Digamos que agora posso começar a pensar em abandonar o iOS uahuahuahuahuahau

  • Daqui uns dias vai ter video no youtube e tutorial para rodar Windows nesses smartphone hahahahahahahaha

    • Acho difícil, cara… Como falaram, é integração por causa da Kernel Linux. Mas, sei lá, né… Não duvido. Do jeito que as mentes brilhantes são hahahaha Talvez façam só porque podem lol

      • Scheldon
        1c

        Lembrem que o wp7 usa o mesmo kernel do Windows 8, então se iniciativa der certo a M$ pode fazer o mesmo(olha, isso podia impulsionar as vendas do wp7).

        • Aí acho que usariam o W8 mesmo. Com o tempo pra desenvolver, testar e tudo o mais, o WP7 já seria “antigo”.

  • Jean

    Achei uma tacada de mestre. Há uma tendência de smartphones superarem os computadores em pouco tempo.

    Mas foi uma idéia genial integrar o desktop e o smartphone no mesmo aparelho. A Motorola tinha tentado fazer algo parecido com o Atrix, mas este não contava com um sistema operacional desktop tão completo quanto o Ubuntu. Era basicamente o mesmo Android com um ponteiro do mouse.

    Prevejo a Apple copiando, e depois dizer que foi sua ideia “revolucionária” e sair processando todo mundo.

    • Pena que como Ubuntu é uma alternativa GPL, caso a Apple utilize qualquer parte disso, correria o risco de tornar todo seu codigo livre, para qualquer um pegar e alterar hehe.

  • Que show! Cara, eu amo o Ubuntu desde que o conheci, no trabalho, para verificar erros no HD. Isso, com ele rodando no pendrive.

    Estou doido pra arrumar logo um HD novo (dois pifaram) para instalar o Ubuntu de vez!

    Mas agora me surpreenderam mesmo! Eu vim pensando que era o UPhone, fiquei decepcionado ao ver que não era e fiquei maravilhado com o que vi! Simplesmente lindo!

    Quando, SE, fizerem o UPhone, com certeza vai vir assim.

    Eu quero!!! \o\ \o/ /o/

    • Alan

      A espectativa é que o “UPhone” seja lançado em 2014
      té la o ubuntu for android quebra bem o galho

  • Agora o Android passou a ser uma plataforma interessante.

  • @maxikd
    1c

    pô, legal demais! queria testar também :D

  • Será que é bom como no desktop?

    • Scheldon
      1c

      Eu particularmente gosto muito, mas sistema operacional é uma questão de gosto(ou de costume)

  • Pena que requer um smartphone mais potente que o meu desktop. HAHA.

  • liberdade()
    {
    apt-get install $1
    )

  • luizhenrique

    Será que vai poder rodar no motorola XOOM?

  • Muito boa essa notícia.
    Canonical sempre surpreendendo.

  • O povo exagera dizendo que Linux está um passo a frente e zaz.
    Mas bem bacana, é a primeira vez que vejo o Linux realmente inovando…

    • Primeira vez? O_O

      • Scheldon
        1c

        Da um desconto, o cara não sabe do que esta falando.

        • Pelo menos ele está usando o Firefox. :D

  • Interessante…
    …Mas é mais uma coisa do mundo Linux que não vai pegar entre usuários normais (humanos).
    Pra entusiastas e pro pessoal de tecnologia talvez…

    • Acho que dá pra pegar sim, cara. As pessoas podem olhar e pensar “um celular que tem tudo, até um computador, ou vários aparelhos de todos os tipos que não se comunicam?”.

      Mas… não vai ser tão fácil, claro.

    • Assim como o Android, não é? ¬¬

  • Gabriel
    923c

    Uma ideia bem interessante, faz sentido pensar que para as “pessoas comuns” os smartphones podem vir a substituir os notebooks (como os mesmos fizeram com o desktop). Só duvido que a performance do sistema seja boa mas, na pior das hipóteses, a Canonical já está se preparando para um mercado futuro interessante.

    • Como no texto, “basicamente, qualquer top de 2011 pode rodar”. Como isso, provavelmente, não é pra sair agora, de vez, acho que, quando sair, já tem como se apoiar tranquilamente. Vamos esperar pra ver se vai dar certo. =D

      • Gabriel
        923c

        Eu fico curioso em saber se tem um desempenho de netbooks ou de notebook/desktop.Os nets rodam Windows 7, mas de forma alguma eu consideraria trocar meu computador por um netbook + teclado + mouse.

        Hoje os substitutos dos notebooks (ultrabooks) já são muito melhores e dão conta de substituir um desktop em desempenho com tamanho diminuto e autonomia decente. O preço deles ainda é alto, mas “comprável”. Acredito que os smartphones chegarão a esse nível um dia.

        Outro ponto que me veio a cabeça é que a Intel pode estar com sorte, pois se os Atom conseguiram uma eficiência decente, é provável que eles se entendam melhor com essa solução que os ARMs que não são utilizados em sistema de de desktop.

  • Ramon Melo
    2410c

    A ideia é ótima, mas todos nós sabemos que o Windows 8 vai assassinar essa empreitada.

    • JoseRenan
      1572c

      de que modo?

      • Ramon Melo
        2410c

        Unificando desktops, tablets e celulares (e possivelmente consoles de videogame). Se a Microsoft fizer o Windows 8 rodar direito em todas essas plataformas com integração total, não tem para mais ninguém.

  • 7megas
    271c

    E lá vamos nós de novo…

  • Marcos
    327c

    E cadê a nova versão do Ubuntu?!!

    • Abril amigo.

    • 12.04. “04″ é o mês de lançamento.

  • @Ronyan_
    73c

    O preço irá diminuir. =)

  • putz…top demais hein

  • Scheldon
    1c

    Seman a que vem vão anunciar que o ubuntu também pode ser instalado em uma cueca furada.

    • Eu já consegui numa meia. Numa cueca ainda não tentei. =D

  • Outro Leitor
    86c

    “Para ser executado o Ubuntu for Android exigirá no mínimo um smartphone com processador dual-core de 1GHz, 512MB de RAM, 2GB de armazenamento livre, saída HDMI e aceleração de vídeo.”
    Acho que em 2015 ou 2016 eu consigo testar essa versão. :D

    • Mas qualquer aparelho Android mediano tem isso :P

      • Acontece que os preços estão bem longe de ser medianos, na verdade estão quase tão caros quanto um desktop(que ironicoooooo). Se bem que os atrix usado esta relativamente barato, a motorola e seu descaso com a rom stock do aparelho e com as atualizações fez com que muita gente se livrase do aparelho.

        • É verdade. Preço está altíssimo. E como sempre é coisa do Lucro Brasil. Veja um N9. Estava R$1700 devido ao sucesso no exterior. Em poucas semanas passou pra R$800. E garanto que o lucro ainda é gigante.

          • Jean

            Onde vc achou esse N9 por R$ 800? Eu queeeero!

            PS: Bem a Canonical podia lançar o “Ubuntu for Meego”. Afinal, o hardware desse celular é muito bom.

            • Na loja Nokia esses dias estava 999, mas já vi numas outras lojas por menos. Estranhamente subiu novamente o preço ¬¬

  • Gostei. Espero que cresça bastante.

  • Já tava na hora. Afinal o Android é baseado no Linux.

  • Sérgio Viana

    Vamos imaginar que uma pessoa saia de casa com seu smartphone Androide/Ubuntu para um reunião de negócios. Ela não levará o teclado, o mouse, a base e o monitor por razões obvias. No meio da reunião surge a necessário de redigir um documento. Pergunta: Como ela faz isso, já que ela não levou os periféricos? Até onde vai a minha percepção, isso não será possível! Agora, qualquer notebook faz isso! Não sou contra a ideia da Canonical, achei ela interessante, mas temos que estar atentos para a aplicação de determinadas inovações no dia a dia, considerando todas às variáveis possíveis. Eu acho que o ultrabook é uma proposta mais adequada, considerando o tipo de aplicação.
    Mas vai uma ideia. Tenho pensado muito na ideia de sistemas complementares. O sistema operacional de um smartphone, de um tablet, de um notbook ( ou ultrabook), de uma smart tv e de um desktop compor um sistema maior. Não é a ideia e integração mas de complementação. É como um sistema único fosse dividido em partes e cada parte instalada em seu dispositivo específico. Naquelas aplicações que fossem comum, todos poderiam executar, mas na específicas de cada aparelho seria direcionado de forma específica. Lembrem-se, hoje existe OS em vários tipos de aparelhos, além dos citados anteriormente, como: GPS, painel de carro, painel de avião, etc. São sistema operacionais muito específicos com aplicações específicas. Como não pensar em um sistema maior? Tudo indica que o pessoal do QNX já esta caminhado nesse sentido!

Deixar comentário:

Leia | Política de Comentários.