Nada como começar uma semana com rumores e especulações. O de hoje conta com a participação da americana quase falida Palm e da fabricante taiwanesa de celulares HTC. Segundo o site de finanças Bloomberg, a primeira estaria procurando por compradores e a segunda seria a empresa que mais está interessada em adquiri-la.

Mas a lista de interessados não conta com um nome só. Logo depois da HTC, as fabricantes de computadores Lenovo e Dell também estariam sondando uma possível aquisição. O fato da HTC ser uma das empresas mais afoitas por comprar a Palm pode estar relacionado com o grande portfólio de patentes que a companhia tem e que poderia ajudar a HTC no processo contra a Apple.

Obviamente nenhuma das empresas quis comentar os rumores, entretanto é inegável que a Palm está contente com o surgimento deles, visto que a mera especulação da venda fez com que os preços das suas ações na bolsa norte-americana subissem em até 11% na semana passada. Ainda segundo o Bloomberg, a empresa estaria trabalhando com as firmas de investimento Goldman Sachs Group Inc. e Frank Quattrone’s para achar um comprador.

[via Bloomberg / Foto modificada sob licença CC de Leonard Chien]

Aqui no TB a gente não cansa de pensar em novas formas de movimentar a comunidade, criar discussões (de alto nível, é claro) e fazer com que o conteúdo disponível no site desencadeie interação entre usuários. Pensando nisso, uma série de implementações já estão a caminho para tornar o site mais agradável para a participação do leitor. Mas uma dessas implementações já está no ar. Dê uma olhada:

Agora nós temos, na barra lateral, uma listagem com os comentaristas mais ativos do site nos últimos tempos. Portanto, você tem mais uma motivo para escrever comentários no TB: figurar na seleta lista dos que mais participam. Já de início, eu posso garantir que os primeiros colocados poderão ser muito bem recompensados no futuro. ;)

Como nós queremos comentários interessantes, que gerem discussão ou agreguem valor ao site, nossa política de comentários foi atualizada para refletir isso. Somente comentários que estejam de acordo com a nossa proposta serão liberados. A fórmula, no entanto, é simples: ser inteligente, divertido ou criativo já vai te ajudar a entrar no Top 10.

E caso você tenha sugestões de como melhorar o site, basta entrar em contato pelo formulário, mandar um reply para o @tecnoblog ou ainda escrever para dicas@tecnoblog.net.

Acontece nessa segunda-feira (12/abril), a partir das duas da tarde, o evento We’re for sharing. Reza a lenda que a empresa vai revelar algo a ver com dispositivos móveis, como um smartphone próprio ou ainda o tão misterioso tablet Courier.

É óbvio que nós do Tecnoblog não vamos perder isso. Portanto, nobre leitor, apareça nesse post uns quinze minutos antes do evento para acompanhar o minuto a minuto (caso você esqueça, uma chamadinha estará na nossa barra de destaques, abaixo da marca do site). Quem sabe você não fica conhecendo, em primeira mão, o próximo iPad KillerLeia mais

Para os fãs do futebol, 2010 é ano de Copa do Mundo. Para quem gosta de política, o mesmo ano é tempo de eleições. Lá para outubro, você vai ter que escolher o próximo presidente ou próxima presidente da república.

Claro que a televisão – com seu famigerado horário político – será a principal forma de divulgação dos candidatos, mas a internet deslancha nesse ano como a mais nova plataforma política a ser levada a sério.

Pensando nisso, as equipes de marketing dos principais candidatos já planeja a presença deles nas redes sociais. Todos os expressivos já estão no Twitter – e alguns nanicos também -. Confira abaixo os arrobas dos presidenciáveis.

Dilma atualiza Twitter. (Foto de Roberto Stuckert Filho, no Flickr da candidata)

Dilma atualiza Twitter. (Foto de Roberto Stuckert Filho, no Flickr da candidata)

  • Dilma Roussef (PT) - @dilmabr: Ex-ministra da Casa Civil, é a candidata de Lula à presidência. Começou a usar o Twitter recentemente e já admitiu que pessoas da sua equipe vão ajudá-la na tarefa de atualizar o perfil.
  • José Serra (PSDB) - @joseserra_: Foi governador de São Paulo, até que deixou o cargo para tentar se eleger. Utiliza o Twitter faz muito tempo (inclusive já meu deu um RT; aqui está a prova :P). Costuma publicar atualizações à noite, o que rendeu a ele a alcunha de “indormível”.
  • Marina Silva (PV) – @silva_marina: Também foi ministra de Lula. Tenta fazer uma campanha pautada pela “mudança”, da mesma forma que o presidente norte-americano Barack Obama fez em 2009.
  • Ciro Gomes (PSB) – @CiroFGomes (PSB) – Ex-ministro da Integração Nacional de Lula, foi responsável pelo início das obras de transposição do Rio São Francisco, no Nordeste. É paulista, mas sua força política está no Ceará.

É o início da campanha eleitoral.

O principal encurtador de URLs brasileiro é o Migre.me, da Kingo Labs, que anunciou recentemente a adoção de insígnias para cada usuário. Existem os outros, sem tanta expressividade, mas que tentam fazer um bom trabalho. O Uiop.me é um desses era um desses.

Como você pode ver na imagem acima, a conta do Uiop.me foi suspensa. Isso significa que todos os links criados pelo encurtador, sem exceção, não estão mais funcionando. Por exemplo, o link http://uiop.me/14iN publicado numa promoção do blog Point das Promoções no mês passado, leva para a mesma página Account Suspended (Conta Suspensa).

Aparentemente, o programador responsável pelo site abandonou o projeto e a empresa de hospedagem que o apoiava optou por encerrar o serviço, uma vez que nenhuma manutenção era feita e já estava ficando inviável manter o Uiop no ar.

Esse é um dos riscos que corremos todos os dias ao depender de um encurtador de URLs para levar o usuário de uma página a outra. De modo geral, em blogs, o ideal é colocar o link completo, para evitar esse tipo de coisa. Deixe os encurtadores para usar em redes sociais, em que há limite de caracteres.

A rede social de microbloging mais usada do planeta anunciou hoje que comprou a Atebits, empresa criadora do Tweetie, cliente de Twitter para iPhone e Mac OS X. A empresa, criada por Loren Brichter, também é fabricante do programa Scribbles.

Com a compra, a versão do Tweetie para iPhone será renomeada para Twitter for iPhone e o preço cobrado pelo aplicativo passará de US$ 2,99 para US$ 0,00. Isso mesmo, o programa vai ser gratuito. Não está claro o que acontecerá com o Scribbles ou a versão do Tweetie para Mac OS X.

Junto com o programa, o Twitter também anunciou que Brichter vai passar a fazer parte do quadro de funcionários da empresa. O Tweetie ganhou destaque em 2009, quando ganhou o prêmio Apple de design.

Alguns sites são tão visitados que, quando linkam um site ou disponibilizam um vídeo, geram uma enorme quantidade de tráfego para aquele local. O YouTube começou a testar hoje uma forma de agradecer a esses sites pelo link.

Como você pode ver na imagem acima, a linha de “Como visto em” vai exibir a marca e o endereço do site que direcionou muitos usuários para o vídeo em questão. No exemplo, o vídeo “The Muppets: Stand By Me” mantém um link para o site de notícias Huffington Post. Embora ao lado da marca apareça apenas o domínio do site, o link leva diretamente para a página na qual ele foi adicionado.

Ainda não há informações sobre os critérios que o YouTube está usando para incluir tais agradecimentos. Como está em fase de testes, ele pode parar de ser usado na mesma velocidade em que foi implementado.

[Mashable]

A equipe de desenvolvimento do Gmail não para. Depois de nos apresentar aos Marcadores Aninhados (saiba como usá-los), o time implementou no Gmail Labs mais uma forma de tornar o uso do serviço de e-mail eficiente em outro nível. Falo da visualização rápida de mensagens, que poupa abrir a página de mensagem para saber o que um remetente enviou.

Para habilitar a ferramenta, vá em Configurações > Labs e marque a caixa Ativar próxima de Visualização rápida da mensagem. Depois salve as alterações no fim da página.

Visualização rápida de mensagens.

Visualização rápida de mensagens.

A descrição do recurso já explica como funciona: “para dar uma olhada em uma conversa sem precisar abri-la, clique com o botão direito do mouse na mensagem em sua Caixa de entrada”. Ou seja, clique com o botão direito do mouse permite visualizar rapidamente o conteúdo da mensagem.

Visualização rápida de uma mensagem. (Clique para ampliar)

Visualização rápida de uma mensagem. (Clique para ampliar)

Quando o botão direito é pressionado sobre uma mensagem, rapidamente uma caixa pop-up é carregada com o assunto daquela mensagem e o remetente. Caso sejam várias mensagems agrupadas em uma conversação, o usuário de e-mail vai poder navegar por elas usando as setas para esquerda e direita no rodapé da caixa (ou na parte superior, dependendo de onde ela foi aberta). Ainda há opções de arquivar, deletar e marcar como lida (normalmente mensagens novas visualizadas dessa forma continuam como não lidas).

Veredito: é outro “Lab” que vale a pena ser acionado o quanto antes. Ele poupa tempo de espera enquanto as páginas de mensagens são carregadas. Além disso, garante a consulta rápida a certos e-mails. Só tem uma coisa que a visualização não permite fazer (e, se permitisse, acabaria com o próprio propósito de existir): rolar a mensagem. Não tem barra de rolar.

Séries de TV de todo o mundo são pirateadas em via bittorrent. Apesar desse não se o objetivo principal do protocolo, ele acabou se tornando um dos principais usos da rede de compartilhamento. Com isso, agências como a MPAA passaram a perseguir sites e usuários que pirateavam o conteúdo dos grandes estúdios na rede. Mas há ao menos uma série que eles não poderão evitar que caia na rede. E ela se chama Pioneer One.

Segundo os criadores, Josh Bernhard e Bracey Smith, a série vai usar a rede de torrent da VODO, uma plataforma de distribuição de conteúdo para cineastas independentes. Para financiar a produção, ao menos do episódio piloto, a dupla pretende contar com doações feitas pelos seus futuros espectadores. O valor inicial pelo qual eles estão pedindo é de US$ 6.000,00 e eles já conseguiram por volta de 75% desse total.

A temática de Pioneer One vai ser ficção científica e o plot da série é “Numa contemporânea América do Norte, um objeto retorna à Terra. Uma agência governamental recupera o que parece ser uma capsula espacial da era soviética e que desapareceu décadas atrás. Dentro dela, eles encontram o impossível – algo que vai ter ramificações para todo o mundo”.

Bernhard e Smith também foram os cineastas idealizadores do filme Lionshare, que fez sucesso nos vários trackers de torrent em que foi publicado. Eles esperam que a série faça tanto ou mais sucesso do que o filme. Para receber as doações e publicar mais informações sobre o projeto, os cineastas criaram essa página.

[via TorrentFreak]

A galera responsável pelo encurtador Migre.me lançou hoje um recurso que poderá deixar o uso do site ainda mais divertido e interessante. As insígnias são condecorações que os usuários vão ganhar de acordo com objetivos que forem cumpridos, como, por exemplo, receber 30 RTs em apenas uma hora.

O ranking de insígnias já está no ar e você pode conferir abaixo:

Top de insígnias do Migre.me. (Clique para ampliar)

Top de insígnias do Migre.me. (Clique para ampliar)

Modéstia à parte, o Tecnoblog é o sexto colocado, depois de alguns blogs e alguns usuários de Twitter famosos (tem até uma ex-BBB). No nosso caso, recebemos insígnias por ter aparecido na lista dos mais retuitados pelo menos uma vez; por ter realizado um sorteio com pelo menos 300 participantes; por ter figurado na coluna de tweets mais clicados; por ter conseguido 100 RTs em uma hora; e por ter angariado 30 RTs em uma hora.

Jonny Ken, fundador da Kingo Labs, disse em entrevista a mim que as insígnias surgiram depois de terem percebido que os usuários ainda não prestam muita atenção nos Bookmarks, um recurso que permite ter um histórico completo de todos os links publicados no Twitter com URLs geradas pelo Migre.me.

O nome insígnias é claramente inspirado nos Pokémons (lembra? #1; lembra? #2 #vergonhaalheia). De acordo com o mesmo Jonny, serão 136 insígnias no total, que serão liberadas aos poucos e os usuários poderão colecionar. De olho no dindin, o Migre.me já planeja até mesmo insígnias patrocinadas por empresas.

É ficar de olho para conferir as novidades.