hugobarra

Hugo Barra, o vice-presidente mundial do Google e responsável pelo Android, falou hoje cedo no palco do INFOtrends sobre o futuro da computação móvel. Essa é uma conversa que a gente tem dia sim, dia não aqui no Tecnocenter: que tipo de tecnologia teremos no futuro? Quanto tempo demora até o smartphone se tornar obsoleto? Viveremos num mundo em que humanos, animais inteligentes e máquinas precisarão aprender a conviver?

Hugo Barra disse que não acredita que as máquinas nos dominarão no futuro. Mas que estamos num momento de revolução, no qual o futuro da tecnologia está se formando bem diante dos nossos olhos.

Leia mais

thumb-xray

Pesquisadores da Universidade do Texas, nos EUA, anunciaram a criação de um chip que poderá fazer com que qualquer celular possa ser capaz de enxergar através de paredes em um futuro próximo. A invenção foi desenvolvida usando um semicondutor complementar de metal-óxido (sigla em inglês CMOS), que pode detectar ondas de frequência eletromagnética na faixa dos terahertz.

Leia mais

dia-vidro-corning-thumb

A Corning, fabricante do Gorilla Glass entende mesmo de vidro. Entendem tanto que eles criaram um vídeo conceito em fevereiro do ano passado, chamado A Day Made of Glass, em que eles mostravam como seria um futuro em que o vidro estivesse extremamente avançado, conectado e onipresente no dia a dia. Agora eles repetiram a dose crando o A Day Made of Glass 2. Leia mais

No centro das atenções nas últimas semanas por conta do bom desempenho de seu supercomputador Watson no programa de televisão Jeopardy!, a IBM aparentemente ainda tem muitas cartas na manga para o futuro. A bola da vez é um sistema de inteligência artificial que poderá ser incorporado a bichos de pelúcia e outros brinquedos, na tentativa de ajudar na educação e no trato social dos pequenos.
Leia mais

audi-semmotorista-thumb

Um Audi TTS guiado por computadores, sem qualquer ajuda de um homo sapiens atrás do volante, foi o primeiro veículo autônomo a participar de uma competição automobilística. O feito aconteceu na tradicional prova de subida de montanha de Pikes Peak, nos EUA, uma das corridas mais antigas por esporte-motor mundial, atualmente em sua 88ª edição.
Leia mais

thumb-schmidt

Eric Schmidt falou hoje sobre o que ele chamou de “versão aumentada da humanidade”, na qual computadores (no sentido mais amplo da palavra) se tornam uma parte cada vez mais presentes do cotidiano humano. A afirmação do CEO do Google aconteceu durante o evento TechCrunch Disrupt.

Segundo Schmidt, o futuro é fazer com que o computador faça as coisas nas quais nós não somos bons. Para ele, é ridículo que humanos — e não computadores — dirijam carros. Leia mais

A japonesa Sony demostrou na última quinta-feira uma nova tecnologia que permitirá a fabricação de telas de LCD LED ôrganico (ou OLED) ultra flexíveis. Ainda um estudo, os pesquisadores da companhia conseguiram integrar uma fina camada de transístores OLED em um substrato com apenas 20 microns de espessura (um mícron é a milionésima parte de um metro) sem nenhum chip ou circuito rígido integrado.

Isso permitiu a fabricação de um protótipo de 4.1 polegadas com resolução de 432 por 240 pixels, taxa de contraste de 1000:1 e que tem como grande diferencial a possibilidade de poder ser enrolado como um cilindro de até 4 milímetros de espessura sem sofrer quaiquer danos. A novidade foi apresentada no último dia 27 em uma conferência da cidade de Seatle, no EUA. De acordo com seus criadores a invenção será uma boa possibilidade para dispositivos móveis por seu baixo peso, custo e moderado apetite por cargas de bateria, principalmente por dispensar retroiluminação. Isso, claro, num futuro ainda (muito) distante. Leia mais

Olha a gente aqui!

Sabe aquele seu post feito no Twitter em uma madrugada qualquer, em que relembra o quanto gostava da música de abertura do programa TV Colosso? Pois bem, agora ele faz parte do acervo da Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos, a maior do mundo, e poderá ser consultado por historiadores no futuro. A novidade foi anunciada na conferência Chirp, em que foram apresentadas uma série de novidades para o serviço de microblog.

“Todos os tweets públicos já postados desde a criação do Twitter em 2006 serão arquivados digitalmente pela Biblioteca do Congresso. É uma quantidade MUITO GRANDE de postagens, diga-se de passagem: todos os dias são feitos mais de 50 milhões de posts, o que faz que os números totais estejam na casa dos bilhões”, escreveu o governo norte-americano em sua página no Facebook.

Para botar um pouco de ordem na coisa haverá uma lista com postagens “históricas”, como o primeiro tweet, feito por Jack Dorsey no início do funcionamento do serviço, o post de Obama em que ele agradece a seus eleitores por ter vencido a eleição de 2008 e dois tweets em que um fotojornalista é preso no Egito e outro em que é solto por conta de uma série de protestos feitos via internet, por exemplo. Já as atualizações feitas por usuários que têm contas fechadas ao acesso público não serão arquivadas pela biblioteca. [DVICE]