thumb-india

O governo da Índia, sem fazer alarde, lançou um sistema capaz de monitorar a atividade de qualquer cidadão na internet, bem como analisar ligações telefônicas e mensagens de texto. O Central Monitoring System (CMS), como é chamado, custou quase 150 milhões de reais para ser implantado e oficialmente será usado para proteger a “segurança nacional”. É claro que ele causou polêmica.

Leia mais

thumb-aakash2

O que é um tablet barato para você? O Nexus 7, que custa US$ 199 na Play Store? Ou o Kindle Fire, que começa em US$ 159 na loja da Amazon? A Datawind, uma fabricante britânica de hardware, conseguiu desenvolver o Aakash 2, um tablet de baixíssimo custo que roda Android e será vendido por apenas US$ 21 para estudantes da Índia.

Leia mais

thumb-lei-martelinho

Começa hoje em Nova Délhi, na Índia, um importante julgamento que tem Google e Facebook como réus. As autoridades reguladoras de comunicações no país questionam a capacidade dos dois gigantes da internet de promover com eficácia a censura determinada em lei pelos legisladores. Executivos de Google e Facebook podem ser condenados a cumprir pena na prisão, na pior das hipóteses. Leia mais

tablet-india-thumb

O governo indiano mostrou nesta quarta-feira o que ele está chamando de “o tablet mais barato do mundo”, destinado à nobre função de oferecer inclusão digital aos milhões de alunos e professores espalhados pelo país. Anunciado em Nova Déli, o Aakash – ou céu, em português – vem com uma tela de 7 polegadas, conta com duas portas USB, roda Android 2.2 e tem uma bateria com capacidade de modestas três horas de duração. Leia mais

resistor-sangue-thumb

Pesquisadores da universidade de Gujarat, na Índia, anunciaram a criação de um resistor de memória produzido a partir de sangue – humano, diga-se. A novidade atende pelo nome de menristor (memória + resistor) e apenas existe em laboratório, mas pode ser que um dia equipe toda uma nova geração de computadores neuromórficos – capazes de reproduzir sinapses parecidas com a do cérebro humano para processar suas informações.
Leia mais

thumb-playboy-not

Não faz nem uma semana que o ICANN aprovou os domínios terminados em .xxx. O novo TLD (Top Level Domain) será usado especificamente para sites com conteúdo adulto, que terão a chance de discriminar até na URL que não podem ser acessados por menores de 18 anos (considerando-se a legislação brasileira).

Leia mais

thumb-linkedin-headquarters

Rede social voltada para assuntos de interesse profissional, o LinkedIn anunciou nesta terça-feira que chegou à marca de 100 milhões de usuários cadastrados em todo o mundo. “Atualmente registramos 1 milhão de novos usuários por semana, o que na prática significa que um novo registro é feito por segundo”, afirmou Jeff Weiner, CEO do site de relacionamentos no blog da companhia.

Leia mais

thumb-aol-logo

Nem tudo são flores nesse bilionário mercado de internet. A AOL – nunca sei se devo escrever o nome todo em maiúsculas ou apenas com a primeira letra em maiúscula – anunciou na quinta-feira que vai demitir quase mil funcionários em suas bases nos Estados Unidos e na Índia. Tudo para conter despesas, segundo informou o presidente da companhia.

Leia mais

thumb-aol-logo-peixe

Longe de viver seus dias mais felizes, a AOL irá cortar 500 postos de trabalho ao longo dos próximos quatro meses, informa o site Business Insider. Até segunda ordem as demissões deverão acontecer apenas na filial indiana da ex-gigante da web, que reduzirá sua equipe instalada em Bangalore dos atuais 750 funcionários para apenas 250 até julho.
Leia mais

thumb-algema-chave

A Índia, o segundo país mais populoso do mundo, vê o número de usuários de internet crescer absurdamente nos últimos anos. Claro que esse pessoal todo não ia ficar somente lendo notícias em sites de tecnologia e conferindo verbetes em enciclopédias abertas. Chegou a vez do BitTorrent ser explorado por lá. Ou quase isso, já que os agentes da lei estão de olho para evitar o pior.

Leia mais