thumb-jornal-alt-2

Cientistas da Universidade de Tulane, descobriram que uma bactéria recém-descoberta é capaz de de transformar materiais orgânicos em butanol (uma alternativa à gasolina).

O professor responsável pelo time que liderou essa descoberta, David Mullin, disse que a bactéria é encontrada no excremento de animais e que ela precisa ser cultivada e desenvolvida de uma forma com que seja possível produzir butanol diretamente da celulose. Leia mais

thumb-jornal-gen

Na próxima vez que você abrir o seu jornal, ainda feito de papel, pode ser que você dê de cara com um emblema como o da imagem ao lado. O QR Code, conhecido de muitos dos geeks que leem o Tecnoblog, fez sua estreia no meio impresso na semana passada. Reza a lenda que O Globo, diário do meu Rio de Janeiro, é o primeiro jornalão do Brasil a adotar essa forma de oferecer informações adicionais. Leia mais

thumb-video-newsday-ipad

Está circulando na internets o anúncio de um aplicativo para iPad que certamente dá o que falar. O Newsday.com é um website de notícias que lançou sua versão própria para o tablet da Apple e resolveu fazer graça ao comparar duas situações bem diferentes. No geral, quando o pai lê jornal à mesa e percebe uma mosca chata, desce o jornal nela.

Mas e se o pai estiver lendo as notícias em um iPad?

Leia mais

thumb-murdoch-rupert

Segundo relatos do LA Times, Rupert Murdoch e a sua mega-corporação de mídia News Corp estão preparando um jornal a ser distribuído exclusivamente por meio do iPad e outro dispositivos móveis.

Essa iniciativa reflete a mudança de hábitos de leitura na qual o iPad está tendo um importante papel.

Leia mais

O jornal espanhol El País lançou nesta segunda-feira o Eskup, rede social “informativa” que permitirá que os navegantes tenham um contato mais direto com seus jornalistas e que possam esclarecer dúvidas a respeito dos assuntos mais falados do momento junto a especialistas.
Leia mais

Cinco dos maiores grupos que publicam jornais e revistas nos Estados Unidos anunciaram hoje que criarão um e-reader (leitor digital) em conjunto para suas publicações. O e-reader está prometido para 2010 e é uma resposta dessas empresas à toda crise que o meio impresso vem sofrendo com a internet.

São eles o Times Inc (revista Time), Condé Nast (revista Wired), News Corp (jornal Wall Street Journal), Hearst (revista Cosmopolitan) e Meridth (revista Better Homes). Todas as empresas possuem outras dezenas publicações e não raro seus tentáculos abrangem outras mídias como rádios, TVs e internet. Outras empresas de mídia poderão entrar neste grupo.

Vale lembrar que a Amazon com o seu Kindle já oferece essa possibilidade de vender conteúdo para e-reader. O New York Times lá fora e O Globo aqui no Brasil são duas publicações com conteúdos nele.

Sabe-se que há tempos as publicações impressas vem sofrendo com a concorrência da internet. Nos últimos dois anos centenas de jornais americanos fecharam as portas. E recentemente Rupert Murdoch, magnata da comunicação e dono da News Corp, atacou o Google (e seu Google News) por supostamente prejudicar suas operações online.

A briga é feia e era questão de tempo até que o lado do papel resolvesse se mexer. Se esse é o tão sonhado modelo de negócios que conseguirá trazer o conteúdo dos jornais e revistas de forma rentável para o mundo digital só o tempo dirá. [PC Magazine / Wired]

Crítica comum a este que vos fala, a versão online do jornal Folha de São Paulo deixava muito a desejar: o layout lembrava muito o de jornais virtuais do ano de 1999, a fonte usada ainda era Times New Roman (para leitura através da tela do computador!), fotos eram muito poucas e minúsculas. Mas a Folha da Manhã, empresa responsável pela Folha de São Paulo, quer mudar isso com o lançamento de uma nova versão digital do impresso.

Antiga Folha de São Paulo na internet. (Clique para ampliar)

Antiga Folha de São Paulo na internet. (Clique para ampliar)

Utilizando tecnologia Flash, a nova Folha de São Paulo virtual utiliza a plataforma Digital Pages. Essa mesma plataforma já é usada por outros veículos, como o concorrente O Estado de São Paulo e por revistas da Editora Abril.

Edição Digital da Folha de São Paulo, em Flash. (Clique para ampliar)

Edição Digital da Folha de São Paulo, em Flash. (Clique para ampliar)

A Edição Digital da Folha de São Paulo simula o ato de folhear de um jornal à moda antiga. Toda a diagramação do impresso é reproduzida na versão eletrônica, que baseia-se largamente no zoom como instrumento que possibilite a versão do que está escrito. Até mesmo o movimento de passar de uma página para outra está disponível na versão digital.

Ainda não tenho informações sobre as modalidades de assinatura da edição digital da Folha. Por enquanto o site está acessível a qualquer internauta.

A New York Times Co., empresa controladora do prestigiado (e endividado) jornal americano New York Times, considera a possibilidade de cobrar mensalidade pelo acesso ao site do jornal, em http://www.nytimes.com/. Recentemente o website ganhou uma versão “global”, além de manter a versão “local” para Nova Iorque.

Se atualmente o acesso a notícias do NYTimes.com é gratuito, em breve poderá custar a mensalidade de 5 dólares mensais (o equivalente a dez reais). Assinantes do jornal impresso teriam desconto de 50%, chegando a pagar US$ 2,50 (R$ 5,00) mensalmente.

O NYTimes.com já teve uma modalidade de cobrança, na qual usuários pagavam para ter acesso a algumas colunas de opinião, que são gratuitas desde setembro de 2007. No Brasil são poucos os jornais que cobram pelo acesso ao conteúdo publicado na web. Um deles é o Valor Online, versão eletrônica do jornal Valor Econômico, que cobra mensalidade de R$ 63. [Wired / Bloomberg]