Filme sobre Pirate Bay está sendo gravado

Não é só o Facebook que vai virar filme. A baia dos piratas também terá sua história registrada em película. Mas ele não contará com nenhum ator famoso de Hollywood: trata-se de um documentário. O título será TPB-AFK (siglas que podem ser traduzidas livremente para “The Pirate Bay – Longe do Teclado”) e já está sendo gravado pelo cineasta sueco Simon Klose, que acompanhou membros do site em diversas sessões em tribunais. Klose também pretende começar uma campanha de doações através do site do filme para que ele seja terminado. | TorrentFreak

thumb-form-tpb

O Pirate Bay é conhecido por receber, ignorar e publicar centenas e centenas de avisos de infração de direitos autorais todo mês. Eles fazem isso porque dizem que o site não infringe diretamente nenhum copyright, pois não há arquivos hospedados por lá, estão todos nos computadores dos seus usuários. Ainda assim, empresas insistem em mandar as chamadas DMCA Takedown Notices, Notice of Copyright Infringment, entre outras. Uma empresa desenvolvedora, entretanto, foi no caminho contrário.
Leia mais

pirataria_ipad_thumb

O fundador da desenvolvedora Qwiboo, Vladimir Roth, postou em seu Twitter um comentário sobre o alto índice de pirataria do seu jogo Aqua Globs HD no iPad, comparativamente à versão para iPhone. O site PocketGamer o convidou para uma entrevista, e você lê a seguir fatos e suposições sobre pirataria no iOS, baseado na experiência de Roth.
Leia mais

CEO da área de entretenimento adulto diz que pirataria é divulgação

Enquanto os grandes estúdios de filmes e músicas se preocupam em impedir a pirataria do seu conteúdo em redes de compartilhamento de arquivo, um CEO da área vai no caminho contrário. Segundo Berth Milton, diretor-executivo da Private Media Group (uma das maiores produtoras pornográficas do mundo) ele fica feliz “quanto mais as pessoas pirateiam nosso conteúdo e quanto mais elas assistem”. Milton afirma que a briga contra a pirataria é uma batalha perdida. Se ele puder explicar isso para os demais CEOs da área, seria ótimo. | TorrentFreak

Processo de US$ 1 bilhão da Viacom contra YouTube continua

A Viacom pediu ontem a apelação da decisão do juiz Louis Stanton, que no mês de junho deu ganho de causa para o YouTube no processo movido pelo conglomerado de mídia contra o site de vídeos do Google. A empresa discorda da decisão do juiz, que disse que o YouTube não é responsável pelo conteúdo pirata que era enviado para o site e nem incentivou tal comportamento. A apelação só foi possível ontem porque a decisão a favor do YouTube foi publicada na terça-feira. | ArsTechnica

StarCraft 2 pode ser o jogo mais pirateado de 2010

Que a Blizzard faz uso de BitTorrent para distribuir seus jogos e patches, já sabemos. StarCraft 2 não poderia ser diferente. Mas ele pode ter quebrado um recorde na área de torrents não autorizados pela empresa. Segundo dados do blog TorrentFreak, mais de 250 mil cópias digitais ilegais do jogo já foram baixadas, tornando-o o game mais pirateado do ano até agora. Em contra-partida, mais de 1,5 milhões de cópias foram vendidas nas primeiras 24 horas de venda. | TorrentFreak

Criado pelo então programador Bram Cohen em abril de 2001, o protocolo de BitTorrent é um dos mais eficientes meios de distribuir um arquivo na rede. Ele é usado por duas grandes redes sociais, o Facebook e Twitter, para atualizar suas páginas com rapidez. E também serve para distribuir ISOs de distribuições Linux e arquivos de mídia que podem ou não infringir direitos autorais dependendo do país em que é baixado. A proporção de arquivos ilegais compartilhados certamente é maior do que a de arquivos legais, mas quanto?
Leia mais

prince_thumb

Durante uma entrevista para o jornal britânico Daily Mirror o cantor pop Prince – que entre os anos de 1993 e 2000 trocou seu nome artístico por um símbolo ininteligível – afirmou que “a internet é uma coisa completamente ultrapassada”.

“A rede é como a MTV. Por um tempo ela foi legal, mas de repente ela saiu de moda”, disse o artista, que em 2007 iniciou uma cruzada anti-web para tirar suas músicas e discos de sites como Pirate Bay, Ebay e YouTube, além de retirar seu próprio site do ar.
Leia mais

Assim como a brasileira, a polícia americana usa mandatos de busca e apreensão para tomar vários objetos todos os dias. Mas o que eles fazem com aqueles bens que não são palpáveis mas que devem ser apreendidos assim mesmo? Mais especificamente no caso de domínios da internet. As autoridades não podem chegar na residência do dono e obrigá-lo a transferir o domínio para a conta da polícia. O que fazer?
Leia mais

Conhecidos por serem as pessoas menos amadas da internet, representantes da RIAA (Associação da Indústria de Gravação Americana, numa tradução freestyle) afirmaram ao juiz federal norte-americano Kimba M. Wood que o serviço de compartilhamento de arquivos LimeWire lhe deve “mais de US$ 1 bilhão” de indenização por conta de direitos autorais não pagos em transferências de arquivos consideradas ilegais.

Em um processo judicial aberto contra o LimeWire, os representantes das gravadoras pedem o fechamento do serviço por conta de “uma substancial quantidade de infrações de copyright” e afirmam que o Lime Group, empresa responsável por seu desenvolvimento “não toma as medidas adequadas para evitar as infrações em sua rede”. Leia mais