thumb-san-salmao

Cientistas da Universidade Nacional de Tsing Hua (Taiwan) e do Instituto de Tecnologia de Karlsruhe (Alemanha) criaram um dispositivo de memória que combina electrodos, nanopartículas de prata e… DNA de salmão. Isso mesmo.

O silício é um metalóide com um número atômico de 14 e fica exatamente entre o Carbono (acima) e o Germânio (abaixo) na tabela periódica de elementos, caso sua primeira professora de química não tenha chamado tanto a sua atenção quanto a minha. Leia mais

thumb-amazon-caixa

Tem gente que afirma que o Kindle e o iPad são produtos concorrentes. Podem até ter sido quando o tablet da maçã chegou ao mercado, mas agora nós temos clareza tecnológica suficiente para dizer que eles fazem parte de categorias bem diferentes. De olho especificamente nos tablets, a Amazon planeja lançar a sua própria prancheta (!) eletrônica ainda em 2011.

Leia mais

A made in Taiwan Acer, que fez fama e fortuna com sua popular linha de netbooks One, não deverá ficar de fora da festa dos tablets. De acordo com o site especializado em mercado DigiTimes, a companhia se prepara para iniciar as vendas de dois modelos para concorrer com o hypado iPad já no quarto semestre trimestre deste ano.
Leia mais

Mona Lisa da Asus: arte digital é isso aí

Mona Lisa da Asus: arte digital é isso aí

Não é exatamente uma notícia nova, mas lá vai: o hall de entrada da sede da Asus em Taipei, Taiwan, agora ostenta uma nova obra de arte: uma versão do quadro La Gioconda – obra prima de Leonardo da Vinci feita entre 1503 e 1506 popularmente conhecida por Mona Lisa – feita unicamente por componentes retirados de placas-mãe, seu principal produto até o lançamento do netbook EeePC.

A obra de arte (literalmente) digital foi feita pelos designers da empresa como forma de “lazer” e em entrevista para a rede PBS, Jonney Shih, presidente da companhia afirmou que eles sempre “estão dispostos a dar apoio para esse tipo de maluquice”. A foto foi feita pelo jornalista britânico Alex Watson e postada em seu Flickr.

Como o Tecnoblog não se arrisca a fazer críticas de arte, os comentários estão abertos a considerações.

O Google planeja lançar o Street View, serviço que permite visualizar imagens reais das ruas de uma determinada localidade, na Suíça, em Portugal e em Taiwan nos próximos dias. Mas o plano da empresa pode estar comprometido, pois ela foi proibida de oferecer o serviço no país famoso por seus canivetes.

Haspeter Thür, espécie de procurador responsável pela Proteção de Dados Federais e Informações, acusa o Google de não ter criado mecanismos para proteger a privacidade dos cidadãos do país ao oferecer o Street Views na localidade.

O órgão que Thür dirige criou uma página na web específica para suíços que queriam ter seus rostos removidos do Street View, mas a ofensiva do governo suíço não para por aí. Uma vez que o Google só poderia capturar fotos das ruas da Suíça mediante condições previamente negociadas, cabe ao procurador decidir se o serviço poderá ser lançado no país ou não. Thür tem o poder de proibir completamente a disponibilidade do Street View.

Sim, essa imagem está disponível no Google Street View. (Reprodução)

Sim, essa imagem está disponível no Google Street View. (Reprodução)

Um porta-voz do Google disse que a empresa recebeu poucos pedidos de remoção de rostos do Google Street View na Suíça e que estava surpresa com a proibição do serviço no país. O Google se ofereceu para responder questões relacionadas à proteção de privacidade dos suíços e demonstrar (novamente) como o Street View funciona. [Ars Technica/Foto: blog Google Street View Brasil (não oficial)]