Windows Mobile

Windows Mobile foi um sistema operacional mobile desenvolvido pela Microsoft lançado em 2000. Funcionava em smartphones e Pocket PCs com uma interface e aplicativos semelhantes ao Windows para desktops. Desde 2007, após o surgimento de novas plataformas, teve sua participação de mercado diminuída de 42% para apenas 3% em 2011. Em fevereiro de 2010 foi substituído pelo Windows Phone, um sistema operacional totalmente remodelado, incompatível com os atuais dispositivos e aplicativos.

thumb-wp8-atualizacao

O HTC HD2 é um smartphone que se recusa a morrer. Ele foi lançado em 2009 com Windows Mobile 6.5 e possui um hardware até fraco nos dias de hoje, mas já foi capaz de rodar vários sistemas operacionais, desde Android e Windows Phone 7 até Windows XP e Ubuntu — o desempenho não é aquelas coisas, mas deu certo. Agora, o aparelho foi modificado para executar o Windows Phone 8.

Leia mais

thumb-nokia-fachada

Nem tudo está perdido para a Nokia, vamos comemorar! Saíram os números do instituto Gartner para o terceiro trimestre de 2010. O que temos é a empresa finlandesa dominando tanto na venda de aparelhos celulares como na distribuição de plataforma para smartphones. Pois é, a dobradinha Nokia e Symbian marca presença mundial e faz bonito novamente.

Leia mais

thumb-aparelho-censo

A essa altura do campeonato, é possível que algum agente do Censo 2010 tenha visitado a sua casa, a fim de saber quantas pessoas são, quanto ganham, quais produtos e serviços consomem. A cada dez anos é assim, o IBGE põe um batalhão de funcionários na rua para descobrir a nova face do povo brasileiro.

Nesse ano, no entanto, eles têm ajuda da tecnologia.

Leia mais

thumb-android-10-bilhoes

Graças a diversos lançamentos de vários fabricantes dos últimos tempos, as vendas de smartphones com o sistema operacional Android cresceram nada menos do que 886% no segundo trimestre de 2010 em relação ao mesmo período do ano passado, fazendo com que o programa do robozinho se tornasse a terceira plataforma mobile mais popular do mundo, afirma relatório da empresa de análise de mercado Canalys.
Leia mais

Não é uma morte anunciada. Tampouco acontecerá tão cedo, graças à imensa quantidade de aparelhos em circulação. E que continuam sendo lançados, caso do N8, que roda uma versão atualizada do sistema, mas parece não ter gerado o buzz esperado.

Porém, é fato: o Symbian está com os dias contados.

Leia mais

MS admite: projeção de usuários do Windows Phone 7 estava errada

Conforme noticiamos na sexta-feira (28/mai), a Microsoft apresentou durante um evento a projeção de que 30 milhões de clientes estariam usando Windows Phone 7 – que sequer foi lançado – até o fim de 2011. Eles alegavam que os dados eram da empresa de consultoria e pesquisa IDC. Pois bem, era mentira: a MS admitiu hoje que o número de 30 milhões de usuários diz respeito a a todas as plataformas da empresa para celulares (incluindo Windows Mobile 6.5). E a IDC já avisou que só poderá estimar número de clientes do WP7 quando a plataforma for lançada. Menos mal. [Neowin]

A Symantec informou hoje que vai enfrentar com mais afinco seus concorrentes na área de segurança móvel. Em comunicado, a empresa anunciou a chegada do Norton Smartphone Security Beta for Android (ufa!), antivírus que poderá ser instalado nos celulares rodando a plataforma do Google. Em caso de perda, o dono do aparelho poderá bloqueá-lo remotamente.

Em caso mais extremos, a remoção de todo o conteúdo salvo no celular também será possível. O aplicativo chega em junho deste ano.

Leia mais

A empresa de pesquisa e consultoria Gartner divulgou hoje dados do mercado de celulares para o primeiro trimestre do ano. Grande surpresa é que o Android teve um rápido crescimento, passando o Windows Mobile em participação de mercado. Com isso, o sistema capitaneado pelo Google já é o quarto mais usado no mundo, com quase 10% dos usuários.

O Symbian continua sendo o sistema operacional mais usado em celulares, com 44,3% do mercado (queda de 4 pontos percentuais em relação ao mesmo trimestre de 2009), seguido da RIM, fabricante do BlackBerry, que concentra bem menos: 19,4% (queda de 4 pp.). Em seguida vem a Apple com o iPhone OS, que viu sua participação de mercado crescer 5 pontos percentuais, chegando a 15,4%. Ainda temos o Android com 9,6% (um crescimento gigantesco se comparado ao 1,6% de 2009) e o Windows Mobile, que perdeu quase metade de sua participação de mercado: 6,8%.

Leia mais

O Office Mobile 2010 já está disponível para os usuários do Windows Mobile 6.5, trazendo o Word, Excel e PowerPoint ao seu bolso. É claro, a vedete do ano é o Windows Phone 7, mas a Microsoft não poderia deixar de fora toda sua base de usuários do WinMo assim tão rápido. Leia mais

Ballmer vai usar 6.5 até o fim do ano. NOT.

Ballmer vai usar 6.5 até o fim do ano. NOT.

Se você é dono de um celular que utilize o Windows Mobile 6.5, imagino que esteja triste de saber que a Microsoft mudou tudo de novo com o Windows Phone 7. Mas não precisa se preocupar. Embora a nova versão da plataforma seja muito melhor que a que você tem no seu celular – e que não poderá atualizar, diga-se de passagem -, o seu Mobile 6.5 ainda será desenvolvido pela MS por mais algum tempo.

Em entrevista à Computer World, o gerente sênior de produtos Michael Chang afirmou que a Microsoft não tem intenção de abandonar o desenvolvimento do Windows Mobile 6.5. “Nós vamos continuar a suportar, vender e distribuir o [Windows Mobile] 6.5″, Chang disse ao site.

O Windows Phone 7, próxima versão da plataforma móvel da Microsoft, só chega ao mercado no fim do ano, em aparelhos produzidos por parceiros da empresa no segmento de telefonia celular. A nova versão é uma quebra de paradigma porque não tenta copiar ou emular a interface do iPhone OS, apresentando algo realmente novo.

Enquanto o novo sistema não começa a ser distribuído, os parceiros da MS vão continuar a vender celulares com Windows Mobile, embora o sistema seja claramente inferior ao Windows Phone 7 Series.

[via TG Daily, Computer World]