Início » Software » Microsoft mata “Messenger” e várias outras marcas

Microsoft mata “Messenger” e várias outras marcas

Comunicador instantâneo passa a se chamar Messaging app.

Por
7 anos atrás

Confirmando os rumores que já circulavam há algum tempo, a Microsoft anunciou nesta quarta-feira (2/5) que matará a marca Windows Live de todos seus produtos. O anúncio oficial aconteceu em um post do blog oficial do Windows 8, em que Chris Jones, chefe de desenvolvimento da próxima geração do SO explica o novo formato dos nomes dos serviços da companhia para os próximos tempos.

Nomes conhecidos como Windows Live ID, Windows Live Messenger e Windows Live Mail deixarão de existir e os serviços passarão a atender por nomes (bem mais elegantes) como Microsoft Account, Messaging e Mail, respectivamente.

Todos os demais serviços da companhia também passarão pela mudança. Confira:

Novos nomes do Windows Live: mais simples

A gigante dos computadores afirma que as mudanças serão apenas nos nomes dos serviços, que manterão suas funcionalidades e características. Outra novidade revelada pelo post é que o recém-lançado Windows SkyDrive será embutido diretamente no Windows 8, e que bastará o usuário usar sua conta para logar do W8 pela primeira vez para receber 7 GB de amazenamento na rede.

Segundo a MS, 500 milhões de pessoas usam algum dos serviços Windows Live todos os meses. O carro-chefe da família é o Hotmail, “maior serviço de e-mail da rede”, com 350 milhões de usuários que armazenam 105 petabytes de dados. O Messenger, que já teve dias melhores, ainda é líder em mensagens instantâneas com 300 milhões de usuários ativos.