Início » Computador » Tudo o que você precisa saber sobre ultrabooks

Tudo o que você precisa saber sobre ultrabooks

Descubra o que são ultrabooks, suas principais características e como a Intel definiu o padrão desta categoria de computadores

André Leonardo Por
TB Responde

Na indústria de computadores existem diversas categorias de modelos entre desktops, notebooks, netbooks e all-in-ones. Neste texto vamos explicar o que são ultrabooks, como os modelos criados pela Intel surgiram, suas principais características e se esses aparelhos seguem no mercado ou caíram no limbo do esquecimento.

 

O que são ultrabooks

O que são ultrabooks

Os ultrabooks são uma categoria de computadores portáteis com padrões definidos e lançados pela Intel em 2011, com o objetivo de criar linha de portáteis mais finos, rápidos e com um melhor aproveitamento de baterias, algo que sempre foi um problema nos notebooks. Os primeiros ultrabooks foram apresentados na conferência Computex, em Taiwan.

Como a Intel criou o conceito do ultrabook, a empresa também definiu o conjunto de requisitos para que outras empresas pudessem seguir e criar as suas versões do que seria um ultrabook.

As características exigidas para que um aparelho seja considerado um ultrabook, costumam mudar um pouco durante o tempo e as gerações, porém os pontos básicos mais comuns em ultrabooks são:

  • Processador da família Intel CORE (I3, I5, I7);
  • Carregamento rápido de dados;
  • Espessura máxima de 23 mm;
  • Peso em média de 1,1 a 1,5 kg;
O que são ultrabooks

A primeira geração de ultrabooks era composta por modelos lançados em outubro de 2011 e possuíam os seguintes padrões.

  • 21 milímetros de espessura;
  • Tela de 14 polegadas ou mais;
  • 18 mm de espessura para telas de 13,3 polegadas e inferiores;
  • Inicialização em até 7 segundos;
  • Duração de bateria de pelo menos 5 horas;
  • Todos deveriam usar processadores Intel Core de arquitetura Sandy Bridge;

A segunda geração dos ultrabooks foi lançada em junho de 2012, mantendo as características da primeira geração e adicionando algumas mudanças como:

  • Aumento da espessura máxima para 23 milímetros;
  • Uso de processadores no modelo Ivy Bridge, caso tivessem ao menos uma porta USB 3.0;
  • Mínimo de 16 GB de armazenamento em SSD;

Em geral, há pequenas mudanças de exigências entre uma geração e outra.

A terceira geração, lançada em 2013, fez a mudança para a microarquitetura Haswell, que segundo a Intel, oferece cerca de 15% a mais de desempenho e 50% a mais de economia de energia.

As fabricantes que produzem modelos que cumpram as exigências da Intel, devem apresentar o aparelho que desenvolveram para que a Intel aprove o dispositivo e assim possa receber o selo de ultrabook.

O selo visa facilitar a distinção desse tipo de portátil dos demais computadores disponíveis e facilitar a vida do consumidor na hora de realizar uma compra.

No Brasil empresas como Acer, ASUS, Dell, HP, Lenovo, Samsung, LG e Toshiba produzem ultrabooks desde a primeira geração e comercializam produtos no Brasil, assim como as brasileiras Positivo e Semp Toshiba.

Ultrabooks normalmente possuem discos SSD como padrão de armazenamento, que são mais rápidos do que HDs comuns. Devido à necessidade de inserir o maior número de componentes no menor espaço possível, alguns sacrifícios precisam ser feitos, e essa é uma das razões de ultrabooks não possuírem leitores de DVDs/CDs.

Os ultrabooks híbridos

Após uma série de pesquisas com consumidores, a Intel chegou a conclusão que consumidores estavam dispostos a comprar modelos fora dos padrões convencionais, e assim a empresa definiu o plano de criar os ultrabooks híbridos.

Esses modelos híbridos foram apresentados a primeira vez durante a Computex de 2012, aproveitando o embalo do lançamento do Windows 8 e também a popularidade dos tablets.

 

 

O que são ultrabooks

Os modelos de ultrabooks híbridos possuem características portáteis de tablets, somadas às funcionalidades de um notebook. Umas das principais características de ultrabooks híbridos é a tela sensível ao toque, como os tablets. Além disso, temos as seguintes características:

  • Um modo de uso semelhante aos tablets;
  • Telas destacáveis;
  • Teclados destacáveis;
  • Modelos com duas telas;

Os ultrabooks de modelo padrão e os híbridos conseguiram se firmar no mercado, possuem uma grande quantidade de modelos e seguem sendo uma opção para aqueles que procuram um aparelho que misture praticidade, usabilidade e desempenho.

Colaborou:

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

defeldmann
Ola galera, então, estou precisando comprar um aparelho que me possibilite agilidade na produção de textos, acesso a internet e de excelente memoria. Seria este um Ultrabook? como faço para escolher um de qualidade confirmada. OBS: Estou bastante cansada dos notbooks que param de funcionar de uma hora pra outra e somente geram-me problemas. Se alguem puder me ajudar fico no aguardo.
Lola Silva
Em caso de roubo do meu ultrabook, como eu faço para poder recuperar ?
@
fala aí onde vc achou que compro um agora...
André Silva
Alguem poderia me ajudar , quero saber se um Ultrabook LG Intel Core i5 4GB 500GB + 32GB SSD LED 14" Windows 8 por 1.400 ta barato??
Alisson Lisboa
Meu prossimo computador !!!!
David Bastos Pombo
Hoje em dia já existem excelentes ultrabooks com ótimos preços no Brasil, um exemplo é o LG Z460G i7 que se você pesquisar direito vai encontra-lo por até R$2.400,00 o que deixa o preço dele bastante competitivo em relação aos preços praticados nos EUA. Outras opções que estão no mesmo nível de qualidade e preço são os da Samsung o segredo é pesquisar.
Jeronimo Jose Garcia Ruiz
Com esses preços, não tem saída, temos que esperar um pouco até que eles se aproximem de nossa realidade.
carlosenida
Rafael, preciso de uma dica sua: qual modelo de ultrabook você me indicaria para comprar nos States de até 1000 dólares? Eu não uso para jogos nem filmes, mais pra documentos do trabalho e programas do office. Desde já eu agradeço!!
Junior Alves
mas o preço é uma facada, nem dá...
Junior Alves
mas o preço é uma facada, nem dá...
Sydney Ribeiro
é quase bom ,pelo preços ,aí dificulta um pouco ,no bolso do brasileiro
Manuel De Jesus Pinto
Na verdade a grande fatia do alto custo vai para impostos (o que é um verdadeiro assalto) ao bolso do mais comum do cidadão.
lrv
Rafael Silva, por acaso vc sabe onde vende tela de ultrabook? No Brasil, ou EUA. Deixei cair e, infelizmente, quebrou. Na minha cidade o preço varia de 800 a 900 reais. Letícia Ribeiro ([email protected])
Bia
Comprei um e estou tendo problemas no wireless dele.. não sei se eh normal.. não consigo bater nem metade dos 10mega que tenho aqui em casa.. mesmo estando do lado do modem :(
Mateus
Eles não se esquecem, é interessante que os notebooks se tornem cada vez mais recicláveis pois eles estarão sempre com lucros consistentes. Não estou falando que estão vindo com baixa qualidade, mas que aumentar a tecnologia e baratear o custo é o que se mais se faz no capitalismo a fim de fazer girar a economia. Comprei um dell xps top fim do ano passado e já estou doido para trocar por um ultrabook, minha bateria só dura 2horas e pouco. Abraços.
Exibir mais comentários