Início » Curiosidades » Físico teórico Michio Kaku promete: óculos inteligentes serão usados por todos

Físico teórico Michio Kaku promete: óculos inteligentes serão usados por todos

Avatar Por
7 anos e meio atrás

De Orlando, Estados Unidos – Pode ficar tranquilo, nobre leitor que trabalha com programação: o seu emprego não será substituído por um robô superinteligente. Essa foi uma das previsões feitas pelo professor Michio Kaku, um dos físicos mais prestigiados do mundo, durante uma apresentação informal e simpática na conferência IBM Innovate. Kaku comentou o que ele espera ver no futuro em termos de tecnologia que facilita a vida cotidiana.

De acordo com o professor, os óculos inteligentes são a mais evidente e próxima realidade para os aficionados por tecnologia. Kaku listou as pessoas que vão adotar primeiro os óculos inteligentes: estudantes a um dia de fazer uma importante prova e o presidente Barack Obama, que depende dos teleprompters para ler seus discursos de uma maneira aprazível.

Michu Kaku apresenta óculos | Clique para ampliar

O físico, envolvido no desenvolvimento da Teoria das Cordas, afirma que os turistas terão particular interesse em óculos conectados a processadores e com câmeras de vídeo porque instalações antigas, como ruínas em cidades históricas, vão ganhar vida diante de seus olhos por meio da geração de imagens em 3D. A realidade aumentada que já conhecemos aplicada num nível muito maior e com um poderoso banco de dados para fornecer tais informações, segundo Kaku.

Kaku não citou o Project Glass do Google em momento algum, nem mostrou imagens divulgadas pela empresa dos protótipos em teste.

Num evento de informática, não é surpresa que Kaku se posiciona a favor da instalação de muitos mais chips nos dispositivos que carregamos conosco. Inclusive aqueles que normalmente não precisariam de tecnologia envolvida. O professor afirma categoricamente que em breve veremos o fim do papel como conhecemos. Kaku disse que o papel sempre serviu para que os humanos sentissem e tocassem no registro de algo imaterial. Agora essa relação não é mais necessária. No futuro, afirma, o papel digital feito com LED permitirá carregar diversos documentos simultaneamente e com a comodidade da folha de papel tradicional.

Um dos pontos alvos da palestra voltada para profissionais de T.I. foi quando perguntaram ao professor o que aconteceria com os desenvolvedores. Eles vão perder seus empregos? “Nunca!” Segundo o físico, computadores como o Watson são construídos por humanos para vencer humanos em atividades de “pensamento” (cálculo e lógica, na verdade). Porém, ao fim do dia, não é possível cumprimentar o Watson por ter vencido num programa de televisão americano similar ao extinto “Show do Milhão”. A máquina não tem consciência de seu feito, diz o professor.

O editor viajou a Orlando, na Flórida, a convite da IBM.

Mais sobre: , ,