Na manhã de hoje o Google atualizou o relatório de pedidos para remoção de conteúdo nos resultados de busca do serviço. Podemos nos orgulhar: o Brasil aparece como o país com maior quantidade de ordens judiciais solicitando que resultados sejam apagados. O Google diz que atendeu a 69% das solicitações. As informações valem para o período de julho a dezembro de 2011.

De acordo com a companhia, quatro ordens judiciais emitidas por um tribunal eleitoral brasileiro “resultaram na remoção de quatro perfis do Orkut devido a conteúdo relacionado com campanha eleitoral.” O Google não deu mais detalhes sobre quais perfis são esses e quais são as decisões judiciais.

O país tem posição de destaque no relatório do Google porque o Orkut é uma rede social com bastante popularidade por aqui, diz a empresa. Foram 128 decisões judiciais no total e mais 66 solicitações tidas como informais porque foram encaminhadas por órgãos executivos ou pela polícia, somando 66 pedidos com 26% deles atendidos pelo gigante da web.

Em artigo assinado por Dorothy Chou, analista sênior de políticas, consta o seguinte: “Infelizmente, o que temos visto ao longo de alguns anos é perturbador, e dessa vez não foi diferente. Quando começamos a liberar esses dados, em 2010, percebemos que as agências governamentais de diferentes países iriam nos pedir para remover conteúdo político porque nossos usuários os publicaram em nossos serviços. Esperávamos que [esse comportamento] fosse uma aberração. Agora sabemos que não é.”

O Google classifica a atual situação dos pedidos para remoção de conteúdo como “alarmante” porque a liberdade de expressão está em risco e porque alguns pedidos vêm de países acima de qualquer suspeita.

É importante observar que o Google deve seguir legislações locais que podem diferir bastante do que estamos acostumados no Brasil. Por vezes, o que é típico no país pode ser considerado ilegal em outro. Como empresa multinacional, eles devem se adaptar às regras do jogo em cada mercado. Nem por isso deixam de alertar para o aumento das intervenções de autoridades nos resultados de busca.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Guilherme Macedo C.
No geral não são esses os números mostrados. Há muito pedido de remoção de violações de direitos e crimes, como pedofilia. Não se pode colocar a exceção como regra.
RenatoJG
Pois é, você vê casos de crimes (como pedofilia) sendo cometidos por algumas pessoas com perfis falsos, vai lá e denuncia. O que o Google faz? Ignora... Aí você recorre àquelas ONGs ou polícia, eles obrigam a retirada do conteúdo do ar e o Google ainda considera isso censura? Pfff...
Edmilson
O problema é a incapacidade do judiciário brasileiro de entender como funciona a internet, Censurar a pesquisa do Google , como acontece com frequência, é como mandar fechar a empresa de ônibus porque alguém o usou para chegar ao local onde cometeu um crime.
Raul
E ainda chamam de alarmante pois vão perder os acessos.
Rodrigo Fante
Censura é uma coisa, ordem judicial pedindo para tirar conteúdo impróprio e/ou ilegal é outra, acho que algo se perdeu aí.
Kessler
Uma decisão judicial não é necessariamente censura, há de se ver o mérito de cada uma. O problema aqui são decisões completamente idiotas, como aquela que derrubou o youtube por causa do vídeo de uma vadia qualquer.
@antony
http://arstechnica.com/tech-policy/2012/06/us-leads-world-in-government-remova-requests/ Só lembrando que em quantidade de itens a serem removidos, e não solicitações de remoção, os Estados Unidos e a Alemanha ainda estão na frente xD
Guilherme Macedo C.
Já até tinha falado sobre isso no resultado passado* e estão confundindo censura com decisões em defesa de direitos. Os dois são completamente diferentes. Liberdade de expressão não é fazer o que bem entender. (*) http://sinapseslivres.com.br/2010/05/mania-de-perseguicao-e-a-liberdade-de-expressao/
Guilherme Gomes
Eu acho que o "alarmente" tem de ser visto com cuidado, por exemplo os perfis que foram excluídos do Orkut, foram dadas por um TRIBUNAL ELEITORAL por que provavelmente havia um candidato antes da hora fazendo campanha. Isso não pode ser classificado como censura, ou ditadura como o pessoal adora bradar aos 4 ventos. Legislação existe e deve ser cumprida principalmente legislação do processo eleitoral, se não pode propaganda e alguém fez antes da hora tem de ser excluída e o candidato punido (como deve ter acontecido). Lembrem-se de analisar as coisas antes de gritar "ditadura mimimi"
Luandersonn
Desculpa falar, mas o Google faz corpo mole na hora de remover o conteúdo, por isso todo mundo aciona a justiça. Perdi a conta de casos que o conteúdo era denunciado mas o Google não removia. Pelo menos com Orkut é assim.
@solheiroarmando
tem que fazer uma solictação para fechar o orkut
@Renanxusa
Vocês têm uma informação mais precisa do tipo de coisa que foi "banida"? Fiquei bastante curioso se tem relação com crimes mais perigosos (prostituição infantil, difamação etc) ou se foram apenas coisas a la carolina dickmann
Rodrigo
"Alarmante" é a irresponsabilidade do Google em manter a ordem no Orkut. Antes de abandoná-lo de vez, devo ter contado uns 50 perfis e comunidades denunciados, entre pedofilia, bullying, falsidade ideológica e violência verbal. Para todos, a mesma resposta: "este perfil/comunidade está de acordo com a política do Orkut". Se é pra transformar a rede em um reduto de futuros marginais, então melhor fechá-lo de uma vez.
Turdin
Brasil está cada vez indo mais rumo a ditadura, hoje em dia surgem diversas tentativas de controlar e manipular a internet e população, chega dá tristeza de ver =/
William Nascimento
É a liberdade que se tem no país. Censurar os resultados está sendo cada vez mais comum.
Exibir mais comentários