Início » Curiosidades » Pesquisadores desenvolvem técnica que permite a construção de câmeras de 50 gigapixels

Pesquisadores desenvolvem técnica que permite a construção de câmeras de 50 gigapixels

Paulo Higa Por
7 anos atrás

Se você já achava um exagero a câmera de 41 megapixels do Nokia PureView 808, prepare-se para uma nova geringonça. Um grupo de pesquisadores desenvolveu uma técnica capaz de permitir a fabricação de câmeras que tiram fotos de 50 gigapixels. A ideia por trás da construção do AWARE-2 é relativamente simples: eles juntaram 98 câmeras de 14 megapixels para formar uma única câmera enorme.

Câmera pesa só 93 quilinhos.

É possível construir imagens gigantes por meio de aplicativos como o Photosynth, mas tirar e processar todas as fotos é um processo bastante demorado, principalmente num smartphone. O AWARE-2 sincroniza as câmeras e tira a foto de 50 gigapixels (ou 50 bilhões de pixels) sem tanto trabalho, mas é necessário carregar por aí um aparelho de 93 kg e dimensões de 75x75x50 cm. Com as 98 microcâmeras do protótipo é possível gerar uma imagem de 960 megapixels; para chegar aos 50 mil megapixels, basta adicionar mais microcâmeras.

O pesquisador da Duke University, David Brady, explicou o funcionamento do trambolho: "Cada uma das microcâmeras captura informações de uma área específica do campo de visão. Um processador junta todos esses dados em uma única imagem altamente detalhada. Em muitos casos, a câmera pode caputar imagens de coisas que os fotógrafos não conseguem ver, mas podem detectar quando visualizam a imagem posteriormente". A foto tirada pelo protótipo pode mostrar objetos de 3,8 cm a 1 km de distância do fotógrafo. O resultado é parecido com isso:

Detalhes que podem ser vistos numa foto tirada pelo AWARE-2 | Clique para ampliar

Os pesquisadores acreditam que, com a miniaturização dos componentes das câmeras, a técnica chegue ao público em geral dentro de cinco anos. Não espere câmeras de gigapixels num smartphone tão cedo; ainda não é possível enfiar tanta informação num sensor tão pequeno e, com a tecnologia que temos atualmente, isso só serviria para exibir ainda mais ruídos na imagem.

Com informações: Dvice, Gizmodo.

Atualização às 17h00 | É possível construir uma câmera de 50 gigapixels com a mesma técnica, mas o protótipo de 93 kg tira fotos de apenas 960 megapixels. O texto foi atualizado para refletir essa alteração.