Início » Telecomunicações » Você aceitaria ver publicidade para ter banda larga de graça?

Você aceitaria ver publicidade para ter banda larga de graça?

Serviço inglês de 3G mostra anúncios antes de liberar o acesso.

Avatar Por

Na correria do dia a dia você aceitaria ver alguns anúncios no seu computador antes de entrar na internet e navegar de graça? Alguns consumidores britânicos têm essa opção com a chegada do Samba, um serviço de internet rápida por 3G que não custa nada, exceto sua atenção para ver publicidade antes de entrar no seu Gmail, perder horas no 9Gag ou ler saber as últimas da informática no Tecnoblog.

Responsáveis pelo Samba disseram à BBC de Londres que dois minutos e meio por dia assistindo a vídeos publicitários garantem o tráfego de quase 520 MB por mês. Entre os anunciantes que fecharam contrato com o serviço logo na estreia estão Xbox Live, Dell, Clinique e Volvo.

Para acessar a internet é preciso instalar uma extensão no navegador e ter um minimodem plugado no computador. Donos de iPads (e somente iPads) também participam por meio de um aplicativo específico. Depois que o acesso é habilitado, o consumidor utiliza a rede da operadora Three (sim, esse é o nome) para navegar na internet. Não há limite para a quantidade de créditos que um usuário acumula ao longo do mês.

Há ao menos um detalhe importante e complicador. O Samba se reserva o direito de coletar informações sobre aquilo que o consumidor vê na internet, como blogs, URLs, pesquisas no Google, informações de trânsito e por aí vai, com o único objetivo de usar esses dados para posicionar as propagandas. Entretanto, consumidores podem solicitar que os dados não sejam usados para este fim… O que no fim das contas não faz muito sentido.

O firewall do Samba bloqueia o acesso a pornografia e material com copyright. Algo me diz que não será possível usá-lo para baixar certos arquivos diretamente do Pirate Bay.

Você pode testar a interface com publicidade do Samba neste endereço. Clientes que não tenham minimodem precisam desembolsar a quantia de 20 libras (equivalente a R$ 64) pelo dongle. O SIM Card custa 3 libras (quase R$ 10). Você toparia ver essas propagandas para depois navegar na internet de graça?

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Mateus
Dá um tempo! Eles estão praticamente ganhando dinheiro com a publicidade e ainda querem impor tal coisa e ainda se dar ao direito de pegar detalhes de navegação ? Prefiro continuar pagando mantendo a privacidade.
Felipe
To dentro !
@LBKatan
Aquele tipo de ideia "por que não pensei nisso antes"?! Acho que só o pessoal "SouRica" e o pessoal paranóico não gostou.
@LBKatan
Dependendo do conteúdo dessa injeção, dependendo da qualidade da internet, até rola mesmo huahuahua
@BorbaGabriel
O problema é que essas porcarias são colocadas pelos próprios usuários do Facebook.
Sabrina
É simplesmente perfeito para ser colocado na banda larga popular e oferecer o serviço de graça.
OhRennan
Sem pornô, sem acordo.
@EmanuelSchott
Proxy Rules!! ahahhaha
@EmanuelSchott
Pelo que eu entendi você assiste um vídeo de 2:30 min e tem direito a 520MB pra usar no mês. Sem limite de créditos, ou seja, se acabar seus créditos, é só assistir mais um vídeo de 2:30 min. Sem propaganda adicional.
@EmanuelSchott
Pelo que eu entendi, você visualiza um vídeo de 2 minutos e meio e ganha 520MB pra navegar durante um mês, sem limite de créditos e sem mais propagandas.
@EmanuelSchott
Seguiria o mesmo modelo da TV aberta. Aceitaria numa boa!
YanGM
Claro, eles bloqueiam o Pr0n!
Ramon Melo
Enquanto isso, no Brasil, dona Vivo está cobrando R$59,90 mensais pelos mesmos 500MB.
Anderson
Por internet de graça?... Até injeção na testa! kkkkk
Sperotto
Não aceitaria nunca, já não aguento mais as propagandas no Youtube, quanto menos melhor!
Exibir mais comentários