Início » Software » Windows 8 será lançado no dia 26 de outubro

Windows 8 será lançado no dia 26 de outubro

Versão final do novo sistema da Microsoft fica pronta em agosto.

Por
5 anos atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

A nova versão do Windows estará pronta dentro de um mês. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (9) durante a Worldwide Partner Conference, evento que ocorre em Toronto, no Canadá. A diretora de marketing do Windows, Tami Reller, informou que a versão RTM (Release to Manufacturing) será liberada na primeira semana de agosto, sendo vendida oficialmente nas lojas a partir de outubro.

Windows 8 está quase pronto

A versão RTM nada mais é do que o Windows 8 finalizado, com todas as funcionalidades prontas e as principais falhas corrigidas. Ela será liberada inicialmente aos fabricantes de hardware, que serão responsáveis por desenvolver drivers compatíveis com o novo Windows. A Microsoft ainda não soltou um comunicado oficial, mas os desenvolvedores com acesso ao MSDN e profissionais de TI com uma assinatura do TechNet também deverão colocar as mãos na versão final do Windows 8 nessa época, assim como foi no lançamento do Windows 7.

Dois meses se passarão até que as embalagens, mídias e peças de marketing do Windows 8 fiquem prontas. No final de outubro, quando o Windows 8 for lançado ao público em geral, os principais montadores, como Dell, HP, Lenovo e Samsung, também devem liberar seus primeiros desktops, notebooks e tablets com o novo sistema, que estará disponível em 231 mercados e 109 idiomas.

Até agora, sabemos que a atualização para o Windows 8 Pro custará apenas R$ 29 para os usuários que comprarem um computador com licença original do Windows 7 entre os dias 2 de junho e 31 de janeiro de 2013. Os atuais usuários do Windows XP, Vista e 7 poderão adquirir o pacote de atualização para o Windows 8 Pro por US$ 39,99. O preço no Brasil ainda não foi anunciado. Você vai comprar?

Atualização às 17h15, 18/07 | A data de lançamento do Windows 8 ficou mais precisa. Steven Sinofsky, presidente da divisão de Windows, anunciou hoje que os usuários poderão adquirir a nova versão do sistema operacional da Microsoft no dia 26 de outubro.

  • Rafael

    quando será que vai aparecer no The Pirate Bay?

    • Ramon Melo

      No mesmo dia, algumas horas depois.

      • Ou até antes, quem sabe, né?

        • Ramon Melo

          Não sei, a ISO é pesada e deve demorar um pouco até terminar de upar para alguém…

          • Vazamentos…

          • Ramon Melo

            Sim, estou contando com vazamentos mesmo. Só acho mais provável que vaze depois da Microsoft enviar a versão RTM aos fabricantes do que antes disso.

      • A não tenha dúvidas…

    • No wz0r.net sempre é o primeiro lugar! =D

      • Rafael

        tens convite para o site?

        • Na verdade ele não é por convite, é aberto

    • A questão não é quando vaza, vazar é fácil demais, só precisam, de um código de autenticação ou Serial, coisa que desenvolvedores do Windows não investiram para dificultar nossa vida, o RTM será fácil de adquirir, só soltar por aí um micro spam, com redirecionador de info. e descobrir quem receberá os RTM’s , do Brasil eu já sei 8. Sem usar o spam, agora só esperar a confirmação de entrega dos RTM … e fica a pergunta. Por que pagar por um OS novo? Por que pagar por uma atualização de OS? Pagar por uma coisa bonitinha sem bons resultados, sem muitas inovações ..

      • GRZ

        Como assim “sem muitas inovações?” É a maior alteração no Windows que a Microsoft faz desde que o Windows 95, com uma interface nova, sistema voltado para a Web e funciona em tables e PC’s com as mesmas funcionalidades básicas! Todo mundo reclama que o Windows eh caro, mas quando a MS lança uma atualização de U$ 39,90 para ter o SO original você diz “por que pagar por uma atualização de SO?”. Não dá pra entender mesmo…

  • Thiago Xavier

    Dia 22 de outubro 😛

  • Estou pensando seriamente em desenvolver um jogo para WinRT, gostaria de saber como está a expectativa de vocês…

    Tenho um jogo pronto para Windows Phone ( http://www.youtube.com/watch?v=IB9eKbMZs5A )
    vcs acham que esse estilo (Beat’up) de jogo se encaixa em tablets?
    deve começar um novo jogo estilo RPG/tabuleiro … ?

    • Nesses de 7″ encaixa muito bem, mas nesses de 80″ (Steve Ballmer-like) não dever dar muito certo.

    • Eu apoio. Vá em frente ;D

      Só não mecho com WinRT agora porque estou estudando Azure pra empresa, e isso está me tomando todo o tempo de P&D que eu tenho =/

    • João

      Talvez pra tablet não fique legal devido aos controles. Acho q se mudar o jeito de controlar, pode dar certo.
      Creio q é só isso o problema.

  • Prevejo uma versão “instável” em 2013 😛

    • A versão instável já foi lançada no começo de junho.

      • gabriel

        Eu acho que ele quis dizer instável entre aspas porque quis dizer na verdade pirateado….

  • Tarcísio Castro

    Alguém teve problemas com atualização do drive da NVIDIA pro WIN8? Meu segundo monitor simplesmente parou de funcionar. =\

  • Já pode falar mal ou espera o lançamento ?

    #rumoaowin9

    • Tem que usar primeiro.

      • John

        Olhei para o ícone do sistema operacional dele e tive que relevar o comentário.

  • Até curti ele, em monitores touchscreen. Em um monitor normal não curti muito.

  • O Windows 8 está muito bom, aguardando então até agosto para fazer o download no MSDN pelo MPN.

  • opa.

  • Finalmente, aguardava ansiosamente por essa noticia.

  • TatoGomes

    Ainda acho que o Windows 8 um sistema inacabado. Na verdade, a (o, sei lá… não me xinguem) Metro é só uma camuflagem de algo que pode, de fato, ser revolucionário. Porém, por trás dele, roda um sistema extremamente semelhante ao Windows 7.

    Além disso, o Windows 8 foi pensado para interface touch e o Windows 7 para o uso de teclado e mouse. Os dois rodando juntos e em dependência um do outro, como foi até agora em todas as releases do Windows 8, pode ser um belo problema.

    • Olha, minha experiência com o Windows 8 me faz pensar nele como um Frankenstein (cheio de coisas e mal acabado)… A Microsoft quer abraçar tudo em um só código e reconquistar o mundo (incluindo agora também os tablets e smartphones). Espero sinceramente que o Windows 8 não se transforme num Windows Me Second Edition.

  • caRIOca

    O maior problema vai ser o preço praticado aqui no Brasil, U$40, aqui vira R$200.

    • Os US$ 15 do Windows Upgrade Offer viraram R$ 29 no Brasil.

      Prefiro ser otimista. 😛

      • Exatamente. Acho que a Microsoft tem certeza que o Windows 8 vai sofrer rejeição pela maioria (não é meu caso, eu gostei muito), e por isso vai optar por uma política de preços reduzidos pra ver se incentiva a migração.

        Eu vou mudar para o Windows 8, mas vou esperar alguns meses até saírem todos os drivers e tudo estiver funcionando 100% para evitar possíveis dores de cabeça.

  • marcoscs

    eu estou usando no notebook.
    Sinceramente, ainda não sei se gosto ou se não gosto….
    Com o W7 foi amor a primeira vista (sem trocadilhos…)
    Com o W8 está sendo um exercício de adaptação.
    Mas não é justamente o fato do usuário ter que se adaptar ao SO uma das maiores críticas feitas ao Linux?

    • Welington Souza

      Também ainda estou na dúvida! Gostei de usá-lo, acho que ele combina mais com a convergência que hoje todo mundo utiliza, entre as redes sociais, email, etc. em smarts e tablets! Os dois problemas são: A adaptação como o amigo falou acima e a utilização sem touch, apenas com Mouse e Teclado.

      Concordo em parte com você marcoscs, acho que a adaptação que o pessoal reclama no Linux é diferente. No caso do Linux a dificuldade é na instalação de programas ou drivers e sua configuração. Não é tão intuitivo! O pessoal se acostumou a ter as coisas mais na mão com o windows. É a mesma coisa com Android, é um sistema para quem gosta de fuçar as coisas, conseguir tirar proveito dele. Já o Windows 8, parte da questão usual que vem de outra concepção e isso com o tempo é mais fácil de se adaptar!

      Bem é isso, acho que me empolguei escrevendo…

      Abraços!

    • Não, as maiores críticas feita para Linux é a incompatibilidade com programas como Office e ter que usar o Terminal (NEM ME VENHA DIZER QUE NÃO é preciso, eu já usei o Ubuntu e tinha que usar o terminal quase todo o tempo, até para mudar o idioma de um programa, e no final nem conseguir).

      • André

        Não é porque você não soube utilizar a interface gráfica para fazer algo que você era obrigado a fazer pelo terminal, tem uma diferença grande entre a realidade e a sua afirmação colocada como verdade.

        Se você pedir ajuda, muitos indicam o caminho de como fazer as coisas pelo terminal, mas geralmente não é o único caminho (e acredito que seja algo cultural dos usuários de Linux usar o terminal por achá-lo mais fácil, e ao dar dicas aos novatos meio que que “barram” a adoção dos usuários leigos, sim, porque no Windows comumente as pessoas passam anos sem nunca ter aberto o Prompt de Comando).

        O meu “problema” com o Linux são os drivers e os programas, mas nem por isso tenho essa mania de muitos de achar o sistema um lixo. Se resolvessem esses dois problemas (não é algo fácil de resolver, mas…), utilizaria o Linux sem nenhum problema.

        • Grande parte desses problemas ainda são exceções, que muitos insistem em classificar com regra. A grande maioria dos usuários não precisam dos tais “programas específicos” e o hardware funciona perfeitamente na maior parte dos equipamentos. E se considerar os equipamentos que já vem com Linux, a coisa fica tudo melhor ainda.

          • André

            Falei pelo meu caso, mas vou procurar ser mais geral na resposta.

            Depende do que é precisar e querer para muita gente. Por exemplo, é difícil pedir para alguém deixar de usar o Microsoft Office para usar o OpenOffice ou LibreOffice (desconsiderando aqui a opção de instalar pelo Wine). Já vi gente reclamando também do “Messenger para Linux” (mas ainda bem que o Messenger está morrendo graças ao bate-papo do Facebook, pelo menos).

            Enfim, são programas que as pessoas costumam usar diariamente, mas que geralmente rejeitam as opções que existem para o Linux simplesmente porque não é o mesmo programa que elas usavam (não porque são ruins). Em outras palavras, por mais simples que possa ser o uso, a pessoa quer o programa X e não Y, mesmo que o Y faça tudo o que o X faz. Questão de costume. Não vejo a maioria dos usuários do Office utilizar mais do que 30% da capacidade da suite, mas ainda assim não aceitam trocar o Office por nenhuma outra alternativa apenas pela questão do nome e do costume de já saber onde estão as opções que geralmente utilizam.

          • Tá aí porque, mesmo pedindo adaptação do usuário, como nos Linux, o Win8 terá mais gente migrando: nome.

        • Outro problema: só pode ser usado por experts, isso só faz piorar a situação, eu que sou um usuário médio consigo fazer várias coisas no Windows mas não no Linux, imagine a minha mãe!

          Linux e usuário comum não se misturam

          • Só pode ser usado por “experts”? Sério que vc falou isso? O_O

          • Experts foi muito bom… Hahaha!
            Isto é um belo exemplo de preconceito, preguiça e mitos.
            Uso como exemplo meu irmão, que usa meu note com Ubuntu sem problemas e nunca fez um curso. Outro exemplo é o pessoal do meu trampo, que economizou uma grana com licença usando o broffice.

          • henrique

            instalei o ubuntu na casa da minha tia e ela ta super feliz porque disse que o sistema não pega virus !!! e ela que fica so na net e ouvindo musicas é perfeito ela nunca mais me pertubou !! la de ano em ano eu formatava o pc dela porque tava cheio de virus !! agora é so paz !!

          • Chokor0

            E n cobrava por isso ? ta louco hsahsuas

          • Rogério

            Minha filha de 6 anos usa Ubuntu no netbook dela…

          • Aqui morre o argumento do rapaz. huahuahuahuahuahua

      • Usuário comum não precisa, de maneira alguma, usar Terminal no Linux. Esse mito já está morto. Não ressuscite mais esta lenda urbana.

        O problema de distribuições Linux está no marketing em sentido amplo. São vários os motivos que levam à pessoas a terem dificuldades. Qdo mudanças equivalentes são feitas em outro ambiente, elas podem até ser consideradas boas. É só lembrar desse famoso teste:
        http://youtu.be/btAaUZIhV6c

        • Fui usuário do Ubuntu e digo com todas as forças do mundo que precisa sim.

          • Não, não precisa. Usuário comum não precisa usar Terminal.
            “Poder usar” é diferente de “precisar usar”. Muitas dicas mostrarão caminho do Terminal, mas não pq é a única maneira, mas pq é o caminho mais fácil, pois geralmente é só “copiar e colar” no Terminal e mais nada.

          • Estou dizendo que é PRECISO USAR, não tem opção, mesmo que você consiga alternativas, uma hora você vai precisar usar e não terá alternativa, não tente mascará a verdade, eu digo porque passei muito tempo usando.

            Não estou dizendo que o Ubuntu é ruim, apenas que este é o 2º maior empecilho para usuários comuns.

          • Não, vc não precisa. Usuário comum não precisa usar o Terminal nem no Ubuntu, nem em outras distribuições, como Mandriva, que costuma vir em muitos equipamentos no Brasil.

          • Ramon Melo

            Eu confesso que estou boquiaberto com você, Luandersonn. Minha mãe, que não sabe nem desligar um computador (é sério), consegue usar o Ubuntu normalmente sem nem esbarrar no terminal e você tinha que usá-lo o tempo todo???

            O único problema que ela tem com o SO é o fato dele pedir a senha o tempo todo, coisa que o Windows não faz por padrão (a permissão de administrador do Windows só pede para você clicar num botão). Fora isso, nenhuma reclamação.

          • Kessler

            Eu preciso comprar esse hardware de vocês, sério!
            Sempre que eu instalo Linux em algum PC eu preciso fazer algum ajuste (leia-se usar o terminal) para ajustar alguma falha em relação ao hardware.

            Meu laptop só configura o brilho se eu colocar uma linha mudando o ACPI nos parâmetros do kernel. Meu desktop é a placa nVidia onboard que não funciona direito nem por decreto, e o grub não mostra o menu porque está configurado por padrão para um refresh rate que meu monitor não suporta.

            Vocês podem alegar que sou exceção, mas eu não sou. Não adianta dizer que a mãe, tia, cachorro usam, porque após configurado e rodando 100% realmente é fácil. Deixar ele 100% que nem sempre o é.

          • Kessler,
            meu PC não é nenhuma máquina de outro mundo. É um SpaceBR com uma placa-mãe das mais desconhecidas e tudo onboard. Meu outro PC é montado e tbm não é coisa de outro mundo. Tbm tenho um netbook Asus, com placa on da AMD/ATI, que funciona o Ubuntu sem grandes problemas.

            Eu tenho uma placa on da Nvidia e funciona muito bem. O driver é instalado com um clique no botão. O bug usplash/plymouth (não é bug no GRUB) existe e pode ser corrigido. Sim, é corrido pelo Terminal, mas isso é bom, pois sem o Terminal não poderia ser corrigido, pois não há um aplicativo criado. É como qualquer configuração extra do Mac OS X que usa Terminal. É uma extra, é algo a mais, que pode ser usado a seu favor. Terminal é uma ferramenta. Se não sabe usar não use. Se sabe, que bom.

            O que acontece é que vc e outros, por má fé, por criancice, quer colocar qualquer exceção como regra. Exceção é exceção. Distribuição Linux não são perfeitas e possuem sim certos problemas, como qualquer outro sistema, principalmente qdo não dominam o mercado. Mas querer colocar as exceções como regra, é algo sem noção e só alguém agindo por má fé seria capaz de fazer.

            O certo é que boas distribuições Linux são capaz de satisfazer a grande maioria dos usuários, pois a maioria não precisa de aplicações específicas, de público restrito. Seu uso ainda é fácil, sem mistérios, sem complicações e problema algum ocorre pra maioria das pessoas, funcionando perfeitamente pra maioria dos equipamentos.

          • Kessler

            Os freetards que costumam a fazer vista grossa pros bugs das distribuições Linux. Basicamente eu instalo o sistema mas não vou poder escolher o meu outro sistema porque há um “pequeno” bug nas configurações do grub que só pode ser resolvido pelo terminal. Realmente, prontinho para o mundo desktop.

            Ah, e eu tentei instalar o driver da nVidia em um click sim. Fez meu saistema não dar boot. ops.

            Não adianta espernearem, o Linux SEMPRE terá problemas com driver por causa da bagunça que é seu kernel. Um fabricante pode facilmente fazer um driver binário que funcionará em todas as versões do Windows. É possível no Linux? Não! Têm de distribuir em scripts que tentarão compilar o driver contra o kernel do usuário.

          • Vc costuma não ter bom senso e não ver a realidade, querer a todo custo colocar exerções como regra e mentir, descaradamente, sobre bons sistemas.

            Além disso vc não entende nada de nada. Sim, um binário é universal e funciona em qualquer distribuição. Padrão LBS funciona pra isso. O que vc está confundindo, de propósito ou não, são padrões de pacotes de instalação, que nada tem a ver com isso.

            Digo e repito. Qualquer ser, inteligente ou não, alfabetizado ou não, é apto pra usar boas distribuições Linux, sem problemas e com facilidade. Qualquer tentativa de dizer o contrário ou a pessoa está agindo por má fé ou ela está agindo por má fé.

          • Kessler

            Vixe, ressuscitaram um tópico velho…

            Guilherme, eu falei de drivers, cabeção, não de software.

            Não é possível um fabricante distribuir um driver para as diversas versões do kernel em um binário único. Se nem isso você sabe, você realmente deveria começar a defender outro OS.

          • Drivers são feitos e funcionam em qualquer lugar. O que está confundindo é binário com pacotes de instalação. Pra empacotar não é preciso fazer qualquer modificação. Empacotamento serve apenas para automatizar. Empacotamento é tão simples que qualquer um, sem conhecimento específico, pode fazer.

          • Kessler

            Cara, você simplesmente está errado.
            O Linux não possui uma ABI estável para drivers. Drivers compilados para uma versão do kernel não funcionam em outras.

            Resumidamente: http://en.wikipedia.org/wiki/Loadable_kernel_module#Binary_compatibility

            Fico devendo outros artigos, mas isso é fato conhecido.

            Eu definitivamente não estou confundindo com binários de software. Nunca afirmei que eles não funcionam entre distribuições, é fato que funcionam.

          • Mas isso acontece em qualquer sistema. Mas como vc disse, um fabricante pode fazer qualquer driver que funcionará naquela versão do Windows. Assim como o Linux, onde o driver que não está embutido no kernel pode ser facilmente liberado para seu respectivo kernel. E o instalador pode ser bem abrangente, como da Nvidia, onde seu driver é compatível desde o antigo kernel 2.4.7:
            http://us.download.nvidia.com/XFree86/Linux-x86_64/295.59/README/minimumrequirements.html
            Mas em geral, até o empacotamento é facilitado pq o sistema Linux doméstico se resume ao Fedora/Red Hat e ao Debian/Ubuntu.
            Não estou dizendo que tudo é perfeito, mas não é o caos, o inferno, tudo que é ruim no mundo, como vc insiste em passar, fazendo um maniqueísmo extremado, a qualquer custo.

          • Kessler

            Guiherme, mesmo que isso fosse verdade – no caso do Windows não é, um driver de Windows Vista é idêntico ao do Windows 7 e muito parecido com do Windows XP – o Windows tem uma nova versão a cada 3, 4 anos; o Linux tem uma nova versão de Kernel com ABI incompatível a cada quanto tempo?

            A consequência disso é bem óbvia: um fabricante não pode enfiar um CDzinho junto com seu hardware novo com drivers para Linux, a não ser que resolva abrir o código e colocar scripts para compilação do driver. Veja bem, aqui a questão não é empacotamento, mesmo se eu resolvesse fazer um RPM ou um DEB com meu driver eu não conseguiria – a não ser que eu casasse os pacotes com cada versão do kernel.

            O caso da Nvidia é emblemático, na verdade: a Nvidia faz um esforço homérico para manter a compatibilidade com o kernel. Conseguem, mas que fabricantes vão se dispor a fazer isso? A Nvidia só faz porque ganha muito dinheiro em renderfarms para linux.

            E vamos parar de mimimi, né? Eu dou umas trolladas nos freetards que gostam de defender cegamente o Linux, mas não odeio o Linux. Acho um sistema decente, mas que precisa melhorar muito para ser usado por usuários comuns de desktop.

          • Cara, usei o ubuntu um tempo, e nem tenho ideia do que seja o tal terminal (sim eu sei o que é, forma expressiva de dizer que nunca usei), ele até instalou meus drivers tudo certinho, baixou tudo, aceleração de video, rede, som, etc.
            Meus pais acharam que era o Windows 7, sem zoa, só perguntaram porque eu mudei a barra de tarefas para a horizontal!

          • da horizontal pra vertical*

        • Blek Zarioky

          Agora é repetir o teste com isso:
          http://zorin-os.com/

      • Uso openSUSE a tempos e nunca precisei abrir o terminal. Nunca. o YaST faz tudo via interface gráfica.

        • Você deve ter vindo de onde? 2023? Talvez nesse ano não se precise usar o terminal.

          Eu sou uma pessoa que tento não usar o terminal, faço o máximo para não usar, mas tudo [hipérbole] o que eu tinha que fazer necessitava usar o mesmo.

          • Usuário comum não é preciso usar o Terminal. Se vc necessita usar usou pq não é usuário comum. Usou pra facilitar a vida, que é função do Terminal. Terminal é tão importante e facilitador de usuários avançados que até a Microsoft lançou seu “Terminal”.

  • Odair

    Belo cavalo de tróia esse “Windows 8”. Apenas fru-fru pra dizer que esta diferente. Sistema mesmo é o linux. “Só falta” softwares melhores.

    • Você disse isso usando Linux? Não, você disse usando Windows. Mas como sempre, “estão no trabalho e são obrigados a usar”.

    • Kessler

      A notícia é sobre um OS relevante para o mercado de desktop, não para um que mal saiu dos 1%.

      • Não importa a cota de mercado, mas sim sua perspectiva e investimentos. Linux é relevante no mercado, assim como o Windows Phone, que tem uma participação muito pequena, mas continua sendo relevante e importante.

      • Odair

        Só uma coisa. Eu só consegui instalar windows 8 graças ao Ubuntu rodando em um pendrive. Por ele consegui baixar e gravar o ISO do Ruindows em um CD, pois o “sistema deu pau na instalação e não dava boot nem com reza brava.

        • Imagino que você tenha sido obrigado a baixar a versão não lançada ainda do Windows e instalar na sua máquina, né?

  • Sérgio Carvalho

    E o (BlockOtherOS) SecuredBoot ?

  • @Paulo Higa:
    “Você vai comprar?”

    Não … e também não trocaria o win 7 pelo 8 nem que fosse grátis.

    … adquiri um note novo a menos de 6 meses atras … geralmente troco de OS/máquina a cada 5 anos ou caso aconteça algum problema com a máquina …

  • Fernando

    Nossa que demora. Enquanto isso o concorrente vai crescendo!

    • ricardo

      Quem é o concorrente?

  • a única reposta para essa postagem nunca vou trocar o windows 7 pelo windows talvez quando lançar o windows 9. se for melhor que o nove o windows oito é ridículo a interface e ícones se não fosse por isso até que ia mas…

  • altieres

    dúvida tosca, mas vamos lá!
    eu tendo um licença do W XP, mesmo que não use mais há mto tempo, poderei usá-la para ter desconto na atualização do windows?

  • acho que compraria o 7 😛

  • O bom é que com o lançamento do W8 vou poder comprar o Windows 7 mais barato!!

  • Vou comprar 😀

  • Fabio

    Eu gastei mais de 500 reais no windows 7 ultimate, não quero saber de Windows 8 tão cedo. Muito obrigado, Microsoft, meus pesames.

    • Fabio

      Pelo menos eu me interessei em virtude do preço do update

  • Comprarei, com certeza! Tenho licenças disponíveis graças ao meu curso técnico, mas não abro mão do DVD original 😉
    Que venha o Windows 8!

  • ps: será que o surface será lançado comercialmente no mesmo dia ?

    • O RT talvez.

      • é ele mesmo que eu quero ;s !! Dependendo de quanto vir para o Brasil, se vir, compro ele, se não vou de iPad!

        • Kessler

          “Tamo junto!”
          Eu estava querendo comprar um iPad, mas agora quero pelo menos conferir o Surface antes de comprar qualquer coisa. ehehe

          • euahueahue, exatamente xD!
            Ainda acho que o iPad compensa mais pela quantidade e qualidade dos apps! Mas com o tempo a marketplace vai ir enchendo…

            Mas acho que ambos serão boas compras, só que quero ver reviews do surface primeiro ;x

          • Kessler

            Também acho, na verdade, mas a integração do Windows 8 promete. Se der certo, vai encher de apps muito rápido, já que será bem fácil portar apps metro para Windows Phone e Windows RT.

          • Concordo! E muitos apps, diga-se “sociais” serão supridos pelas funcionalidades e apps nativos do próprio sistema. Muitos apps da Windows Store já são bem bonitos e funcionais, se seguirem essa tendência, serão tão bons quanto do iPad!

  • Comprarei, o notebook que estou usando em casa roda Windows Vista =X

  • @iJeanCarlos

    Quanto tempo para lançar,eu pelo menos estarei usando o Sistema Operacional mais avançado e seguro do mundo,o OS X Mountain Lion. 😉

  • NandoSS

    Não entedi muito bem como vai ser esse negócio de atualização para o Windows 8. Sei que no W7, se você tem um SO anterior ou uma versão inferior instalada basta comprar a versão para atualização do Windows 7 (esqueci o nome) que custa um pouco mais barato mas você só pode instala-lo se tiver com um sistema anterior, ou utilizar o Windows Anytime Upgrade.

    Agora no Windows 8 parece que pode comprar e baixar a versão de atualização, grava-la em um DVD e instalar quando quiser como se fosse uma versão full e tudo isso por preço de banana. É isso mesmo??

    • Denis

      Sim, é isso mesmo desde que você tenha o Windows XP/Vista/7 Original.

    • Álvaro Rutz

      Sim, para popularizar o sistema de forma mais ágil, embora, nos dias de hoje, software ficou mais barato. É a concorrência.

      • GRZ

        A Microsoft lucraria mais se vendesse o Windows mais barato sempre. Isso iria incentivar as pessoas a comprarem software original! Eu preferiria pagar R$ 100,00 para ter um software original do que pirateá-lo. O que não dá é gastar mais de R$ 600,00 para ter a edição mais avançada do SO mais pirateado do mundo. Acredito que o Windows 8 iniciará uma evolução na Microsoft pois este foi só o primeiro passo para migrar gradativamente o sistema antigo para uma nova geração de softwares.

        • Guilherme Harrison

          O que acho injusto é que o Windows 8 vem com anúncios espalhados pelo SO. Com isso eles poderiam distribuir até grátis, a nova versão, digital.

  • Walter Broflovski

    Torcer pra que saia logo algum crack! (yn)