Início » Internet » Gmail incorpora superchat com vídeo do Google+

Gmail incorpora superchat com vídeo do Google+

Hangouts chegam ao webmail do Google.

Por
7 anos atrás

Novo bate-papo em vídeo para os usuários do Gmail. O Google anuncia hoje a integração do recurso de Hangouts da rede social Google+ ao serviço de email, o segundo mais usado no mundo (atrás somente do Hotmail; acredite se quiser, mas os dados são da consultoria ComScore). Acabou aquela história de conversar com apenas uma pessoa por vez no bate-papo de email. As possibilidades se ampliaram a partir de agora.

Meu parco conhecimento em Google+ serve-me para perceber que o Google simplesmente pegou o código dos Hangouts e replicou no Gmail. Sem adicionar nenhum recurso a mais, até onde pude verificar. A única diferença fica por conta do universo maior de usuários do Gmail — você não fica mais limitado a usar Hangouts com as pessoas cadastradas na rede social que vem sofrendo para deslanchar.

O Google diz que a tecnologia dos Hangouts é melhor. Usam os servidores do buscador em vez de apelarem para o tradicional e complicado P2P. Significa mais qualidade e confiança de que o bate-papo vai funcionar, segundo palavras da empresa.

Assista abaixo ao vídeo de apresentação do Gmail com Hangouts.


(Vídeo do YouTube)

Web social

Executivos do Google disseram durante o lançamento da rede social que o Google+ seria o início da tal “web social”. Mais do que uma rede, como acontece com o Facebook, seria uma forma de se relacionar e interagir com os conteúdos online. Entendo que a companhia segue perseguindo este objetivo. A integração do Gmail com o Hangouts, por exemplo, é colocar à disposição do usuário um recurso bacana que antes só estaria disponível na rede social. Com ele dá para assistir YouTube em grupo ou adicionar máscaras diretamente no vídeo ao vivo.

Não sei o que o Google vislumbra para o futuro do Google+. Pouco a pouco, a rede social vai ganhando presença nos produtos campeões do buscador. A tendência é que o número de usuários aumente. Porém, tenho que levantar a questão: esses usuários vão ao Google+ para desfrutar o que uma rede social tem a oferecer? Ou simplesmente usam alguns recursos pontuais porque são bacanas, foram feitos pelo Google e, por acaso, dependem de uma conta no Plus?

Este humilde Tecnoblog está no Google+. Ainda não descobrimos exatamente para que a rede social do Google serve, então por enquanto nos limitamos a replicar ali os conteúdos que entram no nosso Facebook. Sugestões de uso do perfil no Plus (!) são bem-vindos.

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.