Nossa extensão alerta sobre ofertas falsas
e aplica cupons de desconto

Início » Games » Left 4 Dead 2 para Linux roda mais rápido que no Windows

Left 4 Dead 2 para Linux roda mais rápido que no Windows

Por
4 anos e meio atrás
A nova extensão do Tecnoblog está pronta.Baixe Agora!

Três semanas após anunciar oficialmente que estava desenvolvendo um cliente do Steam para os usuários do pinguim, a Valve declarou ontem que o Left 4 Dead 2, primeiro jogo a ser portado para o Linux, já está rodando mais rápido que a versão original para Windows. O resultado foi obtido após várias otimizações de código para fazer o jogo funcionar melhor com a API gráfica OpenGL.

A Valve está testando o Left 4 Dead 2 em um computador bastante humilde, equipado com um processador Intel Core i7-3930K, placa de vídeo GeForce GTX 680 e memória RAM de 32 GB. A comparação foi feita entre o Windows 7 de 64 bits e o Ubuntu 12.04 de 32 bits. Os testes com o Ubuntu de 64 bits serão feitos posteriormente, segundo a empresa.

Left 4 Dead no Ubuntu 12.04 roda melhor que no Windows

Portar um jogo não é uma tarefa tão simples. Quando os desenvolvedores rodaram o Left 4 Dead 2 no Linux pela primeira vez, conseguiram a incrível taxa de 6 frames por segundo. Foram necessárias alterações no código para fazer o jogo se comportar melhor com o kernel do Linux e a API gráfica OpenGL (no Windows, a API utilizada é a Direct3D). A Valve também otimizou os drivers de vídeo.

Após as otimizações, o Left 4 Dead 2 passou a atingir uma taxa de 315 quadros por segundo, um ganho de 16% em relação a versão para Windows, que mostra 270,6 frames no mesmo intervalo de tempo. De acordo com a Valve, o ganho de desempenho aconteceu porque o Direct3D adiciona alguns microssegundos preciosos em cada tarefa, algo que não ocorre no OpenGL. Após implementar o OpenGL na versão para Windows, foi possível aumentar a taxa para 303,4 FPS.

Ainda não há uma data de quando o Steam e os primeiros jogos estarão disponíveis para os usuários do pinguim, mas as notícias são bem promissoras. Para felicidade dos proprietários de placas de vídeo com GPUs da AMD, Nvidia e Intel, a Valve está trabalhando junto com os fabricantes para melhorar o desempenho dos drivers no Linux, o que deve tornar o sistema mais atrativo para gamers.

Dica do leitor Norbert Waage Jr. Obrigado!

  • Tá chegando o dia em que eu abandono de vez o Windows… ou não! rs

  • Gabriel Rezende

    Bang!

  • Optimizaram os drivers com certeza vai rodar mais rápido. Sorry Steam tenho vários jogos comprados mas infelizmente também tenho Xbox Live 😉

    • Cassio R Eskelsen

      Claro que o André Microsoft Buss nunca vai aceitar que algo pode ser mais rápido que o Windows dele.

    • Depois que eles se chatearam com a Windows Store, vão fazer publicidade para todo mudar usar Linux com uma esperança de continuarem lucrando… coitados.

      • Di

        E pode dar certo, Luandersonn. Mas seria um soco no estômago inadmissível para a Microsoft.

      • Diogo

        Com sinceridade?
        Me traduza o que você escreveu. Não parece ter sido em português.

        A valve passar a usar o linux é muito bom para todos. Ninguém é obrigado a migrar pro Linux.
        Todo avanço que é realizado para a comunidade open source, contribui para todos. O Windows e o Mac OS várias vezes evoluíram por causa do linux.

        É injusto um sistema tão importante seja excluído “pelas pessoas normais” porquê fabricantes não se importam em criar ou melhorar os seus drivers para ele.

        • Traduzo.

          A Windows Store é uma ameaça para esta empresa, seu fracasso é necessário para que ela continue lucrando, em outra plataforma.

          Não estou dizendo que Linux é ruim ou menos importante, apenas dizendo que esta empresa está apenas defendendo seu ganha pão.

        • Daniel

          É o que já vêm acontecendo. Pelo que eu entendi da matéria, por terem migrado para OpenGL, a versão para Windows também vai ficar mais rápida.

  • pow, mas como que ficou o esquema dos drivers para Linux? O cara do linux xingou a familia inteira da Nvidia. Achava que a nvidia ia zuar e dificultar na questão de drivers para linux.

    • Guilherme Harrison

      Eu acho que eles devem estar lutando pra fazer as pazes agora. “eu mostrei o dedo não foi pra vocês não, isso foi a mídia”.

    • Não são paixões que movem o mundo, são moedas de prata. A NVIDIA tá se lixando pro Torvarlds, desde que ela consiga seu quinhão nesse novo nicho. Sabe quantas vezes eu li em foruns, blogs e ouvi em conversas com usuários de Windows, até em papo de zona, que se houvesse jogos para o Linux, eles abandonariam o Windows? Eu perdi as contas. Se acontecer essa migração de sistema, a NVIDIA e qualquer outro fabricante de Hardware, vai entrar em Lua de mel com a Linux Foundation e com a Canonical, independente do chilique dos ditos gurus do Free Software.

      Oremos!

      • É grátis, não uso. Brincadeira, talvez em dual boot.

        Mas Linux não rouba mercado não, o povo só de ouvir Linux, já acha ruim. Lembre-se, o povo, não os geeks.

        • Sabe o que eu vejo? Falta de informação…

          Não é que eles não gostem de Linux, é que as poucas distribuições Linux que eles vêem, são tipo… CentOS meeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeh…

          Quando eu comecei a usar o Ubuntu, eu criei um álbum no facebook pra colocar umas screenshots da loucura que eu faço, e por incrível que pareça, muitas pessoas gostaram e se mostraram interessadas, e eles não eram geeks.

          Um amigo meu de escola colocou no dele e ainda usa, outro amigo meu já conhecia e resolveu colocar, uma prima da namorada do meu amigo (ish), que não tem nada de geek também quis. O único problema é falta de informação, ninguém vai querer usar se não souber o que é, ou lembrar daqueles lixos que aparecem em computadores em loja de varejo

          • Isso mesmo que eu quis dizer, o povão geralmente não vai obter essa informação, por isso fica meio difícil. Mas agora será difícil pro Linux dar uma investida, já que o Windows 8 está aí e não duvido nada que a Apple entre com garras no próximo ano.

          • Cabe a nós espalhar a palavra, leve sempre um Pen Drive bootável embaixo do braço e vamos à rua pregar, irmão! O mundo precisa ser salvo!! ~recebendo mensagens do Santo Torvalds, que fala pelo deus Linux~

          • @Forbidden_404, você falou igual um seguidor do Stallman agora.
            SAI CAPETA! SAI DESSE CORPO QUE NAO TE PERTENCE!

            Ps: Não consigo imaginar o Linus se prestando a ir baixo assim.
            Agora imagino ele organizando uma Lan Party pra galera jogar L4D, rodando no Linux, claro.

          • @Cobalto, mas o Stallman é o cara! Só que não ASDHASDUASDHA

            Falei pra um amigo na Campus Party, eu queria acordar um dia que nem o Stallman, só pra zoar o mundo, deve ser legal ser radical ASHUDHSAUDHUAS

            O Linus é camarada, ele te chama pra uma Lan Party, se não rodar bem, ele até deixa você usar o Windows. O Stallman nem chamaria pra nada, por que Lan Parties não são totalmente open source

          • E eu só consegui passar uma pessoa para o lado preto e branco da força, uma amiga da minha mãe com badram. Mandei o Grub fazer o Ubuntu ignorar os setores ruins e pronto, notebook novo.

            Falando em distro ruim, o lixo do “Linux Educacional” faz muita gente da minha sala de aula se espantar quando eu digo que uso linux, ai tenho que explicar o que é distro, que android é linux, que meu roteador roda linux…

          • Linux Educacional é excelente. Vcs devem estar com uma versão muito antiga. As novas são baseadas no Kubuntu e com grande disponibilidade de material do MEC.

          • Guilherme, é esse o problema, minha mãe quando viu que eu usava Linux
            “Como tu usa isso? Lá no meu colégio eles colocaram isso no laboratório de informática, é horrível, pedi pra colocarem Windows no meu.”, mas quando ela vê o Ubuntu rodando…

            O cara chegam, coloca uma versão antiga, não mexe em nada e quem fica com a fama ruim é o Linux

          • 1- A senha root de todos os PCs é qwe123. Dá pra fazer qualquer coisa neles;
            2- A interface de todos os PCs está vandalizada;
            3- Quem disse que o material é disponibilizado? Temos que usar o “Office com nome diferente” e jogar os jogos patéticos. Aliás, o Kolf tem referências satânicas em algumas fases.
            O governo brasileiro consegue deixar até o linux ruim, amigo.

          • A propósito, os PCs são Positivo, com processador Celeron, para dar conta de dois monitores distintos.

            E os professores queriam colocar Windows, mas “não conseguiram porque não sabiam a senha”. Acho que não preciso comentar isso.

          • YanGM,
            o problema não está no Linux Educacional, que é excelente, mas na gestão dos laboratórios. O que parece é que jogaram lá, de qualquer forma, não atualizam e nem ao menos usam os materiais do MEC que estão na distribuição.

          • Guilherme, boa parte dos funcionários públicos é acomodada.
            Vão receber no fim do mês mesmo. Pra que se esforçar?

            Para mim o serviço público deveria ser igual ao privado. O cara tem que trabalhar mesmo.
            No serviço público não. O cara é inteligente até fazer a prova, depois não quer saber de nada.
            Por que você acha que o cara te atende com aquela cara de “felicidade” quando você precisa de alguma coisa? O cara já passou no concurso mesmo. Nem gosta do serviço , mas o dinheiro é bom.

            Quero deixar claro que nem todos são assim. E esses que trabalham, trabalham dobrado por causa dos folgados.

          • AntonioVeras, esse é um problema de gestão tbm. Funcionário público que não trabalha pode e deve ser exonerado. Sua estabilidade só se dá pra proteger de interesses políticos de governos, que são passageiros – por exemplo, se não tivesse estabilidade, um governo entraria e poderia exonerar todos, só por vontade, e fazer novos concursos, até que seus “compadres” entrassem.
            Mas na verdade não creio que os problemas em laboratórios seja de “preguiça”, mas de gestão de governo mesmo. Pouco se investe em treinamento e muitas vezes mal se tem gente especializada nos laboratórios.

          • Parece que pegam qualquer macaco da selva e jogam nas salas de informática. Desprezível.

      • Rafael Machado de Souza

        uma atitude similar por parte da Adobe tambem seria otima para o Linux. Aposto que seus produtos seriam tão robustos como são hoje nos Macs

        • Guilherme Harrison

          Pra mim, só falta isso pra eu migrar. Sério mesmo.

          • Victor

            Use dual boot.

          • Dual boot não é migrar. Migrar é quando você pega toda sua tralha e sai de casa sem olhar para trás. Dul boot é no máximo uma casa de praia.

        • Renan

          Eu queria muito entender porque isso não aconteceu ainda.

          • Mercado. Eles ainda devem pensar algo como “Todo mundo usa no Windows ou no Mac. No Linux, não temos concorrentes de peso, algo que faça as pessoas migrarem de SO. Por que gastaríamos uma grana pra desenvolver algo ‘desnecessário’?” Então, vão empurrando o que querem pra todo mundo.

            E olha que eu nem falei do “estigma” de que “usuário Linux quer tudo de graça”, coisa que, acredito eu, a Adobe já deve ter percebido que não é verdade.

      • Kessler

        Os drivers da Nvidia são os melhores drivers de vídeo existentes para Linux. Indiscutivelmente.

        A “comunidade” gosta de reclamar porque eles são fechados, mas a Nvidia tá cagando para isso: ela tem interesse nas diversas renderfarms que rodam linux.

    • Scott

      São coisas diferente. O Torvalds do ponto de vista da Linux Foundation. Não é questão da “nvidia ia zuar e dificultar na questão de drivers para linux” e sim um problema de relacionamento da Nvidia com os desenvolvedores do kernel e com a Linux Foundation.

      A relação da Nvidia com a Valve é uma coisa completamente diferente.

    • O problema exposto por Linus é como o Scott falou. A relação entre a Fundação Linux (a qual a Nvidia faz parte) e a Nvidia é que não corre como esperado. Mas drivers a Nvidia faz.

      A diferença de desempenho entre drives Windows e Linux são relativamente pouca. Windows ainda é melhor, mas da prática é a mesma coisa, como mostram os testes:
      http://www.phoronix.com/scan.php?page=article&item=nvidia_gtx680_windows&num=1

    • Victor

      E perder todo o mercado de servidores e supercomputadores que usam Linux e tecnologias nVidia(principalmente em clusters que precisam de muito Gflops)?

      • Gustavo Reis

        As pessoas que acham Linux ruim ou um lixo são os adolescentes drogados, fúteis, mimados e “emos”. Eles são noobs que não têm conhecimento de informática, não querem e não gostam de aprender, estudar e trabalhar. Não querem ajuda e treinamento. Não têm paciência. São ansiosos, nervosos e rebeldes. São mal-agradecidos, mal-educados, preguiçosos e vagabundos. Querem saber só de jogos, exibicionismo (adoram exibir o corpo no Facebook), namorar, ficar. São trapaceiros nos jogos de RPG. Não querem aprender inglês, espanhol e francês, se aproveitam e xingam em português os gringos nos jogos, o que gerou a revolta racista e xenófobica dos gringos contra os brasileiros. Mancham a imagem dos brasileiros. Não querem usar os aplicativos gratuitos, como o Gimp, dizendo que os aplicativos grátis não prestam, e só os aplicativos pagos e piratas prestam.

        A culpa é dos pais, do governo e das escolas que não investem em educação.

        • Calma, cara.

        • Daniel Dias

          Desceu a letra em bro LOL

  • Graças a deus já era hora…

    Linux vai chegar lá…

  • Guilherme Harrison

    Jogarei na estréia, filmar e enviar pra microsoft dando um chausinho.

  • Com jogos rodando no Linux, chega de dualBoot! 😀

  • Ai sim 🙂

  • Yan

    Os drivers da intel sempre tiveram bom suporte no Linux. Os da AMD são os piores hoje, muito bugados e desempenho inferior…vamos ver né! 😀

    • Bruno Cabral

      Experimente ir no painel de controle do catalist e escolher o perfil desempenho ao inves de qualidade. Otimizando meu catalist, até mesmo jogos do wine rodam sem lag aqui.
      Uso uma modesta APU A6 com ATI Radeon 6xxxG

    • Drivers antigos da AMD/ATI eram ruins. Hoje a realidade é outra.

      • bawlaw

        os meus ainda tão ruims,,

  • Alexandre

    Isso porque usaram um Ubuntu 32. Se usassem uma distro um pouco mais hétero e 64 isso ser mais foda ainda…

    • Smess

      HUMILIATION

    • Tiago de Souza

      Fala do Arch? kkkkkkk
      Ou talvez, até o Fedora…
      Ou o Debian mesmo ‘-‘

      Ah, qualquer um usando XFCE teria um desempenho superior, Unity usa muitos recursos da máquina.

  • No minimo duvidoso esse resultado.

    Primeiro a Valve critica o Windows depois divulga esses resultados… Sei.

    • Alejandro

      Tudo no linux roda mais rápido que no windows.

      • Andre

        Sério?

        Cara, nem vou postar comparativos do Youtube porque todo mundo está cansado de ver um monte de aplicativos no Linux rodando mais lento que no Windows.

        • Ramon Melo

          Comparativo de Youtube? pffff
          Não vou nem comentar a respeito.

          Pela minha experiência, meus aplicativos costumam rodar mais rápido em Linux que em Windows, especialmente quando é preciso alocar muita memória. Mas a diferença é sempre pequena, mais ou menos como a Valve encontrou para o L4D2.

          • Andre

            Aqueles comparativos do Youtube são ótimos, pois são simples e qualquer um pode reproduzir em casa e comprovar.

          • Comparativo caseiro não serve com comparativo. Não se sabe as condições da análise e a neutralidade de quem testa. O bom são testes de sites especializados com bom nome nos quesitos neutralidade e seriedade.
            Um muito bom é o Phoronix.

        • No Windows, nem atualização roda rápido.
          E falo por recente (ontem) experiência.

          • Você usa Windows XP e quer falar de rapidez?

          • Foi o 7, em casa.

          • Sinceramente, pro meu hardware, o Windows 7 não roda nada bem.

          • Onde, nos computadores de hoje em dia, o Windows XP é lento?! o0

          • @LBKatan

            Hein? Windows XP é a coisa mais lenta que já vi.

      • Kessler

        AHAHAH Adoro.

        Posta aí o benchmark do Firefox nativo do Linux rodando mais lento que… o Firefox do Windows no Wine!

        SIm, porque o compilador GCC é (ou era, nem ideia da situação agora) tão menos eficiente que o da Intel que até no Wine ele rodava mais rápido. No WIndows nem se fala.

    • na verdade, acho justamente o contrário @oroshy
      se a valve teve coragem pra criticar o windows dessa forma, é pq ja estavam com essa carta na manga a tempos

      • Carta na manga ou medo?

        • Andre

          Medo mesmo.

          A Valve não tem futuro no Windows 8 com sua loja.

          • Claro, porque todo mundo vai esquecer da Valve quando a loja do Windows 8 chegar. Pra que jogos da Valve?

    • Cara, fazer um jogo rodar com OpenGL é bem melhor do que Direct3D, jogos nativos no Linux rodam bem melhor que no Windows, isso não é duvidoso, é fato

      • Rennan Alves

        Não, não é. OpenGL não é tão simples assim para rodar jogos, o que facilita a renderização dos triângulos são as funções de comunicação com os drivers.

        Eu não consigo entender o porque dessa briga OpenGL x Direct3D, ambos são apenas bibliotecas de código em C/C++.

        • Não tô falando que seja simples, mas os resultados são melhores

        • Ramon Melo

          O motivo não é óbvio? Jogos feitos em Direct3D só rodam em Windows, enquanto o OpenGL abre a possibilidade para outras plataformas.

          Historicamente, a desculpa usada para continuar desenvolvendo com Direct3D era a superioridade dele em relação ao OpenGL, o que já foi verdade mas não é a realidade atual.

          • Rennan Alves

            Nem tudo são flores Ramon. O próprio OpenGL possui bibliotecas patenteadas pela IBM, Sony e até a Apple. Inclusive o OpenGL usado no PS3 possui código proprietário da Sony.

            Um não é melhor do que o outro, Direct3D suporta imagens de maior resolução, OpenGL é mais simples de se comunicar com drivers, etc. Direct3D possui algumas funções a mais do que o OpenGL, até boas por sinal, só que o OpenGL é mais flexível com drivers.

            As pessoas simplesmente odeiam o Direct3D pelo fato da Microsoft estar “tomando as rédeas”, coisa que levou anos para o OpenGL uma vez que o consórcio de empresas (inclusive a própria Microsoft) não chagavam á um consenso, deixando-o estagnado durante anos.

          • Ramon Melo

            Se tudo fossem flores, não haveria trabalho para os desenvolvedores. Não estou falando de joguinhos feitos para o trabalho da faculdade e sim de aplicações comerciais cujo orçamento frequentemente supera a marca das dezenas de milhões de dólares.

            O resultado final é que a maioria esmagadora dos jogos são exclusivas do ambiente Windows e as versões para outros ambientes são frequentemente inferiores e instáveis (vide os FCs constantes nos Macs). Os devs estão constantemente colocando a portabilidade em último plano e usando a “superioridade” do Direct3D como pretexto para isso.

            As pessoas não odeiam o Direct3D, elas odeiam o fato de que precisam ficar atreladas a um sistema operacional que não lhes agrada para manter um hobby. Elas culpam o Direct3D porque é o escudo que os estúdios utilizam para lidar com a própria preguiça ou decisão comercial de não lançar um dado jogo para qualquer outro SO além dos Windows. Se os estúdios fossem francos e simplesmente dissessem “Não vamos portar para Mac e Linux porque não estamos afim”, não haveria quase ninguém reclamando do Direct3D ou vangloriando o OpenGL.

          • Rennan Alves

            Nem eu estou falando de joguinhos para universidade. Desenvolver para OpenGL/Direct3D/insira aqui sua biblioteca C/C++ não é uma tarefa fácil e muito menos para qualquer dev. O que gerou esta monopolização do mercado de jogos para o Windows foi a comodidade dos dev’s no passado, lá pela década de 90, onde a Microsoft entregava uma excelente documentação(e outros “acordos”) que facilitou a vida de muita gente enquanto o consórcio estava cagando e andando para a documentação do OpenGL, deixando a comunidade a ver navios.

            Quando você escolhe desenvolver em OpenGL, você ainda tem que decidir qual OpenGL vai focar (Sony, Apple, Nintendo, Windows, etc) e qual versão vai usar (2.x ou 3.x). A minha crítica não é mercadológica, o mundo dos jogos para PC com certeza seria muito melhor se o OpenGL fosse levado mais a sério, mas enquanto ficar essa baderna de consórcio empresarial e não aparecer uma empresa/grupo que tome as rédeas (como a Valve está fazendo) ficaremos na mesmice de documentação segmentada e inventando desculpas do tipo “ah, pra Windows é mais fácil”.

          • Ramon Melo

            Rapaz, isso foi há muitos anos atrás, não é a realidade de 2012. Tem videogames superando a marca de bilhões de dólares de receita, a indústria de jogos eletrônicos já é a mais rentável que o cinema e a música. Já existem mão-de-obra e recursos em quantidade suficiente para permitir ports de jogos para outras plataformas com qualidade aceitável. Essas empresas não investem porque são preguiçosas, mesmo com os estudos mostrando que um usuário Linux teria disposição para pagar o dobro da média do usuário Windows.

            Mesmo os Macs têm recebido jogos de qualidade abaixo da aceitável, cheios de FCs e travamentos e frequentemente com requisitos de hardware muito altos. E olha que estamos falando de usuários que pagam, no mínimo, 1000 dólares/3000 reais num computador, um mercado com potencial estupendo.

            É óbvio que não é um trabalho fácil. Mas é possível de ser feito e provável retorno sobre o investimento é bastante alto, tanto é que a Valve está fazendo.

          • Andre

            Nunca teve desculpa alguma.

            DirectX é utilizado por motivos peculiares, como facilidade de programação e integração com o sistema.

            E nada mudou.

          • Na verdade o domínio do DirectX começou qdo o OpenGL dormiu. Com a diferença de qualidade na época e um bom suporte e farta documentação do DirectX, muitas produtoras mudaram. Qdo o OpenGL melhorou, já era tarde. As produtoras não tinham interesse em mudar, pois o DirectX é muito bom e o custo da mudança é grande – não só financeiro, mas de know-how mesmo.

            A id Software, por exemplo, que não mudou pra DirectX, já falou que gostaria de usar a API da Microsoft, mas só não fez pq mudar toda a estrutura da produtora é inviável.

      • O que é melhor no OpenGL que no Direct?

        Nunca vi um jogo bom rodar bem no Linux. Muito mesmo no Mac.

        O Windows também roda OpenGL.

        • Rennan Alves

          Na minha opinião, nem um nem outro. O Direct3D leva vantagem por ter mais atualizações e funções vetoriais que o OpenGL, consegue trabalhar com grandes volumes de dados e outras facilidades. O OpenGL é mais flexível, consegue se comunicar melhor com drivers e dá mais folga para o processador, além de ser multiplataforma.

          A galera esquece que ambos são apenas bibliotecas em C/C++. O “melhor” acaba sendo subjetivo.

      • Andre

        É relativo.

        DirectX é mais fácil de se programar.

        DirectX tem qualidade gráfica e efeitos diferenciados, o que dificulta um comparativo de desempenho.

        • Qualidade e facilidade DirectX e OpenGL são equivalentes.

          • Andre

            Você tem certeza que OpenGL é mais fácil que DirectX?

          • “são equivalentes.”

    • Outra empresas de games tbm criticaram o Windows 8.

  • Isso é algo que eu sempre percebi em.relação a jogos nativos para Windows e Linux… quando você faz ele.rodar em Linux, ele roda.bem melhor, agora dá pra ver que isso vale pra L4D2 também.

    E só por estar trabalhando para melhorar os drivers gráficos, a Valve já deveria ganhar um prêmio da comunidade Linux, por que eles realmente tão trabalhando pra fazer a roda girar bem e ainda por cima estão instalando freios ABS na parada

    • Kessler

      Velho, você escreveu um post desse tamanho pelo celular… Vou dar joinha só por isso.

      • Pode ter certeza que eu demorei mais tempo pra mudar pra versão web e logar do que escrevendo o comentário, versão mobile do Tecnoblog é tensa

  • Pra mim não é novidade, eu já conseguia mais fps no CS source rodando pelo WINE ;P

  • CHUPA WINDOWS!!!!!!!!!!11111!!!!!

    • Usando Windows 😉

    • Di

      ~ Sarcasm everywhere.

      • Obrigado por notar.

        • Na próxima vez escreva: [SARCASM MODE=”ON”] Comentário aqui [/SARCASM]

          • Pensei que não fosse necessário :'(

          • A maioria aqui é seguidor do Sheldon Cooper.
            Você também pode tentar usar a Sarcasm Sign.

          • O que vocês acham de adotarmos algo do tipo “::sarcasmo::”, ou apenas “::::”, ou até “::”? Ou então mandar todo mundo às merdas e quem não entende de sarcasmo que se f*** aí? huahuahuahuhaua

            Esse comentário contém teor não-sarcástico. Venho estudando a adoção de um símbolo para o sarcasmo.

          • A propósito, acredito que o til (que, pra quem não é conhece pelo nome, é o símbolo “~”) seja uma “aspa” sarcástica. Algo do tipo “O André se acha ~inteligente~ só porque usa Windows e tem uma ~bandeirinha~ como avatar no comentário”

            LOL

          • @LBKatan: se for usar o ~ tem que usar o le junto: ~le André se achando inteligente por usar windows~

  • Scott

    E, como diz o próprio blog da Valve, com esse punhado de análises e a colaboração com as empresas de hardware, eles ainda conseguiram melhorar a implementação do OpenGL do Windows e agora podem mitigar esse “problema” de desempenho do Direct3D. Todos saem ganhando. 🙂

    Vejo com bons olhos esse esforço da Valve. Só assim mesmo para as empresas de harware se dedicarem a pesquisar a fundo e corrigir/melhorar os pequenos detalhes dos drivers para Linux.

  • Qual a novidade de um game rodar mais rápido no Gnu/Linux? Até pelo wine(Heresia) é mais rápido!

    • Bruno Cabral

      Heresia pq??? Rodo o NFSU2 aqui tranquilo. Graças ao playonlinux.
      Basta por o driver catalyst pra operear em modo Full(desempenho maximo do driver)

      • Bruno Cabral

        Além disso rodo jogos nativos que são realmente pesados, em meu notebook.
        Já rodei jogos bem mais pesados que o NFSU2 porem nativos.

      • Acho que ele falou Heresia pelo fato de ter que usar Wine, eu mesmo odeio usar Wine, tenho até nojo daquilo

      • Andre

        Modo desempenho significa redução de qualidade gráfica.

        É óbvio que o desempenho aumenta, ao custa de menos efeitos e qualidade gráfica.

        • Não vejo isso quando estou jogando StarCraft 2 e Warcraft 3 pelo Wine.
          Você deveria experimentar para depois vir aqui falar.

          • Andre
          • Ah vá, digo eu. O meu não roda desse jeito não.

            Por que você não testa? Te garanto que não custa nada.

            Andre
            “Aqueles comparativos do Youtube são ótimos, pois são simples e qualquer um pode reproduzir em casa e comprovar.”

          • Andre

            No meu Windows 8 rodam com superioridade ainda maior sobre o Ubuntu 12.04.

          • Sérgio Carvalho

            Andre todo mundo já entendeu que você é fanboy.

            E é logico que vai rodar melhor no Windows, foi desenvolvido para ele mesmo, o certo não seria rodar o jogos em após Windows e comprar Direct e OpenGL.

            Fico feliz da Valve olhar o Polo de outra maneira, só espero que com esse usuários que acha que Linux é imune isso não aumente os Vírus no nosso mundo.

          • O cara manda um comparativo de outro fanboy em um vídeo que não pode ser avaliado.
            Boa campeão1!

  • Gostaria de ver este mesmo teste sendo feito em uma máquina mais da realidade da grande parcela dos consumidores do Steam, que com certeza não tem uma máquina deste porte.

    • Mas L4D2 não é um jogo muito pesado, eles testam numa máquina daquelas por que eles podem, se eu pudesse, eu também o faria 😀
      Mas o meu notebook roda muito bem o L4D2, sem nenhum lag, único problema dele é fazer a placa de vídeo pegar no Linux, se eu conseguir, tenho certeza que rodará melhor no Linux, os jogos rodam mais lisos

      • Bruno Cabral

        Qual sua placa de video??? Aqui tenho uma ATI Radeon 6xxxG na minha APU AMD A6.

        • É uma Radeon HD 6470M, o problema é que é Hybrid Graphics com Intel HD Graphics, também pode ser por causa da Dell, os drivers não pegam direito, na verdade, eles acabam com o meu note… Se no Windows, os drivers mais recentes não pegam por causa da Dell, acho que deve ser a mesma coisa em Linux

  • show de bola, steam para linux vai ser excelente; pode ser também o inicio do steam para android.

  • Andre

    Nuss…

    Comparativo, muito, muito relativo e tendencioso, já que a Valve está P… da vida com a Microsoft. Será que dá para considerar?

    É como os benchmarks da Microsoft feitos para o IE. Ela sabe o que fazer para funcionar melhor no IE. Não significa que não poderia ser feito mais pelos outros browsers.

    Outro detalhe importantíssimo: Left 4 Dead 2 original é feito para qual versão do DirectX?

    As versões OpenGL para Windows e Linux eram as mesmas?

    E os efeitos gráficos? Eram os mesmo nos dois sistemas?

    E se fosse Windows 8 com DirecX 11.1, com ganhos de até 523% em situações específicas?
    http://blogs.msdn.com/b/b8_br/archive/2012/08/01/hardware-acelerando-tudo-gr-225-ficos-do-windows-8.aspx

    Voltamos ao caso dos benchmarks do IE.

    • bawlaw

      considerando que o linux consome menos recursos do computador do que o windows não é de se admirar que seja mais rápido mesmo..
      mas ninguem ta dizendo pra vc usar o linux.. nao precisa arranjar desculpas para continuar no win8..

      • Rafael Machado

        e nao tem o gargalo do directx

    • Eu acho que os comparativos foram nos mais recentes disponíveis, não acho que eles deixariam uma máquina dessa desatualizada…

      Mas fugindo totalmente do assunto, eu tô afim de mudar de vez pro Windows 8, tirar o 7 e tal… eu tenho muito jogo da Steam, ele serve basicamente pra isso mesmo, jogar… Eu já posso instalar o RC sem problema que na hora que lançar, eu só precisaria adicionar a chave e ele atualizaria? E em questão de jogos e driver de vídeo, tudo certo?

      • Os caras se matam pra dar fundamento em cada argumento, mas a minha pergunta ninguém responde 😀

        • Fanboy não usa argumentos, mas sim “verdades”.

      • Rennan Alves

        No caso do Windows 7 existe aquelas promoções de atualização (R$ 29,90 para PC’s comprados entre junho 2012 a janeiro 2013 e R$ 49,90 para quem já possui Windows).

        Na versão RC, li em algum lugar que no dia do lançamento vai aparecer a opção de compra, mas acho difícil uma vez que o sistema sofreu várias modificações, teria que baixar alguns arquivos ou até mesmo formatar.

        No caso dos jogos eu testei alguns no meu note e o desempenho foi até satisfatório, já que meu driver de vídeo é genérico. Só tive problemas na execução de MMORPG’s que não carregavam, mas acho que o problema é nos “guard’s” que os acompanham.

        • Acho melhor uma instalação limpa, mas é que eu me acostumei com sistema Rolling Release, pra mim a mudança do RC para o Windows 8 seria mínima, levando em consideração as atualizações que o RC deve ter recebido…

          Eu vou tentar depois instalar, por que eu tinha feito a instalação numa VM, agora eu quero realmente substituir o Windows 7 de vez

    • O objetivo da comparação não é determinar quem é melhor. Então pouco importa questões técnicas precisas, pois a questão é fazer rodar o jogo com qualidade de mercado e com alto desempenho. E foi isso que conseguiram.

  • Andre

    No Phoronix alguns comentários chegam a ser cômicos:

    “É o fim da Microsoft”

    “Agora veremos um êxodo do Windows”

    KKKKKK.

    Gente, nada a ver.

    Windows domina o mercado, não simplesmente por ser Windows. Isso é só uma sistema operacional, igual qualquer outro.
    Domina por um conjunto de soluções, muitas delas da própria Microsoft que são feitas exclusivas para ele, e logo podemos ter a certeza de que sempre serão só para ele.

    Isso já garante o seu público.

    No desktop, até o momento a Microsoft não tem concorrentes (pode ter no futuro).
    Isso faz pessoas leigas acreditarem que a Microsoft não seria capaz de sobreviver com um concorrente no mercado.

    Eu sei, são décadas sozinha no mercado, mas isso no “desktop”.

    Querem ver como a Microsoft se sai num mercado com extrema concorrência?

    Analisem a situação da Microsoft no mercado corporativo, em servidores e games. Pronto!!!

    Não faltam concorrentes e mesmo assim ela não para de crescer, tem uma fatia considerável, se não for líder também.

    Em consoles em alguns momentos o Xbox é líder, briga de igual para igual.

    Em soluções de negócios a Microsoft também é líder.

    Em servidores, ela nunca teve um recuo na perticipação de mercado, começou do zero e só cresce.

    Segundo a Red Hat, a Microsoft tem 70% dos servidores tradicionais. Ui, para quem começou do “zero”, isso que é saber concorrer com os grandes.

    Eu sei, eu sei… O Apache é o servidor web mais usado do mundo.

    Existem mais blogs ou sites de negócios no mundo? Bom, blogs são como pragas, e não faz nenhum sentido usar .NET ou SQL Server em um blog.

    Alguém considera o site da Receita Federal importante?
    E o Portal Nacional da Nota Fiscal Eletrônica?
    (Isso porque existem leis de preferencia no uso do SL pelo governo)
    E-commerce dos maiores varejistas do Brasil?

    Pois é, rodam em plataforma Microsoft.

    Acho que a concorrência no Desktop está até demorando, e tráz benefícios para todos nós.

    E a Microsoft estará firme e forte junto com a concorrência, como sempre.

    • Microsoft é uma empresa sólida, com grande portfólio de produtos e com dominância folgada nos desktops. Então não ligue para comentários do tipo.

      Depois, a notícia não trata de uma comparação efetiva, objetivo da comparação não é determinar quem é melhor. Então pouco importa questões técnicas precisas, pois a questão é fazer rodar o jogo com qualidade de mercado e com alto desempenho. E foi isso que conseguiram.

      E por último, Windows não tem 70% dos servidores tradicionais 😛 Isso foi um “erro” que uma revista americana postou. Morimoto explicou isso 2 anos atrás:
      http://www.hardware.com.br/noticias/2010-06/windows75-servidores.html

      • Andre

        Negativo, os 70% dos servidores tradicionais são uma afirmação recente da Red Hat:

        FATO!!!
        http://computerworld.uol.com.br/tecnologia/2012/05/01/open-source-e-chave-para-a-inovacao-em-cloud/

        A verdade todos sabemos, Windows é o mais utilizado em empresas, tanto desktop quanto servidores.

        Somente quando a concorrência pode apontar para uma outra possibilidade (Cloud), é que reconhecem que a situação atual não é tão boa para eles como divulgado anteriormente.

        No Cloud o argumento deles continua sendo inválido.

        Em Cloud não há espaço para os pequenos.

        Ele cita soluções da Google, Amazon e outras, como sendo inviáveis pagando licença, mas o concorrente deles é justamente a Microsoft com o Azure e Office365. Microsoft não para licença para ela mesma.

        O consumidor não paga licença para usar serviços em Cloud, paga pelo serviço.
        E a Microsoft continua competitiva oferecendo serviços do Azure e Office365 mais baratos para o consumidor do que seus concorrentes.

        Enfim, a Red Hat reconheceu a real situação do mercado e analisou o futuro de forma totalmente equivocada, pois em Cloud a Microsoft já se posiciona muito bem.

        Quem não tem muito futuro em Cloud é a própria Red Hat.

        É igual as falhas do Linux, só reconhecem depois que corrigem.

        ASPM foi um belo exemplo, enquanto a comunidade não conseguiu resolver (e demorou) nunca reconheceram a gravíssima falha no gerenciamento de energia.

        Ainda existem muitas deficiências, mas só depois que conseguirem resolver é que vão reconhecer.
        http://linuxfonts.narod.ru/why.linux.is.not.ready.for.the.desktop.current.html

        Existem muitos problemas no Linux e que talvez nunca sejam resolvidos, talvez recursos nunca sejam implementados no Linux por serem patenteados e incompatíveis com a licença do Linux.

        Infelizmente, somente um Linux comercial como o Android terá recursos patenteados do OpenGL.

        • Vc não entendeu. Os números são de vendas de licenças, nas de uso geral:
          http://www.idc.com/getdoc.jsp?containerId=prUS23513412

          Mas vamos resumir bem a coisa. Qdo eu critico a Microsoft, é por questões políticas, não tento inventar problemas a todo custo do Windows, com base em deturpações e distorções. O que parece é que vc tem a necessidade de criar um maniqueísmo: “Nós contra eles”. Tem a necessidade de atacar, criar empecilhos, poréns. Veja seus comentários em notícias sobre Linux. São sempre do mesmo nível, falando sempre no mesmo sentido.

      • Andre
        • Guilherme Harrison

          Você se torna uma pessoa previsível assim que você usa a marca do windows 8 como avatar pro mundo todo ver.

          • Andre

            Previsível e realista.

            Disse alguma inverdade até agora?

          • Já é a segunda pessoa que julga pela foto. Sendo assim, sou um incrivel fanboy do Google.

          • Seu Internet Explorer cancela qualquer avatar.

          • Pala foto em conjunto com o discurso.

          • Não da para gostar de várias coisas diferentes sem ser chamado de fanboy, se você usa algo diferente da maioria (Chrome, Android, Gmail, Google Search) é chamado de fanboy, infelizmente. Estamos numa ditadura.

      • André
  • ricardo

    Nunca fui gamer, mas depois dessa vou pensar no caso. Valeu Valve!

  • Guilherme Harrison

    Agora que caiu a ficha. Com o linux e essa configuração “modesta” de computador, dá pra jogar L4D2 5 vezes ao mesmo tempo, antes da lentidão ficar perceptível.

    • Os dois usaram o mesmo hardware.

      • Guilherme Harrison

        eu sei, mas no linux rodaria 5 vezes ao mesmo tempo. No windows “só” 4.

  • Yuri

    Isso foi inusitado.
    Baixando Ubuntu aqui…

    • Bruno cabral

      Não se esqueça de experimentar a Desura.
      Um bom jogo pra comprar é o Amnésia.

  • Coisa de moleque essa dor de cotovelo de alguns. O comparativo foi pra informar que conseguiram portar com qualidade o jogo. O objetivo nunca foi fazer uma competição entre Linux e Windows. Então a notícia tem que ser comemorada, e não criar “poréns”. Essa coisa de “meu pai é mais forte que o seu” no mundo da informática já cansou.

    • Andre

      Comparativos são ótimos, só que tem gente que não gosta de ver os dois lados, não é?

  • Bom, já rodava o Starcraft 2 e o Warcraft 3 (DOTA) pelo Wine.
    Agora é que abandono de vez o Windows numa partição em um PC lá em casa. Aqui no trabalho ainda não podemos nos dar ao luxo.

  • Andre

    Devido aos inúmeros pedidos, estão aí os comparativos que ninguém precisa ficar de mimimi e podem fazer os mesmos em casa:

    http://www.youtube.com/user/lienucksfails2

    • Marcelo

      Cara, só você está chorando nos comentários. E pela sua foto, pelo nome do canal do cara no Youtube e testes superficiais, só demonstra a tendenciosidade.

      O post no blog da Valve não foi querer definir a superioridade do Sistema Operacional X, mas sim demonstrar que no Linux, mesmo após há apenas semanas de desenvolvimento, o jogo rodou com mais FPS que no próprio Windows. Lide com isso.

    • Andre

      Testes superficiais e tendenciosos são os da Valve, que por enquanto ninguém pode reproduzir em casa.

      Os do Youtube qualquer um pode comprovar no seu próprio PC 😀

    • Vc ainda não entendeu. A questão é uma competição de “meu pai é mais forte que o seu”. A questão é que conseguiram portar o motor gráfico e o jogo para Linux de um modo que fica muito rápido, tendo um alto desempenho. Essa é a questão toda. Só foi usado o Windows na história pra mostrar o bom trabalho, pois o Windows é o sistema padrão para jogos, é a referência. Ninguém está dizendo que o Windows é uma porcaria ou coisa assim.

      • Welty

        Não tenta explicar mais, ele entendeu, mas fanboy é assim mesmo, só sabe criar confusão.

  • Blek Zarioky

    Agora faz isso aí num Arch x64 que a gente vê o que é bom pra tosse.

    • Existe Arch x64? Pensei que fosse só i686 e x86_64, e não, estou realmente perguntando sobre o x64, não o x86_64

      • Kessler

        x64 é o apelido de x86_64.

        • Eu sei disso, mas eu tinha lido num lugar que existia um tipo específico de x64, desvinculado do x84_64

          • Kessler

            Não, x64 é sempre x84_64. Você deve estar se confundindo com outras arquiteturas 64 bit, como IA-64.

          • Deve ser mesmo

  • Gabriel Alvim

    Que bom! Com isso o Linux chamará mais a atenção e claro aumentando a concorrência contra a Microsoft, assim é bom para os consumidores.
    Até agora não entendo porque ficar na briga entre empresas. Eu vejo o que no momento é melhor para mim, pouco me importa quem ganha e quem perde, enquanto for bom pros consumidores será ótimo.

    • Marcelo

      Não existe concorrência entre algo pago e algo gratuito.

      • Bruno Cabral

        Nem todo Linux é gratuito!!! Open Source não significa gratuito.

      • Existe, pois são modelos de negócio diferente.

  • Tiago

    É um começo… alguém precisa dar o primeiro passo.

  • Não é mais fácil parar com essa frescura toda, comprar um console seja Xbox ou PS3 e jogar decentemente ao invés de ficar com essa p*ta¨4a de que sistema roda o jogo mais rápido?

    Quantos % de pessoas que usam PC se importam em jogar nele? Quantos % de usuários de PC se importam com o Linux ou se ele pode ser 1 milésimo melhor que o Windows em alguma coisa? O padrão já o Windows e dane-se o resto, querendo ou não ele sempre vai ser o mais completo para o usuário final.

    • kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Esse tópico rendeu, né?

  • Torcer por uma empresa ou outra, não faz sentido. O Gabe da Valve está defendendo sua empresa e diversificando produtos, porque sabe que é questão de tempo até os jogos AAA migrarem para a loja da MS.

    Eu uso o Steam, acho a plataforma excelente e minha biblioteca de jogos só cresce (benditas promoções de verão e de Natal).

    O Steam no Linux lembra bastante o livro A Cauda Longa: vai atender a um mercado e público extremamente carentes de conteúdo na parte de games.

    Ainda assim, para o futuro, acho que o pessoal vai adotar em massa é o Ouya.

  • PRA EVITAR essas putices de “mimimi linux é melhor que windows” ou “mimimi windows tem mais features estáveis que no linux” que eu vou comprar logo um Xbox E um PS3

    • mimimi playboy

    • Bruno Cabral

      Estou pensando Num Nintendo Wii ou num pack de PS3+jogos.
      Por outro lado, a minha meta atual para jogos é equipar o meu Linux(Kubuntu 12.04) com os melhores jogos possíveis.

  • Welty

    Ótima notícia! Quando começa o port dos outros jogos??? =P
    Não vejo a hora de testar L4D2 no Ubuntu!

  • Henrique Linhares

    32gb de ram? totalmente desnecessário! =\

  • Gnecksizpe

    Que novidade! Todos sabem q apesar das melhorias antigas, o Windows continua ainda uma carroça, espero q melhore com a chegada 8, ja q é voltado tb pro mercado de tablets

    • Daniel

      O tablet da Microsoft é um notebook. 😛

  • eduardo

    tenho uma duvida/curiosidade interessante

    ubuntu é uma plataforma ”hibrida”, que é possivel rodar tambem na arquitetura ARM (e tambem ja foi desenvolvido uma parceiria entre android e ubuntu, possibilitando rodar um ubuntu em um tablet ou smartphone multicore capacitado para tal com o sistema android).

    sera que com a vinda do steam para o ubuntu, seria possivel jogar os jogos do steam no futuro em um tablet, ou netbook, ou smartphone (com capacidade)??

    🙂 hoje em dia existem tablets (ex.: asus transformer pad infinity) com processadores quad-core e um enorme desempenho, bateria e outras qualidades, até mesmo a possibilidade de encaixar teclado e mouse (como é o transformer da asus)… nao seria incrivel jogar esses jogos de desktop em aparelhos portateis assim?

    alguem sabe se é possivel ou o steam do ubuntu de forma alguma vai rodar no ubuntu-arm ??

    • É “só” compilar para a arquitetura em questão.

  • Não!
    Mesmo a base operacional (que isso é mérito do Linux e não exclusivamente do Ubuntu) sendo capaz de rodar em ARM, não significa que toda aplicação compativel com Linux/Ubuntu (x86) seja capaz de funcionar nessa arquitetura.
    Isso significa que a Steam teria que desenvolver 2 aplicações: para Linux/Ubuntu x86 (o que já está sendo feito) e para ARM.
    São arquiteturas de processadores distintas e incompativeis entre si.

    • eduardo

      ah tah 🙁 eh uma pena! seria legal… espero q a steam resolva fazer uma pra arm tmb, seria interessante (fazer pra android por exemplo, seria otimo, hoje em dia tem tablets extremamente poderosos…)…

      obrigado pela resposta!

      • Mas Stean para android já está em desenvolvimento faz tempinho…

        • Opa, tira esse n e coloca um m.

          • eduardo

            mas so pra aplicativos que eu saiba… jogos nao… ou estou enganado?
            de qualquer forma os jogos com certeza nao serao os mesmos :/ se fosse seria otimo… mas imagina a trabalheira que seria portar cada jogo da valve pra uma arquitetura completamente diferente…

          • Isso é relativo. Linux e Android usam OpenGL, ou seja muito código pode não mudar. É “só” compilar de novo e dar uns ajustes. “Simples” assim.

          • Thiago Sacramento

            nossa como é simples

  • Parece que o Windows não é lá tão grande coisa quando se trata de jogos como seus usuários dizem. \o/Linux\o/ /o\Windows/o\

  • João R. da Silva

    Já aproveitei a promoção de Left 4 Dead Dundle por isso. Mas eu queria mesmo é CS, nem que seja o GO.

  • Yuri da Silva

    Steam não dá o código-fonte.