No mês passado a Anatel proibiu três das quatro grandes operadoras do Brasil de venderem chips em alguns estados. A mais afetada foi a TIM, que foi proibida de vender e ativar novas linhas de celular em 18 estados, e a menos afetada foi a Claro, que teve as suas vendas proibidas em três estados. A Oi foi proibida de vender linhas em 5 estados brasileiros. Hoje a Anatel liberou os números de linhas ativas do mês de julho e eles mostram o impacto dessa proibição. Spoiler: foi um desastre.

Gráfico do número de ativações mensais de cada operadora

De acordo com a agência, a maior afetada foi a TIM, que perdeu ao todo 201 mil clientes em relação a junho. Em segundo lugar está a Oi, que perdeu 110 mil clientes comparando com o mesmo mês. Já a Claro conseguiu vender 108 mil novas linhas em julho no Brasil. A Vivo, que não teve as vendas suspensas, vendeu 461 mil novas linhas no mês passado.

A divisão de participação do mercado não teve muita mudança. A Vivo continua como a maior do país com 29,71% de participação, seguido da TIM com 26,78% (perda de 0,11% em relação a junho). Já a Claro está no terceiro lugar com 24,6% de participação (um aumento de 0,02% comparando com junho) e a Oi continua no quarto lugar, com 18,59% de participação (perda de 0,06% em relação a junho).

De longe, o que mais me surpreendeu foi o grande impacto que a suspensão das vendas teve no Brasil. Desde janeiro desse ano e em todos os meses até junho, as operadoras venderam pelo menos 1 milhão de novas linhas – esse número alcançou o pico de 3,2 milhões em março e teve o índice mínimo de 1,1 milhão de números em junho. Mas em julho as operadoras venderam ao todo ínfimos 279 mil novos números. O país tem no total 256 milhões de linhas móveis ativas.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Gabriel Alvim
A claro fez isso comigo, eu apelei para a Anatel em uma semana desbloquearam =)
Turdin
É basicamente assim mesmo, mas pena que os preços são elevados
@yagogabriell
A TIM fez o mesmo comigo, abandonei depois de me erolarem 1 mês e até hoje meu celular é bloqueado. Fui pra Vivo e agora estou na Oi e agora sei o que é ser atendido de verdade.
Gaba
Da OI mano?? Esse foi o pior negócio que você poderia fazer na vida... principalmente depois que ela comprou a Brasil Telecom.
Rennan Alves
Confesso que estou com um pouquinho de pena destas operadoras... tá, já passou, próximo!
@leossoliveira
A Vivo não fica vendendo ilusão e sempre teve o melhor sinal, com certeza é a que tem os clientes mais satisfeitos, pelo menos a minha família (os de casa, o resto é parente) sempre usou Vivo, na verdade desde a Telesp Celular e nunca tivemos problema nenhum.
YanGM
Os fiés agradecem pela rede desafogada.
Bruno Cabral
Eu que sou acionista da OI me FUUUUUU!!!
Grafista
O mais interessante é que esse gráfico mostra que as três empresas estavam em tendência de queda (sendo a TIM a mais grave) e essa queda foi somente exarcerbada pela medida, por motivos óbvios. A Vivo é que teve uma virada na tendência de queda, que vinha forte.
@bignotto
Aqui no interior de SP o sinal da Tim continua a mesma porcaria de sempre! Estou tentando desbloquear um aparelho mas estranhamente não me atendem na loja nem por telefone. Basta falar "desbloqueio" que a linha cai uns minutos depois...
caRIOca
Mas o que fez a Anatel tomar essa decisão em julho foi o mês de junho que não foi divulgado. Um excessivo número de novas ativações na TIM. Foi bom mesmo esse freio na TIM, nós os clientes agradecemos.
@lucashingis
Eu pensei seriamente em pular pra Vivo depois de um problema que tive com a Claro no mês passado. Eles enrolaram até eu perder a paciência e requisitar o cancelamento da linha. Resumo: Concederam 50% de desconto na fatura e resolveram o problema.
Marcoscs
201 mil clientes a menos em apenas um mês? Ha, cara, pra Tim mudou sim, e pra pior. O importante é que o recado foi dado: a Anatel tem os instrumentos para causarem "dor" nas teles, e se já usou uma vez, pode usar outras vezes. Acho que foi um bom recado.
Alisson
*Nunca
Welington Souza
Acho que mudou sim! Algum prejuízo essas operadoras tiveram e no mínimo vão se resguardar para não ter outra sanção como essa! O negócio é aguardar!
Exibir mais comentários