Início » Aplicativos e Software » Twitter deixa de exibir nomes de aplicativos na interface web

Twitter deixa de exibir nomes de aplicativos na interface web

Nome do cliente que enviou o tweet já não era mais exibido nos aplicativos oficiais.

Por
7 anos atrás

O Twitter está fazendo grandes alterações e impondo limites na utilização de sua API, o que está desagradando os desenvolvedores. Uma mudança na interface web foi percebida ontem e poderá enfraquecer o desenvolvimento de aplicativos para a plataforma: o nome do cliente ou aplicativo que publicou o tweet não é mais exibido.

Antigamente, ao clicar num tweet, era possível ver o nome do aplicativo que enviou a mensagem. Assim, dava para saber se uma pessoa publicou um tweet a partir de um celular ou descobrir se a mensagem foi gerada automaticamente, por exemplo. Além disso, o nome do aplicativo era acompanhado de um link para o site do desenvolvedor, o que ajudava a divulgar clientes mais novos.

Twitter dificulta vida de stalkers com mudança na interface web | Clique para ampliar

Era só questão de tempo para que isso acontecesse. Os aplicativos oficiais para Android e iOS foram atualizados em julho e, juntamente com novidades bacanas, como os tweets expandidos, as novas versões removeram os nomes dos aplicativos. Segundo um porta-voz do Twitter, essas mudanças foram feitas para “simplificar” a informação exibida na tela.

O serviço está cada vez mais priorizando seus próprios clientes e limitando o crescimento de concorrentes. O Tweetbot para Mac, que ainda estava em estágio alfa, foi tirado do ar pelo desenvolvedor. Como o Twitter está impondo um limite de 100 mil usuários para clientes de terceiros, não seria muito vantajoso liberar o Tweetbot para todos os usuários nesta fase gratuita de testes, já que muitos não pagariam pelo aplicativo na versão final.

Grandes mudanças devem acontecer no ecossistema do Twitter durante os próximos seis meses, prazo que os desenvolvedores possuem para adaptar seus aplicativos para a versão 1.1 da API do serviço. Em março de 2013, a API 1.0 será descontinuada e os aplicativos que não forem atualizados deixarão de funcionar. Se você ainda usa aquela versão antiga do TweetDeck, em Adobe Air, aproveite enquanto é tempo.

Com informações: GigaOM, The Next Web.

Mais sobre: , ,