Início » Celular » Galaxy Note II chega com Jelly Bean e tela de 5,5 polegadas

Galaxy Note II chega com Jelly Bean e tela de 5,5 polegadas

Sucessor do Galaxy Note tem processador quad core de 1,6 GHz e 2 GB de RAM.

Paulo Higa Por

A Samsung finalmente revelou o Galaxy Note II, sucessor do foblet que vendeu mais de 10 milhões de unidades no mundo. Como os rumores apontavam, ele possui um design fortemente inspirado no Galaxy S III e tela de 5,5 polegadas. As especificações de hardware chegam a ser um exagero e incluem processador quad core de 1,6 GHz e 2 GB de RAM.

O Galaxy Note II roda Jelly Bean, última versão do Android que possui várias novidades e está mais fluído graças ao Project Butter. O sistema roda por baixo da camada TouchWiz, e isso é até bom: a Samsung incluiu, entre outros recursos, uma função de captura de tela em vídeo, que permite demonstrações ou criação de tutoriais, por exemplo. Também há um recurso chamado Popup Note, que exibe notas na tela mesmo enquanto outros aplicativos estão sendo usados.

Galaxy Note II tem tela de 5,5 polegadas

Assim como no lançamento do Galaxy Note original, a Samsung decidiu colocar um hardware poderoso no Galaxy Note II: ele chega com processador Exynos quad core de 1,6 GHz, 2 GB de RAM, câmera de 8 megapixels, tela Super AMOLED de 1280x720 pixels, conexão 4G LTE e versões com 16 GB, 32 GB ou 64 GB de armazenamento interno, que podem ser expandidos com um cartão microSD.

Para dar conta do processador e da tela, a bateria do Galaxy Note II é gigante e possui capacidade de 3.100 mAh, mas essa característica não afetou a espessura do aparelho, que ficou com 9,4 milímetros. O peso é de 180 gramas, apenas dois a mais que o Galaxy Note original. E ele ainda ficou menos largo, o que deve ajudar a segurar o aparelho.

A caneta S Pen, um dos principais diferenciais, ganhou um novo design e não precisará nem ser encostada na tela: o Galaxy Note II vem com um recurso chamado Air View. Se você posicionar a caneta cerca de dez milímetros acima da superfície do visor, o aparelho exibirá pré-visualizações. Assim, dá para ampliar uma foto ou ver mais detalhes de um email instantaneamente, sem precisar carregar outra tela (que, aliás, reconhece 256 níveis de pressão diferentes).

A fabricante coreana ainda não divulgou os preços oficiais e nem quando ele estará disponível nas lojas, mas, considerando que o Galaxy S III chegou ao Brasil por R$ 2.099 e o Galaxy Note II tem um hardware ainda melhor, não espere que ele seja um aparelho acessível. De acordo com o ZTOP, o aparelho terá fabricação nacional e será liberado por aqui em outubro.