Início » Brasil » Operadoras reforçam que YouTube, Google e outros gigantes também paguem a conta de internet

Operadoras reforçam que YouTube, Google e outros gigantes também paguem a conta de internet

TIM afirma que precisa reconquistar sua imagem mostrando serviço

Lucas Braga Por

Uma polêmica discussão ocorreu no 56º Painel Telebrasil, evento de telecomunicações que acontece hoje, em Brasília. As operadoras tocaram em uma ferida ainda profunda: elas querem parte das receitas de sites e provedores de conteúdo (leia-se YouTube e similares). Isso significa que, além de você pagar sua própria banda larga, serviços online também deveriam pagar para as operadoras pelo tráfego de dados usado por eles.

Os representantes das operadoras Claro, TIM e Vivo afirmam que o crescimento de serviços de vídeos online foram os grandes responsáveis pelas redes atualmente congestionadas, de forma que as operadoras precisaram investir em maior capacidade de infraestrutura de redes. Manoel Horácio da Silva, presidente do conselho de administração da TIM afirmou que as teles “precisam dar uma mordida nas receitas do lado de lá”, em referência ao site de vídeos do YouTube e outros similares.

Francisco Valim, presidente da Oi, afirmou que “a conta não fecha”.

De fato que os serviços de vídeo sob demanda cresceram: o YouTube, por exemplo, representa 25% de todo o tráfego mundial de internet. No Brasil, os vídeos ultrapassam os 65% do montante do tráfego de dados na internet.

Não sei de onde eles tiraram essa ideia, afinal, os provedores de conteúdo, como YouTube, Netflix, Rdio entre outros serviços já pagam pela manutenção de seus próprios links, que estão alocados em diversas operadoras.

Nosso próprio Rafael Silva já abordou antes o conceito de neutralidade de rede, o qual impede que determinados tráfegos sejam privilegiados. O Marco Civil da Internet, projeto ainda em discussão, prevê a defesa da neutralidade.

TIM quer reconquistar consumidor mostrando qualidade de rede

Ainda no Painel Telebrasil, a TIM afirmou que precisa reconquistar o consumidor após o impacto na sua imagem causado pelo bloqueio de vendas pela Anatel. A operadora afirmou que está trabalhando para melhorar a qualidade de rede, mas já adiantou que, para recuperar a imagem da empresa, vai demorar um bom tempo.

A operadora se defende ao citar que a TIM foi a operadora responsável pelo conceito de planos ilimitados no Brasil, com todo o seu pioneirismo no plano Infinity Pré, e destacou que é necessário investir mais em dados e menos em voz. A frase do dia vai para Horácio, que afirmou que “a voz chegou ao fundo do poço”, cenário que retrata a grande demanda pelos serviços de internet móvel.

Com informações: Convergência Digital [2]

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Charles Buss
absurdo isso cara, o que sera que esses negos que administram as operadoras tem na cabeça? olha as ideia! Os provedores de serviço podiam cobrar das operadoras, por elas serem o unico motivo de muitos terem internet em casa!... AUSHUAHSush só no brasil pra acontecer essas coisas sem noção! XD
João Medeiros
São basicamente eles que nos fazem pagar para as operadoras e ter acesso aos gigantes... Que lógica viu :P Tenha paciência para morar em um país desse viu!
natthan
Na verdade esse ideia de cobrar dos geradores de trafego vem lá de fora, as companhias americanas que tiveram essa ideia primeiro.
Santoja
Sou a favor de cobrarem dos provedores de conteúdo se pararem de cobrar de mim!
@LBKatan
Ainda tem bastante gente que usa voz no BR, não se enganem. A "infraestrutura exagerada" é a mesma que não dá conta de manter uma ligação por algum tempinho.
@LBKatan
Bom ler isso. Pelo menos tira a ideia de "só no brazil" da cabeça de alguns.
@viniciussalvati
Mas qualquer serviço, site, etc. ja paga para para ter acesso á internet. E pagamos por Megabyte (ou Gigabite, dependendo do plano) trafegado. Vou dar um exemplo um site que eu tenho no Windows Azure. Eu pago por mega enviado a rede. Quando eu digo "eu", entenda a empresa que eu trabalho. Agora, imagine o quanto o YouTube não paga pelo tráfego que ele gera. As operadoras deveriam agradecer aos sites que eles querem cobrar(youtube, netflix, etc), porque, graças a eles, as pessoas estão contratando planos de internet mais rápidos.
Ze
Manda essa %$#¨&* se $#*%*@#!& minha internet e quase movida a manivela, nois ja pagamos uma grana pra uma porcaria que nem presta, aqui em casa num ta chegando nem a metade do que esta descrito no plano, elas que deviam pagar a gente, querem fuder com a internet no Brasil, ja imaginaram o tanto de dinheiro que essas empresas iriam ganhar se colocassem isso em pratica, esses cara so querem dinheiro
Alex
Pode sim, nenhuma operadora pode te obrigar a fidelizar, sem te dar algo (leia-se aparelho) em troca, e isso NÃO inclui aparelhos em comodato.
Rodrigo Fante
Vamos ver, eles já cobram o link dessas empresas, já cobram o consumidor na outra ponta, e ainda acham que devem cobrar mais?
Turdin
Claro! Lucro fácil é sempre bom
Angelo
Toma no c* eles não querem não né?!
beto
Eles ja cobram pelo acesso um preço absurdo por esse serviço de merda e agora querem cobrar quem vai ser acessado?
Guilherme
Vou cobrar de executivos uma tarifa por ler essas baboseiras que eles falam.
Tiago de Souza
Ai meu pâncreas... Essa é de lascar. Que eu saiba as operadoras fornecem o serviço para os clientes acessarem aos servidores, e não para os servidores estarem disponíveis aos clientes ¬¬' Como a Google não aceita idiotices assim, é muito, mas muito provável que se isso for aprovado pela Anatel e os órgãos similares lá pra fora, ela vai mandar um _|_ bem caprichado pra eles :) Além disso, se as empresas não pagarem, as operadoras vão fazer o que? Bloquear todo o tráfego dos inadiplentes? Tá, bloqueia Google, Facebook, Yahoo e tudo mais por aí que quero ver quem vai querer ter uma operadora/provedor assim. É cada idéia que essas empresas medíocres têm... por que não fazem algo de util? ¬¬
Exibir mais comentários