Início » Internet » “Eles que deveriam nos pagar”, diz CEO da Netflix sobre operadoras de banda larga

“Eles que deveriam nos pagar”, diz CEO da Netflix sobre operadoras de banda larga

Avatar Por

O CEO da Netflix, Reed Hastings, disse na noite de quinta-feira (30) que as operadoras de banda larga deveriam repartir a receita das assinaturas mensais com os provedores de conteúdo, entre eles a Netflix. Hastings deu uma resposta às teles que, também na quinta-feira, manifestaram-se a favor do repasse dos valores obtidos por serviços como YouTube e Netflix para financiar a infraestrutura de internet. “Eles que deveriam nos pagar! Nós levamos o conteúdo até os assinantes deles”, afirma Hastings.

Assunto polêmico, a neutralidade na rede faz parte da proposta de Marco Civil da Internet, o documento que funcionará como a Constituição para a grande rede. Segundo Hastings, é fundamental que a neutralidade se mantenha. Entretanto, o executivo, que fundou a Netflix há 15 anos, admite que discussões acerca da neutralidade acontecem não só no Brasil, como também nos Estados Unidos e países da Europa.

Hastings também falou ao Tecnoblog sobre a nova legislação da Ancine (Agência Nacional de Cinema), que pretende cobrar mais dos serviços de streaming como aquele que lidera. “Ainda é preciso esperar. Esse mercado está se desenvolvendo ainda. Precisamos da inovação que está por vir”, defende o executivo. Existe a informação de que a Netflix seria obrigada a pagar até R$ 21 milhões para transmitir aos assinantes filmes brasileiros em seu catálogo. “O que você acha disso?”, perguntou-me o executivo, complementando em seguida: “Eu acho que está muito caro.”

Reed Hastings, fundador e CEO da Netflix (imagem: reprodução / netflix.com)

Reed Hastings, fundador e CEO da Netflix

A Netflix chegou oficialmente ao Brasil no ano passado. Cobra R$ 14,90 mensalmente para acesso ilimitado a filmes e séries em variados dispositivos, entre eles o Xbox (depende de assinatura Gold fornecida pela Microsoft) e PlayStation. O serviço também tem aplicativos para Android e iOS (tanto iPhone como iPad). Há 1 milhão de assinantes da Netflix na América Latina. Hastings não respondeu qual é a importância do mercado brasileiro neste cenário. Ele projeta que Brasil e México serão países líderes em streaming de conteúdo. Quando? O executivo também não responde.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Simone Santos

TODOS A FAVOR DA NETFLIX
#NETFLIX

MeFalem Porfavor
Netflix é tao ruim, só tem merda, séries que você encontra aqui na net de graça e em HD, e + episodios doq a tal da Netflix, bando de modinha que usa essa merda, eu até cancelaria, mas não sou eu que pago, os filmes são horriveis, vc não encontra nenhum lançamento, nem a saga de harry potter e senhor dos anéis tem lá , pra q pagar por um serviço ruim desses, eu não entendo as pessoas , se ao menos, fosse um local onde todos os filmes e séries saíssem primeiro lá, tudo que ta em estreia, o site já te capacitasse assistir, mas não , é horroroso , decepcionante ... MAS SERIO, NAO TEM NADA, ESSES FILMES LOKOS Q TODO MUNDO AMA, NAO TEM NENHUM NA NETFLIX , É TRISTE D+ , como as pessoas pagam por isso ?
fabio queiroz
Fazer a NETFLIX ou o YouTube pagarem as empresas de telecom parte de seus lucros é como fazer um vendedor de cachorro quente ter de pagar parte dos seus lucros para quem é o dono da marca da salsicha, ou como uma vendedora de bolos ter de dar parte dos seus lucros a quem ela comprou os ovos, porra que palhaçada.
Diogo De Oliveira Silva
Isso ta me cheirando a aviso de "vamos aumentar o valor da mensalidade" Que pinga hem!!
Marcos Flavio Menezes
Sou assinante e adoro o serviço, por mim pode sumir com os filmes brasileiros, só tem porcarias produzidas com o "padrão globo" nem ligo, é um favor que nos fazem.
Ramon Melo
O que me irrita nessas agências é a truculência. Lançam uma portaria assim, do nada, sem nenhuma consulta pública, nenhum debate com a iniciativa privada, de forma completamente unilateral. Aí, depois que espantam o serviço, ficam criticando ele por não se submeter às leis brasileiras, vide Orkut, YouTube, Steam, Google Play, Apple Store e, em breve, NetFlix.
Ramon Melo
Ah, então me desculpe. Pensei que tivesse sido irônico o seu comentário.
Vinicius Kinas
Mas o fato de ter cerca de 200 projetos por ano é o que faz ser mamata oras.
Ramon Melo
E daí? O júri do caso Apple vs. Samsung tinha 700 infrações de patentes para analisar e terminou em dois dias.
André
O Governo quer ver mais empresas aqui para poder extorqui-las.
André
"Muito infeliz seu comentário, sinceramente não entendi." Vc é que deveria se sentir infeliz por não ter capacidade de interpretar textos.
YanGM
Ai seria um benefício...
Vinicius
Muito fácil pro Netflix fechar a operação brasileira e vender o acesso com cartão de crédito internacional. Negocia direto com as distribuidoras americanas as licenças para o brasil que repassam a grana pros selos nacionais. Ai os putos da ancine ficam sem dinheiro nenhum e os malditos do governo sem nenhum imposto.
Junio M
Eu concordo com o seguinte: Se for pra Netflix, YouTube e demais pagarem pra telecom's da vida tudo bem, desde que, as telecom's paguem minha fatura de internet e que tirem a merda de provedor que tenho que pagar além da fatura de internet. e outra, a TIM falida quer tirar os lucros dos outros é isso mesmo production?
Guilherme Harrison
Cole aqui a mensagem que você mandou pra eles, se puder. Sou muito ruim com textos.
Exibir mais comentários