Início » Brasil » Anatel registra 16 mil inscritos para medição da banda larga

Anatel registra 16 mil inscritos para medição da banda larga

Por
7 anos atrás

Assinantes de banda larga no Brasil demonstraram, por meio de cadastro no site da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), que querem sim participar de um programa de mensuração da qualidade do serviço. Segundo informações da agência divulgadas na quinta-feira (30), cerca de 16 mil usuários entraram no site da Entidade Aferidora da Qualidade (AEQ) e fizeram a inscrição.

Tanto pessoas físicas como empresas (pessoas jurídicas) participarão do programa iniciado pela Anatel nesta semana. Entre os requisitos para que o cadastro seja aceita figuram: a assinatura de um dos serviços em avaliação; e não ser funcionário de uma empresa de telecomunicações. Por motivos óbvios, você que trabalha na Telefônica ou na Net não poderá avaliar a conexão da empresa que paga seu salário.

Oi, NET, Telefônica/Vivo, Telefônica Data, Ajato, GVT, CTBC, Embratel, Sercomtel e Cabo Telecom participam do programa.

A Anatel explica que os selecionados para o EAQ não terão custo algum para a instalação do equipamento que permite avaliar a conexão. “A aferição nos equipamentos instalados nos computadores ocorre diariamente. “O equipamento não coleta qualquer informação pessoal”, diz a agência, que ainda acrescenta que o aparelho não interfere ou monitora a navegação do usuário.

O projeto inclui várias etapas e deve selecionar 12 mil participantes. Aqueles que sobrarem poderão entrar numa leva seguinte de aferição. A Anatel planeja renovar anualmente 25% da base de voluntários.

Quer se cadastrar? Acesse essa página e siga as instruções. Os participantes receberão relatórios mensais com o detalhamento do uso da internet e a velocidade atingida.

São Paulo será o estado com maior número de participantes (2.135) seguido por Minas Gerais (1.305). O Amapá, por sua vez, terá o menor número de participantes: somente 94. A Anatel nos informa que “será feita uma seleção para garantir que a amostragem represente os diferentes perfis de consumidores da banda larga fixa no Brasil”.

Em resposta ao Tecnoblog, a assessoria de imprensa da Anatel esclareceu que um programa de medição de qualidade similar será feito também com a banda larga móvel nacional a partir de novembro. A forma de medição não foi definida.

Atualizado às 18h20.