Início » Aplicativos e Software » Feliz aniversário, Chrome! Lá se vão quatro anos

Feliz aniversário, Chrome! Lá se vão quatro anos

Navegador do Google disputa com Internet Explorer pelo primeiro lugar.

Avatar Por

Há quatro anos, neste mesmo dia, a maior empresa exclusivamente de internet apresentava seu próprio navegador. Um aplicativo pensado do início ao fim para facilitar a vida do usuário. De quebra, trazer alguns cliques a mais nas publicidades exibidas com o buscador padrão, o Google. Hoje o Chrome completa quatro anos como um dos principais softwares de sua categoria. Quem diria que, em tão pouco tempo, o mercado mudaria tanto?

O Internet Explorer, líder absoluto da Microsoft de outrora, não tem mais aquela bela coroa. Não importa a companhia de mensuração: o IE perdeu mercado, muito mercado. E, dependendo da firma, dá para dizer que o browser da Microsoft perdeu o primeiro lugar. Aqui no Tecnoblog temos dados de usuários que mostram o Chrome na liderança. Em seguida vem o IE? Muito pelo contrário. Outro importante navegador figura na nossa lista de mais usados: o Firefox.

Claro que os leitores deste humilde site diferem do usuário médio de internet. Consumimos mais tecnologia, entendemos mais de informática e, por isso mesmo, a tendência é que façamos escolhas mais espertas -- amparadas em mais informação disponível por aí. Curioso mesmo é quando chego no computador de minha avó e lá está o Chrome. Ou ligo a televisão e tem propaganda do Chrome antes da novela.

O Google continua intenso (na falta de um adjetivo melhor) na promoção do navegador próprio. Mostra uma mensagem quando alguém entra na capa da busca pelo Firefox dizendo que o acesso seria mais rápido se feito pelo Chrome. Ora, se o Google diz, por que iria contrariá-lo? Tem razão quem aponta essa agressividade como ponto fundamental para o crescimento do software.

Ainda assim, ele está aí. Com as atualizações pequenas e automáticas que não incomodam o internauta -- ponto para o Google. Também tem a sincronização absoluta de todas as informações do usuário que estiver logado com uma conta do Google (da Microsoft que não seria, certo?). Outro ponto para o Google e para os usuários que querem as mesmas informações no computador de casa e no tablet (eu uso iPad; e uso Chrome no iPad). Sim, sim: outros navegadores já tinham o mesmo recurso. No Chrome ele está disponível para as massas. Pelo menos até a Microsoft adotar ideia similar.

E tem ainda o motor V8 para reprodução de JavaScript, um campeão de velocidade. Ou ainda os processos independentes no sistema operacional, criticado por uns e muito aclamado por outros. Dá até para bloquear a exibição de Flash nas páginas para, dependendo da necessidade, autorizar depois.

Conseguiram fazer um incrível navegador que atende muito bem à maioria dos internautas. Parabéns, Chrome, pelos quatro anos!

Leandro Alonso, nosso developer, manda avisar que até temos uma extensão para Chrome. Baixe e instale aí para ficar sabendo sobre novos artigos assim que forem ao ar.