Início » Gadgets » Maxprint vai parar de vender cartuchos de impressão da HP

Maxprint vai parar de vender cartuchos de impressão da HP

Cartuchos compatíveis de outras marcas também serão afetados.

Paulo Higa Por

A HP anunciou hoje de manhã que fechou um acordo "amigável" com a Maxprint, empresa brasileira de suprimentos de informática. Segundo o comunicado emitido pela HP, a Maxprint reconheceu que violou patentes da fabricante de Palo Alto e decidiu encerrar a venda de cartuchos de jato de tinta compatíveis com impressoras da HP.

Como parte do acordo "amigável", a Maxprint deverá vender seu estoque restante de produtos até o dia 1º de dezembro de 2012, tanto no Brasil quanto nos outros países em que atua. Os produtos afetados pela disputa judicial são cartuchos de jato de tinta com cabeças de impressão integradas, incluindo HP 56, HP 57, HP 60, HP 74, HP 75, HP 92, HP 93 e HP 122.

Cartuchos da Maxprint compatíveis com impressoras HP vão sumir do mercado

Além de ter suas vendas proibidas no acordo "amigável", a Rio Branco Ltda, empresa que importava cartuchos e os vendia sob a marca Maxprint, deverá reembolsar parte das despesas que a HP obteve com a disputa judicial. O processo foi aberto em abril de 2011, num tribunal de São Paulo.

O gerente do programa de propriedade intelectual e proteção de marca da HP (respira!), Matthew Barkley, afirmou que a empresa está empenhada em proteger suas inovações tecnológicas. "Vamos continuar monitorando o mercado em relação a essas violações de propriedade intelectual", disse.

A Maxprint não é a única empresa afetada. A HP também entrou em contato com outras sete companhias, que também reconheceram a validade das patentes e decidiram interromper suas vendas. São elas: Canal Verde, Ecologic Technologica, Edeltec, Extralife, Mipo Technology, SOS Cartuchos e Suprijet. Em maio, a Multilaser também havia fechado um acordo semelhante com a HP.

Pensando nos lucros, a proibição faz sentido, já que boa parte das receitas obtidas pelos fabricantes de impressoras vêm dos suprimentos, e não do equipamento -- tanto que, muitas vezes, com o dinheiro cobrado por dois ou três cartuchos originais é possível comprar uma impressora nova. Mas o fato é: se o custo-benefício dos cartuchos originais não forem bons, as pessoas continuarão optando por meios alternativos.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Warton João Lima Gonçalves
Boa noite.
Possuo uma impressora HP Photosmart D5360 e atualmente ela não mais aceitando cartuchos da Maxprint. Eu estou revoltado, pois além da boa qualidade dos cartuchos da Maxprint a HP cobra muito caro. Parece que ela introduziu alguma atualização no software as impressoras que elas não reconhecem mais os cartuchos compatíveis.
Alguém tem alguma sugestão?
Abraço.
@AntonioVeras
Tenho uma HP 4780 e à utilizo muito pouco. Sempre coloquei cartuchos originais nela, mas já estou começando à pensar em usar um Bulk Ink.

Sempre dá para vender os cartuchos usados também.
luvialca
Para mim, foi impossível ler essa notícia sem traçar um paralelo entre essa postura da HP e a postura da Apple (ambas processaram concorrentes visando proteger sua propriedade intelectual).
Me lembro das várias pessoas que se posicionam contra a Apple nos processos que ela move, e surgiu imediatamente uma curiosidade: será que essas pessoas também se posicionam contra essa atitude da HP?
vperdigao
Já acontece. Tenho 2 impressoras paradas em casa pq encontrei já promoções onde na compra da impressora você ganhava 2 ou 3 recargas, quando o valor do cartucho sem a impressora era 2 vezes mais caro que a promoção.
Turdin
Bem, pra mim não fará diferença, impressoras HP em sua grande maioria ( ou totalidade ) são péssimas quando comparadas as concorrentes, e mesmo se resolvesse pegar uma utilizaria no sistema de bulk-ink, que é muito mais vantajoso.
RamonGonz
faz muito tempo que não chego nem perto da impressora lá em casa...

quanto à noticia, ta mais q certa a HP...
infelizmente os preços de cartucho sao absurdamente altos e as pessoas vao mesmo acabar procurando "outros meios"
TatoGomes
Em breve (se já não acontece hoje), teremos impressoras sendo vendidas pelo preço de um par de cartuchos...
Sias
Já usei recarregado e hoje uso novos. O preço dos cartuchos da HP realmente caiu, mas junto também caiu a quantidade de tinta.
marcoacaguiar
Eu tinha uma impressora EPSON com bulkink e ela estragou... Pesquisei a forma mais economica de se ter uma impressora, de preferencia multifuncional, em casa... Cheguei a coclusão de bulkink continuava sendo a forma mais economica, porém existe o problema da perda da garantia da impessora (dependendo do bulk). Até que encontrei a EPSON L200, essa sim vale a pena comprar suprimentos originais, ela já tem um bulkink de fabrica e 70ml de tinta custa 20 reais... comprei em janeiro, já imprimi muiiito e ainda não tive que realizar nenhuma recarga.
Pedro Maich
Sinceramente tenho achado mais fácil imprimir folhas no geral fora, não gasto dinheiro com impressora, tinta, energia, papel e muito menos não perco espaço com essa coisa enorme.
Ainda assim quando tinha impressora em casa regularmente recarregava os cartuchos, a qualidade é porca, mas tudo vale a pena quando o valor do cartucho era 60 reais pra mais. Agora parece que a HP ta reduzindo os lucros e oferecendo cartuchos mais baratos, mas não sei se é nos modelos populares e o tamanho.