Início » Internet » YouTube deve remover trailer de filme polêmico sobre Maomé, decide justiça de São Paulo

YouTube deve remover trailer de filme polêmico sobre Maomé, decide justiça de São Paulo

Avatar Por

O Tribunal de Justiça de São Paulo deu prazo de dez dias para que o YouTube, uma propriedade online do Google, remova os vídeos que contêm trailer do polêmico filme "Innocence of Muslims", uma produção que ofende o profeta Maomé ao retratá-lo como pedófilo. A multa foi fixada em R$ 10 mil diários caso o site não cumpra a decisão.

De acordo com O Estado de São Paulo, a decisão foi tomada na tarde de hoje em um processo movido pela União Nacional Islâmica contra o Google Brasil. Em entrevista ao jornal, o advogado da entidade islâmica disse que o filme fere a liberdade de religião, direito garantido pela Constituição, assim como ofende a coletividade islâmica.

A decisão admite recurso.

Embora o Google do Brasil não tenha se manifestado sobre o assunto até o momento, não é surpresa que a companhia vá recorrer da decisão enquanto assim for possível.

"Innocence of Muslims"

"Innocence of Muslims"

O filme "Innocence of Muslims" causa polêmica ainda hoje por retratar o profeta Maomé, símbolo máximo do Islamismo, com inclinações para a pedofilia. Ainda não se sabe quem é o verdadeiro diretor do filme. Conforme reportamos antes, atores que participaram da produção dizem que o áudio foi modificado e que não havia citação a Maomé no roteiro original.

Em resposta a um pedido da Casa Branca, o Google se negou a apagar o filme do YouTube. O site de vídeos precisou bloquear seu acesso em alguns países onde a reprodução desse conteúdo é proibida por lei.

O departamento jurídico do buscador deve estar bastante ocupado. Na semana passada um juiz eleitoral mandou prender o diretor financeiro da empresa. Outro juiz eleitoral determinou dessa vez a prisão do presidente do Google no Brasil, Fábio Coelho, em outro processo originado por vídeo no YouTube. Agora, mais essa.

Assista ao filme

Reproduzimos abaixo o filme "Innocence of Muslims". O conteúdo vem diretamente do YouTube e pode sair do ar a qualquer momento. No instante em que publico o artigo tem próximo de 56 mil visualizações.


(Vídeo do YouTube)

Atualizado às 21h.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Marcos Medeiros
Opa, que estado laico de araque.
Kessler
+1 Ninguém tem o direito de não se sentir ofendido. Eu posso me sentir ofendido por qualquer coisa, o que não me dá o direito de querer censurar quem faz algo que me ofende. Isso é muito diferente de uma difamação direta e pessoal.
Nikolay Kolegov
Sim, sou russo, viu sobrenome...se você vai ver esse vídeo isso não é mal, se isso islâmicos vem ver esse vídeo, então isso pode retorna-se em problema, pois toca sentimentos deles... isso já é problema de governo também...melhor nem acordar animal com longa memoria. Islâmicos são bons amigos, mas por exemplo eu nem quero ter eles como inimigos. Oeste começou essa historia, nem islão. Pode ver isso no serviço particular, no serviço como youtube nem vale demostrar isso para todo mundo Sei esse youtube, quando não precisa ele apaga vídeo, porem agora parece youtube quer vingança, pelo nem apagado
Forbidden_404
O que não muda o fato de que vai continuar na internet para quem quiser procurar e ver, use o cérebro, pfvr.
bawlaw
mudasse totalmente o foco.. vc é livre pra falar o que quiser.. mas irá arcar com suas palavras.. É MUITO diferente de uma lei do governo que te proíba de gritar "flamengo" na torcida do vasco, caso contrario, além de apanhar voce seria preso pelo seu grave ato de desobediência ao governo
bawlaw
voce é mesmo russo?? :D "Se te chamar “mico”, tipo é liberdade de palavra, tu pode estar com raiva. Gente fala “responde pelas suas palavras, senão vai apanhar…” e por isso liberdade significa responsabilidade" concordo totalmente.. voce poderá sofrer pelas suas palavras. mas quem iniciar a agressão perderá a razão. mas o que venho aqui questionar é: o que que o governo tem à ver com isso?? ele nao tem que se meter na minha vida. eu nao posso assistir à um filme mal feito porque alguem se ofendeu com ele?
bawlaw
mas é só a opinião dele... voce nao vai mudar a opiniao dele simplesmente mindando ele para a cadeia.. nao concordo com o video (que por sinal teria sido ignorado se nao fosse esse auê), mas defendo o cara de dizer o que quiser de quem quiser.
@AntonioVeras
Uma minoria que causa um grande estrago.
caRIOca
Vocês querem liberdade de expressão?! Gritem Flamengo então na torcida do Vasco! Eu também queria um mundo livre, mas isso não existe! Eu queria um mundo em que respeitassem a raça, religião e opinião!
Nikolay Kolegov
Eu sou quem vai bloquear esse lixo pelo lei, claro sou só, mas nós - muitoos. Por que bloquear?Porque aqui, na Rússia, islão é segunda religião popular. Nós moramos com muçulmanos lado o lado, muitos seculos. Sei pelo menos uma mulher islâmica que assustava nosso ex-chefe, ele também é islâmico. Nem todas mulheres no islão são assustadas, existem outras islâmicas, bem fortes... Se te chamar "mico", tipo é liberdade de palavra, tu pode estar com raiva. Gente fala "responde pelas suas palavras, senão vai apanhar..." e por isso liberdade significa responsabilidade
Marcel Cristo
Galera, no Brasil este tipo de vídeo é proibido pois é uma ofensa direta a outra religião. Afeta a liberdade religiosa, ou seja, de ter ou não ter credo sem ser criticado. Se fosse um vídeo agredindo ateus, evangélicos ou qualquer outra religião deveria ser retirado. Nos EUA a liberdade de expressão vem primeiro que a liberdade religiosa, por isto lá não podem obrigar o youtube tirar o vídeo. Mas tantos os EUA quanto o Brasil são congruentes, pois ambos tratam todas as religiões iguais, no caso o Brasil protege todas e os EUA não ligam para nenhuma. Osso mesmo é na França onde eles perseguem os muçulmanos não deixando que sigam suas crenças.
Rennan Alves
Cara, o contexto em si gerado neste vídeo não é a liberdade para falar sobre o profeta, mas até que ponto você pode chegar para expressar sua opinião. Convenhamos que ninguém gostaria que seu "ídolo" fosse taxado de um pedófilo exquizofrênico por exemplo.
Daniel Teixeira Dos Santos
Tô contigo e não abro.
Daniel Teixeira Dos Santos
Pois é cara. Não é possível ser 100% politicamente correto.
Daniel Teixeira Dos Santos
Pena que nem todo mundo tem esse bom senso. "Imagine there's no countries It isn't hard to do Nothing to kill or die for And no religion too"
Exibir mais comentários