Início » Software » Kernel Linux 3.6 tem suspensão híbrida

Kernel Linux 3.6 tem suspensão híbrida

Por
6 anos atrás

Linus Torvalds liberou a versão final do kernel Linux 3.6. A maior novidade para usuários finais talvez seja a suspensão híbrida, que já estava disponível no Windows e no OS X. O núcleo do pinguim também recebeu melhorias de segurança e mais recursos no sistema de arquivos Btrfs, que ainda é considerado experimental.

A suspensão híbrida é uma mistura de suspensão com hibernação. Quando você acionar esse modo, o computador entrará num estado de baixo consumo de energia e o sistema armazenará os aplicativos abertos na RAM e no disco rígido, simultaneamente. Assim, se houver falha de energia e o conteúdo da RAM se perder, ainda será possível recuperar os dados a partir do disco rígido.

O sistema de arquivos Btrfs ainda é experimental, mas ganhou dois novos recursos no kernel Linux 3.6. Um deles é o suporte a cotas para subvolumes, que permite ao usuário configurar quanto espaço cada área poderá ocupar no sistema. A outra funcionalidade deverá facilitar o backup incremental de arquivos.

O kernel Linux 3.6 deverá estar disponível na sua distribuição favorita em breve. Se você prefere compilar o kernel manualmente, o download pode ser feito no site oficial. O The H Open fez um artigo bem interessante contando as principais novidades, que também incluem melhorias em rede, drivers, armazenamento de dados e virtualização.

Mais sobre: , , ,