Início » Curiosidades » Apple teria encomendado 10 milhões de unidades do iPad Mini

Apple teria encomendado 10 milhões de unidades do iPad Mini

"Wall Street Journal" confirma informação com fornecedores de suprimentos.

Por
7 anos atrás

Mal entramos na segunda semana de outubro. Não estranhe se, até o fim do mês, membros da mídia nos Estados Unidos receberem convites vindos diretamente de Cupertino para um evento da Apple com “novidades”. O jornal estadunidense Wall Street Journal traz no domingo (7) a informação de que a companhia criadora dos iTrecos encomendou 10 milhões de unidades do suposto iPad Mini a parceiros comerciais da Ásia.

De acordo com o conceituado jornal, propriedade do não-tão-conceituado-assim grupo News Corp de Rupert Murdoch, os fornecedores asiáticos consultados têm de produzir 10 milhões de unidades do tablet com visor de 7,85 polegadas durante o quarto trimestre do ano, no qual já nos encontramos. Reza a lenda que a Amazon encomendou metade deste volume para o novo Kindle Fire anunciado há algumas semanas, o principal concorrente do iPad no mercado norte-americano.

O Kindle Fire não está à venda no Brasil. O iPad mais simples, com Wi-Fi e 16 GB de armazenamento, custa R$ 1.549 no site oficial.

Conceito de iPad Mini feito pelo site Gizmodo.com

Conceito de iPad Mini feito pelo site Gizmodo.com

Nas coletivas e lançamentos de produtos, executivos da Apple (inclusive o finado Steve Jobs e o atual CEO Tim Cook) sempre defenderam que a tela de quase 10 polegadas do iPad é ideal para a categoria de tablets. Vale lembrar que esta era a mesma abordagem com relação ao iPhone, com a perfeição na forma de visor com 3,5 polegadas. Em setembro a Apple anunciou um novo modelo de iPhone com visor de 4 polegadas.

Tim Cook disse no evento de lançamento do iPhone 5 que o iPad responde por 68% das vendas de tablets no mundo. Tudo bem que o executivo não informa a fonte da informação. Ainda assim, há muito claro no meio de analistas de mercado entendimento de que a companhia domina neste segmento. O suposto iPad Mini competiria com produtos como o Galaxy Note, um tablet menor (ou smartphone maior) que trouxe muitos dividendos para a Samsung e se tornou pivô de um processo judicial complicado. A Apple garantiu na justiça americana indenização superior a US$ 1 bilhão. A Samsung pode e vai recorrer da decisão.

O iLex, nosso colega do Blog do iPhone (especializado, obviamente, em notícias da Apple), publicou hoje um artigo de opinião em que afirma categoricamente que a companhia da maçã perdeu a capacidade de nos surpreender. Não que os produtos sejam isentos de inovação. Pelo contrário, embora sejam considerados muito bons pela indústria, o fator surpresa de lançamentos anteriores não ocorre mais.

Geralmente vazam tantas peças que dá para montar o produto, como se Lego fosse, semanas antes do anúncio. Foi assim com o iPad de terceira geração e com o iPhone 5. Sem falar no iPhone “encontrado” por um blog americano em um “bar”. Virou caso de polícia.

Concordo com o iLex. Se o iPad Mini realmente existe, a hora para lançá-lo é agora. Antes que vire notícia velha. Vai continuar vendendo o mesmo tanto que antes, mas pode não causar tanto impacto em meio aos entusiastas da tecnologia. Gente que lê este Tecnoblog e compra os produtos antes das pessoas normais.

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários.