Início » Celular » Microsoft revela preços e especificações do Surface

Microsoft revela preços e especificações do Surface

Avatar Por

O lançamento do Windows 8 está perto, mas a Microsoft ainda não revelou seus preços oficiais, deixando um ar de mistério que deve acabar somente no dia 26. O seu tablet Surface era, até essa semana, outro dos itens que a empresa se recusava a dizer por quanto seria vendido. Mas a loja online da Microsoft acabou revelando os preços dos três modelos do aparelho junto com as suas especificações técnicas – e isso aconteceu aparentemente sem querer, já que essas informações foram tirados do ar pouco depois.

Segundo o Neowin, que conseguiu capturar uma tela da loja enquanto ela ainda mostrava o Surface, o tablet terá preços começando em US$ 499 pelo modelo de 32 GB e sem a capa-teclado que a Microsoft chama de Touch Cover. O modelo de 32 GB com a Touch Cover custará US$ 599 e o modelo de 64 GB também com a capa sai por US$ 699. A Touch Cover será vendida por US$ 119, enquanto a versão com teclado físico, chamado Type Cover, sairá por US$ 129.

Nas especificações listadas do Surface, estão uma tela de 10,6 polegadas com ClearType e resolução de 1366 x 768 pixels, processador Tegra 3 quad-core com 1,4 GHz de clock, GPU GeForce 12-core com 520 MHz de clock, 2 GB de memória RAM, a mesma câmera com 720p de gravação de vídeo na frente e atrás do tablet, Bluetooth 4.0, WiFi 802.11a/b/g/n, leitor de cartão microSDXC, uma porta USB 2.0 e bateria com duração de até 8 horas.

A página da loja em que esses dados eram mostrados já foi tirada do ar, mas caso a Microsoft mude de ideia e coloque-a na web de novo, o link é esse.

A comparação é inevitável, então vamos logo fazê-la: o preço inicial é o mesmo do novo iPad, com a diferença de que o tablet da Apple é vendido por 499 dólares com apenas 16 GB. Os demais preços dos tablets batem com a capacidade de armazenamento de cada um, então é um concorrente à altura. Surpresa mesmo é o preço estar abaixo do preço dos concorrentes com o mesmo sistema.

Falta saber se o Windows 8 RT incluído no tablet da Microsoft rivaliza bem com o iOS e Android.

Atualização às 13:10 | A Microsoft anunciou oficialmente o que ela tinha deixado escapar em sua loja online. Nenhum detalhe mudou.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Daniel Belini
Faixa etária de preço? Ou é faixa etária ou de preço, idade e dinheiro não tem nada a ver nesse caso.
Thanara Corrêa
Se o RT está nessa faixa etária de preço acredito que o Pro talvez não venha tão caro a ponto de ser inacessível aos de renda média!
Guilherme Macedo C.
Não, pois nem foi anunciado que será lançado aqui e por isso tô considerando já a produção nacional, assim como faz Apple, Samsung, Motorola e outras. Ou seja, se seguir o mesmo preço do iPad, vai ser um roubo.
Claudio Silva
Barato??? Quando chegar no Brasil quero ver quanto vai custar!!!!!
Daniel Ricardi Rocha
alguem sabe me dizer se na plataforma windows 8 para tablets será possível (oficialmente ou não) termos aplicativos de desenvolvimento? No caso digo programar diretamente no tablet, este é o único fator que me limita a não utilizar um tablet atualmente, visto que tanto android quanto o IOS isso não é possível. Eu não posso carregar peso, e programar atualmente só no pc ou notebook, se quiser num tablet somente utilizando um teamview da vida e acessando remotamente um PC/MAC.
Marcell Almeida
O preço ta muito melhor do que eu esperava, talvez eu pegue um ao invés do iPad. Aguardemos!
YanGM
Pelo preço de um iPad, eu compro um Nexus 7 para cada membro da minha família...
Bruno Silva
E eu prefiro um fusca
Luandersonn
O Surface tem os mesmos incentivos que o iPad?
@leossoliveira
Não dava pra ficar sonhando com $199,00 mesmo, mas realmente se comparado com o iPad o preço esta até que bom. Mas pelo menos vão existir outros fabricantes de tablets Windows 8, onde vai acontecer a maior variação de preço.
Edmilson
No seu caso aconselho esperar a versão pro(só eu pronuncio isso com acento?) para poder rodar tudo. Mas o preço vai salgar.
Scheldon Fernandes de Oliveira
Não esta no mesmo preço do iPad não o surface sai por 499 enquanto que o iPad sai por 599, além do mais um teclado oficial da Apple sai por bem mais que 100 dólares.
Denis
O que realmente não deu pra entender foi a falta de 3g/4g
Denis
Não é o mesmo preço do iPad, pois o iPad vem com 16 GB e o surface vem com 32GB
Ricardo Tolomelli
O Surface não deve ser vendido no Brasil (oficialmente), ele é um produto "case" da Microsoft para credibilizar o Windows 8 (principalmente a versão RT, que é uma classe nova de Windows, que só roda apps Metro), a menos que seja um sucesso de vendas nos EUA e que justifique a MS entrar definitivamente no ramo do hardware e produzi-lo em escala para vendas mundiais (além de oferecer suporte e assitência técnica em todos os mercados). Aparentemente não possui 3G (ou 4G), não foi falado em nenhum lugar, e como os preços competem (mais ou menos) com o iPad Wifi, e não o 4G, a comparação ainda é válida. Aliás, levando em conta a memória interna, o Surface sai ainda mais barato que o iPad, já que a versão de 32 GB deste último custa o mesmo que a versão 32GB do Surface já com a capa/teclado (acessório que não existe similar para iPad, só capas teclado mais grossas e pesadas, tipo a Surface Type Cover). Levando isso em conta, além do suporte a MicroSDXC e mais uma porta USB 2.0 (ambos significam expandabilidade barata), o Surface esta em vantagem contra o iPad no quesito hardware e custo beneficio. O ponto realmente fraco é o market place do Metro que começa com muito menos apps do que o do Android e iOS, mas isso é questão de tempo pra base gigante de desenvolvedores MS preenchê-lo com coisas úteis (sem falar nas facilidades que é ter apps publicados lá, comparado com o entrave que rola na Apple Store). O Surface Pro, que roda com processador Intel, com tela FullHD, rodará uma versão completa do Windows 8, que aí sim dará suporte aos apps "normais" de Windows, incluindo aí o pacote Adobe, está previsto pra ser lançado 90 dias após o Surface RT, ou seja, só no fim de janeiro. Esse sim será um concorrente mais dos ultrabooks que dos tablets atuais. Enfim, agora começa uma briga séria, que vai fazer a Apple TER QUE se mexer, caso contrário a hegemonia deles irá por água abaixo...
Exibir mais comentários