Início » Brasil » Nono dígito é obrigatório a partir de hoje no DDD 11

Nono dígito é obrigatório a partir de hoje no DDD 11

Aplicativos para Android e iOS auxiliam na mudança

Por
7 anos atrás

A partir desta quarta-feira (17) passa a ser obrigatório o uso do nono dígito para todas as ligações feitas para números de celular com o DDD 11, que abrange São Paulo e região metropolitana. Decidida pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), a mudança ocorreu em 29 de julho deste ano.

Cabe lembrar que os números atribuídos a aparelhos da Nextel não recebem o nono dígito porque o serviço não entra na categoria de “móvel pessoal” organizada pela agência.

Nesta nova etapa da adoção do dígito 9 na frente dos números de celular, o usuário recebe uma mensagem informando sobre a modificação, porém não é redirecionado para o número correto. “Esse número mudou. Acrescente o 9 antes do número celular. Ligue novamente.”

O acréscimo do nono dígito vale tanto para ligações feitas a partir de celular como de fixo, da mesma forma que vale para chamadas locais e interurbanas.

A região de DDD 11 engloba 64 municípios, incluindo a capital paulista. A adição de mais um dígito, criando o formato 9XXXX-XXXX, amplia o número de combinações numéricas de 44 milhões para 90 milhões. A propósito, ainda não entendi por que a Anatel não optou pelo formato 9XX-XXX-XXX. Sem dúvida que, num primeiro momento, facilita memorizar o número com o nove na frente. Porém, depois, parece-me fazer mais sentido ter uma distribuição de dígitos simétrica.

Discadores do Android, iOS e Windows Phone com nove dígitos

Vários aplicativos para Android e iOS ajudam na tarefa de acrescentar o dígito 9 automagicamente.

De acordo com a Anatel, o DDD 21 relacionado ao meu Rio de Janeiro e região metropolitana será o próximo a receber o nono dígito. A adoção está prevista para o ano que vem, conforme disse o presidente da agência, João Rezende, a um site de notícias.

Vale do Paraíba, cujo DDD 12 apresenta teledensidade de 158 linhas para cada grupo de 100 habitantes, figura em terceiro na lista de DDDs a receber mais um dígito.