Início » Brasil » Operadoras escondem a verdade por trás dos planos 3G

Operadoras escondem a verdade por trás dos planos 3G

Expressões como "navegue sem limites" induzem o consumidor ao erro, diz Idec

Lucas Braga Por

O Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) realizou um estudo com as quatro principais operadoras de telefonia móvel e constatou um grave problema: todas elas escondem de seus consumidores como é realizada a operação de pacotes de internet móvel. A falta de informações na hora da contratação induz o consumidor ao erro.

A principal queixa é em relação à franquia de uso: muitas vezes as operadoras destacam planos "ilimitados", que, na verdade, são limitados. Acontece que as teles oferecem uma franquia de dados e, após o consumo integral, a velocidade é reduzida até o fechamento da fatura. Tem vezes em que a velocidade é pior do que internet discada.

De acordo com o instituto, expressões como "navegue sem limites" induzem o consumidor ao erro.

Atualmente, todas as operadoras trabalham com esse modelo de planos de dados, principalmente quando falamos dos planos para modens. Por mais que o 3G seja uma tecnologia destinada para internet móvel, a tecnologia chegou ao Brasil como a única alternativa de banda larga para muita gente, pois o sinal chegava a lugares onde cabo e DSL não alcançam. E mais: as operadoras contam isso como vantagem. Isso causou um congestionamento muito grande na rede, de forma que a redução de velocidade foi a maneira encontrada para não prejudicar todos os clientes.

Também foram apontadas irregularidades nas operadoras Claro e Oi. De acordo com o instituto, as duas bloqueiam o acesso de serviços VoIP como o Skype. Entretanto, realizamos testes com as duas operadoras e as chamadas aconteceram normalmente, tanto com o Skype como o Viber.

A Vivo proíbe a utilização de serviços de Voz sobre IP (veja o item 4.2 do contrato de prestação de serviços padrão da operadora).

Redução de velocidade não é uma prática realizada apenas no Brasil. Diversas operadoras da Europa e América Latina também aplicam a diminuição da conexão. Como forma de tentar desafogar a rede de dados celular, as operadoras estão investindo em redes Wi-Fi.

Com informações: Exame

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Rodrigo Barros
Galera não me levem a mal. mas é incrível o nível de estupides dos brasileiros. vivemos a era da informação mas parece que os brasileiros só entendem que a internet serve apenas para ficar o dia inteiro perdendo tempo em bate papos imuteis e nada mais que isso. todo mundo se empenha em coisas imprestáveis como ficar postando todo tipo de foto e todo tipo de comentário inútil em redes sociais. compartilhar vídeo idiotas que não agregam nada de útil a ninguém. porque ao invés de perderem tempo com essas inutilidades estupidas não param um pouco pra ler o contrato? e o mais emprisionante de tudo é o cara ir numa loja contratar uma internet pagando 79 reais e crer que a velocidade desta internet é de iGiga. poxa vida 1 giga? tenha dó quem faz uma coisa desta merece se ferrar mesmo maioria dos brasileiros nunca nem ouviu falar de internet de 5 megas imagina 1 giga. e ainda por 79 reais por més. só rindo mesmo de uma coisa desta . gente abram os olhos se vai comprar algo basta pesquisar a respeito e não usar a burrice para comprar. futebol e carnaval todo mundo passa meses pesquisando o que quer porque não fazem o mesmo com tudo que vão adquirir? simples assim.
Renato Aloi
Bom dia! Uma pena a internet ser tão limitada no Brasil. Temos tanto potencial... Mas sem informação, somos enganados facilmente. Quem trabalha com internet desde a BBS, lembra as coisas q os provedores faziam com a gente nos anos 90. Hj, temos a Anatel e ministros da Tecnologia como Aloisio Mercadante. O que Mercadante entende de tecnologia? Pra falar a verdade quem é o ministro de Tecnologia atual? Vcs realmente acreditam que as principais operadoras de telefonia não são beneficiadas pelo governo? Se as principais construtoras eram (São ainda!), basta cavar um pouco mais fundo. Alguém está lucrando com isso! Basta verificar mais a fundo algumas campanhas eleitorais e vamos descobrir pq internet brasileira é a mais cara do mundo!
juan carlos pontes
olha o grande lance da reportagem dizendo que aqui é caro demais e o público é induzido a acreditar em tudo que se oferece tem dois aspectos, um é o engano e o outro é a ação que se move contra quem tenta te enganar, eu me considero um grande prejudicado com as operadoras e tenho ganho com a fragilidade do sistema delas mesmas, explico, agora a Tim está cobrando ligações para Nextel para os números 78 para 974, ou seja, para os números gsm, quando não avisaram e nem informaram a mudança......é um prato cheio pagar o abuso e correr atrás do prejuizo, é tratando mal o consumidor que tem tempo para processar é que se perde a gordurinha cobrada a mais nas taxas e pacotes mentirosos!!
Douglas Magalhães Carnevale
Não é só porque o cara usa windows que ele não sabe o que é opensource, eu usava windows e sabia o que é, se você conhece de tecnologia você conhece os termos, não é porque você não usa que você não sabe o que é, alias, é por isso que o mercado de informática é a merda que é, ele é tão divido e tão preconceituoso que fica dificil você conhecer coisas novas, afinal, sempre há um rótulo no cara, não concordo com essa "visão" de que as pessoas são míopes baseadas no SO que elas usam, até porque, usando essa filosofia, o cara que anda de gol nunca vai comprar um carro que não seja volkswagem, afinal ele usa um gol.
Galeno Lima
Ué, comentaram aqui pra mim no twitter algumas pessoas que tem Vivo e usam skype numa boa. É uma proibição apenas no contrato entao, que eles nao poe em prática?
Vitor
Infelizmente é com 'z'!
Raphael Rios Chaia
Meu 3G Plus da Vivo pega 5mbps no iPhone 4S fácil... Mas só ate o dia 20 do mês, que é quando bato mais ou menos o limite de 2Gb da minha internet "ilimitada". Aí a internet despenca pra 54kbps ate o inicio do próximo mes. Yay.
zeninguem
======================================================================= Silvio Ney diz: "E outra, software livre não é a mesma coisa de OpenSource. Posso ter um Software pago que seja OpenSource (código-aberto)" ====================================================================== oque voce esta falando se chama "Shared-Souce" e não opensource, codigo aberto é livre por natureza, é possivel modificar e distribuir, desde que respeitada a licensa do autor do codigo. Usuario de windows não entende de opensource, vive no mundo Micro$oftiano, onde só existe applicativos pagos (proprietarios), applicativos shareware (demos/trial) e applicativos freeware (gratis para usar... na maioria das vezes desenvovido por algum usuario de unix-like). E o codigo do Singularity da sua querida M$ é shared (share freely/Amostra Gratis), voce pode ver, pode até modificar... mas não podera criar distribuições. E sobre o lance da "Internet-livre" que falei ninguem crê ser possivel porque é algo inovador, que virá para libertar-nos de ser explorados por provedores que cobram apenas pelo acesso (tipo um pedagio/propina), não nos defende de hackers, e não melhoram a velocidade. Temos que pagar por qualidade e não só para ter acesso.
Angelo Barbosa
Muitos clientes caem no conto do vigário por não saber de nada e é ai que estas empresas ganham muito dinheiro .... nossa rede de 3G não foi projetada mas atender uma quantidade de clientes como está hoje e operadoras como a TIM, por exemplo, iludem vários consumidores com propaganda na TV.
Luiz Pedro Marin
o plano de blackberry da vivo além de ser mais caro de todos fala que te da acesso a todas redes sociasi. você olha o contrato e só tem facebook e twitter no serviço! sem contar que você não tem direito a nem 1mb de navegação na web
Bruno Rodrigues
é aqui o negocio é complicado mesmo
Alexandre
Sem contar que a franquia de extraordinários 200MB é acompanhada de um link de excelentes 1Mbps. Qualidade acima de tudo! Só que não...
Thanara Corrêa
Gente, nem rezando a internet móvel melhora!
Bruno Rodrigues
é brincadeira so nesse pais mesmo para alguem colocar em um contrato de serviço de internet que não se pode usar um Skype por exemplo ou planos de 200mb um video em HD no youtube é bem mais que isso
RamonGonz
mesmas dúvidas por aqui...
Silvio Ney
Isso é sem sentido, repetir sinal não é a melhor idéia, pois geraria um ping muito grande. O timeout dos servidores te derrubariam antes do sinal responder. E outra, software livre não é a mesma coisa de OpenSource. Posso ter um Software pago que seja OpenSource (código-aberto)
zeninguem
Eu não sou expert em redes mas acredito que seja viavel sim, e ja tem projetos locais na europa (mantido por grupos e ongs) e nos estados unidos (testado por universidades). É o futuro da rede, tudo pelo ar, sem fio, ou vc acha que fios existira para sempre? quando digo antena repetidora estou me referindo a peer, semelhante ao usado no serviço torrent... peer to peer. E vou alem, acredito que seja possivel desenvolver um software que possibilite computadores por meio de um adapatador wireless padrão 802.11d se conectar em rede e funcionar como hotspot para aumentar o alcançe da mesma. Existe um projeto (gpl) que não lembro o nome agora que esta desenvolvendo um software baseado no TOR para que computadores se tornem roteadores e infelismente ainda depende da doação de um link para conectar a rede padrão, mas acho que na hora que partir para uma Internet Alternativa, tipo deepweb [.onion] , onde é possivel criar conteudo que só é visto usando o tal software que da acesso livre (gratis) vai ter um monte de gente abandonado os provedores que alem de cobrar caro, ainda bloqueiam e sabotam o consumidor.
Edmilson
A vivo realmente define oque a pessoa pode ou não fazer com a internet que está pagando? Ela monitora/impede o acesso? Isso não violaria a neutralidade na rede/?
Pedro Maich
Infelizmente é com z. Tirando isso, essa coisa de repetidor de sinal por roteadores acredito que não seja algo viável em escala tão grande. Imagina a ponta que mandaria o sinal por tantos roteadores, teria um ping de vários segundos, impraticável.
zeninguem
De uns dois anos para cá tem surgido esforços para criar uma rede mundial em malha gratuita e livre (seguindo o modelo do "software livre") por iniciativa de ONGs e Projetos de Free-Internet. A meta é colocar antenas que funcionam como roteadores em nó em varios pontos da cidade. Cada antena alem de servir como um ponto de acesso serve como uma especie de "estação repetidora do sinal wireless", e o proprio usuario usando um adaptador wireless compativel com mesh teoricamente tambem pode contribuir com a propagação da rede... imagine varios computadores conectados numa rede independente/livre e gratis usando a tecnologia mesh! A internet só vai melhorar quando tiver outra opção, a "Internet-Livre" (Free-Internet) por exemplo... é igual no ramo do software, imagine se não existise "software livre" (OpenSource)? Infelismente ja desanimei de reclamar, a justiça alem de cega é surda, vou esperar surgir um projetos desse no brasil (free-intenet) e me vingar das operadoras 3G/WI-FI contribuindo para o crescimento do mesmo. Internet-Livre (GPL) no BRASIL já!
viniciusghietti
vivo on cara o melhor
TaylerPadilha
3G ilimitado @ 0,12Mbps aqui, flw! (^.^)
@kadugaspar
O grande problema nem é a redução de velocidade. Se a gente parar para pensar, é melhor que a velocidade seja reduzida do que ter que pagar a mais na conta quando a fatura estourar. O grande problema são as franquias baixíssimas. Até alguns meses atrás a franquia da internet pré da Vivo era de ridículos 20 MB POR MÊS. Parece mentira!