Início » Mobile Software » Tecnoblog Podcast 28 – Windows Phone 8 e Android 4.2

Tecnoblog Podcast 28 – Windows Phone 8 e Android 4.2

Por
5 anos e meio atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Dois sistemas operacionais móveis comandaram os lançamentos da semana. A Microsoft revelou o Windows Phone 8, com uma tela de desbloqueio ainda mais completa, um recurso para economizar no plano de dados e smartphones bem interessantes. No mesmo dia, apesar do furacão Sandy ter estragado a festa, o Google liberou os novos Nexus, juntamente com uma pequena atualização para o Android, que foi para a versão 4.2.

Thiago Mobilon (@), Thássius Veloso (@), Rafael Silva (@), e eu, Paulo Higa (@), comentam sobre as novidades do Windows Phone e do Android, o preço atrativo do LG Nexus 4 e o portal de qualidade da TIM, que disponibilizou um mapa com a localização de suas antenas. Nós também aproveitamos para parabenizar os membros mais ativos do time do Tecnoblog no [email protected], projeto de computação distribuída da Universidade de Stanford.

Notícias

Comentários dos ouvintes

Nicholas Prade:
“Na velocidade com que a maçã vem atualizando hardware dos produtos dela (os móveis, pelo menos) o ipad mini, assim como o ipad2 que é o seu irmão gêmeo que comeu mais fermento, ficarão obsoletos em menos de 1 ano.
A idéia de lançar um ipad menor tem respaldo em pesquisa, certamente, mas lança-lo no mercado com a hardware tão defasado tira pontos de avaliação do produto. Lançar um aparelho com as mesmas especificações técnicas do ipad2 e manter o ipad2 no mercado é uma grande estupidez, no meu ponto de vista.”

Rennan Alves:
“Esta discussão sobre o aumento das telas de smartphone é bem mais psicológica do que prática. Ao enxergarmos dois smartphones (um menor e outro maior) é normal surgir a premissa de que o ‘maior é melhor que o menor’, a mesma premissa de que ‘mais núcleos na CPU é melhor do que menos núcleos’.
O que as fabricantes estão fazendo é justamente tirar proveito destas conclusões para alavancar as vendas e diminuir os custos de fabricação. É muito mais simples aumentar o comprimento do celular do que diminuir o tamanho do SoC, que envolve mais investimentos em pesquisa e técnicas de fabricação. Não há nada de errado nisso, são empresas.
O viés deste tipo de abordagem fica por conta da ausência de ergonomia no celular. Em alguns casos você tem que usar mais de uma mão para realizar operações simples como acessar a central de notificações, organizar aplicativos, jogar, etc. Isso acaba cansando no uso do aparelho.
Com base nisso, para mim a melhor tela é aquela em que você consegue percorrê-la com o seu polegar. Não que telas maiores que 4 polegadas sejam ruins, mas elas não substituem a praticidade e a ergonomia com telas menores do que isso.”

Rafael Marcon (não foi lido, mas foi citado):
“Como mostrou uma matéria da Wired, assistindo um vídeo 16×9 no iPad mini, mesmo quando se usa as barras pretas em cima e embaixo, o vídeo fica maior que no Nexus 7. (13%, pelos cálculos da revista). Isso se deve à largura da tela – em modo paisagem – que é maior no iPadzinho.”

Se você não teve sua mensagem lida desta vez, não fique triste. Para aparecer no próximo episódio, comente neste post ou envie um email para [email protected] com sua opinião, reclamação, correção, sugestão, xingamento ou loucura de amor. No título, coloque a palavra “podcast” para facilitar o nosso trabalho.

Na semana que passou

Na última terça-feira, nosso querido editor Rafael Silva foi conhecer a sede da GVT na cidade de Curitiba e contou como tudo funciona neste artigo especial. E se você não consegue se acostumar de jeito nenhum com a Tela Inicial do Windows 8, Thássius Veloso ensina como substituí-la com o aplicativo gratuito Pokki.

Assinatura

Mais fácil que entrar no site para ver se o podcast saiu é assiná-lo no iTunes. Assim que detectar o novo episódio, o aplicativo baixa automaticamente! Não é feitiçaria, é tecnologia. Outra opção: usar o nosso RSS. Ah, vale assinar o nosso canal no SoundCloud para saber em primeira mão quais serão os assuntos do próximo podcast.

Antes de ouvir

Tenho uma boa notícia: compramos um microfone adicional e não teremos mais nenhum editor com som de rádio AM defeituoso — o novo microfone é um condensador superestiloso da Behringer. Mas também preciso dar a má notícia: em um ponto da gravação, o microfone do Mobilon ficou dessincronizado e não foi possível corrigir o problema. Na próxima a gente acerta!